Arquivo Mensal

Março 2019

Gil Vicente FC perde com o Trofense

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Este sábado, realizou-se a 28ª jornada da Série A do Campeonato de Portugal, com o Gil Vicente FC a deslocar-se ao terreno do Trofense, saindo de lá derrotado.



As equipas alinharam da seguinte forma:

Trofense – Luís Monteiro, Edú Silva, Leandro Albano, Chiquinho, Evandro Gomes (Felipe Augusto, 68’), Alexandre Garcia, Zidnaba, André Pinto (Paulo Jorge, 65’), Yohan (Duarte Duarte, 75’), Cícero e Serginho.

No banco ficaram Pedro Cavadas, Mika e Bruno Almeida.

Gil Vicente FC – Wellington, Bruno Morais, Rui Faria (Juan Villa, INT), Edwin Banguera, Henrique Brito, Júnior, James Arthur, Ahmed Isaiah (Gabriel Mejía, INT), Tiago Gomes, Joãozinho (Dimba, 71’) e Tanko.

No banco ficaram Espíndola, Diogo Ramalho e Bruno Lopes.

A figura do jogo foi o guineense Cícero, que apontou 2 golos. O primeiro aos 14’ e o segundo, na marcação de uma grande penalidade, aos 57’. Pelo meio, aos 33’, o brasileiro Yohan apontou, na altura, o 2-0. O máximo que os gilistas conseguiram foi reduzir, pelo nigeriano Tanko, aos 88’. Resultado final: 3-1 para os da casa.

Na próxima jornada, os gilistas têm uma curta deslocação ao terreno do Merelinense.

Foto: GVFC.

Óquei de Barcelos derrotado em Oliveira de Azeméis

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Realizou-se ontem, ao final da tarde, mais uma partida a contar para a 22ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª divisão, opondo a UD Oliveirense ao Óquei Clube de Barcelos (OCB), com a vitória a sorrir aos da casa.



Com arbitragem de António Santos e Manuel Oliveira (AP Aveiro), as equipas alinharam da seguinte forma:

UD Oliveirense – Xavier Puigbi, Xavi Barroso, Marc Torra, Jordi Bargalló e Jorge Silva (cinco inicial); Domingos Pinho, Pedro Moreira, Pablo Cancela, Ricardo Barreiros e Emanuel García (banco inicial); Renato Garrido (treinador).

OCB – Ricardo Silva, Hugo Costa, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Rúben Sousa (cinco inicial); André Almeida, Zé Pedro, João Almeida, Joca Guimarães e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

O OCB entrou melhor, com Gonçalo Nunes a abrir o marcador, logo aos 4’. No entanto, a equipa da casa deu a volta ao marcador em apenas cerca de 2 minutos. Barroso empatou, aos 10’, e Jorge Silva fez o 2-1, aos 11’. Pedro Moreira aumentou a vantagem aos 22’. Nesse mesmo minuto, Alvarinho foi admoestado com um azul, mas García não conseguiu converter o livre direto. No minuto seguinte, o mesmo Pedro Moreira marcou novamente, fechando o resultado ao intervalo: 4-1 para os da casa.

No reatamento, a Oliveirense fez o 5-1, por Torra, aos 5’. Aos 8’, Pedro Moreira recebeu azul, mas Rúben Sousa falhou o livre. Volvidos 10 minutos, Zé Pedro reduziu para 5-2. Seguiu-se um período “incrível” no que concerne à não concretização de lances de bola parada. Do lado da Oliveirense, Barreiros (19’) falhou grande penalidade e Torra (21’) falhou um livre direto. Do lado do OCB, falhou livre direto e grandes penalidades no espaço do 19º minuto. Entretanto, a pouco mais de 40 segundos do final Bargalló fez o 6-2, fechando o marcador em 6-2 para a Oliveirense.

O OCB mantém o 5º lugar e recebe o jogo grande da próxima jornada, defrontando o líder FC Porto. Antes, recebe o Riba d’Ave em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal.

Foto: OCB.

É de Barcelos o novo Campeão Nacional de jogos matemáticos

Atualidade/Concelho/Cultura/Educação/Mundo port

Afonso Cardoso é aluno da Escola Básica de Vila Frescaínha São Pedro

Ontem, 29 de março, a Maia recebeu a Final do Campeonato Nacional Matemáticos, que se realizou no Pavilhão Municipal de Pedrouços. Este evento é organizado desde 2004 pela Associação Ludus, a Sociedade Portuguesa de Matemática, a Associação de Professores de Matemática e a Ciência Viva. Já esta final foi levada a cabo pelo Agrupamento de Escolas de Pedrouços e pela Câmara Municipal da Maia.



Afonso Cardoso, acompanhado pela colega Lia Vilas Boas, alunos do 4º ano, representou a Escola Básica de Vila Frescaínha São Pedro.

De entre alunos de todo o país, Afonso Cardoso foi o vencedor do 1º Ciclo.

Fotos: DR.

José Manuel Fernandes destaca papel dos empresários para melhorar execução dos fundos europeus

Atualidade/Mundo/Política port

O Eurodeputado José Manuel Fernandes destacou, ontem, a disposição de empresários portugueses para colaborarem ativamente na definição e estruturação dos fundos e programas europeus, considerando que se trata um potencial de enorme importância para um melhor aproveitamento dos recursos disponibilizados através da União Europeia.



“É uma postura extremamente positiva e que será seguramente determinante para garantir uma melhor execução dos fundos e com impacto mais efetivo na dinamização da economia e no crescimento e sustentabilidade do país”, afirmou José Manuel Fernandes, coordenador do PPE na comissão dos orçamentos e o português que integra o grupo do Parlamento Europeu na negociação do próximo quadro financeiro plurianual 2021-2027.

Intervindo numa sessão sobre “Fundos e Programas da União Europeia – Perspetivas de financiamentos para 2021-2027”, organizada em Braga pela APD Portugal – Associação para o Progresso da Direção de Empresas, o eurodeputado vincou a necessidade de os regulamentos permitirem acondicionar projetos e investimentos que são estruturantes para o país e para cada região.

Nesse âmbito, José Manuel Fernandes defendeu, também, a criação de gabinetes de aconselhamento e apoio ao investidor, até com dimensão regional, por forma a disseminar de forma mais eficiente a informação e o encaminhamento necessário no acesso a programas e linhas de financiamento.

Em seu entender, estas estruturas poderiam também contribuir para a orientação de investimentos enquadrados em estratégias de desenvolvimento, assim como promover iniciativas para a viabilização de financiamentos junto do Banco Europeu de Investimentos, assumindo-se assim como “grandes impulsionadores de desenvolvimento estratégico”.

“São decisões e iniciativas que importa concretizar para rapidamente Portugal poder melhor a execução dos fundos, até porque não podemos desperdiçar os recursos disponíveis, ainda para mais quando o investimento público é tão residual”, alertou José Manuel Fernandes.

O Eurodeputado lamentou que Portugal, “quando estamos já em 2019”, tenha executado apenas 36% dos fundos europeus do quadro financeiro 2024-2020, o que representa o pior registo de sempre ao nível das taxas de recebimento do país tendo em conta dados revelados pelo mais recente boletim económico do Banco de Portugal, comparando todos quadros de financiamento comunitário em igual fase do período de programação.

No encontro com os empresários, José Manuel Fernandes explicou o funcionamento dos programas de investimento “Plano Juncker” e “InvestEU”, que visam promover a concretização de um crescimento económico sustentável e inclusivo, “capaz de gerar melhores salários, maior equidade social, qualidade de vida e melhores serviços públicos”.

O “Plano Juncker”, em vigor até 2020, já mobilizou quase 390 mil milhões de euros em investimentos nos 28 Estados-Membros e apoiou 929.000 PME. Como seu sucessor, para 2021-2027, a União Europeia terá o “InvestEU”, que vai congregar os 14 instrumentos financeiros atualmente existentes de apoio ao investimento na União Europeia.

Como explicou José Manuel Fernandes, relator e negociador deste novo programa, o “InvestEU” contempla uma plataforma de aconselhamento (InvestEU Advisory Hub), para apoio personalizado aos promotores de projetos e candidaturas, assim como o “InvestEU Portal” para divulgação e partilha de investimentos e projetos junto de potenciais investidores.

Suportado por um sistema de garantia do orçamento da UE, o “InvestEU” poderá vir a mobilizar 700 mil milhões de euros, de acordo com a proposta do Parlamento Europeu, que supera a posição do Conselho, que se fica pelos 650 mil milhões de euros, no âmbito do acordo preliminar já alcançado nas negociações entre os representantes das três instituições europeias para a criação do programa.

Fonte e foto: JMF.

Novo dono do 3º lugar, na 1ª, e inauguração do sintético em Paradela (2ª)

Atualidade/Concelho/Desporto/Opinião port
Gonçalo Santos

Olá, caros leitores!

Continuo a titular, sinal de que me tenho empenhado nos treinos e o mister confia em mim.



Esta semana, na 1ª divisão, destaque para a vitória importante do líder Carapeços, em casa do adversário que o eliminou na Taça Cidade de Barcelos, o Pereira. O resultado final ditou um 0-1, permitindo que mantenha a distância para o 2º, Remelhe.

Remelhe que também venceu fora, por goleada, em Campo, por 1-4. Os dois conseguiram aumentar a vantagem para o 3º lugar, que tem novo dono, o Leocadenses, que recebeu e derrotou o campeão em título, Carvalhal, e que era, precisamente, o 3º classificado. O resultado foi de 2-0.

O Sequeade também teve uma importante vitória, em Palme, por 0-1, aumentando a vantagem para o 6º classificado.

Na parte de baixo da tabela, o Baluganense perdeu em casa, frente ao Leões da Serra; o Silva foi derrotado pelo vizinho Lijó, em casa, por 0-3; e o Campo, como já referi, foi derrotado em casa pelo Remelhe. O Lijó, com a vitória em Silva, aumentou para 6 pontos a vantagem para a primeira equipa abaixo da linha de água, o Baluganense.

Para a próxima jornada, o meu destaque recai no Carapeços – Leocadenses, Carvalhal – Sequeade e Leões da Serra – Pereira.

Na 2ª, destaque para a inauguração do relvado sintético do Paradela. A festa foi rija, com goleada sobre o Estrelas, por 5-1. Tive o prazer de assistir ao jogo e, no local, soube de atos de violência que se passaram no recinto. Atos que, como sempre o tenho feito, condeno e repudio. O que tinha tudo para ser uma grande festa, acabou por ficar estragado. Peço mais calma e espírito desportivo!

Dentro dos 6 primeiros, apenas o líder Paradela e o Lama (em 4º) conseguiram vencer os seus jogos. Este último venceu fora o Cambeses, por 2-3.

O 2º, Aborim, empatou a 3 em Cristelo, que também tem feito um campeonato bem razoável. O Feitos, que está em 3º, empatou em casa, 2-2, frente ao Bastuço São João, outra equipa a fazer um campeonato interessante.

Já agora, e para não fugir dos empates, o 5º e o 6º defrontaram-se. O Milhazes (5º) recebeu o Águas Santas (6º) e empatou, também, a 2 bolas.

No fundo da tabela, com os 3 últimos já muito longe da equipa imediatamente a seguir na classificação, o Pedra Furada, destaque para a segunda vitória do Creixomil. O Cambeses perdeu em casa frente ao Lama e o Silveiros perdeu fora, em Cossourado.

Na próxima jornada, destaco os jogos Águas Santas – Feitos, Aborim – São Mamede e Lama – Milhazes.

Por hoje é tudo. Votos de bom fim de semana.

Por: Gonçalo Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Guilherme Santos, da ACR Roriz, vence Meia-Maratona de Cebolais de Cima

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Guilherme Santos, da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, venceu, no último domingo a Meia-maratona de Cebolais de Cima na categoria de Juniores.



A prova contou com uma distância de 47km, sendo a primeira prova do Troféu de Maratonas da Beira Interior (TMBI), num total de 5 provas.

Foto: DR.

AMBAR celebra 80 anos com debate em Barcelos

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

A celebrar este ano o seu 80º aniversário, a AMBAR festeja esta data com a realização da Conferência “Ideias no Papel”, a realizar em Barcelos, no dia 3 de abril, no Teatro Gil Vicente, das 9h00 às 13h00.



“Preocupada com o futuro do papel e a importância deste na sociedade atual, a AMBAR aproveita a altura em que celebra os seus 80 anos e juntando importantes players do setor, convida-os a debater estes e outros pontos na conferência”, refere a empresa em nota.

Perceber o estado do setor do papel, promover a discussão sobre a sua importância económica e desenhar o futuro do setor são alguns dos principais objetivos traçados pela conferência, que incentiva paralelamente ao diálogo sobre o comportamento do consumidor e a necessidade da implementação de tendências mais sustentáveis do papel.

Com moderação de Júlio Magalhães, diretor-geral do Porto Canal, Luís Miguel Ribeiro, Vice-Presidente da AEP – Associação Empresarial de Portugal –; Pedro Filipe Silva, da THE NAVIGATOR COMPANY; João Filipe Fernandes Branco, presidente da Quercus (Associação Nacional de Conservação da Natureza); Sandra Gomes, do IPAM; Luís Cardia, da Porto Business School; e Rodrigo Martins, Diretor e Presidente da Academia Europeia de Ciências, integram o painel de oradores, convidados a debater os temas relacionados com a atual realidade do papel, a sua relação com a sustentabilidade e a desenhar algumas estratégias para o futuro.

O encerramento, com hora prevista para as 13h00, irá contar com a intervenção do Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, e do Comendador José Vilas Boas Ferreira, Presidente da AMBAR.

A AMBAR é uma empresa 100% portuguesa que nasceu no Porto, em 1939, pela mente e trabalho de Américo Barbosa. Criada na sua origem apenas como uma empresa dedicada à encadernação, rapidamente cresceu, apresentando hoje uma variedade de produtos, desde material para escritório até material de utilização pessoal.

Passados 80 anos, os objetivos da empresa prevalecem os mesmos: “evoluir e continuar a alargar horizontes, apostando no desenvolvimento e produção de artigos de excelência, capazes de surpreender e fidelizar”.

Imagens: DR.

Colheita de sangue na Casa do Menino Deus

Atualidade/Concelho/Educação/Mundo port

A Casa do Menino Deus, em parceria com o Instituto Português do Sangue, promove no próximo dia 2 de abril uma colheita de sangue, entre as 14h30 e as 19h00.



Esta atividade acontece duas vezes ao ano, nas instalações da referida instituição e é aberta a toda a comunidade.

Imagem: DR.

Italianos do Teatro Fuori Rotta levam “Novecento” ao palco do Teatro Gil Vicente

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Peça apresentada no âmbito do FESTIBA

Hoje, no Teatro Gil Vicente, pelas 21h30, o Teatro Fuori Rotta, vindo de Pádua (Itália) apresenta “Novecento. A lenda do pianista sobre o oceano”, no âmbito do FESTIBA.



A história passa-se no paquete Virginian. Nos anos entre as duas guerras viajava entre a Europa e a América com milionários, emigrantes e gente comum. Dizem que no Virginian se exibia, todas as noites, um pianista extraordinário capaz de tocar música maravilhosa nunca antes ouvida. A incrível e fantástica história de Danny Boodman T.D. Lemon Novecento, o maior pianista do mundo, nascido num navio e que dali nunca desceu. Os maravilhosos anos vinte, entre duas guerras, a época do jazz, quando cada coisa parecia mover-se seguindo aquele ritmo irresistível.

Esta é uma obra prima indiscutível de Alessandro Baricco e parte integrante da história do teatro italiano nos últimos vinte anos, “Novecento” fez aparição também no cinema em 1998, com a transposição de Giuseppe Tornatore, com o título “La leggenda del pianista sull’oceano”. Uma história que conta de música, de mar, de imaginação, de amizade e de guerra. Uma história sobre a vida, que apaixona, que atinge duramente e que diverte, assim como acontece na vida real.

A entrada é gratuita.

Foto: DR.

Teatro Gil Vicente com programação diversificada em abril

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

O Teatro Gil Vicente apresenta, no mês de abril, uma programação diversificada com teatro, cinema, música, humor e dança.



A programação do espaço vicentino inicia com o primeiro concerto do terceiro trimestre do “triciclo”. No dia 4 de abril, às 22h00, a conceituada guitarrista e cantora portuguesa Lula Pena apresenta o seu mais recente disco “Archivo Pittoresco”.

Ainda no domínio musical, no âmbito do novo ciclo de programação “LINHA TGV”, que traz ao palco algumas das mais entusiasmantes propostas da música contemporânea portuguesa e internacional, o TGV recebe o português Filho da Mãe, mestre da guitarra, que apresentará “Água Má”, no dia 13 de abril, às 22h00 e, no dia 19, às 22h00, Maria Beraldo, clarinetista brasileira que trabalha com Elza Soares.

A sétima arte sobe ao palco do Gil Vicente no dia 5, às 21h30, com a peça “Judas”, pelo Teatro Académico Musical e Dramático de Kherson M.Kherson M.Kulish, da Ucrânia.

A dança marca presença, nos dias 6 e 7 de abril, com o espetáculo de dança urbana “Ser Criança”, protagonizado pelos alunos da Escola Nico Dance Studio. O espetáculo terá duas sessões. A primeira a 6 de abril, às 21h30 e, a segunda a 7 de abril, às 18h00.

O humor também tem lugar com o espetáculo de stand-up comedy intitulado “Ódio de Estimação”, protagonizado pelo humorista Paulo Almeida, no dia 12, às 22h00.

A rubrica “Em família no TGV” reserva a tarde de domingo, dia 14, às 16h00, com “SING- Quem canta seus males espanta”, um filme de comédia musical animado de Garth Jennings.

A Associação ZOOM – Cineclube continua a levar o cinema ao Teatro Gil Vicente, com a exibição, no dia 9, do filme “Todos Sabem”, de Asghar Farhadi, e no dia 16, do filme “A Pereira Brava”, de Asghar Farhadi. As sessões têm início às 21h30 e têm entrada paga.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Ainda no âmbito da programação cultural do mês de abril, o Salão Nobre dos Paços do Concelho recebe, no dia 18, às 22h00, o espetáculo da cantora e violoncelista Joana Guerra, que traz na bagagem o álbum “Osso”, concerto inserido no “triciclo”. A entrada é livre.

A partir do dia 27, pode ainda visitar a exposição “Lenda do Galo – Era uma vez a história de um peregrino e de um galo que cantou”, de Carlos Araújo, que inaugura a 27 de abril, às 17h00 e estará patente até 26 de maio.

Fonte e imagem: CMB.

1 2 3 14
Ir Para Cima