A 1ª Divisão está “imprópria para cardíacos”

Maio 26, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião
Luís Gonçalves
Luís Gonçalves

Com tudo decidido na 2ª divisão do futebol popular, eis que na 1ª, a luta pelo título continua bem acesa, agora com dois candidatos ao tão almejado título de Campeão da 1ª divisão da Associação de Futebol Popular de Barcelos.

Na 33ª jornada da 1ª divisão, houve 5 vitórias caseiras, 3 empates e apenas uma vitória forasteira. Os jogos com mais golos foram o Leões da Serra – Negreiros e o Silva – Oliveira, ambos com 6. A equipa que marcou mais golos foram os campeões em título, Leões da Serra, que marcaram 4 golos.

Comecemos, então, por um dos jogos do título, por envolver dois dos candidatos à sua conquista: o Leões da Serra – Negreiros, com a vitória a sorrir para os da casa, algo que já há muito não acontecia. Foi um jogo eletrizante, onde o esperado equilíbrio acabou por não se refletir no resultado final, com os homens de Airó a baterem os de Negreiros por 4-2.

Desta forma, os da casa mantêm acesa a chama do título, ficando a 2 pontos do 1º e com o ataque mais concretizador, 72 golos! Na última jornada, precisam mesmo de vencer o seu jogo, em casa do complicado 4º classificado, o Oliveira, e necessitam que o Pereira não vença o seu. Já o Negreiros fica, matematicamente, arredado do título mas ainda pode alcançar o 2º lugar, bastando para isso que vença o último jogo e o adversário de Airó perca-o.

Outro jogo em destaque, que não se podendo considerar como “do título” mas como “muitíssimo importante, quase vital, para o título”, por envolver o 1º classificado, foi o Pereira – Silveiros. Uma disputa entre o 1º e com aspirações ao título e o penúltimo, já “condenado” à descida. De um lado, a defesa menos batida (22 golos consentidos) e, do outro, a mais batida (74 golos sofridos). O resultado foi de 2-0, com o Pereira a depender apenas de si para se sagrar campeão, “bastando-lhe” (e no futebol, este “bastar” pode ser “perigoso”) vencer em casa do Palme. Ora, é aí que reside um possível “problema” para o Pereira. É que o Palme está obrigado a vencer para não descer de divisão. Depois, o Pereira, para além de não poder perder, também não se pode “dar ao luxo” de empatar, pois se o Leões vencer, fica com os mesmos pontos. E em caso de desempate, vale a maior diferença entre golos marcados e sofridos (vantagem para o Leões da Serra), pois no confronto direto houve empate nos dois jogos! Eu não disse que isto estava “impróprio para cardíacos”??!

Sem qualquer desprimor para os “tranquilos”, e porque já me estou a alongar, vou passar para os “aflitos”: Baluganense, Palme e Sequeade. E estas três equipas até tiveram, nesta penúltima jornada do campeonato, três tipos de resultados diferentes: vitória para o Baluganense; derrota para o Palme; e empate para o Sequeade!

O Baluganense (14º, 39 pontos), recebeu e levou de vencida o Cossourado (6º), por 1-0, ficando, assim, apenas dependente de si. No entanto, o seu último jogo é em casa do Carvalhal, equipa que tem sido uma “máquina de fazer golos”, principalmente em casa!

Já o Palme (15º, também com 39 pontos), foi a casa do Leocadenses (12º) perder pela margem mínima: 3-2. Na última jornada, receberá o líder da classificativa, Pereira, que, tal como o Palme, necessita de vencer este jogo. No entanto, os objetivos são bem distintos. O Palme necessita evitar a descida…o Pereira necessita sagrar-se campeão e evitar uma “ultrapassagem” de última hora por parte do Leões da Serra. Vai ser, certamente, um jogo de fazer roer as unhas…pelo menos, a quem tem esse vício!!

Por fim, o Sequeade (16º, com 37 pontos) recebeu o Macieira (9º) e o empate a 1 foi o resultado final. Desta forma, não conseguiu aproveitar plenamente a derrota do Palme e viu o Baluganense ganhar terreno. Na última jornada, os homens de Sequeade vão jogar a casa do Carapeços (5º), jogo que se adivinha como muito difícil para esta equipa que luta por não descer de divisão.

Então, destaco para a última jornada os seguintes jogos: Palme – Pereira e Oliveira – Leões da Serra (o título passa por estes dois jogos! E a “salvação” de uma equipa também…), o Negreiros – Fonte Coberta (Negreiros ainda pode chegar ao 2º lugar), Carvalhal – Baluganense e Carapeços – Sequeade (a luta pela permanência passa por estas quatro linhas!)




Na 2ª divisão, com a questão do campeão, das subidas e, mesmo, do escalonamento dos três primeiros classificados, decidida, o “sumo” desta divisão anda à volta das trocas de lugares cimeiros.

O novo campeão, Fragoso, recebeu, e venceu por 2-1, o 3º classificado, Perelhal. Quer isto dizer que para os lados de Fragoso, “festa é festa” mas “conhaque é conhaque”, ou seja, celebrar sim mas continuam a vencer os seus jogos, mesmo contra oponentes fortes como o Perelhal, que os acompanharão na subida de divisão.

Quedando-me por estas duas equipas, na última jornada, o Fragoso vai a casa do Carvalhas (17º) para fechar o campeonato do título. Já o Perelhal receberá o Águias de S.Fins (15º), para celebrar com os seus adeptos a tão desejada subida.

O 2º classificado, Feitos, depois de assegurar a subida também não parece “tirar o pé do acelerador”, pois recebeu, e goleou, o Águas Santas (6º) por 5-0! Foi a melhor despedida perante os seus adeptos, e do campeonato, pois o Feitos está isento de jogar na última jornada.

O Lijó (5º) derrotou, em casa, o Aborim (12º), por 1-0, e mantém as aspirações de chegar ao 4º lugar, que está à distância de 2 pontos. Mas o 4º, Juventude de S. Martinho, também não “desarma”, e foi vencer, por 1-2, a casa do Lama (8º), deixando tudo em aberto para a última jornada, em que estas duas equipas (Lijó e Juventude S. Martinho) se defrontam entre si, com os de Vila Frescaínha S. Martinho a terem uma vantagem hipotética: jogam em casa.

Destaque para a vitória do Milhazes (10º) em casa do Paradela (13º). Depois de várias jornadas da 2ª volta sem vencer (e, até, empatar), eis que a equipa do sopé da Franqueira consegue 2 vitórias consecutivas e uma derrota tangencial em casa do campeão Fragoso!

Resumindo, uma jornada em que imperaram as vitórias caseiras (6), sem nenhum empate e duas vitórias fora!

Bom, por esta semana é tudo. A ver vamos o que o fim de semana que se avizinha nos proporciona. Eu já estou de “cabelos em pé” só de pensar no que pode vir aí, principalmente no que diz respeito à 1ª divisão!

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima