A pandemia do medo

Junho 27, 2020 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Opinião
Joana Martins

Chegou!

Veio de longe

Veio pelo caminho a ceifar vidas

E continua

Sem dó, nem piedade.

Obrigou-nos a fechar as portas

À liberdade.

Criou fronteiras

Ao toque

Trouxe saudade.

O amor pelos nossos

Vai vencer

A pandemia do medo.

A preocupação

Guardamos em segredo.

Em casa fechados

Enclausurados

Aí,

Surgiram os nossos heróis.

Aqueles capazes de lutar pelos “dois”

Por eles e por nós.

Abraçando a luta

Como uma disputa

Entre um bicho e um mundo

Querendo respirar.

Um inimigo invisível

Um ladrão

Que perderá as forças,

Nas forças da nossa inclusão.

Queremos deitar a cabeça

Na nossa almofada

Entre a fé e a esperança

Não pedimos mais nada.

Senão que, uma aliança

Entre nós e o que tínhamos…

Lembraremos com gratidão

Os que nos deitaram a mão

Para nos manter vivos

Na guerra

Entre a “nossa terra”

E um estranho qualquer…

.

Muito obrigada a todos os nossos heróis, que se privaram dos seus, por ti, por mim, pelos nossos, pelos meus.

Por: Joana Martins*.



(* A redação do é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima