Arquivo Mensal

Dezembro 2018 - page 9

Fragoso recebe festa em honra de N.ª Sr.ª da Conceição

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Entre 7 e 9 de dezembro, a paróquia de Fragoso é palco de mais uma festa em honra de Nossa Senhora da Conceição.



No primeiro dia, pelas 20h00, realiza-se a procissão de velas. De seguida, inicia a noite jovem, com a performance de DJ BUZYKLAX.

No seguinte, pelas 14h30, celebra-se missa na Capela de Nossa Senhora da Conceição, seguindo-se procissão. Segue-se o porco no espeto e a atuação do grupo Os Manos. À noite, atuam os Ofir Show.

A festa termina dia 9, domingo, com a atuação do Grupo de Concertinas Ecos do Luar, pelas 15h00, seguida de caldo verde.

Nova recolha de sangue e medula óssea em Alvelos

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

A Barcelos Solidário – Benemérita Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Barcelos, realiza uma nova recolha de sangue e de medula óssea em Alvelos.



Esta ação decorre a 9 de dezembro, na sede da Junta de Freguesia, entre as 9h00 e as 12h30. Conta com o apoio da referida Junta, da Paróquia e do Instituto Português do Sangue e da Transplantação.

Imagem: BS.

Barcelense Mariana Machado Ballester no pódio da prova mais longa de Portugal

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

A barcelense Mariana Machado Ballester foi a quinta mulher a concluir os 300km da ALUT – Algarviana Ultra Trail, a prova mais longa de Portugal.  A atleta cumpriu o exigente desafio em 71h30m.



Estavam inscritos 100 atletas para o desafio com início na quinta-feira, às 16h30, que os levaria de Alcoutim ao Cabo de São Vicente, em Sagres, pelo Interior do Algarve.  Os 100 bravos, de 12 países (Portugal, Espanha, França, Suécia, Escócia, Inglaterra, Luxemburgo, Polónia, Uruguai, Canadá, Estados Unidos da América e Japão), tinham 72 horas para percorrer os 300 km do percurso, pela Via Algarviana, até ao cabo de São Vicente, em Sagres.

Mariana Machado Ballester foi a 5ª mulher a terminar a prova, sendo a quarta portuguesa. Apenas 27 atletas a solo terminaram a prova, dos quais 5 mulheres.

João Oliveira repetiu a vitória na prova mais longa de Portugal. O ultramaratonista flaviense venceu a segunda edição do ALUT com o tempo de 41h50m, batendo a sua melhor marca em 1h14m. No setor feminino, a vitória coube à francesa Sylvie Mathis, que completou o percurso em 60h30m. Patrícia Carvalho, da equipa organizadora, a única mulher inscrita a solo no ano passado, que foi forçada a abandonar a prova por lesão, foi a melhor portuguesa, tendo terminado a prova em 66h11m.

Mariana Ballester, barcelense de 29 anos, assistente social, despertou para a corrida em 2015.  Com cerca de 3 anos no trail running, o seu currículo é tudo menos curto. As distâncias preferidas também não são curtas, pois Mariana aprecia as provas longas, acima dos 50km. Em 2018 sagrou-se vice-campeã nacional de Trail Ultra Endurance.

Os seus resultados mais relevantes incluem:

2016

– 1º lugar da classificação geral feminina no Estrela Açor – 185Km;

– Vencedora do Troféu Território Centro.

2017

– 2º lugar da classificação geral feminina no Estrela Grande Trail – 109Km.

2018

– 1º lugar da classificação geral feminina no Compressport Ultra Trail do Marão – 104Km;

– 2º lugar da classificação geral feminina no Hard Trail Monte da Padela by Compressport – 25Km;

– 3º lugar da classificação geral feminina no Estrela Grande Trail – 109Km;

– 1º lugar da classificação geral feminina no Oh Meu Deus! Ultra Trail Serra Da Estrela – 100 milhas/160Km;

– 5º lugar da classificação geral feminina e 1º sénior na Riaño Open (48Km) em Espanha;

– 2º lugar da classificação geral feminina no Campeonato Nacional Trail Ultra Endurance 100km/XIII Ultra Trail Serra da Freita;

– 1º lugar da classificação geral feminina na Aventura 80km do Grande Trail Serra de Arga 2018.

Fotos: DR.

IPCA organiza “II Jornadas de Contabilidade e Fiscalidade”

Atualidade/Concelho/Cultura/Educação/Mundo port

O Departamento de Contabilidade e Fiscalidade da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) realiza, no dia 5 de dezembro de 2018, as “II Jornadas de Contabilidade e Fiscalidade”.



O tema destas II Jornadas é “O futuro da Contabilidade e da Fiscalidade: oportunidades e desafios”, as quais têm como objetivo fundamental apresentar à comunidade académica, a investigadores e a profissionais interessados uma reflexão sobre temáticas relacionadas com a contabilidade e a fiscalidade do futuro.

A Bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados, Paula Franco, vai marcar presença nestas jornadas, assim como Luís Portela, que vai abordar uma temática associada ao seu último livro “da ciência ao amor”.

Este evento é de entrada livre e realiza-se no dia 5 de dezembro, pelas 14h00, no Auditório Engº. António Tavares, no Campus do IPCA, em Barcelos.

Imagem: IPCA.

 

“Palco de Terra” encerra com atribuição de prémio anual

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Festival de Teatro distingue Grupo Cénico Lírio do Neiva

Decorreu em Barcelos, mais concretamente em Balugães, mais um “Palco de Terra”, festival de teatro organizado pelo Teatro de Balugas. De 24 de novembro a 2 de dezembro, vindo da Galiza, Santa Maria da Feira, Gondomar e Barcelos, o teatro montou palco nesta terra do Minho.



O diretor do Festival, Cândido Sobreiro, afirmou que “esta edição foi novamente um sucesso e consolidou-se o projeto que visa a promoção do teatro na aldeia, tornando-se num palco de intercâmbio desta cultura teatral, com grande diversidade e qualidade dos trabalhados apresentados”.

A comédia musical “Do Céu Caiu um Anjinho”, de Fernando Gomes, apresentada pelo Teatro Vai Avante, abriu a programação, seguida da companhia galega Andaravía Teatro, que levou à cena a peça “Moito Barulho e Poucas Carolas”, uma adaptação da obra “Muito barulho por nada”, de William Shakespeare. O festival continuou com o Grupo de Expressão Dramática de Escapães com a peça “Os (des)Amores de Inês”, adaptado de um clássico de Gil Vicente.

No passado domingo, fechou o certame a comédia “O Médico da Aldeia”, texto de António Correia, pelo Cénico Lírio do Neiva, grupo distinguido este ano com o Prémio PALCO DE TERRA por ser o grupo de teatro mais antigo do Minho em atividade, tendo sido fundado em 1933. O diretor artístico, António Correia, foi quem recebeu o prémio em nome do grupo e mostrou-se bastante feliz por recebê-lo no ano em que o grupo celebra 85 anos e pelo reconhecimento do trabalho de teatro popular e de amadores realizado ao longo destas décadas.

O prémio anual PALCO DE TERRA foi instituído para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas ou instituições no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Minho.

Foto: TB.

Barcelos reconhecido como “Município Amigo do Desporto”

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

O Município de Barcelos foi premiado com o galardão de Município Amigo do Desporto, numa cerimónia que decorreu no passado dia 29 de novembro, em Rio Maior, e contou com a presença do Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, e do presidente do Instituto Português do Desporto e da Juventude, Vítor Pataco.



O Vereador do Pelouro do Desporto, Francisco Rocha, recebeu o Galardão das mãos do presidente da APOGESD (Associação Portuguesa de Gestão do Desporto), Prof. Dimas Pinto, e do presidente do Programa “Município Amigo do Desporto”, Prof. Pedro Mortágua Soares.

No âmbito do XIX congresso da Associação Portuguesa de Gestão do Desporto, foram reconhecidos 88 municípios, pertencentes a todos os distritos e às duas regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

O Vereador do Pelouro do Desporto, Francisco Rocha, referiu que “esta distinção deve ser entendida como uma responsabilidade e um compromisso de melhoria contínua por parte dos serviços municipais. Cumprimos distintamente com os critérios definidos não só nas instalações desportivas, mas também no apoio às coletividades, bem como na promoção do desporto para todos, independentemente da idade, género e condição física”.

O Vereador sublinhou que este galardão vem “premiar o trabalho e reconhecer o empenho que a Câmara Municipal tem feito no concelho em prol do desporto, da promoção da sua prática e da criação de condições que possibilitem aos munícipes usufruir de condições para desenvolverem a sua atividade desportiva.”

Segundo o responsável nacional do programa, Pedro Mortágua Soares, “este programa parte do pressuposto de que o desporto e a atividade física são fatores de desenvolvimento do território e de melhoria da qualidade de vida da sua população, devendo ser reconhecidas as boas práticas, no sentido de as partilhar, potenciando a prática regular de atividade física e o desenvolvimento desportivo português”.

Com este programa, pretende-se criar e dinamizar um observatório do desporto municipal, sendo a sua missão “monitorizar, reconhecer e divulgar as boas práticas de intervenção, no âmbito municipal, do desenvolvimento de práticas que potenciem a atividade física regular e o desenvolvimento desportivo português, partindo das práticas implementadas em cada concelho aderente ao programa”.

O programa Município Amigo do Desporto constitui um grupo de boas-práticas de benchmarking e de formação em relação ao modelo de intervenção dos municípios nas práticas de atividades físicas e no desenvolvimento desportivo assim como dos resultados obtidos pelos municípios portugueses. Trata-se, também, de um sistema de reconhecimento público de boas-práticas, através da atribuição do Galardão “Município Amigo do Desporto”.

Fonte e foto: CMB.

Barcelos acende a iluminação de Natal com o Pop Galo

Atualidade/Concelho/Cultura port

Concelho celebra o Natal de 30 de novembro a 6 de janeiro

É já no próximo dia 7 de dezembro, às 18h00, que as luzes de Natal se acendem em Barcelos em simultâneo com o Pop Galo, da conceituada artista plástica portuguesa, Joana Vasconcelos.



Este galo, com cerca de dez metros de altura, já percorreu cidades como Lisboa, Pequim, Bilbau e agora assenta em Barcelos. É construído em fibra de vidro e ferro e revestido por mil azulejos produzidos e pintados à mão na fábrica Viúva Lamego, e 15 mil lâmpadas LED, que irá embelezar a Avenida da Liberdade ao longo dos próximos meses.

Barcelos celebra o Natal de 30 de novembro a 6 de janeiro com um vasto conjunto de atividades destinadas a todas as idades, com comboio de Natal, aldeia de Natal, neve artificial, globos, entre outros.

Pronta para mais uma grande animação, a cidade vibra com o fervilhar de gente que faz as suas compras de Natal e que aproveita para conhecer o seu centro histórico e os seus monumentos, os símbolos da cidade e do concelho que, através do artesanato, fizeram de Barcelos Cidade Criativa da UNESCO.

Anteontem abriu ao público a exposição “O Presépio, Uma Tradição, Várias Interpretações”, no Posto de Turismo e Torre Medieval, que mostra a riqueza do artesanato local, não só na produção de figurado de barro, mas também nos trabalhos em madeira e ferro, e que conta com a participação de quarenta e seis artesãos locais.  E o Museu de Olaria recebe a exposição “O Milagre vindo do céu” de Clara de Sousa Vicente.

Este fim de semana tem lugar o concurso Barcelos Doce. Durante a manhã de sábado, no Posto de Turismo, doze pastelarias e padarias do concelho, que participam neste concurso, mostraram a doçaria típica da época de Natal, como o bolo-rei, o pão de ló e o tronco de Natal, confecionados de acordo com as tradições gastronómicas da região.

O Teatro Gil Vicente, nesta quadra, apresenta espetáculos dedicados ao Natal, iniciando já este domingo com o Concerto de Natal pela Orquestra Filarmónica de Braga, às 17h00. Depois, no dia 14, às 21h30, é a vez do Instituto Autodidata apresentar o “Auto de Natal”, e a encerrar o ano tem lugar o Concerto Pós-Natal, por Diogo Carlos e convidados especiais, no dia 28 de dezembro, às 22h00.

Os concertos não ficam por aqui. Nos dias 8, 15, 21, 22 e 23 de dezembro, as igrejas da cidade acolhem concertos de Natal pelo Grupo de Câmara da Banda de Oliveira (Igreja do Terço, dia 8, às 21h00), Conservatório de Música de Barcelos (Igreja Matriz, dia 15, às 21h00), Orfeão de Barcelos e Coro de Câmara (Templo do Bom Jesus da Cruz, dia 21, às 21h00), Academia de Música de Viatodos (Igreja da Misericórdia, dia 22, às 17h00) e Coral Magistrói (Igreja Matriz, dia 23, às 17h00).

O grupo Trovas e Cantigas apresenta, também, uma série de concertos de “Oferendas ao Menino Jesus”, a realizar-se nos dias 22 e 23 de dezembro, às 15h00, no Largo Dr. Martins Lima. E nos dias 20 e 21, ao longo da tarde, decorrem vários concertos pelas ruas da cidade e em diferentes espaços municipais, passando pela Biblioteca Municipal, Museu de Olaria e Torre Medieval.

Para os mais novos, nos edifícios municipais, decorrerão várias atividades dedicadas à época festiva, nomeadamente exposições, peças de teatro, workshops infantis de modelagem de barro e concertos. Podem, ainda, divertir-se nas Férias de Natal promovidas pelo Município, que aliam atividades lúdicas e desportivas no Pavilhão Municipal, no Museu de Olaria, na Galeria Municipal de Arte, na Biblioteca Municipal e na Casa da Juventude.

No dia 24 de dezembro, a partir das 15h00, o Campo 5 de Outubro recebe o “Portanheiro”, um convívio onde se partilha vinho do Porto com os amigos, e onde os barcelenses se podem reunir e confraternizar antes da ceia de Natal. Esta é uma iniciativa de um grupo de cidadãos barcelenses à qual o Município de Barcelos se associou e este ano acresce a novidade de haver atuação de DJ´s convidados.

Os barcelenses podem ainda desfrutar da festa de passagem de ano com muita música e DJ´s, no Pavilhão Municipal.

Fonte e foto: CMB.

Recolha de sangue e medula óssea em Lama

Atualidade/Concelho/Mundo port

A Barcelos Solidário – Benemérita Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Barcelos, realiza uma recolha de sangue e de medula óssea, dia 4 de dezembro, entre as 16h00 e as 19h30.



A mesma tem lugar na sede da Junta de Freguesia da Lama e, para além desta, também tem o apoio da Junta de Freguesia da Ucha, de ambas as paróquias e do Instituto Português do Sangue e da Transplantação,

Imagem: BS.

Município de Barcelos abre “Balcão para a Inclusão” no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo/Política port

O Município de Barcelos passa a ter um Balcão para a Inclusão, a partir do dia 3 de dezembro, disponível no Balcão Único da Câmara Municipal, de forma a “melhorar e a capacitar as respostas sociais às pessoas com deficiência, no âmbito da política deste executivo que tem vindo a promover serviços mais humanizados e integrados, melhorando as acessibilidades, a linguagem e os apoios específicos e especializados”, afirma o Município em nota.



Às 14h30, o auditório do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) recebe um fórum debate subordinado ao tema “Boas Práticas de Inserção Profissional”, uma iniciativa promovida pelo Município de Barcelos em parceria com a Rede Social de Barcelos, antecedido pela abertura da exposição “Tu tens direito ao Emprego”.

O fórum está inserido no projeto “Tu Tens Direito”, que assenta na premissa de que as pessoas com deficiência devem ter a oportunidade de ter um emprego.

A iniciativa é organizada pelo Grupo Operativo da Deficiência (GOD), constituído no âmbito da Rede Social de Barcelos, do qual fazem parte várias entidades que, em conjunto, promovem atividades que visam sensibilizar e internalizar os princípios consagrados na Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

No mesmo dia, há ainda lugar para a caminhada “No mesmo pé de igualdade”, que pretende sensibilizar para as barreiras que as pessoas com deficiência encontram no seu dia a dia.

Fonte: CMB.

Prémio Palco de Terra 2018 para o Cénico Lírio do Neiva

Atualidade/Concelho/Cultura port

O festival de teatro PALCO DE TERRA termina este fim de semana com a atribuição do prémio anual, instituído para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas ou instituições no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Minho.



Este ano, a distinção será atribuída ao Cénico Lírio do Neiva (Durrães – Barcelos), grupo de teatro mais antigo do Minho em atividade, tendo sido fundado em 1933, celebrando 85 anos de teatro popular e de amadores.

Mota Leite deixa uma resenha sobre o grupo distinguido:

“O Grupo Cénico Lírio do Neiva foi fundado em 1933, em Durrães (Barcelos). De entre o quinteto de jovens que nesse momento assumiu o comando do grupo, é digno de superior realce dois jovens que na ocasião, e para todo o sempre, deixaram indeléveis marcas: José de Castro Pinheiro, também conhecido como “Zé Grande” – o grande mentor do grupo acabado de nascer, e Cândido Neiva de Oliveira Maciel – o responsável pelo nome com que o batizaram.

Posteriormente, e aliados como parceiros, estiveram os jovens da Ação Católica e os respetivos párocos que, durante décadas, assumiram a direção do grupo.

Temos conhecimento de peças teatrais de autores locais, como José Pinheiro e Justino Pinheiro, que levaram à cena “Soldados de Portugal”, em 1942, e “O Orfãozinho”, em 1944.

Das variadíssimas atuações, quer em Durrães, quer nas mais diversas localidades de todo o Minho, de entre as inúmeras representações o grande destaque irá, naturalmente, para as encenações de: dramas bíblicos como a “Vida de José do Egito”, históricos como “A Rainha Santa Isabel” ou religiosos como a “Vida de São Sebastião”.

Com a declinação da Ação Católica, o grupo definhou um pouco, mas a força interior, chamada “Lírista”, deu um outro impulso, cujo rejuvenescimento tem mantido o Grupo Cénico com regular atividade.

Se outrora levaram à cena “antigos dramas”, agora tem sido a vez de dar corpo a novos autores locais, que, com temas pertinentes e atualizados, rebuscaram formas de manter viva a chama Lírista que, diga-se, têm elevado a Arte de Talma.

Imagem: TB.

1 7 8 9
Ir Para Cima