Janeiro 18, 2017 Atualidade, Opinião
Sara Barbosa
Sara Barbosa

Capítulo 2 – Roda dos Alimentos e Dieta Mediterrânica

Neste capítulo vou falar-vos de dois elementos fundamentais para a base de uma boa alimentação. A Dieta Mediterrânica é a minha eleita por ir de encontro às preferências e necessidades de um povo mediterrânico como é o nosso.

A Roda dos Alimentos é a representação gráfica que nos ajuda a escolher e a combinar os alimentos que constituem os grupos da Roda e que deverão fazer parte da nossa alimentação diária. A este círculo pertencem 7 grupos, no qual cada grupo é uma fatia e possui alimentos com propriedades nutricionais semelhantes, cada qual com a sua importância pois desempenham funções nutricionais específicas. Todos os alimentos devem estar presentes nas refeições diárias, devendo ser regularmente substituídos uns pelos outros de modo a assegurar a variedade necessária. A água está representada em todos os grupos, pois faz parte da constituição de quase todos os alimentos e, por isso, está centrada não possuindo um grupo próprio.

De acordo com a Roda, a recomendação diária de fruta é de 3 a 5 porções (não as ultrapasse pois a fruta também é rica em açúcar, a frutose), assim como de vegetais, 2 a 3 porções de leite, queijo ou iogurte (prefira os magros), 1,5 a 4,5 porções de alimentos ricos em proteínas como peixe, carne ou ovos, 1 a 2 porções de leguminosas, 4 a 11 porções de hidratos de carbono, de preferência integrais: arroz, massa e cereais como o pão (ajuste caso tenha Diabetes).

nova-roda-dos-alimentos
Roda dos Alimentos

A Dieta Mediterrânica foi distinguida em 2013 pela UNESCO, como Património Cultural Imaterial da Humanidade, em vários países, incluindo Portugal. O estudo da alimentação das populações do Mediterrâneo teve destaque pela constatação de que estas populações apresentavam menor incidência de doenças crónicas,  vivendo  por  mais  anos,  com  mais saúde. Esta alimentação pode atuar na prevenção ou tratamento de diversas doenças, como a doença coronária e o acidente vascular cerebral (AVC).

Se ficou curioso sobre a Dieta Mediterrânica aguarde pela continuação deste capítulo!

 

Visite o meu blog em: http://sarabarbosa2008.wixsite.com/blognutricao

 

Imagem: APN – Associação Portuguesa dos Nutricionistas (in: http://www.apn.org.pt/noticia.php?id=191)

Por: Sara Barbosa (estagiária na licenciatura em Dietética e Nutrição)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Me deu frio

No sopro de um suspiro Corre em mim, um arrepio Toco nas
Ir Para Cima