Abril 20, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
benfiquista
Hugo Pombal Lopes

Passou mais uma semana e continua a ser mais relevante falar daquilo que acontece, ou não acontece, nos bastidores de um jogo de futebol.

Erros existem, e vão existir, mas continuaremos tristes e mesquinhos, e sobretudo, pequeninos, com as constantes lamúrias e processos e comunicados e cartilhas e uma quantidade infindável de especulações daqueles que hiperventilam por não serem capazes de ser melhores por sua conta.

No que ao desporto praticado diz respeito, o Benfica jogou 45′ dando o jogo como encerrado ao intervalo e voltando para 45′ de treino de descompressão. Mitroglou, depois de resolver o jogo de Moreira de Cónegos, passou o testemunho ao Jonas, numa corrida de estafetas que tem corrido “às mil maravilhas”, para gáudio da família benfiquista.

O resultado do Porto em Braga poderá trazer resultados, não pela perda de pontos (que deixa tudo na mesma, praticamente) mas pela questão anímica, que pode fazer mossa na equipa azul e branca para o que resta do campeonato.

No fim de semana, o Gil Vicente colocou-se num quase heróico 4º lugar, baixando para 7º após empate com o campeão em título, fora de casa. Tem, pelo menos, a 3ª posição perfeitamente ao alcance e torcemos todos, espero, para que esta possibilidade se torne uma certeza. Independentemente do desfecho final, a retoma da equipa da nossa terra, que tem feito um trabalho incrível, merece o nosso apreço.




Bom fim de semana!

Vemo-nos em 1º…após vitória sobre o Sporting!

Cumprimentos!

Por: Hugo Pombal Lopes*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima