Aproximação na 1ª, distanciamento na 2ª

Abril 19, 2018 Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião
Luís Gonçalves

Olá, caros leitores!

Eis-me de volta para vos falar de mais uma jornada do nosso futebol popular, que nos trouxe alguns resultados surpresa mas, também, alguns factos de destaque nas tabelas classificativas de ambas as divisões.



Comecemos, então, pela divisão maior. O líder Leões da Serra (61 pontos) deslocou-se ao terreno do Carapeços (3º, 55 pontos), naquele que foi o “jogo da jornada”. O resultado final foi um empate a 0, penalizando ambas as equipas. O Leões viu um adversário aproximar-se “perigosamente”; o Carapeços viu esse mesmo adversário (já falo dele a seguir) distanciar-se na classificação.

E de que adversário falo? Do Carvalhal (2º, 59 pontos), que recebeu e, como é normal naquele terreno, venceu o Baluganense (15º, 25 pontos), por 1-0. Ai, mas foi “apenas” por 1-0, devem estar muitos de vocês a afirmar! Pois…mas valeu-lhes, na mesma, os 3 saborosos pontos, que fizeram com que ficassem a apenas 2 do líder e aumentassem para 4 os de vantagem para os perseguidores.

Em 4º lugar está o Macieira (55 pontos), que teve uma deslocação difícil a Negreiros (11º, 33 pontos), onde mora uma equipa que vem em recuperação nesta 2ª volta. Os forasteiros conseguiram vencer, por 0-2, “colando-se” a Carapeços. O Negreiros, apesar da derrota, está bem mais “tranquilo” do que estava ao longo da 1ª volta.

O Leocadenses (5º, 54 pontos) recebeu, e levou de vencida, o Silva (12º, 32 pontos), por 3-1. Uma vitória expectável à partida, por causa dos lugares que ocupam na tabela. Mas isso, como se sabe, nem sempre impera. Os da casa também aproveitaram aquela espécie de “escorregadela” do Carapeços.

A “fortaleza defensiva” do Remelhe (6º, 52 pontos) voltou a “fazer estragos”! Foi a Cossourado (16º, 22 pontos) alcançar mais uma vitória, por 0-1. Mais uma vez, sem sofrer golos. Mais uma vez, a vencer pela margem mínima. De margem mínima, em margem mínima, a equipa de Remelhe vai “levando a água ao seu moinho”, fazendo um campeonato tranquilo e de bom nível!

O campeão Pereira (7º, 37 pontos) continua a não convencer. Desta vez, recebeu o surpreendente e recém-promovido Perelhal (10º, 35 pontos) e o empate a 1 golo foi o resultado final.

O jogo com mais golos desta jornada foi o Fragoso (8º, 37 pontos) – Pedra Furada (18º, 8 pontos), com o marcador final a apontar para a vitória caseira por 5-4! Não, caro leitor, não foram a desempate por grandes penalidades…foi mesmo em jogo corrido! Foram 9 golos para animar os adeptos que marcaram presença no campo de uma equipa que, sendo recém-promovida, está a fazer um grande campeonato!

Os restantes jogos ditaram um empate a 1 golo entre Oliveira (14º, 31 pontos) e Palme (9º, 35 pontos), em casa dos primeiros, e uma goleada forasteira, por 0-4, do Campo (13º, 32 pontos) em casa do Feitos (17º, 19 pontos).

Numa breve análise à classificação, salta logo à vista a enorme diferença de pontos entre o 6º classificado, que é o Remelhe, com 52 pontos, e o 7º, por acaso o Pereira, por acaso o campeão em título, que tem 37 pontos! São 15 pontos de diferença entre ambos! É “muita fruta”! Na frente, as coisas “apertaram” novamente, com o líder Leões a sentir o “bafo” do Carvalhal! Está tudo numa emoção total!

No que diz respeito à descida de divisão, tirando o Pedra Furada que, infelizmente para eles, está já muito longe da linha de água, todos os outros podem ainda salvar-se, ou não, com Baluganense (25 pontos e primeiro acima dessa linha), Cossourado (22) e Feitos (19) a terem diferenças de pontos pequenas entre si, sendo que qualquer uma destas equipas pode salvar-se ou cair na 2ª.

Na próxima jornada, destaco o Leões-Cossourado, Palme-Carapeços, Pedra Furada-Leocadenses, Remelhe-Negreiros e o “jogo da jornada”, o Macieira-Carvalhal.



Se na 1ª divisão as coisas estão a ficar apertadas nos primeiros lugares, na 2ª começam a ficar mais esclarecidas, com o líder a distanciar-se, os dois perseguidores a aproximarem-se entre si e os três primeiros a manterem uma diferença pontual para os demais que lhes permite “gerir” a questão do título e da subida de divisão.

Começando pelo líder Lijó (63 pontos), recebeu o último classificado, Carvalhas (18 pontos), e derrotou-o por 2-1. Talvez ainda a recuperar psicologicamente da sua primeira derrota no campeonato, os homens de Lijó venceram “apenas” pela margem mínima. No entanto, esta margem deu-lhes os 3 pontos e permitiu-lhes “fugir” um pouco mais do 2º classificado.

Isto porque esse 2º classificado, o Sequeade (59 pontos), foi ao terreno do Cambeses (13º, 23 pontos) empatar a uns incríveis 4 golos para cada um! Oito golos num jogo não é coisa que se veja todos os dias! A equipa de Sequeade viu o líder fugir e o perseguidor aproximar-se.

Esse perseguidor é o Fonte Coberta (3º, 58 pontos), que foi a Lama (14º, 21 pontos) “sacar” uma boa vitória, por 0-3, colocando-se a 1 ponto do Sequeade.

Quem tem feito uma 2ª volta de grande nível é o Paradela (5º, 51 pontos). No entanto, infelizmente para eles, os três primeiros parecem não desarmar, não lhes dando veleidades e não lhes permitindo aproximações. Nesta jornada, foram a Chorente (10º, 34 pontos) derrotar os da casa por 1-2.

Por fim, depois de ter conseguido o grande feito de retirar o título de “invencíveis” ao Lijó, o São Martinho (5º, 45 pontos) foi a Cristelo (9º, 36 pontos) e saiu de lá com uma derrota por 1-0.

A luta pelo título está acesa…mas pela subida começa a ficar definida, com uma diferença de 7 pontos entre o 3º e o 4º, que teima em não diminuir.

Na próxima jornada, destaco o “jogo da jornada” Águias de S.Mamede-Lijó, Sequeade-Lama, Fonte Coberta-Águas Santas e Paradela-Creixomil.

Por esta semana é tudo!

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

É Já”mor”

Que consolo é ver o nosso Glorioso jogar! Mesmo quando não estamos
Ir Para Cima