Arquivo Mensal

Julho 2018 - page 3

Pedro Silva, da ACR Roriz, no pódio da Vuelta a Valladolid (Espanha)

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

A equipa Júnior da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT disputou, de 20 a 22 de julho, a 27ª edição da Vuelta a Valladolid Júnior, constituída por 3 etapas em linha e um Contrarrelógio Individual.



Nesta competição marcaram presença 29 equipas, destacando-se, para além da formação barcelense, as principais formações espanholas, uma francesa e uma colombiana, num total de 174 atletas de 14 nacionalidades diferentes.

A primeira etapa, com 102 km, ficou marcada por condições atmosféricas muito adversas, que dificultaram a ação dos atletas, tendo a principal fuga do dia singrado, com 28 segundos para o pelotão, onde Pedro Silva foi o 2º, resultando no 10° posto. João Rocha foi 14°, Rafael Torres 28°, Manuel Barbosa 53° e Flávio Fernandes 116°, sendo que Bruno Silva foi um dos desistentes da etapa depois de ser alvo de um furo.

No segundo dia, pela manhã, os atletas tiveram pela frente um Contrarrelógio Individual de 11km, onde Pedro Silva voltou a ser o melhor posicionado da equipa de Roriz, com o 11° posto. Da parte da tarde, esta equipa esteve em destaque ao estar na discussão da etapa. Depois de um bom trabalho coletivo, Pedro Silva “sprintou” para um fantástico 3° lugar, com o vencedor a ser o Campeão Nacional Colombiano, Nicolás Gómez (PLATAFORMA IBERRIUN). Nesta etapa, destaque ainda para Manuel Barbosa, na 9ª posição, João Rocha, que pontuou numa meta volante e foi 57°, Flávio Fernandes 83° e Rafael Torres 103°.

A quarta e última etapa, com 100km de distância, revelou-se, novamente, muito disputada, com os 4 prémios de montanha a fragmentar o pelotão em 3 grandes grupos. No grupo principal, que viria a chegar à meta compacto, ficou Pedro Silva, que foi 6°, e Manuel Barbosa, 50°. No segundo grupo, chegou João Rocha, no 58° lugar, e Flávio Fernandes, na 92ª posição. Já Rafael Torres não concluiu. Ainda nesta etapa, destaque, igualmente, para João Rocha, que voltou a pontuar numa meta volante, resultando no 4° posto da classificação final desta camisola.

Nas contas finais, o destaque vai para Pedro Silva, que ficou no 11° lugar, a 1 segundo do Top-10 e na 5ª posição da classificação por pontos. Por equipas, a ACR Roriz alcançou o 9° posto.

Fotos: ACRR/DR.

Festa de Nossa Senhora do Rosário começa hoje em Airó

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Entre 27 e 29 de julho, Airó será palco da festa em honra de Nossa Senhora do Rosário, com um programa religioso e cultural para quem a visitar.



No primeiro dia, pelas 21h30, realiza-se a procissão de velas da Rua Cova do Lobo em direção à igreja. Pelas 22h45, entra em palco Marciana Martins, seguindo-se o grupo JML e a noite a acabar com a animação do DJ Joca Animações.

Sábado, dia 28, o programa inclui o grande espetáculo de Zé Amaro, com início marcado para as 22h00.

No último dia de festividades, pelas 10h30, celebra-se a missa na Igreja Paroquial. À tarde, pelas 15h00, entra no recinto da festa a Banda de Música de Vila Nova de Anha, seguida do Grupo de Bombos de S. Tiago Maior de Poiares – Ponte de Lima. Os atos religiosos e a procissão iniciam pelas 16h00. Após os mesmos, entram em palco o Rancho Folclórico São Lourenço de Alvelos e o Rancho Folclórico de São Miguel-o-Anjo – Vila Nova de Famalicão. Depois, vai a palco o grupo de música Popular Portuguesa.

 

[Notícia atualizada a 27-07-2018, pelas 18h00]

36ª Mostra de Artesanato de Barcelos inicia a 3 de agosto

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

A 36ª edição da Mostra Nacional de Artesanato e Cerâmica de Barcelos vai realizar-se entre os dias 3 e 15 de agosto, no Parque da Cidade. O certame terá como pano de fundo a integração de Barcelos na Rede de Cidades Criativas da UNESCO, na categoria de Artesanato e Arte Popular, um reconhecimento internacional que vem abrilhantar, ainda mais, aquela que é uma das mais antigas mostras do país e a que melhor espelha a autenticidade e riqueza da arte popular.



Além do reconhecimento internacional, recorde-se que também dentro de portas, no último ano, Barcelos esteve em grande destaque, tendo o Município sido laureado, no Prémio Nacional do Artesanato 2017, com o Prémio Promoção para Entidades Públicas, que visa reconhecer o trabalho das entidades ou organismos públicos em prol das artes e ofícios, numa cerimónia em que a artesã barcelense Júlia Ramalho arrecadou o Prémio Carreira.

É, portanto, na senda de um ano de ouro para o artesanato barcelense que acontece esta 36.ª edição da Mostra, contando com cerca de 130 stands, a maioria de artesãos locais, e com um vasto programa de animação, do qual se destacam os espetáculos de Fernando Pereira, Galandum Galundaina ou Kumpania Algazarra e o já habitual folclore internacional.

O ponto alto da Mostra é a 8ª edição da Gala do Artesanato, no dia 11, às 22h00, na qual serão entregues os prémios Carreira, Inovação, Revelação Artesanato Contemporâneo e Revelação Artesanato Tradicional. Júlia Ramalho, Júlia Côta, Júlio Alonso ou Armando Braz são alguns dos grandes nomes do artesanato barcelense que viram o seu trabalho reconhecido com a atribuição do Prémio Carreira.

O programa da Mostra inclui, ainda, workshops diários com artesãos do concelho de diversas áreas, todos os dias, às 18h30, no stand do Município. O certame estende-se até à Avenida da Liberdade, onde se irá realizar, nos dias 11 e 12, a Feira do Melão Casca de Carvalho. A Praça da Alimentação, com a aposta nos sabores tradicionais da região e com música ao vivo, mantém-se como uma das principais atrações do evento.

A abertura oficial acontece no dia 3 de agosto, às 19h00, com visita aos expositores e desfile dos grupos de folclore internacional que participam no Festival do Rio 2018 e que também atuam no palco principal da Mostra, no dia de abertura, às 22h00, e nos dias 6, 7 e 9.

No plano musical, são muitos os destaques do cartaz. O cantor Fernando Pereira atua no dia 4; o conceituado grupo de música folk de Miranda do Douro, Galandum Galandaina, sobe ao palco da Mostra no dia 8; a música folk portuguesa volta a estar em evidência com os espetáculos de Sérgio Mirra, no dia 12, e do barcelense Jorge Lomba, no dia 14; o evento terminará em grande euforia com os enérgicos e festivos Kumpania Algazarra.

Diariamente, haverá animação de rua e arruadas pelo recinto, protagonizadas por grupos de folclore do concelho. Os mais novos poderão divertir-se no parque de insufláveis colocado no Pavilhão Municipal.

A Mostra Nacional de Artesanato e Cerâmica de Barcelos estará aberta de segunda a sexta-feira, das 18h00 às 24h00, e ao fim de semana e no feriado 15 de agosto, das 16h00 às 24h00.

Imagens: CMB.

Futebol de Praia: MARCA derrotado apenas no prolongamento

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Realizou-se no passado domingo, em Apúlia, mais uma jornada do Campeonato Nacional de Futebol de Praia – Zona Norte. No caso, a 6ª jornada.



O MARCA, única equipa barcelense a competir neste campeonato, acabou por sair derrotado após prolongamento frente à AD Buarcos. No final do tempo regulamentar o marcador apontava para um 5-5, mas no prolongamento, os homens da equipa da Figueira da Foz acabaram por marcar mais dois golos, conseguindo a vitória.

Os tentos da equipa de Vila Cova foram apontados por Ivo Alves, Francisco Nascimento, Xavi, Xeme e Hugo Venda.

Com este resultado, o MARCA encontra-se na 7ª posição, com 3 pontos.

Na 7ª jornada, o MARCA descansa e volta a jogar apenas na 8ª, no Campo de Futebol de Praia, em Chaves, defrontando a AF Ponte de Lima, pelas 15h00 do dia 5 de agosto.

Foto: MARCA.

Débora Figueiredo, da ACR Roriz, sagra-se Vice-Campeã Nacional de BTT-XCO

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

No passado domingo, Marrazes – Leiria recebeu os Campeonatos Nacionais de Cross Country Olímpico (BTT-XCO), organizados pela Federação Portuguesa de Ciclismo.



A atleta da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, Débora Figueiredo conseguiu conquistar um excelente 2º lugar na categoria de Sub-23 Femininos, sagrando-se, por tal, Vice-Campeã Nacional.

Também presentes, em Juniores, Hélder Gonçalves foi 5° e João Lobo não concluiu. Em Cadetes, Lucas Braga terminou no 6° posto e Luís Lobo no 27°. Já Vítor Costa não terminou, vítima de avaria. Em Cadetes Femininos, Rafaela Martins obteve a 8ª posição e em Master 40, José Ribeiro foi 21°.

Na classificação geral por equipas, a formação de Roriz alcançou o 6° posto entre as 30 que disputaram este Campeonato Nacional.

Fotos: UVP-FPC/DR.

Basquete de Barcelos estabelece parcerias com Cidade Gym e restaurante “O Queimado”

Atualidade/Concelho/Desporto port

Esta semana, o Basquete Clube de Barcelos (BCB) estabeleceu duas importantes parcerias com dois estabelecimentos da cidade, por forma a compilarem ainda melhores condições para os seus atletas, equipas técnicas e dirigentes.



Assim, no Cidade Gym, dirigido por Nélson Veloso e que se encontra em Arcozelo, na Rua Tomé de Sousa, Edifício Diamante, os atletas seniores masculinos e femininos poderão trabalhar a sua resistência física. Aliás, este ginásio já é parceiro do BCB há alguns anos.

Em relação ao Restaurante “O Queimado”, que se encontra no 1º andar do Centro Comercial do Terço, gerido por Moisés Rodrigues Alves [Ndr: na foto], este será o local onde a equipa técnica irá reunir, uma vez por mês, para discutir a coordenação do clube, sendo que o restaurante oferecerá as refeições.

Estas parcerias são, assim, mais um passo no desenvolvimento da atividade do BCB e na sua interligação com a comunidade onde se integra.

Fotos: BCB.

Sobre a mobilidade internacional

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo/Opinião port

A União Europeia (UE) nasceu no dia 25 de março 1957, com o nome de Comunidade Económica Europeia (CEE), por um projeto dos líderes europeus, que esperavam criar um contexto de paz e compreensão no território após as grandes guerras da primeira metade do século XX.

Desde aí, esta instituição cresceu e o seu âmbito de ação já inclui muitos contextos diferentes: âmbito da economia e da política monetária; relações internacionais com outros países e entidades; política agrícola; proteção dos direitos humanos; proteção do meio ambiente; educação; cooperação; proteção civil; cultura; saúde humana e social…e muito mais!



Na União Europeia, cada cidadão faz parte de uma comunidade enorme, tem direitos e obrigações e dispõe de possibilidades irrepetíveis. É por isso que as instituições da UE trabalham para a chamada integração europeia, que quer criar uma comunidade de cidadãos conscientes e informados, que se sintam representados pelos princípios dessa entidade.

É assim que a UE oferece tantas oportunidades aos jovens, que são o futuro da comunidade europeia e mundial, aqueles que determinarão a paz e a guerra, o meio ambiente saudável ou poluído, os direitos para todos ou para poucos. Conhecermo-nos um com o outro, ver outras culturas, outras sociedades e aprendê-las, percebê-las…É essa a estrada para um futuro melhor.

Portanto, a União Europeia criou projetos de intercâmbio para jovens e educadores, como o Erasmus, o SVE, o Erasmus Traineeship, o European Solidarity Corps e muitos mais. Existem entidades com função de Eurodesk (como a SOPRO), que podem reunir todas as informações necessárias sobre as possibilidades de mobilidade para jovens. Recomendamos consultar o site www.eurodesk.eu para mais informações e acompanhar as últimas notícias em tema de mobilidade internacional.

Há alguns aspetos a considerar para entender a importância e os benefícios de participar nestes projetos. Além das questões teóricas a aprender nos manuais, digamos, é essencial perceber que há outra maneira de chegar à igualdade, ao pluralismo, à não discriminação, ao respeito, que é a aprendizagem não-formal e informal. Resumido, simplesmente, na fórmula “aprender fazendo”. Por isso, não é preciso livros nem teorias, cada indivíduo terá o seu livro a preencher, a tirar ou acrescentar palavras, a pôr um ponto ou mudar de linha, aliás o seu olhar, o seu ouvido, pois serão as suas teorias.

A componente que não deve faltar nesse processo natural é a comunicação e mesmo uma comunicação clara e certa, até porque já sabemos que os mal-entendidos existem também entre pessoas falantes da mesma língua! E no sentido de língua como meio de comunicação, dentro de um contexto internacional, ter apenas uma língua veícular é extraordinário! Apesar de ter sido escolhido o inglês para assumir este papel (não o italiano, português, espanhol, francês, alemão, etc, etc), temos sorte por ser uma língua bastante fácil e acessível a todos: basta pensar nos filmes e cursos disponíveis on-line, a possibilidade de estudá-lo na escola ou de fazer uma troca das línguas com falantes nativos. Logo, tudo torna-se mais fácil, de perceber e integrar-se num país, sentir-se em casa, fazer a sua própria vivência, conhecer mais pessoas, partilhar a própria cultura.

Não será isso uma das coisas que nos faz sentir melhor: compreender e ser compreendido? Sejamos sinceros!

Por: Anete Tambaka, Laura Truffarelli e Gabriella Riglia*.

(Voluntárias do Serviço Voluntário Europeu em ação no Colégio La Salle e na SOPRO)

* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras.

ACRA Alheira realiza Semana Cultural que inicia amanhã

Atualidade/Concelho/Cultura/Desporto port

Entre 26 e 29 de julho, A ACRA – Associação Social, Cultural e Recreativa de Alheira leva a cabo a sua Semana Cultural 2018, com um programa repleto de variedade.



Assim, já amanhã, pelas 21h30, dá-se a cerimónia do hastear da bandeira, com a presença da Fanfarra dos Escuteiros de Alheira. Cerca de meia hora depois, atua Sérgio Mirra, seguindo-se Davi Days e sua banda.

No dia seguinte, pelas 21h30, atuam os ranchos do Brasil e da Argentina, que se encontram em Barcelos para atuarem no Festival do Rio e na Mostra de Artesanato. Segue-se a barcelense Joana D’Arc. Findo o seu espetáculo, realiza-se a cerimónia de comemoração do 39º aniversário da ACRA, com bolo e champanhe, seguidos de “Disco Nihgt”.

O dia 28 inicia com desporto e almoço convívio entre pais e atletas. Pelas 19h00, celebra-se uma missa e realiza-se romagem ao cemitério, em homenagem aos sócios já falecidos. Pelas 21h30, é a vez de uma exibição canina, pela Barceldog, seguida da atuação do grupo Zés Pereiras de Barcelinhos. Pelas 22h00, inicia o espetáculo do barcelense Jorge Lomba, seguido de Os Roletas.

Finalmente, no último dia do programa, pelas 9h00, realiza-se uma caminhada e BTT, sendo que no final, há almoço com animação da Escola de Música da ACRA e do Grupo de Tocadores Amândio Amorim. A tarde será dedicada ao desporto.

Imagem: ACRA.

Paisiel esta sexta-feira no Jazz ao Largo

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

No próximo dia 27 de julho, pelas 21h30, no Teatro Gil Vicente, atua o projeto musical Paisiel, do português João Pais Filipe e do alemão Julius Gabriel.



Esta é a terceira e última data deste Ciclo de Jazz, sendo que a sua programação esteve a cargo do Festival Jazz ao Largo, que tinha como objetivo alargar a oferta de jazz para além dos dias do próprio festival. Já agora, este Ciclo Jazz ao Largo é uma organização do Município de Barcelos.

Paisiel é o nome do projeto musical do baterista, percussionista e escultor sonoro João Pais Filipe e o do saxofonista alemão Julius Gabriel. Está alicerçado numa exploração individual do som e das possibilidades expressivas dos instrumentos, com a música deste duo a corresponder a um impulso de sistematização de referências, sem correspondências, nem afinidades óbvias – melodias texturadas e abstratas propulsadas por uma percussão simultaneamente mecânica e existencial, que se metamorfoseiam num transe cinético.

Músicos heterodoxos e digressivos, movendo-se livremente entre a música experimental, o jazz, o rock e restantes declinações indecifráveis de novas categorias musicais, João Pais Filipe e Julius Gabriel criam música radiográfica que habita algures numa zona intermédia entre a receção e a emissão de sinal, como uma central telefónica do cosmos.

A entrada é gratuita mas necessita reservar lugar.

Fonte e imagem: AB.

Festa em honra de São Tiago, em Couto, inicia amanhã

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

A partir de amanhã e até dia 29 de julho, Couto recebe a festa em honra de São Tiago.



Já amanhã, pelas 20h00, celebra-se uma eucaristia em honra de São Tiago, seguida de fogo de artifício. No dia seguinte não há programa, mas a festa volta a 27 de julho. Pelas 21h30, realiza-se a procissão de velas, seguindo-se a atuação da banda Só Podia.

Dia 28, pelas 22h00, atua a orquestra Artis Show. Finalmente, no último dia, pelas 8h00, entra o grupo de Zés Pereiras de Sandiães. Pelas 10h30, celebra-se eucaristia em honra de São Tiago e pelas 17h00 entra a Fanfarra de S. Tiago de Carapeços.

Ir Para Cima