Agrupamento de Escuteiros de Gilmonde celebra online o seu 45º aniversário

Maio 12, 2020 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo

Parabéns foram cantados através de videoconferência de grupo

Ontem, dia 11 de maio, o Agrupamento 724 – Gilmonde, do Corpo Nacional de Escutas (CNE), celebrou o seu 45º aniversário, tendo organizado um momento virtual, através de uma videoconferência de grupo na plataforma ZOOM.



Foram cerca de 80 participantes, entre elementos do Agrupamento, seus familiares e alguns convidados, onde se destacavam Tiago Bernardo, Chefe da Junta de Núcleo de Barcelos – também representada por Paulo César Silva e Gonçalo Faria –, e o Pe. Paulo Sérgio Silva, Pároco de Gilmonde e Assistente do referido Agrupamento.

O Chefe da Junta de Núcleo de Barcelos deu os parabéns ao Agrupamento pelo 45º aniversário, elogiando a “coragem” de ter realizado a iniciativa, não deixando de assinalar a data, mesmo que de uma forma diferente e limitada pelas condicionantes impostas pelas medidas de proteção e confinamento derivadas da COVID-19. Salientou a presença de muitos participantes, onde se viam famílias a participar conjuntamente com os escuteiros do Agrupamento, sendo que tinha a noção de que todos gostariam de o estar a fazer fisicamente, celebrando este aniversário e dando um abraço a todos. Terminou, afirmando que o Agrupamento 724 pode contar com todo o apoio possível por parte da Junta de Núcleo de Barcelos.

Já o Pe. Paulo Sérgio Silva, pároco de Gilmonde e Assistente do Agrupamento 724, também deixou os parabéns ao Agrupamento, num momento diferente para todos por causa da pandemia. Salientou que, em sua opinião, a vida, para futuro, será diferente por causa das experiências que todos estão a ter com este vírus e que a sociedade necessita adaptar-se a esses novos desafios. Elogiou o trabalho desenvolvido ao longo destes 45 anos, onde o Agrupamento ajudou a formar jovens, deixando uma palavra aos fundadores, que ainda são vivos, apontando já ao 50º aniversário, visto faltarem apenas 5 anos.

Foram várias as intervenções ao longo do momento, quer por parte de elementos do Agrupamento, quer por familiares e convidados, sendo que as intervenções incidiram nos parabéns ao 724, no relembrar dos seus fundadores e da sua história, assim como, do que de bom este Agrupamento faz e traz para a vida dos seus elementos, das suas famílias e de quem tem o privilégio de conviver e participar nas suas atividades e momentos.

Os escuteiros do 724 foram desafiados a fazer um bolo e a “levá-lo” para a “festa”, para que o cantar dos Parabéns tivesse ainda maior significado. Em uníssono (“dificultado” pelo normal delay da Internet, o que fez com que o compasso da música ficasse mais difícil, mesmo para o acompanhamento a guitarra clássica), todos cantaram os parabéns ao Agrupamento 724 – Gilmonde pelo seu 45º aniversário.

Rosa Gomes, Chefe do Agrupamento, salientou, ao Barcelos na Hora, que “45 anos é um número significativo, caminhamos para as ‘bodas de ouro’. Na nossa freguesia são poucas as instituições que têm tantos anos de existência. Sinto um orgulho enorme em termos traçado este caminho até aqui e estou certa que iremos traçar novos trilhos por muito mais tempo. Ao longo destes 45 anos, o escutismo em Gilmonde contribuiu para a formação de muitos jovens e crianças. Estou certa que, de algum modo, os marcou profundamente e que, de algum modo, os tornou pessoas melhores”.

Como se sabe, por instruções da chefia do Corpo Nacional de Escutas, as atividades presenciais não são permitidas até nova ordem. Tal como todos os outros Agrupamentos do CNE, este também teve que se adaptar a estas limitações, tendo que criar novas formas de atuar e de chegar aos seus elementos, principalmente, aos mais novos. “O nosso trabalho tem passado por reunir virtualmente e lançar pequenos desafios aos nossos escuteiros e lobitos para que se mantenham ativos e ligados ao escutismo”, informou a Dirigente.

Sobre este momento de aniversário em particular, a Chefe de Agrupamento referiu que “durante este período sem atividades presenciais, temos reunido muitas vezes através do ZOOM e tinha lançado o desafio aos dirigentes de pensarem em modos de festejarmos os 45 anos. A este repto, responderam vários dirigentes e candidatos a dirigente (CD), com ideias, de entre as quais esta, de fazermos uma festa de aniversário pelo ZOOM, lançada pelo CD André, que depois amadurecemos e completamos com a dinâmica de fazerem um bolo igual para termos um ‘sabor’ semelhante como se estivéssemos na mesma festa. Fiquei muito feliz ao perceber que os nossos escuteiros e lobitos aderiram ao nosso apelo e se juntaram à nossa festa. Foi um momento emocionante”.

Sobre o retomar das atividades presenciais, certamente como todos os restantes Agrupamentos nacionais, o de Gilmonde irá “aguardar indicações da Junta central, que está a preparar um conjunto de procedimentos para voltarmos a reunir, mas não sabemos quando irá acontecer”, sendo certo que assim que puderem reunir, irão preparar as suas “promessas e festejar este 45º aniversário”, ressalvou.

Instada a deixar uma palavra à comunidade do Agrupamento 724 – Gilmonde e a todos os Escuteiros do CNE, Rosa Gomes destacou que “sabemos que 2020 será um ano atípico, que nos vai impedir de fazer as nossas festas que juntam a nossa comunidade, mas em breve iremos estar todos juntos”. “Para já, o importante é que sigamos as indicações dadas pela DGS e que, por enquanto, mantenhamos o distanciamento social para, em breve, estarmos todos juntos e festejarmos este aniversário! Vai mesmo ficar tudo bem! ⚜️”, concluiu, com este desejo/certeza.

Fotos: AGP-724 | Rosa Gomes (arquivo pessoal).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima