Arquivo Mensal

Junho 2018

Souto Rock 2018 inicia a 5 de julho

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Entre 5 e 7 de julho está de volta o Souto Rock, com a sua edição de 2018 a proporcionar, em perspetiva, grandes momentos de música, convívio e animação.



O Souto Rock é uma organização da Associação Cultural e Recreativa de Roriz (ACR RORIZ), com produção da Honeysound e o apoio do Município de Barcelos, Junta de Freguesia de Roriz, entre outras instituições e empresas de Roriz, Barcelos e do país.

Já no dia 5, pelas 21h30, no Largo do Apoio (Barcelos), realiza-se o warm up com a banda barcelense Hüll, seguida de Speedybosxh DJSet.

No dia seguinte, em Roriz, pelas 21h30, é a vez dos concertos de This Penguin Can Fly, Baleia Baleia Baleia, Paraguaii e Black Bombaim.

Tal como na edição do ano passado, o último dia de espetáculos está dividido em dois. Assim, de tarde, pelas 16h00, no Moinho da Carreira, em Alvito São Martinho, atua O Gringo Sou Eu. À noite, a partir das 21h30, atuam os El Señor, Doutor Assério, 800 Gondomar e J.C. Satàn. Os DJ’s residentes serão os Lovers & Lollypops Soundsystem.

As entradas, tal como o campismo, são gratuitas, sendo que quem optar pelo campismo ainda tem transporte grátis entre a estação de comboios e o parque.

Imagem: ACRR/SR.

 

Se és um desastrado com o teu smartphone, está a chegar a solução!

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo/Opinião port
Diogo Sendim Lourenço

Se achas que és uma daquelas pessoas desastradas que vivem a deixar cair o telemóvel e a partir o ecrã com pouco tempo de uso, aqui está uma invenção que nasceu para as tuas “mãos de manteiga”: uma capa para o teu smartphone que abre uma espécie de “airbag” para protegê-lo antes mesmo de colidir com alguma superfície.

É a sério! Philip Frenzel, um estudante alemão de engenharia da Aalen University, demorou quatro anos para criar um sistema que usa minúsculos sensores para notar a queda e abrir braços flexíveis capazes de absorver o impacto e deixar o aparelho intacto.

Ainda é um protótipo que já está patenteado, mas é também importante referir que isto não se trata de uma opção 100% fiável, já que em superfícies mais irregulares as molas poderão não ser muito eficazes – e há sempre o perigo de se ativarem automaticamente quando a capa estiver no bolso. Resta saber quando é que a capa passa de um protótipo para algo que todos possamos utilizar.

A criação até foi reconhecida com um prémio da Sociedade Alemã de Mecatrónica e não te surpreendas se em breve esse “airbag” aparecer como acessório de alguma empresa por aí. Aliás, já há empresas a pensar em investir para distribuir o projeto a nível global e, quem sabe, melhorar um pouco o design, que no protótipo é bem tosco.

Vê como funciona:

Vale a pena lembrar que a Amazon tem algo muito parecido à venda já há alguns meses.

Por: Diogo Sendim Lourenço*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Foto: DR.

Vídeo: YouTube.

Juventude S.Pedro organiza 12ª edição do Torneio 24 horas de Futsal Feminino

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Está de volta o Torneio 24 horas de Futsal Feminino, organizado pelo Clube Desportivo Juventude S.Pedro, com o apoio institucional do Município de Barcelos e da União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (São Martinho e São Pedro), e que se disputará entre 6 e 7 de julho.


A 12ª edição deste torneio terá lugar no Pavilhão da Escola Secundária de Barcelos, tendo o início marcado para as 22h00 do dia 6 de julho.

O período de inscrições termina a 2 de julho. Para as efetuar, deve contactar o Sr. Matos, através do 93 415 9701.

A equipa vencedora terá a inscrição paga para 2019, havendo prémios para todas as equipas, para a melhor marcadora, melhor defesa e taças para as campeãs de série.

 

Processos de licenciamento passam a ser totalmente digitais a partir de 2 de julho

Atualidade/Concelho/Política port

A partir de segunda-feira, dia 2 de julho, os pedidos de licenciamento que derem entrada na Divisão de Planeamento Urbanístico e Ambiente (DPUA) da Câmara Municipal de Barcelos serão entregues, na totalidade, em suporte digital.



Esta é a primeira etapa de um processo que irá culminar no primeiro trimestre de 2019, com a total desmaterialização dos serviços da Casa do Rio, através da criação de uma plataforma online para a entrega de documentação.

Até ao momento, os pedidos eram entregues em formato digital, mas o projeto de arquitetura tinha que ser entregue em papel no balcão de atendimento da DPUA. Ora, a partir de 2 de julho o pedido será entregue totalmente em CD, dispensando a apresentação do projeto em papel.

Na segunda fase, que irá ter lugar de entre três a quatro meses, a entrega passará a ser por e-mail e os pagamentos feitos através de referência de multibanco, reduzindo, assim, a necessidade de deslocação aos serviços do Município.

Por fim, a terceira etapa, a estar concluída no primeiro trimestre do próximo ano, contempla a implementação de uma plataforma online, através da qual serão feitos todos os procedimentos administrativos relacionados com a gestão urbanística e que permitirá uma maior interatividade entre as entidades.

Nesse sentido, a Câmara Municipal de Barcelos realizou, quinta-feira, dia 28 de junho, no Auditório dos Paços do Concelho, uma sessão de esclarecimento sobre “Normas técnicas para a entrega de pedidos de operações urbanísticas em formato digital” dirigida aos técnicos que habitualmente trabalham com o Município. Foram, dessa forma, explicadas as novas normas técnicas, que definem um conjunto de especificações e características a que devem obedecer os documentos a entregar em formato digital.

O Vereador com o Pelouro do Urbanismo, José Pereira, sublinhou a importância deste processo de desmaterialização dos serviços da DPUA que “vai facilitar a relação com os munícipes”, tornará “os processos mais simples e céleres, reduzindo ao mínimo as deslocações ao Município”. “Será bom para todos os munícipes e para todos os técnicos”, acrescentou o Vereador.

A desmaterialização dos procedimentos administrativos “tem em vista, não só, a otimização dos recursos internos e a garantia de redução de custos para os munícipes, mas também, a prossecução do objetivo principal que consiste na redução progressiva da utilização do papel e a submissão online dos processos”, refere o Município em nota.

Fonte e foto: CMB.

José Manuel Fernandes apresenta recandidatura à distrital do PSD em lista única

Atualidade/Concelho/Mundo/Política port

O Eurodeputado José Manuel Fernandes encabeça a lista única que se apresenta às eleições para os órgãos distritais de Braga do Partido Social Democrata (PSD), que se realizam no próximo sábado.



Sob o lema “Manter a União, Reforçar o PSD”, José Manuel Fernandes assume como prioridade estratégica “o trabalho contínuo e articulado para o PSD vencer no distrito as próximas eleições europeias e legislativas”.

A futura Comissão Política Distrital do PSD de Braga pretende prosseguir, simultaneamente, as ações de preparação das eleições autárquicas de 2021, para reforçar o domínio social-democrata ao nível das presidências de Câmara, num distrito que apresenta os dois presidentes de Câmara do PSD eleitos com maior número de votos absolutos no país. Recorde-se, ainda, que o PSD aumentou o número de Presidências de Câmara de 7 para 9, e o número de mandatos nas assembleias municipais e de freguesia, nas últimas eleições autárquicas, sendo que Barcelos “destoou” destes resultados.

“Determinados no serviço à causa pública, assumimos objetivos ambiciosos para os próximos atos eleitorais. Serão atingidos num esforço conjunto, coeso, solidário e articulado dos nossos dirigentes e eleitos”, aponta José Manuel Fernandes.

O candidato, e atual presidente da distrital do PSD, sublinha os resultados positivos obtidos nas últimas eleições legislativas e autárquicas no distrito, onde o PSD obteve os melhores resultados a nível nacional.

“Com uma equipa com experiência, provas dadas e renovada ambição”, José Manuel Fernandes aponta como meta superar os resultados anteriores, enquanto “reconhecimento do trabalho realizado a favor dos interesses da população e do distrito”.

Reiterando “lealdade e solidariedade” com a liderança nacional do PSD e Rui Rio, o eurodeputado promete no distrito “um partido mais forte, aberto e inclusivo”, que “insiste no debate e aposta na formação política”.

Mantendo a “união”, José Manuel Fernandes acredita que são reforçados “o PSD e o distrito de Braga”.

A candidatura de José Manuel Fernandes conta com Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga, como mandatário. O presidente do município de Vila Nova de Famalicão encabeça a lista para a Mesa da Assembleia Distrital.

O vilaverdense Cláudio Carvalho lidera a lista para o Conselho de Jurisdição e o barcelense António Gomes da Silva preside à Comissão Distrital de Auditoria Financeira.

Na Comissão Política Distrital, continuam como vice-presidentes João Granja (Braga) e André Coelho Lima (Guimarães), enquanto Vítor Moreira (Famalicão) é o secretário e Jorge Costa (Fafe) o tesoureiro.

Como vogais, estão Benjamim Pereira (Esposende), José Novais (Barcelos) Sofia Fernandes (Famalicão), José Manuel Silva (Póvoa de Lanhoso), José Sousa (Celorico de Basto), Celeste Cardoso (Vieira do Minho), Luís Carvalho (Amares), Laura Magalhães (Cabeceiras) e António Cunha (Terras de Bouro).

Foto: JMF.

A partir de hoje, IPCA passa a Fundação Pública

O Conselho de Ministros na sua reunião realizada hoje, dia 28 de junho, aprovou a transformação do regime legal do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) numa fundação pública com regime de direito privado e aprovou os respetivos Estatutos.



O IPCA é, assim, a primeira instituição do sistema politécnico a quem foi atribuído o regime fundacional, seguindo o modelo de fundação pública adotado pelas Universidade de Aveiro e do Porto e, mais recentemente, pela Universidade do Minho e pela Universidade Nova.

Assume, então, esta nova fase “com enorme sentido de responsabilidade, continuando a afirmar a sua missão de criação, transmissão e difusão da cultura e do saber de natureza profissional, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da sociedade e, em especial, da região do vale do Cávado e do Ave”, refere em nota.

Este processo de transformação do Politécnico do Cávado e do Ave em Fundação Pública, inédito no sistema politécnico, resultou da vontade do Presidente do IPCA, João Carvalho, que apresentou a proposta inicial, e da atual Presidente, Maria José Fernandes, que no início do seu mandato assumiu a proposta e a apresentou ao Conselho Geral, tendo sido aprovada por maioria absoluta. A proposta foi, posteriormente, remetida para o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, tendo terminado agora com a aprovação em Conselho de Ministros.

A Fundação Pública IPCA continuará a ser uma instituição pública, em algumas matérias seguindo o regime de direito privado, mas continuando a manter os princípios constitucionais respeitantes à administração pública, nomeadamente, a prossecução do interesse público e os princípios da igualdade, da imparcialidade, da justiça e da proporcionalidade.

Seguindo as recomendações do grupo de trabalho que avaliou estas fundações, o IPCA criará um fundo autónomo com o objetivo de assegurar a prossecução das respetivas atribuições através de fontes alternativas de financiamento.

O novo regime legal para a Fundação Pública IPCA estabelece, ainda, a possibilidade de implementação de um contrato plurianual a estabelecer entre o Estado e o IPCA com o objetivo de incentivar o “estímulo à qualificação e especialização digital através do apoio a formações curtas e especializadas de ensino superior, bem como à promoção da atividade de investigação baseada na prática nas regiões do Vale do Cávado e do Vale do Ave, designadamente reforçando infraestruturas e atividades de ensino e investigação e desenvolvimento.”

O funcionamento em regime fundacional tem um período experimental de cinco anos, sendo realizada, no final, uma avaliação, podendo o Conselho Geral propor, fundamentadamente, o regresso ao regime não fundacional.

A Presidente do IPCA, Professora Maria José Fernandes, referiu que “é um dia histórico e um grande desafio para o futuro do IPCA e também uma oportunidade única de adequar o modelo de governação às necessidades de gestão. Esta decisão vai de encontro às mais recentes recomendações da OCDE que defendem que este é o modelo que melhor se adequa à gestão das instituições de ensino superior, aumentando a sua autonomia e aproximando-as às empresas e à comunidade”. Acrescentou que “é também um dia muito importante para o sistema politécnico pois abre caminho a que outros politécnicos possam adotar este regime fundacional”.

A Presidente do IPCA finalizou, referindo que “neste dia é devido um agradecimento ao Ministro Professor Manuel Heitor, por ter lançado o desafio e apoiado a sua concretização, e um agradecimento ao Professor João Carvalho, por ter a visão estratégica de ter iniciado este processo há cerca de dois anos, pois ambos contribuíram para que este dia fique na história do IPCA e do ensino politécnico como um marco inédito e estimulante”.

Fonte e foto: IPCA.

Centro Ciclista de Barcelos conquista Prémio RS BIKES em Juniores e é 3º em Cadetes

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

No início de junho realizou-se, em Gondar – Guimarães, o Prémio RS BIKES, que consagrou a formação de Juniores do CENTRO CICLISTA DE BARCELOS | AFF | ORBEA |ONDA como a grande vencedora da Classificação Coletiva.



Na prova, pontuável para a Taça do Minho de Estrada, os Juniores da equipa barcelense estiveram em grande destaque, com João Silva a conseguir um bom 4º lugar, numa prova conquistada por Rodrigo Silva (BAIRRADA).

José Dias (7º), João Afonso (8º), Rui Alves (9º) e Hugo Alves (20º) foram os restantes atletas que contribuíram para a conquista do Centro Ciclista de Barcelos no escalão de Juniores.

Cadetes em 3º lugar

Já no escalão de Cadetes, a equipa de Barcelos conseguiu um ótimo 3º lugar da geral coletiva, com David Duarte, em 4º, a ser o melhor colocado da equipa.

Francisco Baía (16º), Ricardo Machado (17º) e João Munhoz (21º) foram os restantes elementos da equipa que levaram à conquista do 3º lugar.

Fotos: ACM/Eduardo Campos.

[Ndr: Por motivos técnicos esta notícia surge já algum tempo depois da data em que a prova se realizou. Pedimos desculpa aos nossos leitores e ao Centro Ciclista de Barcelos]

Assistente Social Mariana Machado Ballester é a nova presidente do Rotary Club de Barcelos

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

No próximo dia 3 de julho, pelas 20h30, no Bagoeira, o Rotary Club de Barcelos realiza a sua Transmissão de Tarefas, em reunião de jantar, onde Marcelino Coelho Mota, que presidiu ao Club entre 2017 e 2018, transmite a tarefa a Mariana Machado Ballester.



A nova presidente do Club de Barcelos, para o ano rotário 2018/2019, é assistente social, tendo estudado em Portugal e no Brasil. É neste último país que, e no âmbito do seu curso, a nova presidente teve oportunidade de conviver com comunidades carenciadas. Para além disso, Mariana Machado Ballester é já uma reputada ultramaratonista, tendo conquistado, há poucas semanas, o conceituado ultra trail “Serra da Estrela | Oh Meu Deus!”, o que evidencia uma característica multifacetada da sua vida.

Com 29 anos, Mariana Machado Ballester será a segunda mulher a assumir a presidência do Rotary Club de Barcelos e, também, o membro mais jovem no cargo.

Este ano rotário será presidido por Barry Rassin, membro do Rotary Club de Nassau Leste (Baamas), que escolheu “Seja a Inspiração” para lema presidencial do ano. Rassin quer os rotários motivados, a almejarem o sucesso, a quererem ser mais e irem mais longe.  E que sejam a motivação que instiga os outros a superarem os seus limites.

Fonte e imagens: RCB.

Foto: DR/MMB.

«Demora uma vida inteira para descobrir que não é necessário entender tudo.» (Provérbio Chinês)

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo/Opinião port
Carla Vieira

Tão verdade!

Demoramos muito tempo e perdemos muita energia a querer entender tudo.

O que é necessário é aceitar para depois entender! ❤

Vamos lá aceitar a vida com tudo o que ela tem de bom e menos bom.

Por: Carla Vieira*. (Mestre e terapeuta de reiki adultos e crianças).



(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Jogos do Mundial são transmitidos no Campo 5 de Outubro, em Barcelos

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

A Câmara Municipal de Barcelos disponibiliza um ecrã gigante, no Campo 5 de Outubro, onde a população pode assistir a todos os jogos do Campeonato Mundial de 2018, que está a decorrer na Rússia.



Esta iniciativa do Município tem-se revelado um êxito, registando muito boas assistências, sobretudo nos jogos da Seleção Nacional, em que o público chegou às centenas.

O ecrã gigante no Campo 5 de Outubro permite a visualização dos jogos do Mundial num ambiente festivo, de salutar convívio e de muita emoção.

No sábado, às 19h00, Portugal defronta o Uruguai, em jogo dos oitavos de final da competição, prevendo-se uma grande adesão e, em caso de vitória da Seleção Nacional, um agradável ambiente de festa.

Até 15 de julho, dia em que termina o Campeonato do Mundo de Futebol, todos os jogos da competição serão transmitidos em direto.

Fonte e fotos: CMB.

1 2 3 17

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima