Arquivo Mensal

Dezembro 2017

Não feches a porta a ti

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo/Opinião port
Joana Martins

Hora de fechar a porta ao passado

Seguir em frente

De braço dado

Com toda a gente

Lado a lado

Que nada nos seja indiferente

Senão aprendizado

Mais do que contente

Devas sentir-te amado

Que a alma ardente

Cante um bom fado

E de repente

O que ficou atrasado

Te atente

A correr acelerado

Rumo aos teus sonhos.

 

E luta!

Insiste!

Acredita!

Só não feches a porta a ti!

 

Feliz 2018 para todos!

Por: Joana Martins*.



(* A redação do poema é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

O ano (que não foi) de Donald Trump

Atualidade/Concelho/Mundo/Opinião/Política port
Raquel dos Santos Fernandes

Nos anos 20, incentivado pelo antissemitismo sofrido pelos judeus na Europa, o desejo de criar um Estado judaico ganhava cada vez mais força. Um forte movimento migratório judaico, alimentado por aspirações sionistas, chegava então ao território otomano da Palestina e logo se iniciou uma onda de resistência entre as comunidades locais. Quando o Império Otomano foi desintegrado, após a Primeira Guerra Mundial, a Liga das Nações mandatou o Reino Unido para administrar o território que, após a Segunda Guerra Mundial e depois do Holocausto, a 14 de maio de 1948, se tornaria Israel. No dia seguinte, Egito, Jordânia, Síria e Iraque invadiam o país.


Quando o presidente Trump declarou, oficialmente, Jerusalém como capital de Israel, não só pôs em causa décadas de diplomacia dos EUA, como ameaçou desencadear novas agitações no mundo muçulmano. Como em 1948, como em 1967 e como em 1973. Ainda antes da fundação do Estado de Israel, o conflito israelo-palestiniano já se havia tornado num problema regional, mas Trump parece não conhecer bem a dimensão deste conflito. Ou melhor, talvez Trump, por entre o seu véu megalómano, não se conheça a si mesmo.

Esta é a quarta vez que Trump inicia uma grande mudança que coloca a América em desacordo com um consenso internacional significativo. Claro que vários presidentes americanos assumiram posições que desafiaram o consenso global, mas a diferença é que estes sempre se aliaram a outras grandes potências antes de atuarem e, como resultado, a América foi capaz de liderar, criar impulso e alterar o comportamento internacional. Trump, ao contrário, atuou, sem antes criar essas alianças e o resultado foi a inexistência de uma medida persuasiva que tornasse, novamente, a América grande.

Não surpreendentemente, ninguém o seguiu e nada mudou. As palavras de Washington foram ignoradas, os EUA seguem sozinhos e outros Estados vão tomando as rédeas da liderança global: a China no Pacífico, a Rússia no Oriente Médio e o acordo de Paris decorre de acordo com o previsto, com todos os Estados, à exceção dos EUA, a assumirem uma política ambiental sustentável.

Trump, simplesmente, não foi levado a sério e a América é cada vez mais um alvo de ridicularização do que de admiração.

Muitos outros acontecimentos políticos marcaram o ano de 2017. Poderia ter-me debruçado sobre qualquer um deles, mas parece-me que terminar 2017 com a intuição que este não foi o ano de Donald Trump, poderá ser um bom prognóstico para 2018!

Por: Raquel dos Santos Fernandes*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Futebol popular com muito que falar

Atualidade/Concelho/Desporto/Opinião port
Luís Gonçalves

Olá, amigos leitores!

Antes de mais, espero que o vosso Natal tenha sido aquilo que desejaram e tenha tudo corrido pelo melhor!



Eis-me de volta, no final deste ano de 2017, que está mesmo, mesmo quase no fim. É verdade que o meu artigo não saiu no dia do costume, ontem, mas como se recordarão, prometi escrever esta semana sobre a Taça Cidade de Barcelos e como ela apenas se disputou hoje (dia 30) – e como gosto de cumprir promessas – solicitei ao Barcelos na Hora que “atrasasse” o meu artigo para que pudesse abordar, igualmente, esta nobre competição. Mas já lá vamos.

Comecemos pelos campeonatos. E temos muito para falar! Já verão!

Na 1ª o líder é o mesmo mas houve mexidas atrás

Na 1ª divisão a liderança mantém-se nas mãos dos Leões (33 pontos), que esta semana receberam, e levaram de vencida, o sempre difícil Negreiros (15º, 13 pontos). É verdade que estes últimos não estão a atravessar um momento de grande fulgor mas continuam a ser uma equipa competitiva. E a prova disso está estampada no resultado: 1-0 para os homens de Airó.

A realizar um bom campeonato está o Leocadenses, que se encontra em 2º, com 28 pontos. Nesta jornada beneficiou da derrota do Carvalhal para se distanciar e isolar na vice-liderança do campeonato. Desta vez, obteve uma saborosa vitória fora, frente ao Baluganense (14º, 13 pontos), por 0-2.

Quem também beneficiou da “escorregadela” do Carvalhal foi o Macieira, que agora se posiciona no 3º lugar, com 26 pontos. Recebeu e venceu pela margem mínima, o Fragoso (17º, 12 pontos). É verdade que foi por “apenas” 1-0 mas para os macieirenses o mais importante foram os 3 pontos.

O jogo da jornada colocou frente a frente o Remelhe (4º, 25 pontos), em casa deste, e o Carvalhal (5º, 25 pontos). Já se antevia equilíbrio entre as duas equipas e o 1-0 final espelha isso mesmo. Com este resultado, o Remelhe colou-se ao Carvalhal, ficando mesmo à sua frente na classificação por causa da diferença de golos marcados e sofridos (+13 para Remelhe; +11 para Carvalhal).

Pereira (6º, 24 pontos) visitou o Pedra Furada (18º, 2 pontos) e levou para casa um “magro” 0-1 mas que lhes valeu os mesmos 3 pontos que lhes valeria uma goleada! Assim, conseguiu “fugir” ao Carapeços.

Outro bom jogo em perspetiva era o Oliveira (9º, 16 pontos) – Carapeços (7º, 22 pontos), que terminou empatado a 1 bola. Este resultado acabou por, apesar de bom para os forasteiros, penalizá-los mais, pois viram o Pereira distanciar-se na tabela classificativa.

Para mim, em Silva deu-se uma surpresa. É verdade que o jogo colocava o 8º classificado (17 pontos), Silva, frente a frente com o Feitos (10º, 15 pontos). Também é verdade que estes últimos são uma das equipas recém-promovidas. Mas também é verdade que o Silva vinha de uma fase muito boa, de bons resultados e subida segura na tabela. No entanto, o Feitos conseguiu desfeitear os homens da Silva, arrancando de lá uma saborosa vitória, por 1-2.

Os restantes jogos foram o Palme 1 – Cossourado 3 e Campo 1 – Perelhal 0.

A próxima jornada, a 14ª, que se realiza a 7 de janeiro, vai ser de “roer as unhas” e “suar de nervosismo”! Senão vejamos: Carvalhal – Leões da Serra (líderes visitam um terreno que só conhece a vitória!); Leocadenses – Macieira (2º contra 3º); Fragoso – Remelhe (o 4º visita um terreno sempre muito difícil!); Pereira – Baluganense; e Perelhal – Silva (vamos ver se a derrota caseira do Silva se reflete nos jogos seguintes). Como podem ver…vai ser uma jornada bem emotiva!



2ª divisão com novo líder

Confesso que há umas boas semanas atrás não me passaria pela cabeça (julgo que pela de muitos vocês também não) dizer isto…mas a 2ª divisão tem novo líder!

Falo do Lijó (30 pontos), que aproveitou, e de que maneira, o embate entre Fonte Coberta e Sequeade! Primeiro, foi ao sempre difícil terreno do Paradela (8º, 17 pontos) vencer por 0-2. Com isso, aproveitou o empate a 0 entre o Fonte Coberta (3º, 25 pontos) e o então líder Sequeade (2º, 29 pontos).

Quem aproveitou, igualmente, para se aproximar dos primeiros foi o Juventude São Martinho (4º, 25 pontos), que levou de vencida, em casa, o Cambeses (17º, 5 pontos), por 3-1.

Outro grande jogo opôs o Aborim (5º, 24 pontos) e o Chorente (6º, 21 pontos). Registou-se mais um empate, também a 0.

Destaque, igualmente, para a boa vitória caseira do Milhazes (10º, 15 pontos), por 3-0, sobre o Lama (15º, 10 pontos). Os outros resultados foram: Estrelas 2 – Creixomil 1; Ceramistas 1 – Águas Santas 0; e São Mamede 2 – Cristelo 1 (que se realizou hoje, dia 30, tal como os jogos da Taça). O Carvalhas “descansou”.

Na próxima jornada, também a 7 de janeiro, destaco Lijó – Estrelas, Sequeade – Milhazes, Ceramistas – Fonte Coberta, Creixomil – Aborim e Lama – São Martinho.



Taça Cidade de Barcelos com grandes surpresas

Os oitavos de final da Taça Cidade de Barcelos, disputados hoje durante a tarde, trouxeram-nos resultados surpreendentes, sendo que o atual detentor do troféu, Negreiros, “caiu aos pés” do Silva.

O jogo que opunha, como referi, o vencedor da última edição da Taça, o Negreiros, que está a passar por uma fase menos boa e que deslocou-se ao terreno de uma equipa que está numa fase oposta, ou seja, muito boa, se bem que saída de uma derrota caseira para o campeonato. No entanto, por serem os atuais detentores da Taça, recaía nos homens de Negreiros uma maior responsabilidade. Sendo primodivisionários, o equilíbrio seria maior…e isso veio a revelar-se! Tempo regulamentar: 3-3. No prolongamento não houve quem saísse vencedor. Foi preciso recorrer-se à “lotaria” das grandes-penalidades, onde os da casa foram mais fortes, vencendo por 6-4 e eliminando, desta forma, o atual detentor da Taça Cidade de Barcelos, o Negreiros!

Mas as surpresas não ficam por aqui! Numa espécie de “tomba gigantes”, o último classificado da 2ª divisão, com apenas 5 pontos em 12 jogos, Cambeses, eliminou, nada mais, nada menos que o campeão em título da 1ª divisão e seu atual 6º classificado, Pereira! No final do tempo regulamentar e do prolongamento, o resultado era um empate a 0. Nas grandes-penalidades, venceram os da casa, por 5-4, eliminando, assim e a meu ver, mais um candidato à vitória final nesta competição!

Onde quase aconteceu o mesmo foi em Vila Frescaínha São Martinho, onde a Juventude local, da 2ª divisão, levou o jogo para as grandes-penalidades. Recebeu o atual 2º classificado da 1ª divisão – e a atravessar um bom momento – Leocadenses e o resultado final foi um empate a 3 golos! No prolongamento o “nó não desatou” e a eliminatória pendeu de vez para os visitantes, por 6-8 nas grandes penalidades. Leocadenses que, a manterem a forma atual, são uns grandes candidatos à vitória final.

Mas talvez o jogo da eliminatória tenha sido o Macieira – Remelhe. Estamos a falar do 3º da 1ª divisão a receber o 4º! E eis que o visitante levou a melhor, eliminando mais um forte candidato à vitória final, em sua própria casa, por 1-3! Remelhe que se torna, assim e igualmente, um dos fortes candidatos a vencerem a Taça.

Destaco, também, a eliminação do Cossourado (1ª) pelo novo líder da 2ª, o Lijó, em casa deste, por 1-0, e o 5º classificado da 2ª, Aborim, a eliminar, em casa, o Palme (1ª), por 2-1! Nos restantes jogos, julgo que prevaleceu a “normalidade”: Oliveira (1ª) 3 – Paradela (2ª) 1 e Milhazes (2ª) 1 – Carapeços (1ª) 3. Atenção que o Carapeços também é um dos favoritos à vitória final!

Por hoje é tudo…e já não foi pouco! Mas falámos das duas competições do nosso futebol popular, recheadas de emoção, golos e surpresas…e é disto que o povo gosta!

Resta-me desejar a todos umas ótimas entradas no novo ano e que 2018 nos traga (a todos nós) muita saúde, amor, paz, sucessos e muito bom futebol!

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Óquei de Barcelos despede-se de 2017 com vitória

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Em jogo antecipado – os restantes realizam-se amanhã – da 10ª jornada, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) recebeu o Infante Sagres, no Pavilhão Municipal de Barcelos, conseguindo terminar 2017 com uma vitória por 4-2.



No entanto, só a pouco mais de 8 minutos do final do jogo é que o OCB “desatou o nó” e passou definitivamente para a frente do resultado. Até lá, o empate a 2 golos prevalecia no jogo.

O OCB (5º lugar, 15 pontos), treinado por Paulo Pereira, alinhou de início com Ricardo Silva, Juanjo López, Zé Pedro, João Almeida e Hugo Costa. No banco iniciaram André Almeida, Joca Guimarães, Afonso Lima, Rúben Sousa e Marinho.

Já o Infante Sagres (10º lugar, 7 pontos), treinado por Fernando Almeida, alinhou com Bruno Ferreira, Manuel Pinheiro, Tiago Pinheiro, João Candeias e Carlos Rodrigues. No banco iniciaram Ernesto Peixoto, Tiago Ferraz, Celso Silva, João Campelo e Bruno Fernandes.

O jogo foi arbitrado por António Santos e Manuel Oliveira (AP Aveiro).

A figura da primeira parte foi João Almeida, que marcou os dois golos da equipa da casa. O primeiro logo aos 4 minutos e o segundo 4 minutos depois, aos 8. Pelo meio, aos 5 minutos, Tiago Pinheiro ainda empatou o jogo para os homens vindos do Porto.

Assim, ao intervalo, o marcador registava um 2-1 para o OCB, com ambas as equipas a saírem para os balneários com 8 faltas.



A segunda parte trouxe mais emoção ao jogo. Primeiro, porque os forasteiros restabeleceram o empate a 2 golos, por intermédio de Celso Silva, logo aos 3 minutos. O empate subsistiu teimosamente. Senão veja-se: aos 14 minutos o guardião visitante, Bruno Ferreira, foi admoestado com cartão azul. Teve que ser substituído por Ernesto Peixoto, ficando o Infante a jogar com menos um jogador. O capitão óquista Zé Pedro falhou o correspondente livre direto.

Poucos segundos depois, o OCB fez a sua 10ª falta, tendo os visitantes direito a um livre direto, que falharam, por intermédio de Bruno Fernandes. Incrivelmente, poucos segundos depois é a vez do Infante Sagres fazer a sua 10ª falta. No entanto, Marinho também falhou o correspondente livre direto, perdendo o OCB a possibilidade de passar para a frente do marcador.

Esse passar para a frente do marcador acabou mesmo por acontecer, aos 17 minutos, por Rúben Sousa. Dois minutos depois, Hugo Costa voltou a marcar para o OCB, colocando um ponto final no jogo, no marcador, deixando as hostes óquistas mais descansadas e de quem se despediu (OCB) com mais uma vitória.

Na próxima jornada, dia 6 de janeiro de 2018, pelas 18h00, o OCB defronta o Grândola.

Fotos: Hugo Brito.

Câmara Municipal avança com construção de ETAR em Macieira de Rates

Atualidade/Concelho/Política port

A Câmara Municipal vai dar início à construção da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), em Macieira de Rates. Trata-se de um investimento de mais de 1,5 milhões de euros, acrescido de IVA, comparticipado pelo Fundo de Coesão, através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recurso (POSEUR, medida 12-2016-38).



A aprovação do projeto e a decisão de abertura do procedimento de contratação, através de concurso público, foi tomada na reunião do executivo de ontem, dia 28 de dezembro, cumprindo, assim, o estipulado na adenda de 2008 ao contrato de concessão de água e saneamento do concelho, que entregou à Câmara Municipal a responsabilidade da construção de duas ETAR’s na parte sul do concelho, uma em Macieira de Rates e outra em Cristelo.

Na mesma reunião, foi deliberado revogar a decisão de contratar, referente ao concurso da empreitada lançada em 2008, devido a interrupção do procedimento e à necessidade de rever o projeto de execução da ETAR.

A obra, cujo prazo de construção é de nove meses, inclui estaleiro e trabalhos diversos, movimento de terras, construção civil, rede de águas residuais, redes de distribuição de água potável e de processo e serviço, arranjos exteriores, via de acesso, equipamentos eletromecânicos, instalações elétricas e trabalhos finais.

Fonte: CMB.

Foto: DR [ndr: meramente ilustrativa].

Barcelos reforça condições para manutenção de serviços do Ministério da Agricultura

Na última reunião ordinária de 2017, realizada ontem, o executivo municipal aprovou um acordo onde o Município se disponibiliza a ceder novo espaço no antigo quartel dos Bombeiros de Barcelinhos, ao nível do 2º piso, para serviços do Ministério da Agricultura.



Em junho de 2017, através de um acordo de colaboração assinado entre Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte (DRAPN), a Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) e o Município de Barcelos, foi garantida a manutenção do funcionamento no concelho de Barcelos da Divisão de Alimentação e Veterinária de Braga, bem como da Delegação da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, através da cedência de gabinetes e demais infraestruturas adequadas no referido antigo quartel, promovendo o Município as adaptações indispensáveis ao seu funcionamento.

Com este novo acordo, a “Câmara Municipal continua a apostar na manutenção de serviços do Ministério da Agricultura em Barcelos, criando as condições para o pleno desenvolvimento das atividades da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte (DRAPN) e da Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) ”, refere o Município.

Na mesma reunião ordinária, foi aprovado um outro protocolo de cooperação com a DGAV, no âmbito dos controlos oficiais aos matadouros na área do concelho de Barcelos, ao nível da inspeção sanitária. Através deste protocolo, a Câmara Municipal disponibilizará à DGAV quatro médicos veterinários para serem designados veterinários oficiais.



Na Ação Social e Desporto

Ainda na mesma reunião, o executivo municipal aprovou um conjunto de apoios sociais a entidades e famílias, das quais se destacam: concessão de apoio financeiro de 18.275,00€ à Associação Social, Cultural e Recreativa de Chorente, como comparticipação na adaptação das suas instalações às normas impostas pelo Instituto de Segurança Social; concessão de subsídio no valor de 5.000,00€ à Associação SOPRO – uma organização não-governamental de Solidariedade e Promoção que, no concelho de Barcelos, promove o Banco de Material Escolar, o Gabinete de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica e o apoio a famílias com carências de bens alimentares, roupas e brinquedos –, destinado à reabilitação da sede da instituição; atribuição de subsídios no valor global de 1.000,00€, relativos aos Prémios de Mérito aos melhores estudantes do IPCA no ano letivo 2016/2017; apoio ao arrendamento habitacional a quatro agregados familiares; apoio à habitação social a três agregados familiares, no valor global de 25.486,83€

Ao nível do desporto, regista-se a aprovação de aditamentos aos Contratos-Programa de Desenvolvimento Desportivo, já aprovados pelo executivo, com as seguintes entidades: Académico Futebol Clube de Martim, Casa do Povo de Martim, Futebol Clube de Roriz, Movimento Associativo de Recreio Cultura e Arte, Núcleo Desportivo “Os Andorinhas”, Santa Maria Futebol Clube, União Desportiva de S. Veríssimo, para incluir os apoios financeiros do Município protocolados com a Associação de Futebol de Braga quanto às inscrições e seguros de atletas e dirigentes.

Ainda no âmbito desportivo, destaque para o Contrato-Programa de Desenvolvimento Desportivo com a Federação Portuguesa de Natação, no valor de 96.257,00€, que se consubstancia na execução do programa desportivo da Escola de Natação – inclui um plano técnico pedagógico de atividades no âmbito da manutenção/melhoria da condição física, reforço muscular, prevenção de lesões, no campo da natação com ou sem plano de água – a decorrer nas Piscinas Municipais, entre 1 de janeiro e 31 de julho de 2018.

Destaque, também, para o Contrato de Desenvolvimento Desportivo entre o Município de Barcelos e a Federação Portuguesa de Atletismo, que incide no apoio à prática desportiva geral e, em particular, à prática da marcha e corrida de forma regular, junto da população e que tem como objetivo manter em funcionamento o Gabinete de Apoio ao Utente, do Centro de Marcha e Corrida, localizado no Pavilhão Municipal. Para a execução deste contrato, a Câmara Municipal atribui uma verba de 10.600,00€, para além de apoio logístico necessário ao desenvolvimento das atividades deste programa.

Refira-se, por último, a atribuição de subsídio à Escola Básica e Secundária de Viatodos, no valor de 15.000,00€, para comparticipar na aquisição de um pré-fabricado com duas salas.

Fonte e foto: CMB.

Formação gratuita “Multiplicação de Plantas – Enxertia e Alporquia”

Atualidade/Concelho/Cultura/Educação port

O Município de Barcelos, através do Pelouro do Ambiente, organiza, no próximo dia 19 de janeiro de 2018, entre as 10h00 e as 18h00, uma formação com o tema “Multiplicação de Plantas – Enxertia e Alporquia”.



A formação será orientada pelo Eng.º. José Pedro Fernandes, no Estádio Cidade de Barcelos e é dirigida à população em geral, com participação gratuita.

Serão abordados diversos tipos de enxertias, as épocas de realização (inverno e verão), as espécies em que se pode aplicar e os principais cuidados fitossanitários, bem como a produção de alporques. Também serão conduzidas experiências práticas com os participantes, a título de exemplificação.

Tal como referido, a participação é gratuita, embora com inscrição obrigatória e limitada a 40 formandos (por ordem de inscrição). Para efetuar a inscrição, os interessados deverão enviar e-mail com nome, morada e contacto telefónico para o seguinte endereço eletrónico: gambiente@cm-barcelos.pt.

Fonte e imagem: AB.

Paulo Alves confirmado como novo treinador do Gil Vicente

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Está confirmada a notícia, avançada por vários órgãos de comunicação social, sobre a contratação de Paulo Alves como novo treinador do Gil Vicente, rescindindo este o contrato que tinha com Jorge Casquilha. O novo treinador até já treinou a equipa no treino de ontem, sendo que a composição final da sua equipa técnica ainda está a ser tratada.



Tal como Jorge Casquilha, o vila-realense Paulo Alves tem uma longa história de ligação ao clube, quer como jogador, quer como treinador, mas, igualmente, à cidade. De recordar que Paulo Alves rescindiu em outubro passado com o União da Madeira.

Foto: DR.

Município celebra passagem de ano com “NYE 2018”, no Pavilhão Municipal

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

No próximo dia 31 de dezembro e entrando pelo dia 01 de janeiro, o Município de Barcelos, em conjunto com a LUX Produções, realiza a “NYE 2018 – New Year Eve”, para celebrar a passagem de ano 2017 para 2018. A entrada é gratuita.



Os foliões que decidam marcar presença no Pavilhão Municipal de Barcelos – onde se realiza o evento – poderão assistir às prestações de Maria Leal, ALL IN DJS, SIMPLIFY, Pedro Caldas, Chinelos com Vida e Marcus.

Imagem: CMB.

Águias de Alvelos organizam o “III Free Trail Réveillon”

Atualidade/Concelho/Desporto port

No próximo dia 31 de dezembro, último dia do ano, a Secção de Trail Running e Atletismo da Associação Recreativa e Cultural Águias de Alvelos organiza o “III Free Trail Réveillon”, na freguesia de Alvelos mas com percurso a passar por outras localidades vizinhas.



O evento tem na sua denominação a palavra “Free” mas isso não quer dizer que seja de participação gratuita – se bem que o custo também não é muito elevado – mas, sim, não tem carácter competitivo. A prova é constituída por uma caminhada de 10km e uma prova de Trail de 15km.

Tendo como diretor Nélson Costa, esta prova tem partida e chegada ao Adro da Igreja Paroquial de Alvelos.

Para se inscrever terá que, até dia 28 de dezembro, aceder ao site da empresa CYCLONES SPORTS: www.cyclonessports.com e seguir os passos. O Trail e a caminhada têm o custo de inscrição de 5,00€ (cinco euros), com oferta de bolos/bebidas festivos da época, nomeadamente Bolo-Rei, Pão-de-ló, Champanhe e Vinho do Porto, e café para todos os atletas/caminhantes.

As idades mínimas de participação são de 16 anos (trail) e 14 anos (caminhada). A inscrição de menores de 18 anos está dependente de assinatura de um termo de responsabilidade.

A prova parte do Adro da Igreja de Alvelos, em direção à zona de montanha de Remelhe, passando por várias localidades, tais como Alvelos, Midões, Remelhe, Carvalhas e Pereira.

No dia 30 dezembro, efetua-se a entrega dos Kits aos Participantes, entre as 14h00 e as 18h30,no Adro Igreja de Alvelos – local da partida.

Já no dia da prova, 31 de dezembro, igualmente no Adro Igreja de Alvelos, local da partida, pelas 8h00 dá-se a abertura do secretariado (entrega dos kits aos participantes); 9h30 encerra o secretariado; 10h00 dá-se a partida do trail; 10h05 a da caminhada; e 11h00 é a hora prevista para a chegada dos primeiros atletas.

Fonte e imagem: CYCLONES SPORTS.

1 2 3 12

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima