Câmara de Barcelos assina protocolo com Plano Nacional de Leitura 2027

Dezembro 19, 2019 Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo

O Município de Barcelos e o Plano Nacional de Leitura (PNL2027) assinaram, no passado dia 17, a Adenda ao Acordo de Parceria celebrado em 2018, numa cerimónia realizada nos Paços do concelho, representada pelo Presidente da autarquia, Miguel Costa Gomes, e pela Comissária do PNL, Maria Teresa Calçada.



A implementação do Plano Local de Leitura (PLL), no Município de Barcelos, prevê a execução de ações, um conjunto de novos projetos e a manutenção de outros, que estão consagrados na adenda ao Acordo.

Este Acordo tem como objetivo o desenvolvimento e operacionalização do Plano Local de Leitura (PLL) do Município de Barcelos e é instituído com o fim de dar expressão a uma política municipal de promoção e capacitação para a leitura, a escrita e as literacias, em nome de uma Política Nacional de Leitura.

Para o Presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes, a estratégia deste plano é importante para “alimentar a formação dos nossos jovens, de hábitos que é preciso não perder, de cultura e de conhecimento, e o Município de Barcelos associa-se a esta iniciativa porque é uma forma de partilhar aquilo que são as necessidades ou exigências da educação”. Adiantou ainda que é muito importante incutir hábitos de leitura nos mais novos, por isso deverão ser “feitas muitas atividades em conjunto com as escolas, de forma a existir uma maior promoção da mesma”.

Maria Teresa Calçada destacou de igual forma a importância do Acordo, referindo: “o que desejamos é que através deste Acordo consigamos alavancar as múltiplas ações que já fazemos e que possamos dar uma escala diferente ao agrupá-las. Vai permitir, ainda, colocar a questão da leitura e da literacia no coração das atividades que merecem ser reconhecidas socialmente”.

Este novo compromisso centra-se na construção do Plano Local de Leitura (PLL) de Barcelos, que inclui três novos projetos, sendo eles: “Fabriler” um projeto de sensibilização para a leitura e a escrita junto dos trabalhadores de empresas de Barcelos; a Bebeteca que tem como objetivo criar condições, para que, de forma precoce, se verifique a aproximação ao livro e a aquisição de vocabulário preciso e diversificado como um meio eficaz para prevenir dificuldades de aprendizagem futuras; a Sala de Leituras do Futuro: que tem como finalidade apoiar a comunidade escolar no aumento do nível de sucesso das aprendizagens curriculares, ao disponibilizar recursos que permitam práticas pedagógicas inovadoras e ao programar ações formativas para professores no âmbito da conceção de práticas de transformação pedagógica.

Pretende-se: fomentar a utilização autónoma, quer por associações do concelho, quer individualmente, por famílias, crianças, jovens e adultos, bem como contribuir para os objetivos do PNL, concedendo apoio técnico aos programas do Plano, através dos competentes serviços de Educação e Cultura e das Bibliotecas Públicas, enquanto agentes privilegiados na promoção da leitura; contribuir para a promoção da leitura na sala de aula e em outras atividades das escolas, financiando a realização de atividades de promoção da leitura nas escolas e respetivas bibliotecas escolares que servem o agrupamento, os jardins de infância e as escolas do ensino básico, tais como a Semana da Leitura e/ou atividades programadas ao longo do ano letivo; promover e financiar a realização de eventos destinados à promoção da leitura, e/ou disponibilizar apoios logísticos e equipamentos para o mesmo fim; apoiar o desenvolvimento da Rede de Bibliotecas Escolares, bem como facultar elementos acerca dos projetos e iniciativas de promoção da leitura, realizados a nível autárquico, para possibilitar a respetiva divulgação no sítio do PNL.

Os Planos de Leitura Local constituem-se como um referencial para a ação e expressão do compromisso dos municípios portugueses para com os valores e princípios do PNL2027, beneficiando em cada território de um trabalho colaborativo ancorado nas Comunidades Intermunicipais (CIM) / Áreas Metropolitanas (AM) e respetivas circunscrições territoriais (CCDR), devendo dar lugar a projetos de candidatura financiáveis quer no atual quadro comunitário Portugal 2020 quer no futuro Portugal 2030.

Fonte e foto: CMB.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Dia de Derby

Esta semana temos o Derby da 2ª Circular! Benfica e Sporting enfrentam-se
Ir Para Cima