Arquivo Mensal

Novembro 2017 - page 4

Conferência no IPCA sobre “Proteção de Dados e Propriedade Industrial – Novos Desafios”

Atualidade/Concelho/Cultura/Educação/Mundo port

No próximo dia 28 de novembro, pelas 14h00, no Auditório Eng. António Tavares, no Campus do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) vai ter lugar a conferência “Protecção de Dados e Propriedade Industrial – Novos Desafios”.



Neste evento vão ser abordados, de uma perspetiva prática, os novos desenvolvimentos legislativos europeus nestas áreas, com impacto nas empresas.

O Regulamento Geral de Proteção de Dados vai ser aplicável a partir de 25 de maio de 2018 e vai exigir práticas adequadas de recolha, manutenção e gestão de informação, segurança dos sistemas e privacidade de dados. A entrada em vigor deste Regulamento implica, deste modo, alterações profundas a nível jurídico e tecnológico nas empresas.

O novo regime referente à Marca da União Europeia, que entrou em vigor dia 1 de outubro de 2017, vai ser também alvo de análise. O Regulamento n.º 2015/2424 do Parlamento Europeu e do Conselho implementa várias alterações ao regime das marcas como a criação da marca de certificação da União Europeia, a eliminação do requisito de representação gráfica, entre outros a serem abordados neste evento.

A participação é gratuita e aberta a toda a comunidade e contará com especialistas nas matérias abordadas.

Fonte e imagem: IPCA.

Gil Vicente empata a 1 golo com SC Braga B

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Em jogo disputado hoje, pelas 15h00, no “velhinho” Estádio 1º de Maio, em Braga, o Gil Vicente FC defrontou a equipa B do SC Braga, ficando os pontos divididos entre as duas equipas, em jogo a contar para a 14ª jornada da LEDMAN LigaPro.



O árbitro do jogo foi Hélder Malheiro (AF Lisboa), coadjuvado por Rui Cidade e Tiago Rocha, com Inácio Pereira como 4º árbitro.

Os arsenalistas, treinados por João Aroso, alinharam de início com Tiago Sá, Bruno Wilson, Rui Silva, Simãozinho, Lucas, Loum (Edelino Ié, 75’), Singh, Thales, Trincão (Ogana, 66’), Didi e Erick (Muric, 86’). No banco ficaram Filipe Ferreira, Dinis, André Ribeiro e Midana.

Já os gilistas, treinados por Jorge Casquilha, alinharam com Rui Sacramento, Luiz Eduardo, Vítor Tormena, Gabriel, Luís Tinoco, André Fontes, Jonathan Rubio (Henrique, 86’), Camara (Rui Miguel, 70’), Miguel Abreu (Reko, INT), James Igbekeme e Fall. No banco ficaram Júlio Neiva, Sandro, João Pedro e Ricardinho.



Enquanto os homens de Barcelos voltaram para casa sem cartões, os da casa foram “presenteados” com dois cartões amarelos, nomeadamente, a Loum (62’) e a Singh (93’).

Foi um jogo bem disputado, com o resultado a ficar definido na primeira parte. Marcaram primeiro os da cidade dos arcebispos, por intermédio de Trincão, aos 22 minutos. Após um livre marcado por Luís Tinoco, bombeando a bola para a área, Bruno Wilson corta para canto,evitando que a bola chegasse a Miguel Abreu. Na marcação do canto, e em lance estudado, Luís Tinoco mete a bola na área, gera-se uma confusão e, numa espécie de bonança, Vítor Tormena, num gesto técnico de nota artística alta, coloca a bola na baliza, de calcanhar. Esta ainda desvia em Bruno Wilson e segue caminho para o fundo das redes. À primeira vista, este foi um autogolo do defesa bracarense mas a página oficial da Liga atribuiu, pelo menos, por enquanto, o golo ao centra brasileiro dos gilistas.

Gilistas celebram o golo

Na segunda parte, as equipas tentaram chegar ao golo da vitória, com Casquilha a arriscar, apostando no ataque, retirando um médio e colocando o ponta de lança Rui Miguel. No entanto, os esforços de ambas as equipas saíram gorados, com o empate a 1 a subsistir até ao fim.

O jogo tem o Braga B com 54% de posse de bola e o Gil Vicente com 46%. Os homens de Barcelos fizeram mais faltas (20 contra 10) e beneficiaram de mais cantos (6 contra 3). Tal como no resultado final, as equipas empataram em remates: 10 cada uma.

Desta forma, o Gil Vicente FC soma mais 1 ponto, ficando com 19 e subindo, provisoriamente, ao 8º lugar, ex-aequo, com Nacional e Arouca, sendo que estes têm menos um jogo.

No próximo sábado, dia 2 de dezembro, pelas 11h15, os gilistas recebem a Oliveirense, em jogo a contar para a 15ª jornada.

Imagem: GVFC (alterada).

Projeto SER leva a cabo campanha de sensibilização para eliminação de todas as formas de violência contra as Mulheres

Atualidade/Concelho/Cultura/Educação/Mundo port

Hoje, dia 25 de novembro, assinala-se o Dia Internacional para a Eliminação de Todas as Formas de Violência contra as Mulheres, criado em 1999, pela Assembleia Geral das Nações Unidas. A escolha deste dia tem por base a data em que, em 1960, as três irmãs Mirabal, ativistas políticas na República Dominicana, foram brutalmente assassinadas a mando do ditador Rafael Trujillo. A partir daí, o 25 de novembro passou a ser uma data de suma importância, em que os governos, organizações internacionais e organizações não-governamentais, procuram apelar e alertar o público para os vários casos de violência contra as mulheres, nomeadamente, casos de abuso ou assédio sexual, maus tratos físicos e psicológicos.



Nesse sentido, o Projeto SER – Serviço Especializado em Rede de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género, co-financiado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego – POISE, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Social Europeu – FSE, cujo organismo intermédio é a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, sendo o GASC – Grupo de Acção Social Cristã a entidade promotora, desenvolveu, durante o mês de novembro, uma campanha de sensibilização especialmente dirigida aos jovens em idade escolar, por forma a sinalizar esta data.

Esta campanha englobou uma iniciativa de sensibilização na Escola Secundária Alcaides de Faria, junto das turmas do 10.º ano de escolaridade, com o objetivo de sensibilizar e consciencializar os alunos para as Desigualdades de Género que ainda persistem, promovendo uma atitude de igualdade e cidadania, tendo presente a importância de uma abordagem em fases mais precoces de vida, potenciando a formação de valores e comportamentos que assenta na Igualdade de Género.

Ainda durante a última semana do mês de novembro, esta campanha centrou-se na divulgação de cartazes em todas as escolas secundárias do concelho de Barcelos, campanha que poderá também ver por toda a cidade.

O Projeto SER deixa a todos um apelo:

“A Violência contra as Mulheres não é só uma questão de género! É uma questão de Direitos Humanos! Seja a Mudança que quer ver!”





Fonte e imagens: SER.

Jornada 8 com resultados surpreendentes e imprevistos

Atualidade/Concelho/Desporto/Opinião port
Luís Gonçalves

Olá, caros leitores!

A 8ª jornada da 1ª divisão do Futebol Popular de Barcelos trouxe-nos alguns resultados que considero surpreendentes e imprevistos! Julgo que muitos de vós também o acharão.



Mas comecemos pelo líder, Leões da Serra, que “dentro de portas” derrotou o Campo, por 3-1. Desta forma, a equipa de Airó continua sem derrotas e com apenas 2 empates, totalizando 20 pontos. Já o Campo segue na 17ª posição, com 6 pontos.

Quem começou muito bem este campeonato foi o Carvalhal que, em casa, venceu novamente. Desta feita, derrotou por 2-0 o Perelhal. Com 6 vitórias e 2 derrotas, o Carvalhal está em 2º, com 18 pontos. Já o Perelhal, recém-promovido, está 10 lugares abaixo na classificação, com 9 pontos.

Em 3º lugar seguem, ex-aequo, Leocadenses, Pereira e Macieira, todos com 16 pontos. Os primeiros conseguiram um bom – e, talvez, inesperado – resultado frente ao campeão em título, Pereira. Venceram por 3-1. O Macieira, por seu turno, foi empatar, sem golos, ao terreno do Oliveira, que se encontra, agora, em 14º, com 8 pontos.

Carapeços e Remelhe continuam a fazer um bom campeonato. Os primeiros golearam, em casa, por 4-0, o Baluganense. Assim, encontram-se em 6º lugar, com 15 pontos. Já os de Balugães estão no 10º lugar, com 10.

O Remelhe, defesa menos batida, com um incrível score de apenas 4 golos encaixados, visitou o Palme (8º), levando de vencida, por 0-1. Dessa forma, conseguiu distanciar-se, precisamente do Palme, sendo a diferença, agora, de 4 pontos (15 para o Remelhe, 11 para o Palme).

Quem tem surpreendido, por ser recém-promovido, é o Feitos, que se encontra na 9ª posição e, nesta jornada, visitou e levou de vencida um outro recém-promovido, o Fragoso, por uns claros 0-3! Já os da casa encontram-se na 15ª posição, com 7 pontos.

Também o Silva está em crescendo, encontrando-se em 11º, com 9 pontos. Esta semana conseguiu um grande resultado, em casa dos atuais detentores da Taça Cidade de Barcelos, o Negreiros, e também por uns esclarecedores 0-3. Negreiros que, esta época, por enquanto, continua a desiludir.

Desta forma, fica a faltar o Cossourado (16º, 6 pontos) e o Pedra Furada (último, sem conseguir qualquer ponto!), que se defrontaram, em Cossourado, com estes a vencerem por 2-1.

Na próximo jornada, a 9ª, destaco o Leões da Serra-Palme, o Macieira-Carapeços, Silva-Carvalhal, Feitos-Leocadenses, Remelhe-Oliveira e Campo-Pereira.

Na 2ª divisão, houve, igualmente, resultados surpreendentes. Num dos casos, diria até que foi uma espécie de “efeméride”, se bem que quem conseguiu o feito está a fazer um grande início de campeonato e, por isso mesmo, o resultado acaba até por ser “compreensível”.

Falo, claro está, da vitória do 2º, Lijó, em casa, frente ao 1º, Sequeade, por 3-2. Um resultado que demonstra a competitividade entre as equipas. Com este resultado, o Sequeade perde pela primeira vez mas mantém o 1º lugar, com 21 pontos (7 vitórias e 1 derrota). Já o Lijó fica como a única equipa da 2ª divisão que ainda não perdeu. No entanto, tem 2 empates e 5 vitórias (tem menos 1 jogo), totalizando 17 pontos.

O 3º, Fonte Coberta (15 pontos, menos 1 jogo), visitou o Estrelas S. Pedro e venceu por 0-2. Os da casa estão em 15º, com 6 pontos.

Outro resultado surpreendente, mais até pelos números, foi o da derrota forasteira do 4º (15 pontos), o São Martinho, por 4-1, em Chorente (6º, 13 pontos, menos 1 jogo).

Já o recém-entrado nesta divisão, o Ceramistas, goleou por 6-1, em casa, o Carvalhas (14º, 6 pontos). Os de Galegos São Martinho estão num muito bom 7º lugar, com 11 pontos e menos 1 jogo.

Por fim, o 5º (com 14 pontos), Aborim, recebeu e levou de vencida o Paradela (16º, 5 pontos), por 2-0.

As restantes equipas estão classificadas da seguinte forma: Águas Santas (8º, 11 pontos e menos um jogo), Águias de São Mamede (9º, 10 pontos), Milhazes (10º, 9 pontos), Creixomil (11º, 7 pontos e menos 1 jogo), Lama (12º, 7 pontos), Cambeses (13º, 7 pontos e menos 1 jogo) e Cristelo (17º – e último –, 5 pontos e menos 1 jogo).

Na próxima jornada destaco o Sequeade-Cristelo, o Milhazes-Lijó, Fonte Coberta-Cambeses, São Martinho-Creixomil e Estrelas-Aborim.

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

 

Cerca de 500 pessoas participam amanhã em ação de reflorestação no Monte do Cresto

Atualidade/Concelho/Cultura/Desporto port

Amanhã, o Monte do Cresto vai receber 1 300 árvores autóctones como medronheiros, carvalho e sobreiros e 20 mil sementes, um número que assinala as pessoas que num ano se envolvem nas atividades dos Amigos da Montanha. A iniciativa assinala, também, o Dia da Floresta Autóctone. O ponto de encontro é às 9h00, no Monte do Cresto, e a iniciativa decorrerá durante a manhã.



O Plano de Reflorestação do Monte do Cresto, em Aldreu, Barcelos, uma iniciativa dos Amigos da Montanha em parceria com a Junta de Freguesia de Aldreu, a Associação Florestal do Cávado e os Viveiros Serafins, começou em 2013 e que já permitiu reflorestar a área do Monte do Cresto com perto de cinco mil árvores de espécies autóctones.

Num ano trágico de incêndios, os Amigos da Montanha continuam este projeto ambicioso de consciencialização ambiental e de compensação da pegada ecológica.

Mapa com informações necessárias

Os Amigos da Montanha lançaram o desafio a escolas, grupos de escuteiros mas também a particulares e o desafio foi plenamente aceite. Para amanhã está prevista a participação de um número que ronda os 500 voluntários, que vão ter oportunidade de plantar a sua árvore e lançar sementes sob o lema “Não vamos mudar o mundo, mas vamos fazer a nossa parte.” São pessoas que vêm não só do concelho de Barcelos mas, também, de outras localidades. Conscientes da importância desta mensagem ambiental, inscreveram-se participantes oriundos do Porto, Leiria e outras localidades para participarem numa iniciativa que faz parte de um projeto mais amplo de futuro, reflorestando toda a área do Monte do Cresto que há uns anos sofreu um violento incêndio.

Programa

Sábado, 25 de novembro
8h30 – Encontro na sede dos Amigos da Montanha, em Barcelinhos
9h00 – Chegada dos voluntários a Aldreu
9h10 – Briefing
9h20 – Início da Reflorestação
12h30 – Foto Autóctone
13h00 – Lanche convívio

Fonte e imagens: AM.

Recolha de sangue e de medula óssea em Carapeços

Atualidade/Concelho/Cultura port

No próximo dia 30 de novembro, entre as 16h00 e as 19h30, na Casa do Povo de Carapeços, a Barcelos Solidário – Benemérita Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Barcelos, vai realizar uma recolha de sangue e de medula óssea.



Esta ação tem o apoio da Junta de Freguesia de Carapeços, do Instituto Português do Sangue e da Transplantação, da Casa do Povo de Carapeços e da Paróquia de Carapeços.

Fonte e imagem: BS.

Ciclo de projeção de filmes de montanha levado a cabo pelos Amigos da Montanha termina no próximo sábado

Atualidade/Concelho/Cultura port

Sábado, dia 25 de novembro, pelas 21h00, na sede dos Amigos da Montanha, em Barcelinhos, termina o ciclo de projeção de filmes de montanha exibidos durante o ano de 2017 com o filme “Touching the Void – Uma história de sobrevivência.”



Sobre o filme em questão, a história do mesmo desenrola-se em meados dos anos 80, quando dois jovens alpinistas tentam alcançar o cume do Siula Grande, no Peru, um feito que já tinha sido tentado, mas nunca conseguido.

Com um amigo que conheceram durante a viagem a cuidar do campo base, Simon e Joe partem para a montanha com o objetivo de alcançar o cume, numa subida longa e sem paragens.

O cume é alcançado após três dias de escalada. Contudo, durante a descida, Joe cai e parte a perna. Apesar deste acontecimento, os dois continuam a descida, com Simon a descer Joe com o auxílio de uma corda de 300 metros, descendo depois, por último, para se juntar ao amigo.

Quando numa das descidas Joe fica suspenso e sem hipóteses de ser puxado para cima, Simon, após várias tentativas de puxar o amigo, toma a decisão de lhe cortar a corda. Joe cai numa crevasse e Simon, assumindo que o amigo morreu, continua a descer sozinho.

Apesar do aparato, Joe consegue sobreviver à queda e contra todas as probabilidades consegue “arrastar-se” até ao acampamento base.

Esta é uma história verídica que mostra a vontade do ser humano em sobreviver.

A entrada é gratuita mas com inscrição obrigatória. Saiba mais e inscreva-se através do seguinte link (basta clicar):

http://www.amigosdamontanha.com/_projecao_de_filme_iii#

Fonte e imagem: AB.

Câmara Municipal mantém taxas de IMI, IRS e Derrama em 2018

Atualidade/Concelho/Política port

A Câmara Municipal de Barcelos estabeleceu como critério para as receitas do Orçamento de 2018 a manutenção das taxas de IMI, de IRS e da Derrama, uma opção que “pretende conciliar as necessidades financeiras previsionais do Município, a comparticipação das famílias e das empresas e os benefícios para a comunidade”, de acordo com nota enviada a este jornal.



“De facto, pretende-se que o Orçamento reflita uma política de manutenção e valorização dos apoios sociais, de contínua melhoria das estruturas escolares do concelho, de melhoria da mobilidade, de manutenção da delegação de competências e financiamento às freguesias, de aposta na promoção do concelho e na divulgação das suas atividades, no apoio ao investimento privado, criador de emprego e de riqueza, em suma, na continuação de uma política de desenvolvimento sustentado do concelho, iniciada há oito anos”, continua a nota.

Igualmente, o Município pretende assegurar “capacidade financeira para os investimentos em curso, assumindo a comparticipação nacional dos financiamentos europeus, como é o caso do PEDU, e permitindo acomodar mais investimento plurianual em obras estruturantes para a cidade e para o concelho”.

Miguel Costa Gomes, Presidente da Câmara Municipal, diz que “muito gostaria de poder apresentar propostas para baixar as taxas, desonerando com isso as famílias e as empresas. Mas não podemos mentir aos barcelenses. Não podemos embarcar no discurso demagógico de que é possível aplicar os valores mínimos das taxas e querer aumentar o investimento e os apoios municipais”. Deixa a pergunta: “Como é que sem condições financeiras pode haver investimento?”. Os recursos, refere ainda, “são públicos e, por isso, fiscalizados. Até hoje, temos gerido bem esses recursos, colocando Barcelos entre os municípios de grande dimensão com melhor desempenho nas suas contas”.

Assim, de acordo com o Município, “a opção pela manutenção das taxas no próximo ano económico justifica-se pela necessidade de equilíbrio e rigor orçamental, em obediência aos princípios de racionalidade e prudência que presidiram já ao Orçamento de 2017”.

Dessa forma, o Município tem a intenção de manter a isenção da cobrança da Derrama aos contribuintes com um volume de negócios até 150.000 euros e lançar uma Derrama de 1,2% sobre o lucro tributável e não isento gerado na área geográfica do Município, das entidades cujo volume de negócios seja superior a 150.000 euros. Relativamente à participação no IRS dos rendimentos do ano de 2018, a taxa deverá fixar-se nos 5%, ou seja idêntica à do ano 2017.

No que concerne ao IMI, mantém a mesma taxa, 0,35% para os prédios urbanos, a cobrar em 2018, bem como os valores de isenção do IMI Familiar, do seguinte modo: redução da taxa de IMI sobre os prédios urbanos destinados à habitação permanente em 20€, 40€ e 70€ para as famílias com um filho, com dois ou com três ou mais filhos, respetivamente.

Fonte: CMB.

Exposição “Digital Games@IPCA” no GNRation, em Braga

Atualidade/Concelho/Cultura/Educação/Mundo port

No próximo dia 25 de novembro, sábado, estarão em exposição, no edifício GNRration, em Braga, entre as 17h00 e as 23h00, cinco projetos de alunos de Mestrado e Licenciatura, na área do desenvolvimento de Videojogos, da Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (EST/IPCA).



A exposição está integrada no evento “OCUPA#2”, dedicado à divulgação artística, no âmbito das Media Arts, desenvolvido por criadores da região de Braga. Os jogos digitais são um elemento relevante no campo das Media Arts, pois integram criatividade, arte, narrativa, som e tecnologias avançadas de interação e computação. A exposição integra trabalhos correspondentes a projetos de licenciatura e mestrado, na área de investigação e desenvolvimento em jogos digitais, e apresenta um conjunto de cinco projetos que recorrem a diferentes tecnologias de interface. A entrada na exposição é gratuita.

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) é uma instituição de ensino superior pública onde, desde 2009, o curso de licenciatura em Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais tem vindo a formar profissionais vocacionados para a indústria dos videojogos. Em março de 2014, o Campus do IPCA, em Barcelos, viu nascer o Centro de Investigação e Desenvolvimento de Jogos Digitais e, em 2016, arrancou também o Mestrado em Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais (MEDJD), sendo estes os únicos cursos de engenharia de jogos digitais em Portugal.

O IPCA pertenceu ao Conselho Consultivo da candidatura da cidade de Braga a Cidade Criativa da UNESCO para as Media Arts, contribuindo com as suas atividades e projetos nas áreas do ensino, investigação e desenvolvimento nos Jogos Digitais, Media Arts, Ilustração e Animação.

Fonte e imagem: IPCA.

Barcelos Treino Militar entrega, este domingo, bens a populações afetadas pelos últimos grandes fogos

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Em sequência da campanha de angariação de bens para ajudar as populações afetadas pelos grandes fogos florestais deste ano, o grupo Barcelos Treino Militar procederá à entrega dos bens recolhidos e angariados, nomeadamente, na zona de Santa Comba Dão, distrito de Viseu, já no próximo domingo, dia 26 de novembro.



O grupo já conseguiu recolher e angariar mobília de quarto, colchões, conjuntos de sofás, secretárias, fogões, louças e utensílios de cozinha, detergentes e produtos de higiene pessoal, máquinas de café, eletrodomésticos, produtos alimentares (batatas, cebolas, milho), fardos de palha, materiais de construção, roupa e calçado.

Para além da recolha, irão ao terreno para ajudar na limpeza de escombros e reconstrução. De acordo com Pedro Vale Moreira, do Barcelos Treino Militar, “se aqueles que demonstraram vontade de ir concretizarem essa vontade, estaremos a falar de um grupo com cerca de trinta elementos”.

O transporte desses elementos foi disponibilizado pela APACI – Associação de Pais e Amigos das Crianças Inadaptadas, através da cedência de um autocarro com 55 lugares. “Julgamos que esta é uma forma única de perceber como as populações afetadas se estão a organizar no terreno, assim como de perceber a dimensão da solidariedade nacional que tem sido direcionada para as regiões referidas”, refere Pedro Vale Moreira.

Mas a ajuda e a vontade de ajudar deste grupo não se fica pela angariação de bens e ajuda in loco. “Tencionamos complementar esta recolha com, pelo menos, duas atividades posteriores, abertas à população, e que poderão trazer uma quantidade significativa de bens: uma prova solidária e uma mega aula de zumba solidária, em que as pessoas entrarão mediante a entrega de um bem para oferta”, continua.

Cientes de que há quem se aproveite destas situações de ajuda e solidariedade, assim como quem desconfia dessas mesmas situações, Pedro Vale Moreira esclarece que “outra coisa que nos preocupa é a possibilidade de ‘prestar contas’. As pessoas são solidárias e confiam, mesmo num grupo informal de amigos como o nosso. Contudo, as situações mal explicadas de algumas campanhas pode ser um ‘vírus’ que afete todas as campanhas futuras. Se pudermos ser um exemplo de transparência e de abertura total quanto ao destino das ofertas, podemos estar a contribuir para que no futuro a exigência de ‘prestação de contas’ seja maior e, naturalmente, a desconfiança seja menor”.

Por fim, quem quiser participar, pode entrar em contacto com o Barcelos Treino Militar, através da página https://www.facebook.com/barcelostreino.militar/?ti=as, ou através dos contactos de Pedro Vale Moreira: 966412621 (telemóvel) e e-mail pedro.ismael@gmail.com.

Fonte e imagem: BTM.

Foto: DR.

Ir Para Cima