Fevereiro 22, 2017 Atualidade, Educação, Opinião
lazaro
Lázaro Cruz

No passado dia 11 de Fevereiro comemorou-se o Dia Europeu do 112. Aproveitar esta data para falar do número “112” nunca é demais!

Quando nos deparamos com uma situação de emergência é fundamental estarmos preparados para ajudar. Para além de termos noções de primeiros socorros, é importante sabermos qual o número de emergência que devemos ligar, assim como aquilo que devemos dizer de forma a ganhar tempo!

O 112 é o Número Europeu de Emergência. Este número foi criado em 1991 e é, desde 2008, o único número de emergência que pode ser usado de forma gratuita a partir de qualquer telefone fixo, móvel ou público, em todos os países da União Europeia. É, também, usado em alguns países fora da União Europeia, como é o caso da Suíça.

Pode ligar para o 112 por razões de doença súbita, acidentes, incêndios ou roubos e as chamadas são sempre atendidas numa central de emergência, por agentes da PSP e militares da GNR. Estes irão canalizar as chamadas para as autoridades dependendo da situação.

Só cerca de 51% dos portugueses sabe o que é e como ligar 112. No entanto, 75% das chamadas atendidas são falsas. Visto isto, nunca é demais lembrar, sempre que ligue 112, tenha um verdadeiro motivo, informando de forma simples e clara:

  • Tipo de situação com que se depara;
  • Número de telefone do qual esta a ligar;
  • A localização exata com indicações de pontos de referência;
  • O número de pessoas envolvidas, assim como o sexo e idade das mesmas;
  • Desligue a chamada por indicação do operador;

A eficácia do socorro começa e depende da sua colaboração!

 

Por: Lázaro Cruz (Bombeiro e aluno da Licenciatura de Proteção Civil).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima