Maio 11, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
vsapereira
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Vou falar de uma forma direta e breve, começando pelo meu Porto. O empate na Madeira acaba por ser normal devido ao grau de dificuldade que é jogar contra o Marítimo, que aspira a lugares europeus. Tivemos, mais uma vez, tudo para ganhar mas, mais uma vez, o Porto prefere guardar a bola quando a vantagem é mínima, ao invés de ir “para cima” dos adversários e tentar aumentar a vantagem. E depois, claro, cai um canto “do céu” e o Marítimo empata no único remate na direção da baliza!

Não percebi, também, o 11 inicial repleto de médios, quando a equipa, em vez de se proteger tanto, precisava era de ser acutilante no ataque. Mas NES é que sabe…mas pelos vistos sabe pouco. Já estou farto de empates! De nada adianta ser a equipa com melhor ataque, melhor defesa e equipa com menos derrotas. Mais um ano sem ganhar. Estamo-nos a tornar o Benfica e Sporting e isto tem que mudar. Será que é este ano que a SAD dá uma justificação aos seus adeptos??

Apesar dos muitos empates do Porto não esqueço do quanto fomos prejudicados.




Em relação ao jogo do Rio Ave – Benfica, foi um “espelho” da época do Benfica: penalty por marcar, a favorecer o Rio Ave; golo “caído do céu” a terminar o jogo; e bolas nos seus postes!

Mesmo que o Porto não ganhe os seus 2 jogos, adorava que o Guimarães e o Boavista ganhassem os seus últimos jogos.

Até à próxima!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima