Barcelenses Inspiradores: Paula Costa

Maio 28, 2019 Atualidade, Concelho, Cultura, Entrevistas

Eu sou a Sandra Santos, uma jovem barcelense inquieta, que tem como paixões a poesia, a arte, a cultura, a natureza, a espiritualidade e a vida. O meu maior objetivo é evoluir como consciência humana e espiritual, de forma a poder influenciar positivamente o mundo.

O meu nome é Iara Brito, sou barcelense e apaixonada por viagens e desvendar novos locais e culturas. Aprecio a leitura e gosto de observar e aprender sobre o comportamento humano. Como criminóloga, sou uma irremediável questionadora.

Neste espaço que ocupamos no jornal digital “Barcelos na Hora”, seremos as responsáveis pela rubrica “Barcelenses Inspiradores”.

Todas as semanas é apresentado um barcelense de excelência. O propósito desta rubrica é, a partir da história de vida de barcelenses oriundos das mais diversas áreas, inspirar outras pessoas. Porque o outro é um reflexo de nós mesmos. Sejamos um exemplo de abundância, prosperidade, luz e amor e isso irá reverberar no mundo.

Se tiver interesse em participar ou em sugerir alguém inspirador para esta rubrica, escreva para o email: barcelensesinspiradores@outlook.pt.



Paula Costa inicia a sua jornada no mundo do Yoga há cerca de uma década. Quando pisou um tapete de Yoga pela primeira vez, não fazia a mínima ideia de como a jornada iria ser tão transformadora e intensa.

Completa a sua formação em Aeroyoga / Aeropilates 200h Teacher training com Rafael Martínez, criador do método em Madrid. Leciona, desde 2015, em vários espaços e em outubro de 2016 decide dedicar-se à sua paixão e tornar-se proprietária e fundadora do Flow Yoga Studio. A meio do percurso, faz formação em Reiki, Meditação, Yoga, Thai-massage, Meditação dos essénios, entre outros. Todos os dias, ela é grata pelo Yoga na sua vida, como mudou e como a continuará a mudar, uma vez que é uma fonte infinita de aprendizagens.

Tem um profundo respeito por todos os professores extraordinários que conheceu ao longo do seu percurso e muito amor e gratidão pelo suporte, amor e paciência da sua família. A melhor mensagem que deixa aos seus alunos é:

“Não importa o teu aspeto, só me interessa como te sentes…conectado, vivo, feliz, livre…não se trata de te tornares mais forte ou mais flexível, mas sim chegares à aula com coração e uma mente aberta, permitindo que a tua jornada no mundo do Yoga comece…Quem sabe onde esta viagem te irá levar…”

1 – Quem és tu? Conta-nos quem és como só tu te conheces.

Olá, eu sou a Paula, nascida e criada em Barcelos. Neste momento da minha jornada, sou instrutora de Yoga / Aerialyoga/ Aerialpilates. Desde muito nova que o contacto com pessoas me fascinava, não fosse eu do signo gémeos. Trabalhei na área comercial, moda, viagens e estética, até que, finalmente, encontrei o que fez o meu coração vibrar e deu sentido ao meu caminho. Inicio o meu caminho no Yoga já depois de ser mãe de dois lindos seres, já bem perto dos 33 anos…Pensava eu que já tardiamente…Mas como eu me enganei! A partir daí, nunca mais parei. Sempre fui uma pessoa ativa, praticava exercício físico cinco dias por semana no ginásio, com modalidades bem exigentes. E, depois de ter sido diagnosticado um problema congénito no coração, vejo-me obrigada a abrandar o ritmo. E é aí que procuro o Yoga. Confesso que, de início, era só pela parte física, mas depois fui conquistada por esta filosofia de vida que une corpo, mente e espírito. O Yoga passou a ser um modo de vida, indo muito mais além do corpo…E uma forma de nos relacionarmos com nós próprios, com a vida e com a natureza. E desde ser praticante (durante 8 anos) para ser instrutora, nunca mais parei. Fiz a minha formação em Madrid e foi transformador tudo o que conquistei até aqui…Marquei presença em festivais de Yoga, workshops, formações, retiros. E uma ida à televisão para falar do meu trabalho foi dos últimos eventos que muita honra me deu.

2 – O que fazes é uma extensão de quem és?

Completamente. A prática do Yoga não acaba quando terminas a aula e sais do tapete. Ela continua no teu dia a dia. Em quem tu és, em como te respeitas, como lidas com as tuas preocupações, medos e como lidas com o mundo. Tento sempre dar o meu melhor como pessoa, abro o meu coração, só assim faz sentido. Amor e entrega a tudo o que faço é essa a minha missão.

3 – De que forma impactas a vida do próximo?

Essa pergunta não é fácil de responder, deveria ser feita às alunas do meu estúdio. Sinto que, de alguma maneira, a minha entrega, o meu carinho, as toca. E sei que algumas me veem como uma inspiração, pois já mo disseram pessoalmente. Mudando os seus hábitos, adotando uma vida mais saudável, mais ativa, sem dúvida. Ou quando me dizem que, desde que iniciaram as minhas aulas, já dormem melhor, já não têm dores, andam mais calmas, respiram melhor, conseguem ter mais controlo perante situações de stress. Nas redes sociais, os seguidores também me deixam lindas mensagens. Que através dos meus posts e vídeos decidiram iniciar a prática do Yoga e também tirar formação, tanto a nível pessoal para se enriquecerem, como para trabalho. Se eu conseguir tocar alguém ao ponto de saírem de casa, virem praticar, para mim, já valeu a pena. E vem validar o meu caminho, enchendo o meu coração de amor.

4 – Se pudesses ter a atenção do mundo por 5 minutos, o que dirias ou farias?

Diria para o mundo:

Acredita em ti mesmo com todo o teu coração! Nunca deixes de sonhar e vai em frente.

Abraça mais, ajuda mais o próximo sem julgar tanto. Mais “por favor” e “obrigado”.

Cuida mais do teu planeta, sê responsável e mais ecológico e acredita na mudança.

5 – Ao longo da tua vida, quem foram algumas das pessoas que mais te influenciaram?

Sem dúvida, os meus pais, em primeiro lugar, pois deram-me os valores e a educação. Em muitos momentos na minha infância, não entendia algumas regras e “nãos”, mas hoje percebo e agradeço tudo.

O professor Nataniel, da disciplina de Anatomia, que eu achava que ia ser um fracasso e fui das melhores alunas no curso, provando que não existem alunos maus, mas sim professores que não sabem ensinar nem tocar o aluno, levando muitas vezes ao insucesso escolar. Neste caso, o professor Nataniel com o seu amor e entrega ao ensino fez com que eu fosse uma aluna excelente.

O Francisco, um dos meus professores de Yoga, que viu em mim o que eu não via, incentivando-me a ser instrutora de Yoga e fazendo-me acreditar que era possível.

Mais pessoas influenciaram-me, é claro, talvez mais subtilmente, mas também com muito valor, elas sabem quem são!

6 – Atualmente, que figuras de influência tomas como exemplo?

Sou fã da famosa Oprah, devorava os programas dela. Ainda hoje a sigo e sou inspirada pelas suas palavras.

Brené Brown, uma figura que comecei a seguir há pouco tempo, mas que me fascinou logo no primeiro minuto pelos temas que aborda, sobre o incrível e transformador poder da coragem e da vulnerabilidade.

O maravilhoso Professor Hermógenes, grande filósofo, poeta, escritor, professor de Hata Yoga, terapeuta, que já não se encontra entre nós neste plano, que me encantou quando comecei as minhas pesquisas sobre o Yoga. E, quando li isto, fiquei rendida:

“Sorrir, Amar, Perdoar, Compreender, Relaxar…Esses são remédios poderosíssimos, e que não estão à venda nas farmácias. O efeito colateral é a Felicidade.” (Hermógenes)



7 – Diz-nos um barcelense que te inspire e porquê.

Um dos grandes barcelenses que me inspira é um jovem talentoso e maravilhoso que tive o prazer de lidar bem de perto, desde pequenino. Hélder Nunes, um dos melhores jogadores do mundo em hóquei em patins. A sua grandeza como jogador estende-se ao grande ser humano que é. De uma humildade e simplicidade que o distingue e faz com que seja amado por todos aqueles com quem priva.

8 – Como gostarias de ser recordada?

Como a mulher que perseguiu os seus sonhos, que enfrentou os seus medos e que, apesar dos obstáculos que encontrou, os superou e seguiu caminhando em frente. Que irradiava paixão, amor e entusiasmo em tudo o que fazia. A mãe, a amiga, a mulher que deu e fez o melhor que podia, que tentou viver uma vida com sentido. Que tocou os outros com a energia e luz do amor e compaixão, inspirando e motivando-os a conquistar os seus sonhos. Que viajou por todo o mundo, vivendo experiências, conhecendo lugares incríveis e pessoas maravilhosas. Que irradiava positividade, esperança e paz.

Fotos: DR.

Por: Sandra Santos (Poeta e Tradutora) e Iara Brito (Criminóloga)*.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima