Capítulo 7 – Coma bem “fora de casa”

Setembro 6, 2017 Atualidade, Concelho, Cultura, Opinião
Sara Barbosa

Parece estranho conciliar as palavras “comer bem” e “fora de casa”, não concordam? Os snack-bares ou cafés são escolhidos, na maioria das vezes, pela rapidez do serviço e pelo facto de os alimentos servidos serem facilmente consumidos, como é o caso das sandes. Como rapidez nem sempre é sinónimo de perfeição, as refeições servidas nestes estabelecimentos são, muitas vezes, desadequadas a nível nutricional.



Contudo, é possível conseguir ter-se uma alimentação razoavelmente boa, tanto em pastelarias, como cafés ou restaurantes, bastando, para tal, ter-se em mente algumas premissas a seguir. Deixo-vos, pois, neste artigo alguns conselhos para melhorar as vossas escolhas alimentares fora de casa, prezando, assim, a vossa saúde.

Nem sempre a quantidade ou o tipo de refeições servidas são os mais adequados e, por isso, existem formas de tornar uma refeição mais saudável. Se, aquando da escolha do menu, o prato principal não lhe parecer o mais adequado, peça, por exemplo, uma sopa e uma salada ou então opte pelo menu infantil, caso exista, uma vez que neste são servidas doses menores. Sempre que disponível peça sopa para iniciar a refeição.

Outra regra de ouro é recusar o pão como entrada, uma vez que durante o tempo de espera pela refeição irá ingerir mais pão, sem se aperceber da quantidade ingerida.

Prefira métodos de confeção saudáveis como grelhados ou cozidos em vez de fritos e assados com gordura. Para além disso, peça para o seu prato ser cozinhado de forma diferente se a proposta no menu não for a mais saudável (peça para grelhar o bife em vez de fritar ou peça para reduzir a quantidade de sal no tempero, por exemplo). Se o prato tiver molhos, peça para estes serem servidos à parte, podendo assim optar por utilizar pouca quantidade ou simplesmente por nem os utilizar.

No caso de haver vários acompanhamentos (por exemplo arroz e batata), peça apenas um deles ou opte por pedir salada ou legumes como substitutos.

Coma devagar, de forma a mastigar bem os alimentos e perceber atempadamente quando está satisfeito. Por fim, não se esqueça de pedir fruta da época como sobremesa.

Como conselho final, não se esqueça que sempre que tenha oportunidade de levar marmita então opte por levá-la. Nada mais saudável do que as nossas próprias confeções culinárias.

 

Imagem: https://carmehil.files.wordpress.com

Fonte: Associação Portuguesa dos Nutricionistas

Visite o meu blog em:

http://sarabarbosa2008.wixsite.com/blognutricao

Por: Sara Barbosa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Me deu frio

No sopro de um suspiro Corre em mim, um arrepio Toco nas
Ir Para Cima