Capítulo 15 – Erros cometidos na perda de peso

Outubro 3, 2018 Atualidade, Concelho, Cultura, Opinião
Sara Barbosa

Perder peso é algo muito subjetivo. É essencial saber distinguir emagrecer de perder peso. Podemos perder peso corporal perdendo água e massa muscular e não a massa gorda, que é o principal objetivo. Portanto, é muito importante entender que para uma perda de peso saudável devemos manter um plano alimentar adequado e ajustado a vários fatores, como o género, a idade, o objetivo a atingir, o metabolismo basal, a prática regular ou a ausência de atividade física, patologias existentes, medicação, entre outros.



Muitas pessoas anseiam perder peso rápido e, como tal, seguem dietas da moda, que são muitas vezes inadequadas e demasiado restritas, não garantindo o aporte calórico e de macronutrientes adequado e, como consequência, mais tarde podem voltar a recuperar esse peso perdido.

Quando há efetivamente uma grande perda de água e de massa muscular, em muitos dos casos, há agravamento da celulite, flacidez, aumento da retenção de líquidos e também redução do metabolismo basal.

Para uma perda de peso correta e eficaz, normalmente recomendo sempre, em consulta, a diversificação alimentar, o controlo da quantidade e qualidade dos alimentos ingeridos, bem como o próprio timing da ingestão alimentar. Como refiro sempre “o fruto proibido é o mais apetecido” e, portanto, a restrição alimentar exagerada causa maior ansiedade e aumenta a tentação e o desejo por alimentos menos saudáveis.

Alimentos que devem ser privilegiados e consumidos regularmente são os hortícolas, saladas, leguminosas (feijão, grão de bico, ervilhas, lentilhas, tremoços), fruta da época, frutos secos, cereais integrais (aveia, quinoa), laticínios magros, peixe, carnes brancas e gorduras saudáveis (azeite). Nunca esquecer a importância da hidratação através da água e também de infusões sem açúcar.

As proteínas, os ácidos gordos essenciais, os hidratos de carbono complexos, as fibras, as vitaminas e os minerais são nutrientes essenciais à nossa saúde e ao nosso bem-estar e devem ser adquiridos através de uma alimentação equilibrada, variada e completa (de acordo com as porções recomendadas na Roda dos Alimentos).

Um dos erros mais cometidos é o “saltar refeições”, que dificulta a perda de peso ao contribuir para a redução do metabolismo basal. Assim sendo, devemos fazer sempre 5 ou mais refeições por dia – privilegiando o fracionamento alimentar. Outro dos erros a evitar é o consumo de alimentos de elevada densidade energética ou que fornecem calorias vazias – que se vão transformar em gordura –, como açúcares simples, produtos de pastelaria, bebidas alcoólicas, refrigerantes, molhos industrializados, fritos e fast food.

Por: Sara Barbosa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Pin It on Pinterest

Shares
Share This

Partilha esta Notícia

Partilha com os teus amigos

Ir Para Cima