Arquivo Mensal

Julho 2017

Teatro de Balugas apresenta livro de fotografia “Bons Diabos”, de Paulo Alegria

Atualidade/Concelho/Cultura port

No próximo dia 6 de agosto, domingo, pelas 21h30, o Teatro de Balugas apresenta, no adro da Igreja Românica de São Martinho de Balugães, o livro de fotografia “Bons Diabos”, de Paulo Alegria.

Este livro é o resultado do encontro, de apenas um dia, do fotógrafo Paulo Alegria com o grupo Teatro de Balugas. Um conjunto de fotografias que mostram a dedicação e o envolvimento do coletivo de teatro na preparação do evento num palco improvisado pelo próprio elenco, no adro da velha igreja de São Martinho de Balugães.

Nas palavras de Raul Pereira, “observando o elenco, enquanto este deitava mãos à obra e tornava palco o adro da igreja românica de São Martinho de Balugães, as imagens extraídas trazem-nos o Vale do Neiva, essa terra antiga de onde o teatro popular nunca desapareceu e onde permanecem intactos os espaços onde ele acontecia.

A peça apresentada, que é uma adaptação para teatro de rua do Auto dos Bons Diabos, obra de Cândido Sobreiro, é um forte testemunho de que os “Balugas” constroem muito mais do que singelas encenações: é que, nas suas peças, o Alto Minho emerge inteiro, como região em que a permanente dicotomia entre aceitação e recusa foi sempre o gérmen criador da nossa identidade.

O entusiasmo instala-se peça e livro adentro, quando nos apercebemos que as novas gerações retiveram um dos mais sábios ensinamentos: que um futuro interessante e suportável só surgirá da enxertia da planta do presente no sólido fuste do passado”.

O Teatro de Balugas foi fundado em 2007, o Teatro de Balugas inspira-se na cultura popular do Minho. É teatro feito na aldeia, acreditando que este trabalho comunitário manterá viva a identidade desta, enquanto espaço de criação, numa luta contra o desaparecimento do mundo rural, da festa feita nas terras pelas gentes que contavam apaixonadamente as suas crenças, tradições e costumes, de uma certa ideia de progresso que não serve homens nem comunidades. É uma história escrita por artistas anónimos que pisam o palco de balugas ou borzeguins, botas altas com atacadores, de onde deriva o topónimo da aldeia de Balugães.




Já o autor, Paulo Alegria, nasceu em 1970, em Oliveira de Azeméis, mas vive e trabalha em Viana do Castelo. Autor do livro Romeiros, um retrato contemporâneo das pessoas que se deslocam às romarias alto-minhotas e responsável pela cinematografia do filme Alto do Minho, um trabalho documental sobre a identidade do povo da mesma região. Foi-lhe atribuída uma bolsa pela Estação Imagem, em Mora, onde desenvolveu um intenso trabalho fotográfico próximo da população do concelho alentejano, documentando o seu associativismo, que resultou no livro Cultura Magra. Recentemente, integrou uma exposição coletiva itinerante no norte de Portugal e na Galiza, promovida pela DRCN, no âmbito do programa Rota das Catedrais, com um trabalho desenvolvido na Sé Catedral de Lamego. Formou-se em Design Gráfico e passou por outras áreas do conhecimento, como a Arquitetura, a Educação Visual, a Gravura, a Serigrafia e a Fotografia.

 

Fonte e fotos: TB.

YES: um projeto de sucesso que é para continuar

A SOPRO está prestes a terminar o primeiro projeto de intercâmbio, YES – “Youth Exchange for Solidarity”, do Programa Erasmus+, financiado pela União Europeia.

Pela primeira vez, a SOPRO organizou em Portugal um intercâmbio Erasmus+, que envolveu quarenta participantes e líderes de cinco organizações e cinco países da União Europeia, sendo eles: Portugal, Espanha, França, Itália e Grécia. O projeto iniciou em setembro de 2016 e termina já em agosto de 2017. Contou com dois momentos altos: de 26 a 28 de janeiro, a Reunião de Líderes, que decorreu em Barcelos. E de 18 a 25 junho, o Intercâmbio, que decorreu entre Braga e Barcelos.

O YES foi de grande importância para a SOPRO, sendo o início de uma nova etapa na história da Associação, agora voltada, também, para o espírito e valores europeus. Através da inclusão dos jovens menos favorecidos, a promoção da diversidade, do diálogo intercultural e dos valores comuns da liberdade, da tolerância e do respeito pelos direitos humanos. Foi uma aposta ganha na melhoria do nível de competências e aptidões fundamentais dos jovens, onde a promoção da participação na vida e cidadania ativa, o diálogo intercultural, a inclusão social e a solidariedade foram o foco, através das ferramentas universais e atrativas do desporto e o voluntariado.

O YES continua a ter um impacto muito positivo na vida dos jovens participantes, que se tornaram mais resilientes, mais proativos e preparados. Além de que o YES continua a ser divulgado e promovido por toda a Europa como um projeto exemplar, baseado nos valores europeus. Tendo em conta o sucesso desta iniciativa, a SOPRO já se encontra a preparar novas candidaturas e novos projetos já a partir de setembro.



Fonte e fotos: SOPRO.

Presidente da Câmara inaugura obras na freguesia da Lama

Atualidade/Concelho/Política port

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, inaugurou, no passado sábado, dia 29 de julho, a Rua da Igreja e a Rua do Ribeiro das Regadias, na freguesia da Lama.

A população da Lama recebeu o Presidente para a inauguração de duas obras importantes: a da Rua do Ribeiro das Regadias, que dá acesso à Escola Primária da Lama, e a da Rua da Igreja. Depois de descerradas as placas, o Presidente da Junta, João Vieira da Silva, no seu discurso, agradeceu ao Presidente da Câmara por todo o apoio que tem vindo a receber da autarquia, mais precisamente este apoio atribuído à Rua da Igreja que “é uma obra muito importante para a nossa freguesia”, pois segundo o autarca “a rua era muito estreita” e agora “temos um acesso digno à igreja e ao cemitério”.

Miguel Costa Gomes saudou os elementos da autarquia e toda a população presente, dizendo que estas obras são “o complemento de um esforço que o Município faz, ajudando a desenvolver as freguesias”, acrescentando que “o Município tem um instrumento, desde 2009, que é o chamado Protocolo dos 200%, que permite, por um lado, dignificar o papel do Presidente da Junta, e, por outro lado, contribui para o planeamento e o assumir dos compromissos.” Só neste mandato, informou o Presidente, “foram investidos cerca de 32 milhões de euros no concelho de Barcelos”, no âmbito deste Protocolo, e concluiu dizendo que “é um orgulho vir aqui e partilhar convosco esta obra, porque sei que melhora o vosso dia a dia.”




O alargamento, repavimentação, construção de passeios, muros, águas pluviais e rede elétrica da Rua da Igreja e a pavimentação da Rua do Ribeiro das Regadias foram financiados pelo Município de Barcelos.

Fonte e foto: CMB.

#FreeRightsDefenders – Os direitos humanos não são crime!

Atualidade/Mundo/Opinião/Política port
Raquel dos Santos Fernandes

São centenas de jornalistas, médicos, professores, polícias e militares! São homens e mulheres que, abdicando do seu conforto e das suas rotinas, se encontram hoje atrás das grades por uma luta que não deveria ser apenas a deles. Este é o meu pequeno contributo ao apelo #FreeRightsDefenders.

Enquanto o Ministro dos Negócios Estrangeiros turco se reunia com altos representantes da União Europeia, o Presidente da Turquia reforçava a sua retórica antiocidental em Ancara. Não o fez por acaso! Recep Tayyip Erdogan é um político pragmático, orientado para o serviço e para uma vertente instrumental, que facilmente percebeu que a influência da Turquia nos Balcãs, na região do Cáucaso, na Ásia Central e no Médio Oriente lhe proporcionariam importantes parcerias estratégicas, propugnando o fortalecimento das relações com os países vizinhos e ressalvando que a Turquia já não se revê no papel de mediador. Essa Turquia é hoje a soma da hegemonia e da dominância do seu líder.

“O Ocidente quer que a Turquia cumpra as suas exigências sem colocarmos questões (…),” começou por dizer, referindo-se aos Critérios de Copenhaga aplicados à candidatura da Turquia à UE. O seu discurso político e a sua postura só poderão ser compreendidos se atendermos ao contexto de insegurança permanente vivido no país e ao envolvimento do mesmo com o secularismo. Nestas circunstâncias, Erdogan desenvolveu uma tripla estratégia: adotou uma linguagem em prol dos direitos humanos e da democracia como escudo discursivo; mobilizou o apoio popular como forma de legitimidade democrática; e, por fim, construiu uma coalizão liberal-democrática com setores modernos e seculares que o reconheciam como um ator político legítimo, ao ponto da sua atual posição institucional lhe fornecer o poder necessário para promover os seus próprios interesses, originando um novo compromisso político e uma nova hegemonia na política turca. Erdogan criou a ideia de vitimização da Turquia face ao Ocidente, ao mesmo tempo que reforça a ideia do grande líder que vem restaurar a grandeza do país, “(…) tenho pena de lhes dizer que essa Turquia já não existe!” E nisso, Erdogan tem razão!




Na Turquia de hoje, estão 150 mil pessoas sob investigação criminal e vários ativistas dos direitos humanos são acusados de cometer crimes em nome de organizações terroristas não identificadas. Na Turquia de hoje, é o mesmo Erdogan que, 19 anos após ter sido declarado pela Amnistia Internacional um prisioneiro de consciência, presidiu à detenção dos mais proeminentes defensores dos direitos humanos na Turquia. Na Turquia de hoje, os meios de comunicação nacionais são controlados pelo Estado e o acesso aos meios internacionais estão bloqueados. Na Turquia de hoje, o povo não apoia os opositores dos direitos humanos, mas apoia a imagem criada em torno do grande líder, apoia o discurso dissimulado que lhes promete o regresso aos tempos de glória, encoberto por juras de justiça e de respeito, e apoia, acima de tudo, a sua pátria e as suas singularidades. E, assim sendo, enquanto os direitos humanos continuarem a ser visados como ocidentais, a Turquia continuará a ser a Turquia de Erdogan.

Os direitos humanos não têm raça, etnia ou nacionalidade. Não têm estratos sociais, não são uma tendência ou uma moda! Os direitos humanos são universais, incolores, insípidos e inodoros e nunca, nunca poderão ser um crime!

Por: Raquel dos Santos Fernandes* – Mestre em Ciência Política

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Clube Karaté de Barcelos traz bons resultados do II Torneio Associação Negrelense

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

No passado dia 28 de julho, realizou-se o II Torneio Associação Negrelense, em São Mamede de Negrelos – Santo Tirso, organizado pela Associação que dá nome ao torneio, e onde participaram karatecas do Clube Karaté de Barcelos (CKAB).

Para além do clube organizador e do clube barcelense, participaram no torneio a Associação Campense de Karaté, Núcleo Desportivo de Roriz e Associação Karaté de Vilarinho.

Como árbitros, o CKAB participou com Jéssica Cardoso, João Alves e Pedro Pereira.

Maria Miranda e Luís Oliveira em Juvenis; Afonso Magano, Diogo Borges e Guilherme Leite em Iniciados; Afonso Macedo, Gonçalo Coroas, João Miranda em Infantis; e Afonso Faria em Pré-Infantil, foram os atletas que competiram, coordenados pelo mestre Porfírio Isidoro.




Os resultados obtidos foram de grande nível. Em Juvenis (12/13 anos), Maria Miranda conseguiu um 1º lugar em Kata e um 2º em Kumite. Luís Oliveira trouxe um 3º em Kata e um 1º em Kumite. Nos Iniciados (10/11 anos), Afonso Magano conquistou o 1º lugar em Kata e Kumite; Diogo Borges, o 3º lugar em ambas as disciplinas e, por fim, Guilherme Leite conseguiu um 3º em Kata e um 2º lugar em Kumite. Em Infantis (8/9 anos), Afonso Macedo conquistou o 1º lugar em Kumite e o 3º em Kata, João Miranda foi 2º em Kata e Gonçalo Coroas foi, igualmente, 2º mas em Kumite. Por fim, em Pré-Infantis (5/7 anos), Afonso Faria conseguiu o 3º lugar em Kumite.

O CKAB, em declarações na sua página do Facebook, salientou que “a participação foi um sucesso e prova que com empenho todos atingiram o nível que deixa a todos muito orgulhosos. As classificações foram importantes, individualmente, mas este clube preferiu salientar os resultados do grupo, que foram excecionais”. Por último, este clube deixou uma última palavra “aos pais e acompanhantes estamos agradecidos e todos estão de parabéns e bom verão a todos”.

CKAB em convívio na Praia do Cruzeiro, em Aguçadoura

O Clube Karaté de Barcelos esteve reunido em convívio, na Praia do Cruzeiro, em Aguçadoura – Póvoa de Varzim. Mas a comunidade do CKAB (atletas, treinadores, pais, amigos) não esteve sozinha, pois cerca de uma centena de karatecas reuniram-se, espontaneamente, para um treino, orientado pelo mestre José Ramos (8º Dan).

Para além de muitos mestres nacionais presentes, como Luís F. Pereira (5º Dan), Vítor Poças (3º Dan), entre outros, o CKAB participou com quase duas dezenas de atletas.

No final do treino, quase todos e quem pôde, entre atletas, pais e amigos do CKAB, confraternizaram num piquenique, “permitindo um dia diferente de vivências que só tem aspetos positivos, reforçando a união já existente”, refere o clube.

Por fim, o CKAB deixou um agradecimento a todos os atletas, pais e amigos por “terem participado, partilhado e contribuído para este grande momento CKAB”.




Fonte e fotos: CKAB.

Taça CTT: Gil Vicente começa a ganhar mas cai na Madeira frente ao União

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Em jogo disputado hoje, no Centro Desportivo da Madeira, em Ribeira Brava, o Gil Vicente Futebol Clube acabou eliminado da Taça CTT (“Taça da Liga”), sendo derrotado pelo CF União da Madeira, por 2-1.

A equipa gilista, treinada por Jorge Casquilha, alinhou de início com Rui Sacramento, Ricardinho, Vítor Tormena, Luiz Eduardo, Luís Tinoco, Jumisse, Miguel Abreu, Jonathan Rubio, João Pedro, Fall e James Igbekeme.

Ao intervalo o resultado mostrava um nulo no marcador mas as redes das balizas começaram a mexer no segundo tempo, logo aos 52 minutos, com o jovem Jonathan Rubio a adiantar os forasteiros de Barcelos. Está de “pé quente” neste início de temporada, o hondurenho de 20 anos.




No entanto, a equipa da casa, treinada pelo bem conhecido em Barcelos, Paulo Alves, acabou por dar a volta ao resultado, com dois golos do brasileiro Luan, aos 76 e 87 minutos.

Assim, a equipa barcelense fica fora da próxima fase desta competição mas sem antes ter conseguido uma grande vitória na Póvoa de Varzim e na Madeira ter sido derrotada apenas nos minutos finais. De relembrar que o sorteio não foi “amigo” do Gil Vicente, pois teve que realizar os dois jogos fora de casa.

Agora, as baterias apontam para o jogo de apresentação aos sócios e simpatizantes, assim como a disputa de Taça Caixa de Crédito Agrícola, frente ao Futebol Clube do Porto, equipa que tem no seu plantel o guarda-redes barcelense João Costa.

Foto: GVFC/DR.

Barcelense Joaquim Sousa em 15º no ranking Euro City Race 2017

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Na última atualização do ranking do Euro City Race 2017, o atleta de Galegos Santa Maria, Joaquim Sousa, encontra-se no 15º lugar, na categoria Men Vets +35.

O campeonato é constituído por sete etapas, tendo sido realizadas já quatro. No final, contarão apenas os quatro melhores resultados para a classificação final.




O barcelense encontra-se, como referido, no 15º lugar, tendo, apenas, competido numa das etapas, a de Paris, onde conquistou o 1º lugar.

Por motivos financeiros e por falta de apoios, Joaquim Sousa só conseguiu competir em uma das quatro etapas já realizadas e, pelo andar das coisas, o atleta não sabe se poderá competir nas três que faltam, sendo certo que, pelo menos, a Porto City Race, em setembro, tem garantida a sua presença, salvo algo de maior. Depois, ficarão a faltar as etapas de Barcelona e Bilbau, em outubro, na vizinha Espanha.

Joaquim Sousa lamenta a falta de apoios, em declarações prestadas ao Barcelos na Hora. “A Orientação é um desporto desconhecido pelo povo em geral e mesmo tendo sido o melhor atleta Nacional durante anos e sendo, atualmente, um dos melhores veteranos do Mundo, com três medalhas em Campeonatos do Mundo, sendo duas de Vice-Campeão Mundial, mesmo apresentando um curriculum destes não se consegue um apoio, por mais pequeno que seja”, explica o atleta barcelense.

Foto: DR/COC.

LG testa robôs que conduzem passageiros perdidos à porta de embarque

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo/Opinião port
Diogo Sendim Lourenço

A empresa está a testar dois robôs inteligentes no maior aeroporto da Coreia do Sul

A LG está a testar robôs autónomos para limpeza de terminais e para auxiliar passageiros perdidos nos aeroportos durante os próximos Jogos Olímpicos de Inverno, em 2018, na Coreia do Sul.

Os robôs receberam o nome de Airport Guide Robot e Airport Cleaning Robot no maior aeroporto do país.

Antes de realizar esses testes no Aeroporto Internacional Incheon, na capital Seul, a empresa revelou essas duas máquinas na CES (International Consumer Electronics Show) deste ano e, como o próprio nome sugere, ambos os robôs foram desenvolvidos com o intuito de ajudar e guiar os turistas e atletas que irão passar, diariamente, pelo aeroporto.

O Guide Robot irá percorrer os terminais de todo o aeroporto e, quando for solicitado pelos passageiros, será capaz de fornecer instruções e informações sobre os horários em quatro línguas: coreano, inglês, chinês e japonês. Além disso, o robô conduzirá passageiros até às portas de embarque, mas, para isso, a pessoa deverá informar o seu cartão de embarque no ecrã da máquina.




Por fim, o Cleaning Robot, segundo a LG, possui sistemas e sensores automatizados, capazes de detectarem as áreas mais movimentadas e que realmente exigem uma limpeza com maior frequência. Em seguida, ele realiza cálculos de rotas para chegar até esse ponto no menor tempo possível.

A empresa afirmou ainda que está a investir fortemente em robôs comerciais e que será cada vez mais comum esse tipo de produto no mercado.

Por: Diogo Sendim Lourenço*.

Rua Duques de Barcelos, 17

4750-264 Barcelos

Email: diogosendimlourenco@gmail.com

Contacto: 932 908 025

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Município de Barcelos lança apelo para recolha seletiva de resíduos

Atualidade/Concelho/Cultura/Política port

O Município de Barcelos lançou um repto às Juntas de Freguesia e Uniões de Freguesia no sentido de se melhorar a recolha seletiva de lixo.

É comum ver, por todo o concelho, nos contentores do lixo, o depósito de resíduos verdes, que impedem, depois, a deposição de resíduos indiferenciados. Neste sentido, a Câmara Municipal de Barcelos solicitou a colaboração das Juntas/Uniões de Freguesia para disponibilizarem um espaço/terreno onde os munícipes possam depositar as podas de árvores e, posteriormente, os funcionários municipais procedem ao levantamento desse material.

Relativamente às relvas, folhas e resíduos de limpeza de jardins ou de quintais, têm os munícipes de proceder à sua compostagem ou recorrer a outro método de valorização. Se necessário, o Município de Barcelos disponibilizará técnicos, para conjuntamente com os produtores desses resíduos, encontrarem solução de valorização dos resíduos produzidos, de preferência no próprio local de produção.

No caso dos grandes produtores de vidro, cartão e embalagens, como por exemplo estabelecimentos comerciais, caso a Junta de Freguesia tenha conhecimento da dificuldade na utilização dos ecopontos, deverá entrar em contacto com o Município de Barcelos através e-mail: geral@cm-barcelos.pt ou telefone: 253 809 600.




Além disso, como as Juntas/Uniões de Freguesia têm um papel muito importante junto dos munícipes, o Município solicitou, também, a colaboração destas para afixarem mensagens, no site da Junta/União de Freguesia, e para o Pároco divulgar na missa, de forma a que os munícipes possam fazer a deposição dos resíduos corretamente, utilizando os ecopontos, e depositando os resíduos verdes resultantes de poda de árvores ou arbustos num terreno vedado, a ser disponibilizado pela Junta/União de Freguesia.

De acordo com o Município de Barcelos, este “continua a apostar na melhoria da qualidade de serviço de recolha de Resíduos Urbanos e na procura de soluções práticas para o desenvolvimento sustentável, sendo o objetivo seguir as linhas orientadoras estratégicas definidas nos planos de ação de gestão de resíduos urbanos, municipais e intermunicipais, para cumprimento das metas nacionais estabelecidas no PERSU 2020 (Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos)”.

Fonte e imagem: CMB.

4º Convívio da Freguesia de Manhente realiza-se no próximo domingo

Atualidade/Concelho/Desporto port

No próximo dia 30 de julho, domingo, a Freguesia de Manhente celebra o seu 4º Convívio Dia da Freguesia, no “Rio Tapado”. Este evento, organizado pela Junta de Freguesia, conta com a colaboração do Agrupamento de Escuteiros, do Coral de Manhente, Sousa Music, Comissão de Festas de S.Sebastião, Associação Desportiva de Manhente e Fábrica da Igreja de Manhente.

Assim, logo pelas 10h15, celebra-se a Missa campal e, por volta das 12h00, realiza-se o Almoço das famílias, servido pela Comissão de Festas de S.Sebastião, tendo no cardápio filetes de pescada e picanha grelhada.

Ao início da tarde, por volta das 14h00, começa a tarde recreativa, com jogos populares, música tradicional, ginástica sénior e zumba. Pelas 17h00, realiza-se o lanche para toda a população, oferecido pela Junta de Freguesia de Manhente, sendo que a receita das bebidas reverterá a favor do Agrupamento de Escuteiros e do Coral de Manhente.




Fonte e imagem: AB.

1 2 3 15
Ir Para Cima