Arquivo Mensal

Julho 2019

“Amo-te Barcelos” 2019 arranca no próximo dia 02 de agosto

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

Mais um verão, mais uma edição do “Amo-te Barcelos”, com mais um cartaz de grande qualidade, que irá, certamente, “embalar” os foliões pelas noites dentro no Jardim das Barrocas.



Na próxima sexta-feira, dia 02 de agosto, o espaço “abre portas”, com Saul. No dia seguinte, é Ananda a animar a noite. Volvida uma semana, dia 09 de agosto, é a vez de John Diaz & K Lero, com Tay no dia seguinte.

Dia 14 de agosto, véspera de feriado, é a vez dos Groove Addiction. Valter Carvalho anima dia 16 de agosto e Rafman o dia seguinte. Mais uma semana e mais duas noitadas de programa. Dia 23, Juvêncio Luyiz dá o seu espetáculo e No Maka têm a sua performance a 24 de agosto. Os últimos dias, trazem MC Steven e DJ AndRego (30) e Kataleya fecha o programa.

Este evento é de entrada livre e terá Joca Veloso e Mr. Kris como DJ’s residentes, e a Rádio Nove3Cinco como rádio oficial.

Imagem: DR.

‘Kasia’ Limanówka: «Em Barcelos encontrei os pores do sol mais bonitos que alguma vez vi!»

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo/Opinião port
Katarzyna Limanówka

Em Barcelos encontrei os pores do sol mais bonitos que alguma vez vi! O sol foi a melhor surpresa que encontrei durante toda a minha estadia em Portugal.



Cheguei a Barcelos no início de novembro do ano passado e fui recebida por chuva intensa e tempo tempestuoso. Fiquei duplamente surpresa porque saí da Polónia com um outono ensolarado e caloroso e imaginava, com toda a certeza, que em Portugal ainda seria tempo de verão. Infelizmente, não era.

Durante a primeira noite, ventos fortes partiram uma pequena janela na minha cozinha, pelo que fiquei ligeiramente assustada. Além disso, a minha mãe ligou-me a descrever como os dias estavam incomuns e quentes na Polónia. Fiquei com ciúmes, mas depois, ouvi a lenda de São Martinho. Depois do 11 de novembro, em Portugal, vem o “segundo verão”. Diz-se que isto acontece devido a São Martinho. De acordo com a lenda, São Martinho ajudou um homem pobre e nu que conheceu num dia chuvoso e frio, dando-lhe o seu casaco. Depois disso, o sol voltou para Portugal. O mesmo aconteceu no ano passado, após a minha chegada. Felicidade e pura alegria apareceram na minha vida. E o sol nunca mais me deixou sozinha. Claro que tive dias chuvosos, mas não tantos como esperava. Li que o inverno em Portugal era bastante chuvoso, mas este ano não o foi. Até os portugueses ficaram espantados. Assim, passei um Natal ensolarado em Portugal, recebi o Ano Novo também com muito sol, e estes momentos, nunca esquecerei.

Mas permitam-me começar de novo… Cześć! Mam na imię Kasia (Olá! Chamo-me Kasia) e vim para Barcelos para integrar um projeto SVE. Sou voluntária e a minha organização de acolhimento é a SOPRO ONGD.

Antes de vir para Portugal, trabalhava no Museu Municipal de Engenharia, em Kraków, e estudava antropologia da cultura na Universidade Jagiellonian. Mas desisti de tudo e decidi tornar-me numa voluntária.

Ouvi falar do SVE pela primeira vez quando tinha 22 anos. Esta é uma história bastante engraçada. Eu estava numa fila de espera enorme para obter um quarto numa residência de estudantes. Estava um pouco nervosa porque haviam poucas vagas, muitas outras pessoas nessa mesma fila e faltavam poucos dias para o início de outro ano letivo. Naquela fila enorme, conheci uma pessoa incrível que tinha voltado da Roménia após o seu projeto SVE e falou da sua experiência. Fiquei espantada com a sua história e rapidamente decidi que, no futuro próximo, iria participar num projeto SVE. Então, aqui estou eu, no ensolarado Portugal, 5 anos depois daquele encontro com o rapaz misterioso, na longa fila de espera.

E estás provavelmente a questionar-te o que estou aqui a fazer.

Nos primeiros 5 meses, estive a trabalhar no centro social Abel Varzim, em Cristelo, onde ajudei crianças com o seu Inglês, organizei oficinas e atividades de artesanato. Ali, encontrei imensas crianças incríveis e fantásticas, cheias de paixão e energia positiva. Irei sentir muitas saudades delas, e já sinto, na verdade porque, desde o início de abril comecei a trabalhar diretamente com a SOPRO.

Depois da enorme tragédia em Moçambique, quando o Ciclone Idai destruiu tantas cidades e matou imensas pessoas, todos os voluntários da SOPRO começaram a ajudar na campanha de Moçambique. A partir desse momento, na maior parte do tempo, ajudei a separar, preparar e embalar caixas com alimentos, roupas e material escolar para as vítimas do Ciclone Idai. Dia após dia, observo o quão generosas são as pessoas que formam a Comunidade de Barcelos e que estão envolvidas em todas as ações organizadas pela SOPRO.

Mas o SVE não é, unicamente, sobre fazer voluntariado. É também uma oportunidade incrível pra descobrir outras culturas, tradições, estilos de vida e conhecer novas pessoas. Durante a minha estadia em Portugal, apaixonei-me pelo Porto. É uma cidade maravilhosa e mágica, que me surpreendeu em cada canto, com todas as porções de arte de rua e parques verdes que lá descobri. Amo passar lá todos os meus fins de semana porque, para mim, vale mesmo a pena e não me surpreende que tantos turistas visitem esta cidade. Não poderiam ter escolhido melhor.

Por fim, gostaria de dizer que sou apreciadora de inúmeras delícias portuguesas, como frutas e vegetais. Poderia passar o resto da minha vida a comer unicamente laranjas do Algarve. A sério! É muito triste que o meu projeto vá terminar em breve pois irei sentir falta de todos estes pores do sol, das laranjas, de Barcelos, do Porto e das pessoas que aqui conheci.

Por: Katarzyna Limanówka.*

Voluntária da SOPRO – Solidariedade e Promoção

Em projeto de voluntariado desde novembro de 2018 até setembro 2019.

Fotos: DR.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

IX Encontro Motard do Moto Clube Leões da Serra de 9 a 11 de agosto

Atualidade/Concelho/Cultura/Desporto/Mundo port

Entre 09 e 11 de agosto, o Moto Clube Leões da Serra organiza a 9ª edição do seu Encontro Motard, que terá lugar em Airó.



O primeiro dia inicia com as inscrições, pelas 19h00. Segue-se um mega churrasco, a atuação do grupo Pedra & Cal, show erótico e performance do DJ residente.

Sábado, 10 de agosto, as inscrições abrem às 10h00. Haverá almoço, bike wash, jantar (pelas 20h00), com feijoada de marisco. Pelas 22h00, Humberto Ribeiro irá fazer o seu Show Freestyle. Segue-se a atuação do grupo Lokapala, a entrega de lembranças, novo show erótico e o DJ residente a fechar a noite.

Finalmente, a 11 de agosto, a abertura faz-se pelas 9h00. Realiza-se o passeio motard, a tradicional prova de vinhos e o sorteio.

Imagem: DR.

João Martins, da ACR Roriz, conquista 30º Prémio de Ciclismo Silva&Vinha ADRAP em Juvenis

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

Daniela Fernandes vence em Benjamins Femininos

No último domingo, dia 28 de julho, realizou-se o 30º Prémio de Ciclismo Silva&Vinha, organizado pela Associação Desportiva e Recreativa Ases de Penafiel, juntamente com a Associação de Ciclismo do Porto e que teve lugar em Penafiel, que contou com dezenas de equipas e jovens ciclistas das suas escolas.



Nos escalões de formação, João Martins, da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, foi o grande vencedor dos Juvenis. Bruno Lopes foi 5º, Gabriel Baptista foi 8º, Paulo Fernandes 24º e Afonso Coelho 32º.

Já em Iniciados, Rodrigo Fernandes foi 10º classificado.

Em Benjamins Femininos, Daniela Fernandes foi a grande vencedora da prova.

Com estes resultados, e pelo facto de a equipa rorizense não ter participado em todos os escalões presentes a competir, a sua Escola arrecadou o 5º lugar da prova.

Fotos: Sandra “Sobral” Moura.

Macieira de Rates festeja Dia da Freguesia a 04 de agosto

Atualidade/Concelho/Cultura/Política port

No próximo dia 04 de agosto, Macieira de Rates celebra o seu Dia da Freguesia, organizado pela sua Junta de Freguesia e envolvendo as “forças vivas” da terra.



Assim, pelas 11h00, celebra-se uma missa. Já no Parque de Lazer da Amieira, pelas 14h00, abre a exposição das associações macieirenses. A partir das 15h30, haverá as atuações da Escola de Dança de Outil – Macieira de Rates, da Escola de Música de Outil – Macieira de Rates e do Rancho Folclórico. Os alunos do 4º ano receberão os seus prémios e realizar-se-á um rastreio de saúde pela Cruz Vermelha de Macieira de Rates.

Ao longo da tarde haverá porco no espeto e animação para as crianças.

Imagem: DR

Sérgio Saleiro, da ACR Roriz, em 2º no Prémio de Ciclismo Silva&Vinha ADRAP

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

No passado domingo, 28 de julho, realizou-se o 30º Prémio de Ciclismo Silva&Vinha, organizado pela Associação Desportiva e Recreativa Ases de Penafiel, juntamente com a Associação de Ciclismo do Porto e que teve lugar em Penafiel, contando com dezenas de equipas e jovens ciclistas das suas escolas.



Em Cadetes, Sérgio Saleiro, da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, conseguiu conquistar um grande 2º lugar, terminando com o mesmo tempo do 3º e a cerca de 2 minutos do vencedor, Tiago Nunes.

O seu irmão gémeo, Diogo Saleiro, terminou em 7º, Pedo Pinto em 15º, João Serre em 32º e Vítor Faria em 33º.

Foto: DR.

Barcelense Ana Rita Rego representa Portugal no Campeonato do Mundo de Qigong

Atualidade/Concelho/Desporto/Mundo port

A competição realiza-se na Austrália

Ana Rita Rego, da JING-SHE – Escola de Wushu Kungfu de Famalicão, residente no concelho de Barcelos, vai representar Portugal no 8º Campeonato do Mundo de Health Qigong, que se realiza de 08 a 13 de agosto em Melbourne, na Austrália. A atleta estará ao serviço da Seleção Nacional de Qigong, da Federação Portuguesa de Artes Marciais Chinesas UPD.  Esta é a maior competição oficial da modalidade, da responsabilidade da International Health Qigong Federation – IHQF, e realizada bianualmente.



A atleta, prestes a completar 38 anos, vai competir nas provas individuais femininas Yi Jin Jing (forma de transformação dos músculos e tendões) e Wu Qin Xi (forma dos Cinco Animais), no escalão seniores (18-45 anos).

Ana Rita Rego parte para a Austrália no próximo dia 6 de agosto, juntamente com o seu treinador, Alexandre Oliveira. Para além da competição, participará num curso de formação avançada e fará exames teórico e prático para obtenção da graduação de 4º Duan de Health Qigong da IHQF.

A barcelense tem no seu currículo internacional 4 Ouros Europeus (Inglaterra 2018 e França 2016), 2 Ouros Mundiais (Holanda 2017 e Portugal 2015) e 2 Pratas Mundiais (Portugal 2015), sendo a atleta mais medalhada em Ouros no desporto Qigong em Portugal, contribuindo de forma de determinante para o espólio federativo nacional em representação oficial do País, e elevando a representação da escola JING-SHE.

Em março deste ano, Ana Rita Rego foi a vencedora do prémio “O Minhoto – Troféus Desportivos do Minho”, na categoria Artes Marciais, tendo sido também distinguida como “Atleta feminina do Ano 2018”, pela Federação Portuguesa de Artes Marciais Chinesas.

Para o Campeonato do Mundo em Melbourne, a atleta conta com o apoio dos municípios de Barcelos e Famalicão, da Junta de Freguesia de Viatodos, e de empresas patrocinadoras da região do Minho e da cidade do Porto.

Foto: DR.

Lijó recebe mais uma recolha de sangue e medula óssea

Atualidade/Concelho/Cultura/Mundo port

A Barcelos Solidário – Benemérita Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Barcelos, realiza uma recolha de sangue e de medula óssea, no próximo dia 04 de agosto, entre as 9h00 e as 12h30.



A recolha terá lugar na Escola da Mouta, em Lijó, e conta com o apoio da Junta de Freguesia, da Paróquia e do Agrupamento de Escuteiros de Lijó, assim como, do Instituto Português do Sangue e da Transplantação.

Imagem: BS.

Teatro de Balugas celebra 12 anos com peça em Balugães

Atualidade/Concelho/Cultura port

O Teatro de Balugas celebra 12 anos de atividade com a apresentação da peça de teatro “Pão Nosso”, em Balugães. O espetáculo realiza-se no dia 3 de agosto, pelas 22h30, no auditório da Junta de Freguesia e integra o programa das Jornadas Culturais de Balugães que decorrem de 2 a 4 de agosto.



A última produção do Teatro de Balugas resulta de uma residência artística de teatro comunitário que foi uma das premiadas pelo Programa de Apoio ao Associativismo da Fundação INATEL, tendo a peça arrecadado o prémio de Melhor Espetáculo no Festival de Teatro de Barcelos, bem como os prémios de Melhor Cenário, Melhor Sonoplastia, Melhor Iluminação Cénica e Melhor Guarda-Roupa. Este ano, a peça de teatro foi selecionada para apresentação no Festival Transfronteiriço de Teatro Amador PLATTA, em Espanha.

O texto fala-nos da aldeia de Balugães, situada entre o Alto e o Baixo Minho, que foi terra onde já se amassou muito pão e onde se talharam muitas gamelas de pinho. O pão era o sustento, as gamelas também. Uma relação de pequenas histórias que contam mais do que o artefacto, o alimento, o labor. Uma recolha de memórias, ladainhas, cantigas e ofícios, recuperando utensílios e ligando artisticamente com a comunidade a criação do espetáculo. A partir daqui, o Teatro de Balugas aborda de uma forma teatral e poética o ciclo do pão na aldeia, reconstruindo-o a partir de princípios diferentes não tradicionais e quase oníricos.

Imagens: TB.

Cerca de 300 pessoas presentes no 7º Festival da Francesinha de Gilmonde

Atualidade/Concelho/Cultura port

No passado dia 27 de julho, o Agrupamento 724 – Gilmonde, do Corpo Nacional de Escutas organizou mais uma edição do seu já conhecido Festival da Francesinha.



Com a Rua dos Escuteiros – Gilmonde fechada, foram cerca de 300 comensais que marcaram presença no evento, onde puderam degustar uma francesinha com batata, mas também, “pregos no prato”, para além das várias sobremesas, bebidas e café.

Foi um grande grupo de jovens escuteiros e dirigentes que trabalharam, afincadamente, para que tudo corresse pelo melhor e os participantes pudessem desfrutar da afamada iguaria. Por entre esses participantes encontravam-se já alguns emigrantes, nomeadamente, de França, Bélgica, Canadá, entre outros.

O espaço era composto por várias mesas, um bar com variadas bebidas, insufláveis, pinturas faciais e banca de sobremesas. Durante o evento, o humorista João Mendes abrilhantou, ainda mais, a prazerosa noite.

No final, e em jeito de rescaldo, a organização – Agrupamento 724 – Gilmonde – deixou, em nota, o seu agradecimento “à ACIB, ao Agrupamento 354 – Vila Frescaínha, à Pedrosa & Rodrigues, à Associação Moto Galos de Barcelos, aos Bombeiros Voluntários de Barcelinhos, Casa do Povo de Gândara do Neiva, à Rosa Cintilante, Irmãos Barreto, Libargel, ao João Mendes, ao Restaurante O Rabeca, ao Pároco Paulo Sérgio Silva, a José Costa e António Ferreira”, em suma, a “todos que, de alguma forma, contribuíram para o sucesso da 7ª edição do Festival da Francesinha”.

Fotos: DR.

1 2 3 15
Ir Para Cima