Arquivo de Categorias

Atualidade

Parlamento Europeu aprova reforço do “InvestEU” para 700 mil milhões de euros em investimentos

Dezembro 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Comissões dos Orçamentos e dos Assuntos Económicos aprovam por ampla maioria relatório dos eurodeputados José Manuel Fernandes e Roberto Gualtieri

O Eurodeputado do PSD, José Manuel Fernandes, viu hoje aprovada, pelas comissões dos orçamentos e dos assuntos económicos do Parlamento Europeu, a criação do programa “InvestEU”, reforçando para 700 mil milhões de euros o montante global de investimentos públicos e privados a mobilizar na União Europeia no período 2021 a 2027.



Desenhado para dar continuidade ao atual “Plano Juncker” e substituir todos os instrumentos financeiros da UE, o “InvestEU” «fortalece a capacidade de investimento nas infraestruturas, na investigação e inovação, no apoio às PME e na área social e qualificação as pessoas».

“O ‘InvestEU’ é um excelente instrumento para a criação de emprego e o reforço da competitividade da União Europeia. Promove o crescimento inclusivo e reforça o investimento na área social”, sublinha José Manuel Fernandes, coordenador do PPE na comissão dos orçamentos.

Por força da posição defendida pelo Eurodeputado do PSD e correlator para o ‘InvestEU’, a estimativa de investimento mobilizado do novo programa passou dos 650 mil milhões de euros previstos na proposta inicial da Comissão Europeia, para os 700 mil milhões de euros.

Para isso, vai ser aumentado o capital de garantia a disponibilizar para sustentar os instrumentos financeiros previstos no “InvestEU”, passando dos 38 mil milhões de euros para 40,82 mil milhões de euros assegurados através do orçamento da UE.

O acesso à garantia estará aberto em 75% para o Banco Europeu de Investimento (BEI), enquanto o restante (25%) ficará disponível para outras instituições financeiras, como o Banco de Fomento. José Manuel Fernandes chama a atenção para a introdução do fator de “flexibilidade que permitirá às duas partes usarem a garantia reservada à outra, caso não seja usada a sua totalidade”.

O Eurodeputado português adianta ainda que na estrutura de funcionamento do “InvestEU”, estão previstos dois compartimentos: o da UE, a funcionar com a garantia do orçamento da UE, e o dos Estados-Membros, que podem reforçar o aprovisionamento da garantia da UE direcionando, voluntariamente, até 5% dos seus Fundos Europeus Estruturais e de Investimento para projetos nos respetivos países.

“Desta forma, Portugal pode alocar, sem concurso, um montante extra de mais de 50 mil milhões de euros para projetos de investimentos, para além de se poder candidatar aos 700 mil milhões de euros, ao abrigo do compartimento comum da UE”, desafia o eurodeputado.

MEP Jose Manuel FERNANDES at the European Parliament in Brussels

Conclui José Manuel Fernandes que “Portugal não pode desperdiçar esta oportunidade e tem de definir os projetos que pretende executar. Precisamos de investimentos públicos e privados que modernizem e tornem Portugal mais competitivo”.

O relatório conjunto dos eurodeputados José Manuel Fernandes, pela Comissão dos Orçamentos, e Roberto Gualtieri, pela Comissão dos Assuntos Económicos foi aprovado por uma larga maioria em sessão conjunta das duas comissões, com 52 votos a favor, 5 contra e três abstenções. Em janeiro, na próxima sessão plenária de Estrasburgo deverá acontecer a votação final do documento, que define a posição do Parlamento Europeu no processo de codecisão que envolve ainda a Comissão Europeia e o Conselho.

Quatro domínios de intervenção

O “InvestEU” terá quatro domínios de intervenção, correspondentes às prioridades políticas da EU:

– Infraestruturas sustentáveis: com mais de 190 mil milhões de euros em investimento a mobilizar;

– Investigação, inovação e digitalização: com mais de 190 mil milhões de euros em investimento a mobilizar;

– PME: com mais de 214 mil milhões de euros em investimento a mobilizar;

– Investimento social e competências: com cerca de 95,5 mil milhões de euros em investimento a mobilizar.

Com um modelo baseado no sucesso do “Plano Jucker”, José Manuel Fernandes realça que o facto do “InvestEU” englobar todos os instrumentos financeiros da EU, tem várias vantagens: simplificação de processos, economias de escala, governação mais integrada e, consequentemente, maior impacto no crescimento. Este programa pretende também facilitar e simplificar a utilização conjunta com outros programas da UE.

De acordo com o Eurodeputado do PSD, “comparativamente com o ‘Plano Juncker’, o ‘InvestEU’ será de utilização mais simples, ao mesmo tempo constitui um reforço fortíssimo nos recursos financeiros da UE para a criação de emprego, apoio às empresas, promoção do empreendedorismo e da competitividade”.

Entre os critérios de elegibilidade dos projetos encontram-se a necessidade de serem economicamente viáveis e de colmatarem deficiências de mercado, não se conseguirem financiar nos mercados sem o apoio da UE e ajudarem a cumprir os objetivos estratégicos da UE, garantindo sempre um equilíbrio geográfico.

O “InvestEU” programa inclui também a plataforma de aconselhamento InvestEU e o portal InvestEU. A plataforma de aconselhamento InvestEU, que tem por base o Advisory Hub previsto no “Plano Juncker”, pretende prestar apoio técnico e assistência na estruturação, preparação e implementação dos projetos, reforçando a proximidade aos investidores. Por sua vez, o portal InvestEU pretende reunir os promotores dos projetos e os investidores, facilitando o contacto e oferecendo uma base de dados de fácil acesso e fácil utilização.

Fotos: DR.

Que luz foi essa, Vieira?

Dezembro 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Caríssimos leitores.

Cada vez mais me custa escrever esta crónica. Não por si mesma, mas porque aquilo que tenho para dizer se vai tornando tão monótono e repetitivo como os jogos do nosso amado SLB.



Aquilo custa mesmo ver. Não me prende 15 minutos seguidos. Jogos há em que adormeço por alguns instantes. E não, não estou a ser metafórico. Chego a adormecer. Eu sei que é no nosso Benfica. Mas este não é “O” Benfica. É uma equipa medrosa, indolente, taticamente medíocre, que defende sofrivelmente e ataca “ao calhas”. Vive à espera de milagres fruto de talento individual. E não pode ser.

Este Benfica de Rui Vitória nunca me agradou. Não sou nenhum iluminado, nem tenho especiais dotes de “olheiro”. Mas sei fazer análises factuais. E é factual que desde a chegada de Rui Vitória ao Benfica que o paradigma começou a mudar. Foi dois anos campeão, mas, parece-me, a conduzir o Ferrari do outro. Agora é preciso mudar o óleo ao Ferrari e ao que dá a perceber, este treinador nem o pneu sabe mudar.

O futebol que o SLB joga hoje lembra muito a mediocridade de Quique Flores ou o estilo de “tiki taka dos chineses” desse “guru do futebol” que é Lopetegui.

Veja-se o exemplo do Sporting. Apenas mudou de treinador e os jogadores parecem outros. Jogam que se farta. E no Benfica, a mediocridade e o fastio do costume…

E por tudo isto me custa tanto, cada vez mais, escrever estas crónicas, em tom de agreste avena ou frauta ruda, e não de tuba canora e belicosa.

Troca de treinador, Vieira. Troca, por Toutatis e Belenos. Por Marte ou por Ceres. Por Júpiter, por Rã. Por Cristo ou Maomé. Pelo amor ao Deus ou profeta que tu quiseres… Mas troca. Para que a minha próxima crónica comece como a d´O poeta mor:

Que eu canto o peito ilustre [Glorioso],
A quem Neptuno e Marte obedeceram:
Cesse tudo o que a Musa antígua canta,
Que outro valor mais alto se alevanta.

E viva o Benfica.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Nova “era” Keizer

Dezembro 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores do BnH.

Jogou-se a 12ª jornada do Campeonato Nacional, no jogo que marcou a estreia do novo técnico Marcel Keizer no nosso estádio, para o campeonato. Voltámos a golear – Sporting Clube de Portugal 4 – 1 Desportivo das Aves.



Na nova “era” Keizer, já são 4 desafios consecutivos a vencer – 3 dos quais com goleadas. Um percurso ainda muito curto, é um facto, mas não deixa de ser claramente promissor.

Apesar da hora, apesar da noite fria, apesar de no dia seguinte ser dia de trabalho, o nosso estádio voltou a estar muito composto, cerca de 35 mil espectadores. Mais um bom prenúncio, nesta nova “era” com Keizer ao comando.

Estamos longe da perfeição e, apesar da goleada, não foi de todo uma exibição de gala, mas afinámos a pontaria (4 golos em 5 oportunidades) e acentuámos a nossa dinâmica, sobretudo no corredor central, muito mais consistente desde a chegada de Keizer.

Em 4 jogos, somamos 17 golos: 4 ao Lusitano Vildemoinhos, 6 ao Qarabag, 3 ao Rio Ave e 4 agora ao Aves.

Já estamos em 2° lugar nas equipas com melhor ataque da Liga, e mais importante, foram mais 3 pontos, e assim sendo, continuamos em 2° Lugar, a apenas 2 pontos da liderança.

Quem diria que isto seria possível, há sensivelmente 4 meses atrás?

Depois de toda a turbulência e caos vivido, em tão pouco tempo, este é, sem dúvida alguma, o caminho certo da retoma, para a conquista de títulos.

Desporto é Vida! Vive o Desporto com “Respect” e “Fair-Play“!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

 

Mais uma semana e mais duas vitórias

Dezembro 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores do BnH.

Espero que se encontrem todos bem e felizes.



Mais uma semana, mais duas vitórias do FCP. Uma delas manteve o FCP na liderança em Portugal; a outra confirmou o primeiro lugar do grupo na Champions League e a dimensão europeia do FCP.  Estamos, mais uma vez, nos oitavos de final. O que vier depois desta fase é ouro porque sabemos bem que nesta fase estão os tubarões e os melhores. As mais fraquinhas já estão na Liga Europa… LOL

Na competição nacional, vencemos o Portimonense, num jogo com muitos golos e uma justa homenagem do público a Jackson (o melhor marcador do Estádio do Dragão).

Entrada no jogo a perder, mas depois impõe-se o nosso poderio e objetividade no ataque à baliza. Mais uma grande vitória, muitos golos e uma boa exibição. Os jogadores e a equipa técnica têm sido muito competentes também na gestão do seu esforço e rotatividade.

Quem nos ama e nos persegue é o departamento de comunicação do Benfica. A cada jogo do FCP, esses “benfas” vêm logo com publicações para camuflar o 4º lugar no campeonato, a prestação na Champions e o caso “e-toupeira”!

Para eles, qualquer “merdinha” dentro da área do Porto é penalty, mas o Jardel pode jogar andebol e o André Almeida está imune a cartões.

Feliz época natalícia para todos, sem exceção.

Força, Porto allez!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Basquete de Barcelos: Sub-16 masculinos garantem acesso à fase final e dois atletas convocados para as seleções

Dezembro 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Duarte Soares e Francisca Costa convocados para os Sub-15

No passado fim de semana, o Basquete Clube de Barcelos (BCB) esteve em vários jogos, sendo que na maioria deles a vitória foi para os jogadores do BCB.

O destaque vai para a jornada dupla dos Sub-16 Masculinos que, com duas vitórias, garantiram o acesso à Fase Final do Campeonato Distrital. Primeiro derrotaram o Ribeirão FC, em casa destes, por 32-67 e, depois, venceram em casa a mesma equipa por 85-59.



Os Sub-10 voltaram à competição, participando na 4ª Concentração Distrital, organizada pelo SC Braga. Os resultados não poderiam ter sido melhores, com um pleno de vitórias.

No fim de semana que se avizinha há a destacar a Final Four do Campeonato Regional do Minho, em Sub-14 Masculinos, organizada pela Associação de Basquetebol de Braga, em parceria com o BCB. António Faria, presidente do clube, salienta que “entraremos nesta prova para alcançar a vitória, mas reconhecemos que não será fácil. Os nossos atletas estão preparados e certamente que darão tudo em campo”.

Paralelamente a esta competição, realiza-se, em Braga, a Final Four de Sub-16, organizada pelo SC Braga. Tal como a anterior, esta será muito disputada. O presidente da direção do BCB afirma que “temos uma equipa com argumentos para dificultar ao máximo o trabalho dos nossos adversários”.

Duarte Soares e Francisca Costa convocados para estágio de observação da Seleção de Sub-15

Os atletas Duarte Soares e Francisca Costa foram convocados para os estágios de observação de Sub-15 da Federação Portuguesa de Basquetebol.

Relativamente à convocatória de Duarte Soares, este atleta transitou, na presente época desportiva, da Associação Desportiva de Esposende para o BCB. É atleta de 1º ano do escalão sub-16, no entanto, integra igualmente o plantel da equipa do BCB de sub-18. A chamada deste jovem a esta convocatória resulta de um trabalho que tem sido desenvolvido pela FPB, em parceria com as Associações Regionais, de observação de atletas e para a qual muito tem contribuído a Festa do Basquetebol Juvenil, que todos os anos decorre em Albufeira e onde estão presentes todas as seleções distritais do país ao nível dos escalões sub-14 e sub-16, masculinos e femininos. Duarte Soares foi um dos atletas da seleção de Sub-14 masculina da AB Braga presente este ano em Albufeira.

Já em relação à convocatória de Francisca Costa, felizmente, este tipo de convocatórias já começa a ser recorrente.  Na época passada, já tinha sido chamada a integrar estágios de observação das seleções nacionais de Sub-14 e Sub-15. É uma atleta que tem estado presente na seleção distrital da Associação de Basquetebol de Braga, com presença na Festa do Basquetebol Juvenil em Albufeira. Sem dúvida, é uma atleta que tem visto o seu esforço e dedicação recompensado com estas chamadas a estágios da FPB.

Fruto de um trabalho que tem sido realizado na formação, o BCB tem tido, nos últimos 3 anos, vários atletas chamados a estágios das seleções nacionais, como é o caso das atletas Francisca Costa (Sub-16), Eduarda Semblano (Sub-14), Inês Lameira (Sub-19) e Frederico Oliveira.

Fotos: BCB/DR.

 

Nova recolha de sangue e medula óssea em Barqueiros

Dezembro 12, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Barcelos Solidário – Benemérita Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Barcelos, realiza uma recolha de sangue e de medula óssea em Barqueiros.



Esta ação decorre no próximo dia 16 de dezembro, entre as 9h00 e as 12h30, na sede da Junta de Freguesia de Barqueiros, com o apoio da referida Junta, da Paróquia e do Instituto Português do Sangue e da Transplantação.

Imagem: BS.

Escola Básica Rosa Ramalho com várias atividades de encerramento do 1º Período

Dezembro 12, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação port barcelosnahorabarcelosnahora

A Comunidade Educativa da Escola Básica Rosa Ramalho irá desenvolver atividades, no âmbito dos projetos desenvolvidos nos Domínios de Autonomia Curricular (DAC), amanhã e sexta-feira (13 e 14 de dezembro), a encerrar as atividades de 1º período, com as turmas de 5º, 6º e 7º anos.



De acordo com a escola “esta organização curricular visa o desenvolvimento de temas da Cidadania e Desenvolvimento, numa dinâmica mais ativa, com a participação alargada de agentes da comunidade educativa”.

Assim, irá realizar-se a apresentação “Direitos Humanos”; Palestra “Águas de Barcelos-desafio sustentável?”, com o Eng. Diogo Navarro; Torneio de Futsal; “Vamos plantar a escola?”; Atividade Musical “Prevenção Rodoviária”; Tertúlia: “Avós-Filhos-Netos. Gerações em género: Que semelhanças e que diferenças?”; Assembleia de Alunos (2º ciclo); Mostra de produtos agrícolas da região – “Compra saudável?”, Feirinha de produtos caseiros cedidos pelas famílias; Música “Alimentação saudável”; Dramatização “Personalidades ativistas dos Direitos Humanos”; Atividade “Caça ao tesouro-Direitos Humanos”; Robótica; Kit Direitos Humanos; Sala da Matemática; Projeção do filme “ZARAFA”; Desfile/cordão humano de alunos “sandwich” com inscrição de Direitos Humanos; Escola Segura: “Prevenção Rodoviária”; Sala de experiências “Água, um bem a preservar”; Projeção do filme “Lorax”; Espetáculo teatral Tin.Bra “A revolta dos ecopontos”;  Palestra sobre “Alimentação / agricultura na região / Saúde”, com o Dr. Nuno Oliveira e agricultor da região; “Gil Vicente Futebol Clube – Saúde e desporto”; Natal solidário – Como ser Pai Natal na escola? – (interculturalidade / igualdade de género); Visita ao Centro Social de Arcozelo para a doação de artigos de vestuário, cedidas por empresas da região; Palestra “Como posso crescer saudável?”, com Dr. Pedro Coutinho e Dra. Natália Silva; Dinamização do Jogo Pedagógico “CHEGA para AQUI, CHEGA para LÁ!”; e Primeiros Socorros.

Foto: DR.

Juniores da ACR Roriz presentes no Troféu Internacional da Anadia

Dezembro 12, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Durante o último fim de semana, a equipa de Juniores da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT esteve presente no Velódromo Nacional, em Sangalhos, onde disputou o Troféu Internacional da Anadia.



No sábado, disputou-se a disciplina de Omnium, onde, depois de passarem as qualificações, Flávio Fernandes alcançou o 13° lugar e Manuel Barbosa foi 14°. Já Pedro Silva não concluiu a prova, depois de um sprint na disciplina de eliminação ter sido considerado irregular, quando apenas estavam 3 atletas em prova.

Já no domingo, disputou-se a prova de scratch onde Bruno Silva foi 13°, Flávio Fernandes foi 14° e Manuel Barbosa 19°. Na prova de Corrida por Pontos destacou-se Flávio Fernandes, com o 11° lugar.

“Numa competição marcada pela forte participação de atletas estrangeiros, mais do que o resultado final, realçamos o excelente empenho que os nossos atletas demonstraram e a experiência adquirida, ficando cientes do trabalho que temos pela frente”, salienta a equipa rorizense em nota.

Fotos: Roda na Frente/Inês Calvo/DR.

José Manuel Fernandes espera conseguir acordo para novo mecanismo de proteção civil

Dezembro 11, 2018 em Atualidade, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

União Europeia reúne amanhã instituições para decidir modelo de financiamento e criação do “RescUE”

José Manuel Fernandes, negociador do Parlamento Europeu, recusa financiamento exclusivo através de reafetação de verbas que prejudicará políticas europeias de crescimento

O financiamento do novo Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia (MPCU) vai obrigar a uma negociação de conciliação entre representantes das instituições europeias, Parlamento Europeu, Conselho e Comissão Europeia.



No Trílogo que se realiza já amanhã, o Eurodeputado José Manuel Fernandes espera conseguir um acordo que viabilize o financiamento da nova força de proteção civil europeia, com a inclusão de recursos extraordinários e não exclusivamente através da reafetação de verbas que estão destinadas a outras prioridades e políticas europeias.

“Trata-se de uma nova tarefa e um serviço que representa uma mais valia, com ganhos objetivos em termos de eficiência de meios e equipamentos, custos de funcionamento e capacidade de resposta a situações de emergência e catástrofe. Por isso, justifica-se que haja também novos recursos orçamentais para garantir o novo mecanismo”, defende José Manuel Fernandes, que integra a equipa de negociação pelo Parlamento Europeu.

Coordenador do PPE na Comissão dos Orçamentos, José Manuel Fernandes recusa a pretensão do Conselho em suportar a criação de um novo serviço de proteção civil – onde se destaca o “RescEU” – através de uma nova alteração orçamental, que se limite a utilizar verbas já destinadas a políticas consideradas de grande importância para o futuro da Europa.

A criação do sistema “RescEU” vem permitir que a UE passe a ficar dotada de uma reserva de meios próprios de proteção civil para fazer face a catástrofes em qualquer Estado-Membro, como foi o caso dos devastadores incêndios florestais do ano passado em Portugal.

A nova “força” inclui aviões de combate a incêndios e bombas de água especiais, entre outros equipamentos. A distribuição geográfica das novas capacidades será efetivada de forma equilibrada e tendo em conta a avaliação de peritos, de modo a aumentar a sua eficácia.

A decisão sobre o seu destacamento e qualquer decisão em caso de pedidos contraditórios será tomada pela Comissão – e não pelos Estados-Membros, como acontece atualmente para as situações de recursos disponibilizados voluntariamente pelos Estados-Membros.

O Mecanismo prevê, ainda, ajudas aos Estados-Membros para reforçarem as respetivas capacidades nacionais, financiando a adaptação, a reparação, o transporte e os custos operacionais dos recursos, para fazer face a desastres naturais da UE. Estima-se um custo de 205 milhões de euros até 2020 para reforçar os meios de resposta.

Num processo de negociação em que vários Estados-Membros desvalorizaram o interesse numa força comum de proteção civil, o Parlamento Europeu conseguiu já o reforço de uma linha de financiamento inscrita no orçamento da UE para 2019 e pretende garantir já a inclusão de novos recursos para 2020.

Fotos: DR.

Jogo entre Terras de Bouro e Martim adiado

Dezembro 11, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Antes de mais, seguem-se os resultados das jornadas do fim de semana anterior, que, por motivos técnicos, não revelámos.

Assim:

Pro-Nacional, jornada 14:

Santa Eulália: 1 – Santa Maria:3;

Divisão de Honra, jornada 12:

Celeirós: 2 – Águias de Alvelos: 1,

Soarense:1 – Pousa: 1,

Este: 3 – MARCA: 1,

FC Roriz: 3 – Guilhofrei:1,

Martim: 1 – Vila Chã: 0.

1ª divisão, jornada 9:

Granja: 3 – Operário Famalicão: 1,

Fradelos: 4 – FC Roriz B: 0,

Antas: 0 – Ucha: 3,

“Os Ceramistas”: 1 – São Cosme: 4,

Viatodos: 3 – Lousado: 2.

Entrando nos jogos deste último fim de semana. No Pro-Nacional, jornada 15, o Santa Maria (13º) recebeu o Esposende (15º), empatando a 0. Na próxima jornada, desloca-se ao terreno do Vieira (12º).

 

Na Divisão de Honra (Série A), jornada 13, o destaque, pela negativa, vai para o adiamento do jogo Terras de Bouro (5º) – Martim (4º). Na próxima jornada, a equipa barcelense recebe o São Mamede (15º).

O MARCA (7º) visitou o Águias da Graça (3º) e saiu derrotado por 2-1. Na próxima jornada, a equipa de Vila Cova recebe o Guilhofrei (14º).

Um dos dérbis barcelenses deste fim de semana, o Pousa (6º) recebeu o FC Roriz (9º) e conseguiu vencer por 1-0. Na próxima jornada, o Pousa joga em casa do Este (8º), enquanto os rorizenses recebem, também em dérbi, o Águias de Alvelos.

Estes últimos, em 13º na classificação, receberam os últimos, Soarense, tendo empatado a 0.

Por fim, na Série A da 1ª Divisão (jornada 10), o Viatodos (2º) empatou em casa do Calendário (4º) a uma bola. A maré de jogos complicados continua para esta equipa, porque na próxima jornada recebe o líder, São Cosme. Será, certamente, um grande jogo, visto que as duas equipas têm os mesmos pontos, mas a barcelense tem menos um jogo. Em caso de vitória, torna a ocupar o 1º lugar isolada.

O Ucha (7º) recebeu, em dérbi, o “Os Ceramistas” (12º), tendo empatado a 1. Na próxima jornada, os homens da Ucha vão ao terreno do Mouquim (11º). Já os de Galegos São Martinho recebem o Gondifelos (9º).

Noutro dérbi, o FC Roriz B (14º) recebeu o Granja (8º), tendo sido goleado por 0-4. Os de Roriz deslocam-se, na próxima jornada, a Delães (9º), enquanto os de Areias de Vilar recebem, em mais um dérbi, o Carreira.

Carreira que deu luta ao 3º classificado, o Fradelos, em casa, tendo perdido pela margem mínima, num resultado emocionante de 3-4.

Fotos: SMFC/CFOC/MARCA.

1 2 3 303

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima