Barcelenses Inspiradores: Albino Miranda

Fevereiro 1, 2020 Atualidade, Concelho, Cultura, Entrevistas, Mundo

O convidado desta semana dispensa apresentações. O seu trabalho destaca-se, nacional e internacionalmente. Falamos do artista Albino Miranda.

Se tiver interesse em participar ou em sugerir alguém inspirador para esta rubrica, escreva para o e-mail: barcelensesinspiradores@outlook.pt.

Nesta 2ª edição, temos várias novidades, entre elas, na entrevista, que conta com novas perguntas e secções, com uma pergunta mistério do convidado da semana anterior e, ainda, uma grande surpresa.

Esta rubrica foi um dos projetos selecionados pelo Orçamento Participativo da Câmara Municipal de Barcelos com o título “Barcelenses Inspiradores – do papel para o palco”. Para saber mais detalhes, aceda a este link: https://participe.cm-barcelos.pt/projetos/opb-ref-06-2019/.

Este projeto será sujeito a votação, por isso, para nos apoiar, finda a fase de inscrições através da plataforma online (terminou a 31 de janeiro), segue-se agora o período de votação online de 7 a 21 de fevereiro. Entre na plataforma online do Orçamento para mais informações: https://participe.cm-barcelos.pt/.

Desde já, agradecemos a sua participação e divulgação!



Nascido em 1967, Albino Miranda é um artista barcelense que, desde cedo, se fez destacar pela sua criatividade e aptidão para o mundo das artes. Vocacionado para a criação de esculturas, Albino acumulou experiência no ramo da cerâmica, e é na década de 90 que decide lançar-se por conta própria para assim ganhar asas na sua eterna aptidão.

Atualmente, Albino é o fundador da Albino Miranda Lda., empresa que se insere no setor decorativo, criando e desenvolvendo mobiliário personalizado e exclusivo, bem como esculturas da sua autoria. Conta já com quase 30 anos de experiência, escoltada por uma equipa de 36 profissionais responsáveis.

Consegue, neste momento, abraçar grandes projetos, tanto a nível nacional como internacional, e as suas marcas (KARPA e GANSK) estão já representadas em cerca de 25 países espalhados por todo mundo.



Quem és tu? Conta-nos quem és apenas como tu te conheces.

Diria que sou um privilegiado, porque faço exatamente o que mais gosto a nível profissional. Sou sensível às atitudes das pessoas e incapaz de trair em quem em mim confia. Sou também uma pessoa verdadeira e digo aquilo que penso com frontalidade.

O que fazes é uma extensão de quem és e do teu propósito de vida?

Sem dúvida, toda a minha vida foi dedicada à área criativa, que é o que sempre quis fazer. No entanto, hoje tenho a obrigação de gerir uma empresa, devido ao seu crescimento, trabalhando para profissionais de decoração por todo o mundo.

Se pudesses ter a atenção do mundo durante 5 minutos, o que dirias ou farias?

Diria que vale a pena sermos verdadeiros e lutar pelos nossos sonhos. Espero que as minhas obras tragam boas emoções a quem as vê.

Qual foi o acontecimento que mais te marcou até hoje?

Vários acontecimentos marcaram a minha vida, mas, nomeando apenas um, foi, claro, o nascimento dos meus filhos.

Curiosidades do Convidado

Qual é o teu livro preferido? E o teu filme?

Livro: “O monge que vendeu o seu Ferrari“, de Robin Sharma;

Filme: “Rambo”.

Qual foi a viagem que mais te marcou?

Viagem a Roma (Visita ao Vaticano).

Que viagem de sonho ainda pretendes realizar?

Uma viagem sem destino nem compromisso.

Qual é a tua atividade de tempo livre preferida?

Passeios de bicicleta pela Natureza.

Qual é a tua maior habilidade?

Artes manuais.

O que seria para ti um dia perfeito?

Um dia perfeito para mim é quando consigo cumprir todos os objetivos que tenho para esse dia.

Diz-nos um barcelense e um não barcelense que te inspirem e porquê.

Qualquer barcelense me inspira se for pessoa de bem, que lute pelos seus sonhos sem passar por cima de ninguém.

Não barcelense, Gaudí, foi na arquitetura um grande inspirador pelo seu trabalho arrojado, sendo a sua obra muito criticada na altura. Hoje é, no entanto, para ver o seu trabalho que milhares de pessoas se deslocam a Barcelona.

Pergunta mistério do convidado da semana anterior, João Macedo:

O que fizeste no teu passado para contornar as dificuldades que sentiste? O que te motivou e o que te levou a lutar sempre até ao fim?

O que fiz foi nunca desistir dos meus objetivos e uma vontade constante de criar algo único. Sabia que o caminho a percorrer seria longo, mas, ao mesmo tempo, estava a fazer algo que me dava imenso prazer.

Uma mensagem* inspiradora…

Nunca desistam dos vossos sonhos!

* Nota: Mensagem em latim significa mens agitat molem, ou seja, “o espírito agita a matéria”.

Por: Sandra Santos (Poeta e Tradutora) e Iara Brito (Criminóloga)*.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima