Arquivo Mensal

Agosto 2017 - page 3

Atletas de Karaté d’Os Académicos convocados para trabalhos de seleção

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port




Os karatecas da Secção de Karaté do FC “Os Académicos”, de Arcozelo, António Cardoso, Bruna Gonçalves, Tatiana Alves e Catarina Borges foram selecionados para trabalhos de seleção tendo por objetivo a preparação para o Campeonato da Europa de 2017 (ESKA 2017).

De referir que este ano o ESKA 2017 realiza-se em Portugal, mais concretamente, em Matosinhos, ou seja, bem perto de Barcelos, podendo estes atletas, em caso de participação no mesmo, ter o apoio e carinho de todos os barcelenses que se possam deslocar lá para torcer por eles.

Na nota enviada este jornal, o clube deseja muito sucesso aos quatro atletas convocados.

Fonte e imagem: SKFCA.

Festa de Santa Justa em Negreiros

Atualidade/Concelho/Cultura port




Entre 25 e 27 de agosto realiza-se a festa em honra de Santa Justa, em Negreiros, com um programa com muita animação e atos religiosos.

Assim, dia 25 de agosto, pelas 21h00, realiza-se a procissão de velas da Capela da Senhora da Graça para a Igreja Paroquial.

No dia seguinte, logo pelas 8h00, dá-se a entrada do grupo de Zés P’reiras “Banda da Alegria”, de Ponte de Lima, que percorrerá as ruas da freguesia. À noite, pelas 21h30, inicia a atuação de Mokika, seguida do grupo Némanus.

O último dia de festividades inicia com a missa, às 7h00. Uma hora depois, dá-se a entrada da Banda Filarmónica Mamarrosa e Banda Marcial de Fermentelos. Pelas 8h30, celebra-se nova missa. Por volta das 9h30, realiza-se o tradicional Cortejo de Vasos, composto por todas as jovens da freguesia, em trajes regionais, e pelas bandas de música. As atividades matinais terminam com a celebração da missa solene em honra de Santa Justa. De tarde, pelas 16h00, realiza-se a procissão e após esta, dá-se a atuação das bandas.

Gil Vicente derrota União da Madeira com golo perto do fim

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port




Em jogo disputado hoje, no Estádio Cidade de Barcelos, a contar para a 4ª jornada da LEDMAN Liga Pro, o Gil Vicente recebeu o União da Madeira e venceu por 1-0, com um golo apontado mesmo perto do final do tempo regulamentar.

O Gil Vicente, treinado por Jorge Casquilha, alinhou com Rui Sacramento, Gonçalo Duarte, Sandro, Vítor Tormena, Luís Tinoco, Gastón Camara, (Fall, 55’), André Fontes, (João Pedro, 70’), Jumisse, James Igbekeme (Jonathan Rubio, INT), Rafael Batatinha e Rui Miguel. No banco ficaram Júlio Neiva, Henrique, Rui Faria e Miguel Abreu.

Já o União da Madeira, treinado pelo bem conhecido de Barcelos, Paulo Alves, alinhou com Tony, Sylla, Allef, Romaric, Laércio, Júnior, Ciss (Gonçalo Abreu, INT), Sidy Sagna, Micael, Rodrigo Henrique (Danilo Dias, 79’) e Luan (Flávio Silva, 76’). No banco ficaram Chastre, Mendy, Sérgio Marakis e Paulo Vasconcelos.

Na vertente disciplinar, o árbitro Luís Godinho (AF Évora) admoestou com cartão amarelo Gonçalo Duarte (24’), André Fontes (45’), Jonathan Rubio (79’) e Sidy Sagna (87’).

O jogo foi sempre bem disputado, chegando ao intervalo com uma igualdade a 0. Mesmo perto do final, aos 88 minutos, de livre direto, Luís Tinoco estabeleceu o resultado final em 1 para os gilistas, 0 para os unionistas da Madeira.

No final da partida, Jorge Casquilha referiu, em conferência de imprensa, que o resultado acabou por ser justo porque “quem marca é quem ganha”. Na ótica do treinador, o Gil fez uma primeira parte de qualidade, onde teve hipóteses de chegar ao golo. Na segunda parte, tiveram mais dificuldades, “emocionalmente, a equipa perdeu um pouco o controlo” e acabaram por ter a “sorte do jogo” ao fazer o golo de bola parada. No final, com cinco avançados, a equipa acabou por ficar desequilibrada, passando por alguns calafrios e, com alguma sorte, acabaram por ganhar. Noutros jogos não tiveram sorte e não ganharam, desta vez foi diferente e ganharam o jogo.

Com este resultado, o Gil Vicente subiu ao 6º lugar, quando ainda não se disputaram todos os jogos desta jornada, com 7 pontos em 4 jogos.

Fotos: GVFC e CFU.

 

Águas de Barcelos leva “Água Segura” a todas as Escolas do Concelho

Atualidade/Concelho/Educação port




Com o objetivo de educar os mais pequenos sobre a vitalidade da água e sobre os ciclos natural e urbano desta, a ação letiva “Água Segura”, promovida pela Águas de Barcelos, chegará a todas as escolas de ensino básico do concelho, a partir do ano letivo 2017/2018. O projeto já leva, todos os anos, a educação ambiental aos alunos barcelenses do 1º ciclo.

No ano letivo de 2016/2017, o projeto educativo abrangeu 950 alunos, tendo estado em 61 escolas de 8 agrupamentos escolares. De acordo com a empresa, “o empenhamento e a satisfação manifestada pelos professores e alunos no ano letivo que agora terminou foi um estímulo importante para a continuidade do projeto educativo, que no próximo ano letivo contará também com o Agrupamento de Escolas Gonçalo Nunes, cobrindo assim 100% das escolas públicas do concelho”.

A mesma empresa “considera a educação ambiental fundamental, pois as crianças, ao crescerem consciencializadas sobre a importância deste recurso, e como a água é usada pelo ser humano, irão certamente adotar comportamentos mais ecológicos na sua vida futura”.

Além das ações letivas, de modo a consolidar alguns dos conhecimentos adquiridos, os alunos participam num concurso interescolar de desenho sobre os “Ciclos natural e urbano da Água”, onde os desenhos mais precisos, criativos e originais são premiados. Todos os alunos que recebem certificados de participação e garrafas de água reutilizáveis.

A Águas de Barcelos salienta que “o objetivo pedagógico desta ação é educar as crianças sobre a importância do ciclo natural da água na renovação dos nossos reservatórios naturais de água doce, e que o ciclo urbano da água, ao tratar a água para consumo humano e os esgotos resultantes das atividades domésticas e industriais, é muito importante como resposta ao problema da poluição, contribuindo significativamente para promover a saúde da população e proteger os nossos recursos hídricos”.

Fonto e foto: AdB.

SOPRO leva a cabo Campanha de Angariação de Material Escolar

Atualidade/Concelho/Cultura/Educação port




A associação barcelense SOPRO está a preparar a Campanha de Angariação de Material Escolar, que decorrerá dia 9 de setembro, no E.Leclerc Barcelos, durante todo o sábado.

Também está a angariar, na sua sede provisória e nesta campanha, material novo ou usado em bom estado de conservação. Mochilas, cadernos, blocos de desenho, marcadores, lápis de cor, aguarelas, esferográficas, tesouras, borrachas, afias, cola, lápis e porta-lápis estão entre os materiais escolares necessários.

Estes materiais serão para doar a alunos entre o 1.º e o 12.º ano, originários de famílias sinalizadas e com o seu estado financeiro devidamente comprovado. Algum deste material será enviado, posteriormente, para a Escola João XXIII, em Moçambique, no próximo ano letivo, visto que este ano já foi enviado.

A SOPRO continua a fazer a troca gratuita de manuais escolares na sua sede provisória até ao início do ano letivo.

Em comunicação enviada a este jornal, a associação apela “à população que entregue os seus manuais escolares, com a edição o mais recente possível, para que possamos ajudar outras famílias que também precisam de ajuda”.

Por fim, de relembrar que a SOPRO tem, neste momento, a sua sede na Travessa Celestino Costa, Loja 10, Barcelinhos, 4755-058 – Barcelos, junto ao Millenium BCP, com horário de atendimento entre as 10h00 e as 13h00 e as 14h00 e as 17h00.

Fonte e imagens: SOPRO.

Touro é colhido por comboio em Vila Boa

Atualidade/Concelho port




Esta manhã, em Vila Boa – Barcelos, um touro foi colhido por um comboio, na linha do Minho. O comboio circulava no sentido norte-sul, por volta das 9h00 quando embateu no animal, arrastando-o cerca de 150 metros, até parar em segurança, espalhando alguns restos do corpo do animal (ver foto) pela linha e arremessando pedras que existem entre os carris contra as casas dos vizinhos da Rua de Sendim, que se situa em paralelo com o local do acidente.

 

Uma vizinha, residente na Rua de Sendim, em Vila Boa, Conceição Pereira, ouviu o estrondo e logo de seguida o arremesso de pedras que existem entre carris contra o telhado e paredes de sua casa, que chegaram, até, a provocar o pânico lá em casa. “Num primeiro instante tive medo de sair de casa, mas depois lembrei-me de que alguém poderia estar a precisar de ajuda, espreitei pela janela e vi que era um animal de porte assinalável”. Segundo a própria, na primeira instância ligou para a PSP e para a REFER, mas sem êxito. Só os Bombeiros de Barcelos atenderam a chamada e acorreram ao local, a PSP e os funcionários da REFER chegaram mais tarde.

Segundo o Barcelos na Hora conseguiu apurar, a circulação ferroviária foi afetada, chegando até a estar cortada a circulação durante cerca de uma hora. Entretanto, após análise os responsáveis, a REFER decretou que os comboios conseguiam circular na linha, mas com limitações de velocidade, tendo mesmo de circular por cima do animal morto em baixa velocidade [pode ver-se no vídeo da notícia].

O veterinário municipal foi chamado ao local para autorizar e proceder, conjuntamente com os bombeiros de Barcelos, à retirada do animal da linha do Minho.

Susana Costa, da Casa do Povo de Alvito, compete no “Euro MiniChamp’s”, em França

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port




Entre 25 e 27 de agosto, Susana Costa, mesatenista da Casa do Povo de Alvito, irá participar na 13.ª edição do “Euro MiniChamps”, em Estrasburgo, França.

Aos 9 anos de idade, a jogadora natural de Galegos Santa Maria – Barcelos faz a sua estreia em competições internacionais, participando na Competição Europeia de Ténis de Mesa dos 11 anos.

Atual nº 3 Nacional (Individual e Pares Femininos) e Campeã Distrital de Iniciados da Associação de Ténis de Mesa de Braga, a jogadora barcelense arrecadou, no passado ano letivo, o título de Campeã Distrital do Desporto Escolar – CLDE Braga, em representação do Agrupamento de Escolas Vale do Tamel.

Em comunicação enviada a este jornal, a Casa do Povo de Alvito (CP Alvito) salienta que “os resultados alcançados são fruto do esforço e dedicação aplicados, diariamente, na prática do Ténis de Mesa. A sua presença em Estrasburgo espera-se como o início de uma carreira desportiva de sucesso e conta, para além do apoio da família, do apoio da Junta de Freguesia de Galegos Santa Maria e da Câmara Municipal de Barcelos”.

Por fim, a CP Alvito deixa uma motivação para a “pequena-grande” jogadora: “Força, Susana!”.

Fonte e imagem: CPA.

Bruna Gonçalves, do Karaté d’Os Académicos, representa Portugal no Campeonato Mediterrânico de Karaté

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port




A karateca barcelense Bruna Gonçalves, a competir pela Secção de Karaté do FC Os Académicos, foi convocada pela Federação Portuguesa de Karaté para representar Portugal no XXVI Campeonato Mediterrânico de Karaté, que se realiza em Tânger, Marrocos.

Esta competição, destinada a Cadetes, Juniores e Sub-21, disputa-se entre 16 e 17 de setembro, contando com a presença de vários atletas portugueses, em representação das cores nacionais, onde se inclui, claro, a Bruna Gonçalves, a quem o clube, em comunicação enviada a este jornal, “deseja o maior sucesso”.

Fonte e imagem: SKFCA.

ACR Roriz termina em 8º na Vuelta Ciclista Junior “Ribera del Duero”, em Espanha

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

A equipa de Juniores da ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT esteve em especial destaque na Vuelta Ciclista Junior “Ribera del Duero”, que se realizou entre os dias 17 e 20 de agosto na Região de Burgos, em Espanha, ao conquistar um lugar no TOP 10 coletivo, nomeadamente o 8º lugar.



A prestigiada prova por etapas, realizada na vizinha Espanha, contou com a presença de 26 equipas, entre as quais algumas formações que participam no Calendário Internacional de Juniores, formando um pelotão de 140 atletas, com 14 nacionalidades diferentes.

Nesta que é considerada como uma das melhores competições por etapas para a categoria Júnior, os atletas da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, Pedro Lopes, Francisco Moreira, José Vieira, João Salgado, Carlos Vale e Nélson Pereira tinham pela frente três etapas em linha e um Contrarrelógio por Equipas.

A primeira etapa ligava Pesquera Duero a Aranda Duero, com uma distância de 90 km, e revelou-se decisiva para as contas da equipa rorizense. O vento forte que se fez sentir, num terreno plano com um misto de ondulado, a que se juntou um ritmo intenso na dianteira do pelotão, causou vários cortes, fracionando os atletas em vários grupos. Pedro Lopes foi o único a escapar, ficando no grupo da frente, que era constituído por cerca de 50 atletas. Deste grupo saíram 5 atletas que viriam a discutir a vitória entre si, deixando os restantes membros dele a cerca de 02m30seg e o restante pelotão já a mais de 6 minutos. O vencedor da etapa seria o holandês Timo de Jong, da equipa belga ACROG/BALEN BC. Pedro Lopes foi 29º na etapa.

No segundo dia, os atletas tiveram pela frente um duplo setor: de manhã uma tirada de 73,4 km, entre Aranda de Duero e Langa de Duero (Sória), à tarde, um Contrarrelógio Coletivo de 11 km, entre Pedrosa de Duero e La Horra. A equipa de Roriz esteve em grande destaque na etapa matinal, ao colocar dois atletas na fuga do dia, Pedro Lopes e Nelson Pereira, chegando a ter cerca de um minuto de vantagem sobre o pelotão, que era comandado pelos belgas da ACROG/BALEN BC e os espanhóis da MMR ACADEMY/F.S.SANCHEZ. Todo esforço dos dois atletas não surtiu efeito, sendo Pedro Lopes o último a ser alcançado, a cerca de 8 km do final. Com a aceleração do pelotão, com vista a anular a fuga, houve alguns fracionamentos, chegando um grupo de 50 unidades na frente, tendo Timo de Jong levado, novamente, a melhor no sprint sobre os restantes adversários. Pedro Lopes e José Vieira chegaram no grupo principal. Nélson Pereira e Francisco Moreira chegaram a 1m30s e os restantes elementos da equipa, a 2m40s.

No segundo setor, a ACR RORIZ SEISSA/KTM-BIKESEVEN/MATIAS&ARAÚJO/FRULACT apresentou-se a um bom nível, fazendo o 7º melhor tempo, com 15m15s, num traçado bastante plano que não favorecia as características dos ciclistas barcelenses. Os três atletas a fechar o tempo final foram Pedro Lopes, João Salgado e Francisco Moreira. A formação vencedora foi a CARTAGENA/ESETEC, com o tempo de 14m25s.

A terceira e última etapa, com 119,5 km, com início e final em Aranda de Duero, considerada como a etapa rainha, viria a revelar o melhor resultado rorizense por terras de “nuestros hermanos”. A etapa revelou-se bastante exigente e atacada, em especial pelo mexicano Fernando Islas (2º à geral), da equipa CARTAGENA/ESETEC, que é o atual Campeão Americano de Estrada. O atleta chegou a ter mais de um minuto sobre um grupo restrito de cerca de trinta unidades, onde se encontrava o líder da prova Timo de Jong (ACROG/BALEN BC) e os atletas da ACR RORIZ, Pedro Lopes e Nélson Pereira. Com a equipa belga ACROG/BALEN BC a assumir a perseguição, a fuga foi anulada e, com um excelente trabalho de Nélson Pereira, foi possível a Pedro Lopes discutir a vitória ao sprint, terminando num honroso 5º lugar, tal como a equipa, coletivamente, na etapa.

Quanto à classificação geral individual, Pedro Lopes foi 14º, Nélson Pereira 36º, Francisco Moreira 39º, João Salgado 65º e Carlos Vale 77º. José Vieira, vítima de uma queda na última etapa, não conseguiu terminar. Por equipas, a ACR RORIZ terminou num positivo 8º lugar, tendo em conta a qualidade do pelotão presente.

Fonte: ACRR.

Fotos: DR.

Gil Vicente-União: Casquilha acredita em equipa forte para conseguir primeira vitória em casa

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port




Amanhã, pelas 16h00, no Estádio Cidade de Barcelos, o Gil Vicente recebe o CF União da Madeira em jogo a contar para a 4ª jornada da LEDMAN LIGA PRO (2ª Liga).

O treinador gilista, Jorge Casquilha, em declarações à Gil Vicente TV – novo projeto de comunicação do clube barcelense – salientou que acredita que “vamos estar, de certeza, muito fortes novamente em casa, como estivemos no último jogo. Excetuando o resultado, a equipa esteve muito bem, teve um comportamento fantástico e acredito que amanhã vamos, outra vez, aparecer muito fortes e a querer dar uma alegria aos nossos adeptos, somando a primeira vitória em casa”.

Quanto ao adversário, vindo da Madeira, Casquilha ressalva que “é um adversário muito difícil, como todos nesta divisão. Vem muito moralizado pelas duas vitórias que teve em casa, pela posição que ocupa na tabela e irá, certamente, criar-nos muitos problemas. Mas acredito que nós iremos colocar muitos problemas ao União e a nossa única intenção é somarmos 3 pontos, sabendo que vai ser um jogo complicado, como todos nesta divisão”.

Já sobre a determinação da equipa, assim como a gestão dela, devido aos muitos jogos num curto espaço de tempo, o treinador gilista afirmou que “a determinação é sempre a mesma mas é lógico que o processo de treino tem que se ajustar aos 3 jogos em 9 dias e, neste momento, passamos numa fase mais de competição e recuperação do que outra coisa. Jogámos na Póvoa, recuperámos para este jogo e a seguir iremos recuperar para o próximo jogo em Coimbra. É mais essa gestão ao nível de treino. A nível de concentração, foco, está completamente bem definido na cabeça de toda a gente que todos os jogos são para ganhar e este não foge à regra”.

Por fim, sobre a evolução da equipa e a retificação de problemas, nomeadamente, ao nível da concretização, Casquilha esclareceu que “avançámos muito esta semana e já na semana anterior o fizemos, no processo de finalização. Sentimos que a equipa está bem, está a jogar bem, está a criar oportunidades, simplesmente não está a finalizar. Temos que trabalhar sobre esse aspeto para que a equipa possa finalizar as oportunidades que cria porque, neste momento, o que nos está a faltar mesmo é a componente de finalização senão estaríamos numa posição muito mais confortável na tabela do que estamos hoje”, finaliza o treinador gilista.

O Gil Vicente ocupa a 10ª posição da classificação, com 4 pontos em 3 jogos. Para este jogo, os bilhetes para sócios custarão 3 euros, sendo que na compra de 2, o preço é de 5 euros. Os jovens até aos 16 anos não pagam e para o público, 15 euros para a Bancada Poente Superior, 10 euros para a Poente Inferior e 5 euros para a Bancada Nascente.

Formação: Gil Vicente com derrota caseira e empate forasteiro

No futebol de formação, a equipa de Juniores A (sub-19) abriu o campeonato com uma derrota caseira frente ao CD Aves, por 1-3. Já a de Juniores B (sub-17), iniciou a caminhada com um empate em Moreira de Cónegos, a 2 bolas, frente ao Moreirense.

Imagens: GVTV.

Ir Para Cima