Janeiro 19, 2017 Atualidade, Desporto, Opinião
sportinguista
José Queirós

Esta foi a jornada do Porto! Desde 2013 que o F. C. do Porto não ganhava pontos na mesma jornada aos rivais de Lisboa! Mas também não fez mais que a sua obrigação vencendo no Dragão o frágil Moreirense.

A grande surpresa veio da Luz, com o Boavista a empatar depois de estar a vencer por 3 a 0! Só que a sequência de erros fez com que os “lampiões” acreditassem, sendo o ponto alto o autogolo que deu o empate ao Benfica, isto depois do falhanço incrível no primeiro golo e no penalty desnecessário no segundo.

Quem não soube aproveitar foi o meu Sporting que, sabendo do empate do Benfica, entrou demasiado apático no gélido Estádio do Chaves! A verdade é que mesmo entrando a perder (o Chaves marcou nos instantes iniciais do jogo) não se viu uma reação digna capaz de empolgar os seus adeptos! Até ao golo do empate em cima do intervalo o Sporting não criou uma única situação de golo! Foi demasiado confrangedor para quem quer encurtar distância em relação ao líder.

Na segunda parte melhorou um pouco e apesar da expulsão de Rúben Semedo conseguiu, de imediato, chegar à vantagem! Pensei que o jogo estava ganho mesmo jogando daquela maneira. Costuma-se dizer que quando uma equipa está mal tudo lhe acontece e foi o que aconteceu. Um remate daqueles sai uma ou duas vezes na vida de um jogador mediano! Tinha que calhar ao Sporting, que assim viu fugir dois pontos que, diga-se em abono da verdade, nada tinha feito para os merecer. Espero que na terça-feira*as coisas corram melhor e consigam chegar às meias-finais da Taça de Portugal.

Quanto ao Gil Vicente, empatar no Varzim não foi assim tão mau mas a linha de água está muito perto e a equipa de Álvaro Magalhães tem que arrepiar caminho para fugir aos lugares de baixo.

Saudações leoninas!

Por: José Queirós.

 

*(ndr.: o artigo de opinião foi entregue ao Barcelos na Hora antes de terça-feira, dia 17/01/17)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima