Arquivo Mensal

Outubro 2017 - page 9

Calendário Agrícola Solidário angaria fundos em favor da IPSS barcelense RECOVERY

Atualidade/Concelho/Cultura port

Numa iniciativa que se pode considerar como sendo “ousada”, um grupo de agricultores barcelenses, de nome “Grupo Agrícola de Barcelos”, decidiu seguir o célebre exemplo de um grupo de bombeiros de Setúbal e criar um calendário para 2018, onde surgem figuras masculinas em “poses de trabalho”, com o tronco desnudado, e alguns dizeres que servem de incentivo e promoção da agricultura de Barcelos.


O nome que deram ao projeto foi “Ao Serviço da Terra – Calendário Agrícola Solidário 2018”, e tem como objetivo, para além do solidário, o de chamar a atenção para um setor com muito peso na economia do concelho de Barcelos.

Ora, este calendário será apresentado e lançado, no próximo dia 13 de outubro, pelas 21h00, no Auditório 1 da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), estando, igualmente, em exposição na Expo Barcelos, que decorrerá, nesse mesmo fim de semana, no Estádio Cidade de Barcelos.

Mas mais do que as imagens “saudáveis” que surgem no calendário, este é um projeto com fins solidários, pois a totalidade da receita gerada pela venda dos calendários reverterá para a RECOVERY IPSS, presidida por Miguel Durães, que é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos.

Em declarações a este jornal, o responsável pela IPSS começou por agradecer aos elementos do grupo que organizou esta iniciativa. “Em primeiro lugar, gostava, em nome de toda a família da RECOVERY IPSS, agradecer ao Grupo Agrícola de Barcelos pela iniciativa plena de energia positiva e solidária”, referiu Miguel Durães.

Miguel Durães

Sobre o destino das receitas resultantes deste projeto, Durães salientou que “irão reverter a 100% para a nossa atividade social, nomeadamente para as duas novas respostas da RECOVERY IPSS, as Unidades de Cuidados Continuados Integrados de Saúde Mental na Infância e Adolescência”.

Miguel Durães deixa, inclusivamente, um “apelo à participação de todos os barcelenses nesta iniciativa, que põe duas áreas da sociedade em destaque pela positiva e que, normalmente, estão em segundo plano: a Agricultura e a Saúde Mental”.

O Presidente da REVOVERY IPSS terminou as suas declarações com um novo agradecimento, “uma vez mais, aproveito a oportunidade para agradecer esta grande iniciativa de responsabilidade social, da sociedade civil, em torno dos que estão em situação de desvantagem social”, concluindo com um “Bem Hajam!”

Por fim, uma informação muito importante, principalmente para quem quer adquirir um destes mil calendários por forma a ajudar a RECOVERY IPSS. Assim, pode adquirir na cerimónia de lançamento (de participação livre e aberta); no local onde estarão expostos, na Expo Barcelos, durante esse mesmo fim de semana; nas instalações da IPSS em questão, sita na Rua Dr. Sebastião Matos, nº58/68, em Vila Frescaínha São Martinho (perto do Centro Escolar António Fogaça); e, nas semanas seguintes, estarão à venda em algumas lojas do comércio local.

A bola voltou a rolar

Atualidade/Concelho/Desporto/Opinião port
Luís Gonçalves

Caros leitores,

Confesso que já estava com saudades de voltar a escrever-vos sobre o nosso futebol popular mas os campeonatos iniciaram apenas neste último fim de semana. E logo em dia de eleições! Ao que leio e ouço, a abstenção diminuiu (ainda bem), o que comprova que, se calhar, o futebol não é impeditivo para que aqueles que querem ser participantes nas escolhas democráticas deixem de o fazer. Bom…vamos mas é ao que interesse neste espaço: o futebol popular!



No passado domingo, a 1ª Divisão trouxe-nos algumas surpresas, ou pelo menos, alguns resultados mais inesperados. Houve 4 vitórias fora, 1 empate e 4 vitórias caseiras.

O campeão em título e vencedor da Supertaça deste ano, Pereira, iniciou a sua caminhada com uma vitória caseira sobre o Palme, por 1-0. É verdade que foi pela “margem mínima”, mas 3 pontos, são 3 pontos!

O 2º classificado do ano passado, Leões da Serra, também iniciou muito bem a sua caminhada, derrotando fora de casa o recém-promovido Feitos, por 1-2. Já o 3º classificado do campeonato passado, vencedor da Taça Cidade de Barcelos e finalista vencido da Supertaça, o Negreiros, também venceu fora, em Campo, por 2-3. Um jogo com 5 golos para animar o público presente!

Sendo assim, relativamente às 3 equipas mais fortes do ano passado nada de novo e de anormal. Triunfaram e estão, por tal, nos lugares cimeiros da classificação, com 3 pontos.

Um resultado que surpreendeu foi a vitória do Fragoso, outro recém-promovido, que derrotou, em casa, o 4º classificado da temporada anterior, o Carapeços. Foi, por isso, uma entrada excelente para uma equipa que inicia a sua prestação num patamar acima do do ano anterior.

Destaque, igualmente, para a goleada caseira do Carvalhal sobre o Cossourado (4-0); para a vitória tranquila do Leocadenses sobre o 5º classificado do ano passado, o Oliveira, por 3-1; para a vitória forasteira do Macieira em casa do Silva (0-1); para a boa vitória fora do Baluganense em casa do Pedra Furada (1-3); e para o empate do recém-promovido Perelhal, em casa, frente ao Remelhe (1-1).

Deste modo, há um vasto conjunto de equipas que conquistaram 3 pontos, sendo elas o Carvalhal, o Leocadenses, Fragoso, Pereira, Baluganenses, Negreiros, Leões da Serra e Macieira.

Na próxima jornada, a 2ª, destaco o Oliveira-Pereira (5º e 1º da época passada, respetivamente); o Negreiros-Carvalhal (3º do ano passado contra uma equipa que começou muito bem o campeonato); e, finalmente, o Carapeços-Leocadenses (4º do ano passado contra uma equipa que começou, também, muito bem o campeonato).



Na 2ª divisão, a bola também rolou. De destacar a presença de duas novas equipas, os Ceramistas (Galegos São Martinho) e os Estrelas de São Pedro (Vila Frescaínha São Pedro), em substituição do Silveiros e dos Águias de São Fins.

Por falar em novas equipas, que entrada no campeonato dos Estrelas de São Pedro, com uma goleada fora, em casa do Lama, por 2-5! Melhor começo não poderiam ter! Mas os Ceramistas, apesar de não terem ganho, não se podem queixar muito da sorte, pois conseguiram empatar a 1 bola em casa do Cristelo!

Tirando o Silveiros, que desistiu da competição, as outras duas equipas que desceram da 1ª divisão, o Fonte Coberta e o Sequeade, tiveram um bom começo de campeonato, com os primeiros a receberem e levarem de vencida o Creixomil (2-1) e os segundos a golearem, em casa, o Paradela (4-1)!

Quem goleou também foi a Juventude S. Martinho, que em casa levou de vencida o Carvalhas, por 4-0! Já o Aborim conseguiu, de igual forma, vencer, mas fora de portas, em Cambeses, por 0-1.

Ficam a faltar 2 jogos, que terminaram empatados. O Lijó e Chorente empataram, em casa do primeiro, a 2 bolas. Já em Milhazes, a equipa local recebeu e empatou a 1 com os Águias de S. Mamede, finalistas vencidos da Taça Cidade de Barcelos. O Águas Santas “descansou”!

Com tudo isto, e porque ainda era a 1ª jornada, há um grupo de equipas nos lugares cimeiros da classificação, com 3 pontos, sendo elas Juventude S. Martinho, Estrelas S. Pedro, Sequeade, Fonte Coberta e Aborim.

Para a próxima jornada, destaco o Estrelas de S.Pedro-Sequeade (nova equipa nesta divisão, que começou muitíssimo bem o campeonato, contra um recém-despromovido da divisão maior…e que também iniciou muito bem); o Águias S.Mamede-Juventude S.Martinho (finalista da Taça Cidade de Barcelos contra uma equipa que iniciou o campeonato com goleada caseira); e o Águas Santas-Cambeses (por ser o jogo de estreia dos da casa). Os Ceramistas “descansarão”!

E pronto, por hoje é tudo sobre as nossas duas divisões do Futebol Popular de Barcelos. Espero que tenham gostado da leitura e que continuem a seguir-nos neste espaço.

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís.

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Município de Barcelos comemora o Dia do Idoso na Quinta da Poça, em Gamil

Atualidade/Concelho/Cultura port

Na passada quarta-feira, numa iniciativa da Rede Social – Grupo Operativo da Pessoa Idosa, que está contemplada no Plano de Desenvolvimento Social do Município (2016/2020), celebrou-se o Dia do Idoso, com muitos seniores a marcarem presença num evento realizado na Quinta da Poça, em Gamil.



A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, e o Diretor-Geral da Segurança Social de Braga, João Ferreira, bem como elementos de várias Instituições Sociais do concelho, marcaram presença ao longo de uma tarde dedicada ao convívio e confraternização. Os presentes puderam divertir-se ao som de vários artistas que, com muito carinho, lhes dedicaram músicas e mensagens de afeto.

De acordo com o Município de Barcelos, são muitas as iniciativas que este “promove em prol do bem-estar e convívio dos seniores do concelho. Quinzenalmente, dedica uma programação, no Teatro Gil Vicente, vocacionada para as IPSS’s do concelho, com espetáculos promovidos pelas instituições ou pelo Município, com entrada gratuita. Também, através do projeto ‘Artes Sénior’, destinado às artes plásticas e expressão dramática, os idosos têm a possibilidade de dar asas à imaginação e criatividade, exprimindo as suas emoções e sentimentos”.

Fonte e foto: CMB.

Krisis…e pluribus unum

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo/Opinião port
Hugo Pinto

Num clube que tem como lema e pluribus unum, expressão do latim que significa algo como “o primeiro entre outros”, vive agora uma situação cuja designação aprendemos do grego: Krysis (κρίσις). Crise. Pelo menos, crise de resultados. Todos concordaremos. Crise, também diretiva, dirão outros. Facto é que as coisas não vão bem para os lados da Luz.



Depois de uma assembleia geral de sócios que não correu da melhor forma, com ânimos exaltados e “cadeiras voadoras”, bem como insultos e demais agressões à mistura, um resultado na Madeira a confirmar o que já sabíamos. Os resultados financeiros melhoram pelo oitavo ano consecutivo, mas no plano desportivo as coisas têm vindo a piorar.

Desde a saída do Jorge Jesus, o futebol do SLB perdeu brilho. Perdeu, nas palavras do ex-treinador do Benfica, “nota artística”. Com o Rui Vitória assistimos a um sucedâneo de “tiki-taka”, sem brilho, morno e sem grande emoção. É certo que ganhou dois campeonatos nos dois primeiros anos do clube. Mas, como já li escrito por um outro alguém, falta saber até que ponto o SLB (e Rui Vitória) beneficiou do legado do trabalho do Jorge Jesus. Sendo que, é verdade, este deve ser um dos mais fracos “onzes” do Benfica, dos últimos oito anos, a par da época 2010/2011, quando as saídas de Di María e Ramires não foram devidamente compensadas. Resultado? Campeonato perdido…Oxalá lá para finais de abril ou meados de maio, eu esteja a “engolir” estas palavras e esteja a escrever frases de júbilo e regozijo.

Mas para já, enquanto adepto benfiquista, aponto o dedo, sobretudo, à péssima preparação do plantel para esta época e a um treinador que é bom, mas não é fabuloso, tal qual o Benfica merece e necessita.

Sendo que Krisis também era usado como sinónimo de mudança, desenvolvimento ou “crescimento”, pelos Gregos da antiguidade, espero que também o Benfica se reorganize, evolua e cresça. Espero que deixemos os nomes comuns do grego, para voltarmos às expressões do Latim. Deixo aqui uma para o LFV e para o RV:

fortuna juvat audaces”; Virgílio, Eneida, X, 284

Termino com uma breve referência ao regresso às vitórias por parte do nosso Gil, frente ao Vitória B, com uma exibição bem conseguida. Que seja para continuar…

Por: Hugo Pinto* (Professor)

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Teste à capacidade e estofo de campeão

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo/Opinião port
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

É sempre um prazer comentar futebol e falar dos meus clubes do coração aqui nesta coluna!



Neste fim de semana tivemos um dos maiores testes à nossa capacidade e estofo de campeão. Empatámos, sem sofrer, golos contra um rival e candidato ao título. As equipas respeitaram-se mutuamente, dentro e fora do campo. Foi um jogo muito interessante, onde o Porto foi muito rigoroso defensivamente, taticamente organizado e foi a equipa que dispôs das melhores ocasiões para marcar. Tivemos a infelicidade de jogar contra um Rui Patrício inspiradíssimo! Aceito que o empate seja um resultado justo mas a haver um vencedor esse seria o Futebol Clube do Porto, indiscutivelmente. Este FCP é o FCP que nós queremos e conhecemos! Equipa com atitude,crença, raça e paixão e os nossos adeptos têm sido inexcedíveis. Não sei até que ponto esta paragem para a Taça de Portugal e para compromissos da seleção vai ser benéfica para nós, mas confio no trabalho do Sergio Conceição, que até à data têm sido brilhante e um verdadeiro “Dragão”.

Venha o Paços de Ferreira!

Foi pena, nesta última jornada, o avançado do Marítimo “tremer”, aos 87 minutos, quando estava completamente isolado perante Julio Cesar!

Parabéns ao nosso Gil Vicente, que venceu categoricamente o Guimaraes B! Foi a melhor resposta depois do desaire da Taça de Portugal! Esta vitória foi, também, importante porque vêm aí dois compromissos importantes, casos do Leixões e Arouca. Boa Sorte, “Gilinho”!

Cumprimentos a todos!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

O Sporting devia ser um caso de estudo

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo/Opinião port
José Costa

Caros leitores,

Começo pelo jogo grande da última jornada, frente ao FC Porto.



Empate a zeros num jogo em que Rui Patrício foi a figura em destaque no Sporting, com três defesas fenomenais que salvaram a equipa de uma derrota por números expressivos. Acompanhado de uma excelente exibição de William Carvalho mas, desta feita, Bruno Fernandes, talvez por cansaço, e Gelson não estiveram ao nível de outros jogos! Por isso e pela luta dada pelo FC Porto…restou-nos o empate. Na minha opinião, Podence devia ter entrado antes, poderia ter agitado o jogo.

Jorge Jesus aceita o resultado de um jogo que considera ter momentos distintos de domínio. E revela uma ideia sobre os adeptos do Sporting.

Resumo do jogo, segundo J.J.:

«Na primeira parte, o FC Porto melhor. Na segunda parte, o Sporting melhor. Na primeira parte, alguma dificuldade do Sporting em entrar na velocidade do FC Porto, acho que se notou que o jogo com o Barcelona deixou alguma fadiga. Mais tarde, as equipas ficaram niveladas em termos físicos e o jogo passou a ser outro. Foi um excelente jogo, sem golos é verdade, mas ficou mostrado que até hoje o Sporting e o FC Porto são as melhores equipas.»

Com o empate frente ao FC Porto, a formação leonina igualou o pior registo da época passada, também verificado em outubro, com quatro jogos sem saber o que é vencer!

Se o guarda-redes evitou tudo o que poderia “ferir” a sua equipa no marcador, o ataque revelou-se desinspirado: desde a época 2014/15 que o Sporting não fazia tão poucos remates num jogo! Cinco, no caso.

Ainda em relação ao Sporting, uma referência à Liga Sport Zone de Futsal, com uma vitória importante, por 4 – 1, frente a um Braga que, apesar da diferença no resultado, não foi um adversário fácil.

Por fim, de destacar, finalmente, a vitória expressiva do nosso Gil Vicente, que derrotou o Guimarães B por 3 – 0! Classificado no quinto lugar, o Gil Vicente Futebol Clube posiciona-se para alcançar um bom resultado na Segunda Liga e, quem sabe, a promoção à Primeira Liga!

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Joaquim Sousa vence na prova comemorativa dos 10 anos da secção de Orientação dos Amigos da Montanha

Atualidade/Concelho/Desporto port

No passado dia 30 de Setembro, tendo como intuito a comemoração do 10º aniversário da secção de Orientação dos Amigos da Montanha, esta associação organizou uma prova da Taça de Portugal de Orientação Adaptada e, paralelamente, uma prova aberta de Orientação Pedestre.



Esta prova aberta teve o objetivo de levar a modalidade aos barcelenses, havendo três percursos, que se adequavam às capacidades físicas e técnicas dos participantes.

Joaquim Sousa, atleta de Galegos Santa Maria, correu e venceu, sem grandes dificuldades, o percurso de grau Difícil (os outros percursos disponíveis eram o Fácil, para iniciação, e o Médio, para quem já tinha alguma experiência na modalidade).

O percurso realizado por Joaquim Sousa, levou os atletas a visitarem pontos de relevo na cidade de Barcelos, e, para que tenham a noção de como se corre uma prova de Orientação, nada melhor que assistirem ao vídeo da prova de Joaquim Sousa.

Para tal, basta clicarem no link:

http://wordpress.joaquimsousa.com/?p=2995.

Fonte: JS.

Fotos: DR.

Capítulo 8 – A importância da sopa (Parte 1)

Atualidade/Concelho/Cultura/Opinião port
Sara Barbosa

A sopa apresenta um elevado valor nutricional, pela sua riqueza em nutrientes, e um baixo valor calórico. A sopa é constituída por água e legumes, sendo que o consumo de legumes está associado a um menor risco de morbilidade e mortalidade, sobretudo do foro cardiovascular, e menor risco de incidência de alguns cancros, diabetes e obesidade. A água é essencial para a regulação do trânsito intestinal, proteção de tecidos e órgãos, transporte de nutrientes e manutenção da temperatura corporal. Como refere a Associação Portuguesa dos Nutricionistas, “mais que um alimento, a sopa é um prato de saúde”.




A sopa, se confecionada de forma adequada, é uma importante fonte de vitaminas (carotenos, vitaminas do complexo B e C), de minerais (maioritariamente cálcio, potássio e ferro) e de fibra. As vitaminas contribuem para o crescimento e manutenção do equilíbrio do organismo, regulando muitos processos que nele ocorrem, os minerais são importantes para a conservação e renovação dos tecidos e para o bom funcionamento das células nervosas, as fibras participam na regulação do organismo, nomeadamente no controlo da glicose e colesterol sanguíneos, do trânsito intestinal e do apetite.

Para além desta extraordinária composição, a sopa tem inúmeras vantagens, nomeadamente, o aumento da digestibilidade dos alimentos contidos nela, o que facilita a digestão e absorção de nutrientes, a manutenção das características nutricionais dos alimentos, se a cozedura for feita a baixas temperaturas, não havendo degradação dos nutrientes, o aproveitamento dos nutrientes que se dissolvem na água durante o processo de cozedura, a fácil confeção, conservação e consumo, a promoção da saciedade e, consequentemente, a diminuição do apetite. Ademais, a sopa pode constituir o prato principal de uma refeição se for enriquecida com alimentos fornecedores de proteína e alguns cereais.

Na próxima edição de “Nutra a sua vida” poderá continuar a ler o tema da “importância da sopa” mas com uma abordagem mais prática, não perca!

Fonte: Associação Portuguesa dos Nutricionistas.

Visite o meu blog em:

http://sarabarbosa2008.wixsite.com/blognutricao

Por: Sara Barbosa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)



Amigos da Montanha comemoram 10º aniversário da secção de Orientação com prova em Barcelos

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Os Amigos da Montanha comemoraram o 10º aniversário de existência da sua secção de Orientação, “oferecendo” à população de Barcelos, no passado sábado, uma prova de participação gratuita, no centro da cidade.



Como forma de materializar o carácter inclusivo desta modalidade, foi organizado, simultaneamente, o Campeonato Nacional de Orientação Adaptada, destinada a cidadãos com deficiência intelectual.

De acordo com os Amigos da Montanha (AM), “há 10 anos, um grupo de atletas propôs aos AM a criação de uma secção vocacionada para a prática da Orientação. Os primeiros eventos realizados contaram com a presença de poucas dezenas de pessoas. No passado sábado, apesar de a prova ser classificada como local, portanto sem interesse classificativo, a presença de mais de 150 atletas foi a prova de que a aposta valeu a pena e de que modalidade começa a ter adeptos locais, fruto das muitas ações de formação e divulgação dinamizadas ao longo destes anos de forma crescente pela Associação”.

Mesmo tendo sido de carácter lúdico, há sempre aquele “gostinho” de ganhar, e, por tal, revelamos os lugares do pódio, que ficaram assim atribuídos:

Percurso Fácil
1º classificado Adriano Lopes
2º classificado Vítor Mesquita
3º classificado Gustavo Araújo

Percurso Médio
1º classificado João Rodrigues
2º classificado Benedito Alves
3º classificado Nadine Silva

Percurso Difícil
1º classificado Joaquim Sousa
2º classificado Ana Pacheco
3º classificado Filipe Marques



Fonte e fotos: AM.

Jovens criam mural “Saudavelmente” para assinalar o Dia Mundial da Saúde Mental

Atualidade/Concelho/Cultura/Educação port

A Casa de Saúde S. João de Deus, Barcelos, inaugura, no próximo dia 10 de outubro, pelas 15h00, o mural “Saudavelmente”.



Esta é uma iniciativa criada em parceria com o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) – alunos do mestrado de Ilustração e Animação da Escola Superior de Design (ESD), e com a Escola Profissional ACIB – alunos do ensino secundário, que juntos deram corpo e forma ao projeto.

O mural pretende assinalar o Dia Mundial da Saúde Mental, que este ano tem por tema a depressão. A Casa de Saúde deseja, com esta iniciativa, “estimular os jovens a refletirem sobre o que pode contribuir para o seu bem-estar e saúde mental, encorajando-os a, sempre que entenderem necessário, pedir ajuda. Entendemos que o recurso a este tipo de arte permite também aproximar os mais novos e reduzir o estigma associado a esta problemática”, considerou a diretora da Casa, Isabel Bragança.

Na obra, um mural de 11 metros de comprimento por 4 metros de altura, estão representadas cinco das boas práticas de uma saúde mental sã, sendo elas: estar com a família, praticar desporto, falar com os amigos, fazer o que se gosta e sentir-se realizado. Estes foram os cinco elementos dados para reflexão, pelos profissionais da Casa de Saúde S. João de Deus, durante um workshop desenvolvido com os alunos da ACIB, tendo estes após este encontro desenvolvidos vários desenhos onde representaram a sua visão sobre o tema.

Coube, depois, aos alunos do IPCA reunir todas as peças criadas e elaborar uma ilustração final. O desenho está a ser pintado e será inaugurado, simbolicamente, a 10 de outubro.

 

Fonte e fotos: ISJD.

Ir Para Cima