Autárquicas 2017: continuam as trocas de acusações no PS

Março 17, 2017 Atualidade, Concelho, Política

Em notícia avançada pelo Barcelos Popular, Carlos Brito terá acusado Miguel Costa Gomes de “furar” o acordo que tinham, dizendo que Armandina Saleiro seria a sua nº 2 na lista socialista à Câmara Municipal de Barcelos. De acordo com o vereador, o que ficou decidido foi que não haveria pré-condições e exclusões.

Na reunião de hoje da Comissão Técnica Eleitoral (CTE), Brito espera pela oficialização do que Costa Gomes disse nas reuniões que mantiveram na Câmara, nomeadamente, de que não haveria condições políticas para o cumprimento do referido acordo. O vereador refere que essa situação terá que ser votada nesse órgão.

Carlos Brito fez, ainda, questão de ressalvar ao BP que trabalhará sempre, no seio da CTE, pelo melhor do partido, salientando que nada tem contra Armandina Saleiro, até pelo contrário, mas sendo uma questão política, considera que os acordos são para se cumprir.

Por fim, não colocou de parte a hipótese de voltar ao executivo, mesmo que não acompanhado por Alexandre Maciel, e só abandonará a CTE se for expulso ou se esta terminar.

Ainda dentro deste dossier, o BP refere que Costa Gomes poderá apresentar uma proposta à CTE, que poderá passar pelo regresso de Carlos Brito e a inclusão de Armindo Vilas Boas na lista à Câmara mas excluindo Alexandre Maciel, supostamente por não ter condições de voltar a trabalhar com ele.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima