Arquivo Mensal

Novembro 2018 - page 5

Exposição de Aves “Cidade de Barcelos” no próximo fim de semana

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Entre 23 e 25 de novembro, o Estádio Cidade de Barcelos serve de base à 4ª Exposição de Aves “Cidade de Barcelos”.



Esta é uma organização da Associação Ornitológica de Barcelos, com o apoio do Município de Barcelos, União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S. Martinho e S. Pedro), Junta de Freguesia de Arcozelo, Junta de Freguesia de Barcelinhos e Federação Ornitológica Nacional Portuguesa.

Imagem: DR.

Teatro Popular de Barcelos presente no “Cem Cenas”, em Guimarães

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

A IV Edição do Festival “Cem Cenas” recebe, este ano, 6 peças de teatro, entre elas, uma de uma companhia barcelense, o Teatro Popular de Carapeços (TPC).



O Anfiteatro D. António Bento Martins Júnior será o palco da peça “TPE – Tudo Para Enterros”, no próximo sábado, dia 24 de novembro, pelas 21h30. A entrada é livre.

Este evento, organizado pela Cem Cenas Associação Cultural, conta com mais 5 peças: “O Rei está a morrer”, do Teatro Aviscena; “Estás com os azeites”, da Turma de Teatro da Universidade Sénior de Vizela; “Perfeito de qualquer jeito”, do Grupo de Teatro Linha 5 (Caíde de Rei – Lousada); “No bosque das flores plantamos valores”, do Cêntimo Ato – Grupo de Teatro do Sindicato dos Bancários do Norte; e “Miscelânia”, do Grupo de Teatro da UNAGUI – UTIG.

Imagem: DR.

Exposição “E o Galo Cantou…” na Biblioteca Municipal de Barcelos

Atualidade/Concelho/Cultura port

Inaugura no próximo dia 23 de novembro, pelas 14h30, a exposição “E o Galo Cantou…”, a cargo do Centro de Atividades Ocupacionais da APAC – Associação de Pais e Amigos de Crianças.



Os trabalhos ficarão expostos até ao final do ano, mais propriamente, até 31 de dezembro.

Imagem: DR.

Festival de Teatro “Palco de Terra” está de volta

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

O festival de teatro “Palco de Terra” arranca este fim de semana. De 24 de novembro a 2 de dezembro, vindo da Galiza, Santa Maria da Feira, Gondomar e Barcelos, o teatro monta palco na terra de Balugães.



Já este sábado, pelas 21h30, a comédia musical “Do Céu Caiu um Anjinho”, do Teatro Vai Avante, abre a programação. No domingo, pelas 16h00, é a vez da companhia galega Andaravía Teatro levar à cena a peça “Moito Barulho e Poucas Carolas”.

O festival continua no fim de semana seguinte, no dia 2 de dezembro, pelo Grupo de Expressão Dramática de Escapães, com a peça “Os (des)Amores de Inês”. O certame fecha com a comédia “O Médico da Aldeia”, pelo Cénico Lírio do Neiva, grupo que será distinguido este ano com o Prémio “PALCO DE TERRA” por ser o grupo de teatro mais antigo do Minho em atividade, tendo sido fundado em 1933.

O prémio anual PALCO DE TERRA foi instituído para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas ou instituições no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Minho. Em 2017, a distinção foi atribuída ao ator, encenador e dramaturgo Fernando Pinheiro, pelo trabalho desenvolvido ao longo de 50 anos de teatro no Minho.

O festival é organizado pelo Teatro de Balugas e pela Junta de Freguesia de Balugães. A entrada é livre e limitada à lotação do auditório da Junta de Freguesia de Balugães (Barcelos).

Imagens: TB.

 

VilaWork inicia publicação online de artigos de opinião

Atualidade/Concelho/Cultura port

O VilaWork-Barcelos Business Center iniciou, na passada semana, a publicação de uma série de artigos de opinião, sendo que o primeiro dos quais já está disponível na sua página web, em http://vilawork.pt/artigos-de-opiniao/ (basta clicar no link para aceder diretamente).



De acordo com o VilaWork, “a presente iniciativa tem por objetivo divulgar as opiniões dos que connosco privam, sejam eles nossos clientes, mentores ou organizações com as quais temos Protocolo de Colaboração”.

Os temas serão os mais diversos, dada a diversidade das áreas de formação dos intervenientes.

 

Lucas Braga e Vítor Costa, da ACR Roriz, no pódio em ciclocrosse do Porto

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

No passado dia 18 de novembro, realizou-se a 2ª prova da Superliga de Ciclocrosse da Associação de Ciclismo do Porto, que decorreu em Gemunde – Maia.



Em Juniores, Lucas Braga foi 2º classificado depois de rolar na frente da corrida com Tiago Sousa (ASC). No entanto, uma avaria na bicicleta na última e decisiva volta, impediu que pudesse discutir a vitória.

Em Sub-23, Hélder Gonçalves terminou num ótimo 4º lugar, sendo 5º na geral, numa categoria onde também esteve Rafael Torres (15º).

Em Cadetes, Luís Lobo foi 10º e em M49, José Ribeiro foi 10º.

De destacar, igualmente, a participação dos jovens ex-atletas da equipa rorizense, João Salgado (RP-BOAVISTA) e Pedro Lopes (LIBERTY SEGUROS – CARGLASS).

Foto: DR.

Bruna Gonçalves, do Karate d’Os Académicos, com duplo bronze no Nacional de Cadetes, Juniores e Sub-21

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

A Universidade do Minho, em Braga, recebeu o Campeonato Nacional de Karate em Cadetes, Juniores e Sub-21. O evento realizou-se no passado domingo, dia 18 de novembro e contou com a presença de atletas do Karate do FC “Os Académicos”.



O destaque vai para Bruna Gonçalves, que conquistou duas medalhas de bronze, nas disciplinas de Kata e de Kumite.

Tatiana Alves foi, em ambas as categorias, à meia-final. Catarina Borges e Henrique Borges tiveram uma boa prestação. Todos em Juniores.

Inês Miranda, em Cadetes, não conseguiu um lugar de pódio.

O mestre José Alves salientou que “os resultados não foram os esperados”, mas compreende “porque é já na próxima quinta-feira que partem para a Sérvia, para representar Portugal no Campeonato da Europa de ESKA”.

Foto: DR.

 

Augusto Costa, dos Amigos da Montanha, em 3º na Meia Maratona de Vilamoura

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

O atleta dos Amigos da Montanha, Augusto Costa, subiu ao terceiro lugar do pódio na Meia Maratona de Vilamoura, realizada ontem no Algarve.



Augusto Costa concluiu o percurso de duas voltas nos arruamentos de Vilamoura e Quarteira em 1h10m34. A prova foi ganha pelo queniano Ladan Wanjiku, seguido de Jorge Varela.

Apesar de a chuva ter dado tréguas ao longo da manhã, a humidade muito elevada que se fez sentir acabou por ser uma das principais dificuldades dos atletas.

Fotos: DR/Armando Caiadas.

Barcelos cria Museu do Design Português

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Câmara assinou ontem protocolo para receber em depósito Coleção Paulo Parra

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária de 16 de novembro, o acordo de colaboração com o colecionador Paulo Parra, cujo acervo integra um património único no design português, para o depósito da sua coleção privada, por onze anos, na Casa Conde de Vilas Boas, edifício que será recuperado e adaptado para a criação do Museu do Design Português.



Ontem, 19 de novembro, o Presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes, e o proprietário da coleção, Paulo Parra, assinaram o respetivo protocolo nos Paços do Concelho.

“Coleção Paulo Parra” conta com cerca de 500 peças que constituem produtos de referência de empresas de enorme importância histórica, como a Vista Alegre, Electrocerâmica, Porcelanas de Coimbra, Bordalo Pinheiro, Oliva, Hipólito, TAP, entre muitas outras empresas nacionais.

Trata-se de um património artístico único na história do design, inovação e tecnologia portuguesas, pelo que o seu valor, embora difícil de quantificar, dado não existirem referências nacionais ou internacionais, que possibilitem uma comparação, pela sua qualidade única, se estima em valor nunca inferior a um milhão de euros.

O valor das prestações anuais será nos primeiros dois anos de 15 mil euros e nos anos seguintes de 35 mil euros.

Em nota, o Município salienta que se “dá um importante contributo para um maior conhecimento do estudo do design português, proporcionando e privilegiando uma forte relação com a Escola Superior de Design do IPCA, à qual cedeu um emblemático edifício: a Escola Gonçalo Pereira”.

Continua, referindo que é “de grande interesse para Barcelos, no âmbito de Cidade Criativa da UNESCO e Cidade Educadora, acolher um património como o da Coleção Paulo Parra, como notam os pareceres de Luís Braga da Cruz, ex-Ministro da Economia, ex-presidente da CCDR-Norte e professor catedrático convidado da Faculdade de Engenharia da Faculdade do Porto, e de Paula Tavares, Diretora da Escola Superior de Design do IPCA”.

“Concluo que esta iniciativa da Câmara Municipal de Barcelos me parece muito oportuna e útil, não só para o seu concelho como para o desenvolvimento social, cultural e económico da Região Norte e do País”, defende Braga da Cruz.

Por seu turno, Paula Tavares considera que, para a Escola Superior de Design do IPCA, é “uma mais-valia esse acervo habitar em Barcelos”, porque possibilitará “sinergias e um conhecimento aprofundado, por parte da comunidade barcelense, da vitalidade e importância do design para a indústria contemporânea”.

Paulo Parra tem uma carreira multifacetada como designer, professor e colecionador. Com trabalhos nas áreas de Design de Produto, Transportes e Arquitetura, Design de Exposições, Design de Comunicação e Interfaces e Design Estratégico, desenvolveu ainda atividades como curador, museologista, pesquisador e conferencista.

Fonte e fotos: CMB.

 

Câmara de Barcelos delibera apoios sociais e culturais

Atualidade/Concelho/Política port

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária de 16 de novembro, um conjunto de propostas ligadas à ação social, designadamente as de âmbito escolar, onde se destaca a aprovação de minutas de acordo de colaboração com 14 IPSS do concelho, no âmbito do programa de generalização do fornecimento de refeições aos alunos dos jardins de infância e escolas do 1.º ciclo do concelho, e a atribuição de comparticipação financeira em refeições escolares de 35 alunos daqueles níveis de ensino.



Noutras áreas da ação social, destaque, também, para o apoio à habitação social, que inclui uma comparticipação financeira do Município no valor de 28 mil euros e a atribuição de apoio à renda de casa a oito agregados familiares.

Outra deliberação importante nesta área é a aprovação do balcão da inclusão, destinado ao atendimento especializado às pessoas com deficiência, a ser implementado no Balcão Único do Município.

Ainda na mesma reunião foi aprovada a minuta de um acordo de colaboração entre o Município de Barcelos e o colecionador Paulo Parra para a receção de uma importante coleção de design português com referência a empresas de enorme importância histórica.

Foi, também, aprovado um conjunto de subsídios às freguesias, no valor global de 66 mil euros, destinados a obras em cemitérios, alargamentos e pavimentação de caminhos, construção de sistemas de águas pluviais e muros de suporte, a apoio na aquisição de carrinha.

Por último, foram também aprovados subsídios às três corporações de bombeiros do concelho, no valor de 35 mil euros a cada corporação; e a três associações desportivas e recreativas no valor global de cinco mil euros.

Fonte: CMB.

Foto: DR.

1 3 4 5 6 7 12
Ir Para Cima