A luta pela subida e pela não descida

Fevereiro 6, 2020 Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião
Gonçalo Santos

Olá, Família do Futebol Popular!

Mais uma vez, consegui assistir a uma partida do nosso futebol e, desta vez, fui mais “arrojado” e desloquei-me a um dos campos mais distantes (de minha casa) do futebol popular. Fui a Negreiros e assisti, parcialmente, ao Negreiros contra o Leões da Serra. O resultado cifrou-se no 1-2, favorável ao Leões, que continua a comandar a tabela classificativa.



A surpresa da classificação veio de Milhazes, onde a equipa da casa recebeu, e empatou, com o Carapeços, a 1 bola. O Remelhe manteve a perseguição ao líder e venceu o Leocadenses por 2-0. O Leocadenses, que teve um início de época promissor e chegou a augurar-se a luta pelo título, mas foi perdendo pontos ultimamente e já foi ultrapassado pelo Oliveira, que goleou o Aborim e atingiu o 4º lugar, a 12 pontos do líder.

O Palme está a confirmar a boa época que está a fazer até então e descolou do Pereira, estando, agora, no sexto lugar.

Mais no final da tabela classificativa, os lugares de despromoção são ocupados por Fragoso, Aborim e Lijó. Mas a luta pela manutenção promete ser intensa, até porque as equipas que estão posicionadas acima, estão todas com uma distância “máxima” de 3 pontos umas das outras.

Na segunda divisão, o líder S. Martinho caiu diante do Águas Santas, mas manteve a liderança, estando, agora, a apenas 3 pontos “à maior” do segundo classificado, que é o Pedra Furada, que está também a realizar uma excelente temporada.

Aliás, nesta jornada, o Pedra Furada teve uma vitória confortável frente a uma equipa que fez uma grande primeira volta, o Feitos. No final da partida, o marcador apontava um 3-1 para os da casa.

O pódio é encerrado pelo Campo, que iniciou muito bem o campeonato, mas a sofrer uns deslizes recentes, que originaram a queda para o terceiro posto, o último que garante acesso à primeira divisão na próxima época.

Mas os pretendentes à tão ansiada subida de divisão são muitos. Para além dos que ocupam as três posições de subida, ainda têm nos seus horizontes a subida, equipas como o Águas Santas, que derrotou o líder, o Feitos, que passou parte da primeira volta no pódio, o Bastuço, que tem subido paulatinamente, o Estrelas, que iniciou bem, passou um período conturbado e regressou à senda de vitórias e aparece, ainda, com fortes aspirações à subida de divisão. O Silva, o Cossourado e o S. Mamede ainda têm uma réstia de esperanças em subir de divisão, mas teriam de realizar uma estrondosa segunda volta no campeonato.

Lá no final, ainda se suspira pela primeira vitória do Silveiros e, da minha parte, fica também um incentivo para que a conquistem, até para animar um pouco os seus jogadores e staff.

Mais uma vez me despeço com um forte abraço a todos, em especial ao meu amigo Gabriel, adepto do Negreiros, que foi uma bela companhia enquanto assistia ao jogo, Negreiros – Leões da Serra.

Abraço a todos, do vosso amigo Gonçalo!

Por: Gonçalo Santos*.

Fotos: Márcio Fernandes.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima