Arquivo de Categorias

Atualidade

Barcelenses Inspiradores: a terapeuta Lúcia Duarte

Novembro 16, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Entrevistas, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora

Após termos apresentado o percurso da investigadora Inês Torres, esta semana é a vez de conhecermos a terapeuta Lúcia Duarte.

Se tiver interesse em participar ou em sugerir alguém inspirador para esta rubrica, escreva para o email: barcelensesinspiradores@outlook.pt.



Lúcia Duarte nasceu a 24 de dezembro de 1984 em Galegos Santa Maria. É licenciada em Animação Sociocultural, mas teve a necessidade de complementar a sua parte académica com o conhecimento espiritual.

Foi escuteira durante 17 anos, onde aprendeu a ajudar o próximo. Contudo, foi em 2002, como uma das primeiras bombeiras de Barcelos, que pôde colocar tudo isso em prática e quando sentiu que a sua missão estava concretizada, houve o que considera ser de “chamamento” e começou a ajudar pessoas na parte “física, mental, emocional e espiritual”, usando as terapias complementares, ditas como alternativas, que ainda são um grande tabu para a maioria dos barcelenses.

Sendo que esta grande aventura nas terapias complementares começou com o convite da fisioterapeuta Joana Novo para trabalhar no espaço dela, mas rapidamente percebeu que teria de criar algo que fosse diferente e que pudesse chegar a mais pessoas. Então, com um “empurrãozinho” de Olinda Ribeiro, nasce o projeto “Reikilibrate – Hospital da Alma”, onde, juntamente com Susana Ricardo e Patrícia Marques, ajudam todo o tipo de pessoas com variadas terapias a baixo custo, como meditação, Reiki, terapia multidimensional, Yoga kids, Yoga familiar, hipnose, constelações sistémicas familiares, leitura de aura, eventos de expansão de consciência, entre outros. No entanto, uma boa parte do mesmo é com base no voluntariado, uma vez que estas terapias são cada vez mais procuradas, mas nem todos têm a capacidade financeira para o fazer (exemplo dos reformados com baixos rendimentos); e no anonimato, uma vez que zelam pela integridade de todos os doentes oncológicos que vão auxiliando, juntamente com uma equipa de voluntários que cresce a cada dia que passa.



Quem és tu? Conta-nos quem és apenas como tu te conheces.

Olá a todos! Eu sou a Lúcia, sou uma mulher com feições fechadas, mas que é a alegria personificada, uma sonhadora que gosta de ver o mundo que me rodeia mais além do que o que temos, e que, por isso, gosta de quebrar padrões sociais através da expansão da consciência, usando a ação, a comunicação e todo o dinamismo que me é possível. Sou alguém que gosta de aventura, desafios e, sobretudo, de uma boa jantarada em família ou com os amigos. Claro que nem tudo é uma maravilha e tenho um mau acordar e sou muito rabugenta de manhã (risos). Sou alguém que ama ler, pois sou extremamente curiosa e adoro aprender, mas também gosto de passar um dia super chuvoso deitada no sofá a ver um bom filme e a comer pipocas.

O que fazes é uma extensão de quem és?

Claro que sim, não deixo nunca de cuidar de mim, pois se não estiver bem comigo mesma não consigo ajudar os outros. De uma forma muito natural e instintiva, ajudar o outro é o que me faz feliz, e, quando fazemos o que gostamos, os desafios tornam-se apenas um degrau para realizarmos os nossos sonhos. Logo, o que faço é uma extensão do que eu sou.

De que forma impactas a vida do próximo?

Muitas pessoas precisam de se sentir sempre amadas, rodeadas de pessoas que as bajulem, ou de se sentirem intelectual ou socialmente melhor do que as outras pessoas. Mas quando percebem que esse não é o caminho, chegam até mim já com um problema que parece o bicho papão e lamentam-se disto ou daquilo, e eu digo: “chega de mimimi, vamos é trabalhar!” (risos). E é assim que eu sinto que crio impacto na vida do próximo, quando consigo ajudar quem me rodeia e, sobretudo, aqueles que me procuram fazendo deste modo os outros sentirem-se a parte mais especial de si mesmos e transformando o bicho papão numa lição de vida que os leva à vitória; e, sinceramente, sinto sempre que a vitória deles é a minha própria vitória.

Se pudesses ter a atenção do mundo durante 5 minutos, o que dirias ou farias?

Diria ao mundo que muitas pessoas devem a grandeza das suas vidas aos problemas e obstáculos que tiveram de vencer na vida, por isso, pega na melhor parte do pior problema que tens e transforma em algo grandioso.

Ao longo da tua vida, quem foram algumas das pessoas que mais te influenciaram?

Sem dúvida alguma, os meus pais, que sendo pessoas simples do campo são pessoas dotadas de uma grande bagagem cultural e que sempre me diziam “os estudos e o conhecimento são a enchada da vida, faz por seres alguém e alguém serás ”. E foram eles que me passaram o gosto pela leitura, não só a mim como às minhas irmãs, e até os próprios netos que já devoram livros. Também B.P., o fundador do escutismo, é uma referência para mim, e quando tenho dúvidas sobre o lutar pela mudança e quebrar padrões de pensamento/comportamento social, lembro-me sempre do que ele disse, “deixa o mundo um pouco melhor do que o encontraste”, e vou à luta.

Atualmente, que figuras de influência tomas como exemplo?

Nenhuma em especial, mas confesso que tenho uma inclinação para o nosso Presidente da República, uma vez que este demonstrou que, apesar do cargo que ocupa, também se pode ser humano, mostrando que as pessoas não são apenas números.

Diz-nos um barcelense que te inspire e porquê

Sem dúvida nenhuma, que Paula Costa, a mulher do Presidente dos Amigos da Montanha, pois aqui aplica-se mesmo muito bem o provérbio que diz que “por detrás de um grande homem está sempre uma grande mulher”; e, sim, ela é mesmo uma grande mulher e muito especial!

Como gostarias de ser recordada?

Fácil, fácil: gostaria de ser lembrada pelo sorriso com que recebo as pessoas e pelos abraços que lhes dou, e talvez como alguém que fez o melhor que podia com o talento que tinha.

Por: Sandra Santos (Poeta e Tradutora) e Iara Brito (Criminóloga)*.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras)

Câmara Municipal aprova apoios educativos e sociais

Novembro 16, 2019 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária realizada no dia 15 de novembro, protocolos de colaboração com os nove agrupamentos escolares do concelho e 74 entidades gestoras das Atividades de Apoio e Animação à Família (AAAF), constituídas por juntas de freguesia, associações de pais e instituições particulares de solidariedade social, tendo em vista a transferência das verbas necessárias à concretização daquelas atividades no ensino pré-escolar e que ascendem a 61.734,11€ mensais.



A rede pública da educação pré-escolar integra a componente letiva (da responsabilidade do Ministério da Educação) e a componente não letiva, com ocupações socioeducativas de apoio à família, assegurando um horário flexível e compatível cm as necessidades dos pais e encarregados de educação, sendo estas de responsabilidade partilhada entre os municípios, os agrupamentos escolares, as associações de pais, as juntas de freguesia e as instituições particulares de solidariedade social.

Ainda na mesma reunião, o executivo municipal aprovou um protocolo de colaboração com a Escola Secundária de Barcelos para a realização de estágio de dez alunos de uma escola de Itália, integrados no projeto Erasmus, em espaços e equipamentos culturais do Município (Biblioteca Municipal, Museu de Olaria, Casa da Azenha e Teatro Gil Vicente).

Foram também aprovados os seguintes apoios na área social e educativa: comparticipação financeira nas refeições escolares de 28 alunos dos jardins de infância e escolas do 1º ciclo do concelho; apoio financeiro à habitação social a duas famílias, no valor global de 21.887,00€; apoio à renda habitacional a 12 agregados familiares.

O executivo municipal aprovou subsídios a sete freguesias, no valor global de 93.000,00€, como comparticipação nas despesas de aquisição de terreno para cemitério, pavimentação e reperfilamento de ruas, drenagem de águas pluviais e obras em sede de Junta.

Destacam-se, ainda, as seguintes deliberações tomadas na reunião de Câmara de 15 de novembro: a delimitação da Área de Reabilitação Urbana Barcelos Nascente Dois, um instrumento potenciador de políticas públicas e particulares de regeneração e reabilitação do conjunto edificado urbano; as alterações às normas do Orçamento Participativo 2019, que definem a inscrição para apresentação de propostas e votação até janeiro de 2020, a votação dos projetos entre 7 e 21 de fevereiro de 2020 e a apresentação pública dos projetos vencedores em março de 2020; um acordo de colaboração com o Judo Clube de Barcelos tendo em vista a utilização do Pavilhão Municipal para a realização das suas atividades; um contrato de desenvolvimento desportivo com a Associação Cultural e Recreativa de Roriz, que integra uma comparticipação financeira do Município no valor global de 12.500,00€; um contrato de desenvolvimento desportivo com a PCAND – Paralisia Cerebral – Associação Nacional de Desporto (modalidades de boccia, tricicleta, futebol de 7 e slalom), que integra uma comparticipação financeira do Município no valor de 6.800,00€; um subsídio à Banda Musical de Oliveira, no valor de 1.500,00€, como apoio à participação no Desfile Nacional de Bandas Filarmónicas, em Lisboa; um subsídio ao Grupo Coral Shallom, no valor de 1.500,00€, como apoio às iniciativas das comemorações do 38.º aniversário.

Fonte e foto: CMB.

Igreja da Misericórdia de Barcelos reabre dia 16 de novembro

Novembro 15, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Sábado, 16 de novembro, pelas 15h00, celebra-se uma eucaristia em ação de graças pela conclusão dos trabalhos de restauro da Igreja da Misericórdia de Barcelos. A celebração será presidida por D. Jorge Ortiga, Arcebispo de Braga. No final, será descerrada uma placa comemorativa no átrio da igreja.



Construída no século XVI, a Igreja da Misericórdia de Barcelos foi alvo de uma intervenção profunda, que permitiu restaurar os elementos existentes, entre pavimento, telhado e paredes, mas, igualmente, descobrir novos elementos. Nomeadamente, a obra decorreu na fachada, telhado, capela-mor, arco-cruzeiro, altares de Santo António, de Nossa Senhora da Conceição e da Senhora da Cana Verde, sanefas, púlpitos e quadros.

Além da recuperação de um património declarado de Interesse Público Municipal, esta intervenção permitiu melhorar as condições para uso litúrgico pela Comunidade.

Foto: SCMB.

Aluna do IPCA ganha bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian

Novembro 15, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Beatriz Abreu, aluna do terceiro ano da Licenciatura em Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais da Escola Superior de Tecnologia (EST), do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), e membro do Conselho Geral desta Instituição.



É a única estudante do Ensino Superior Politécnico selecionada para ser bolseira do programa Novos Talentos em Inteligência Artificial da Fundação Calouste Gulbenkian (https://gulbenkian.pt/grant/novos-talentos-em-inteligencia-artificial/).

A estudante ficou orgulhosa com esta distinção, estando, no entanto, ciente do que está para vir: “Foi muito gratificante saber que ganhei a bolsa; porém, sei que tenho um grande caminho a percorrer para atingir os desafios que forem surgindo”, referiu Beatriz Abreu.

No período de 10 meses, a estudante vai desenvolver um trabalho na área da inteligência artificial aplicada aos jogos digitais, orientada pelo Professor Alberto Simões, membro integrado do Centro de Investigação 2AI da EST/IPCA. Em relação ao trabalho “o tema do projeto a desenvolver no âmbito da bolsa vai ser relacionado com a criação processual de níveis para um puzzle do género sokoban; todavia, o tema do projeto ainda não está confirmado”, adiantou a estudante do IPCA que salientou ainda a importância do curso de Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais “estudar no IPCA permitiu-me desenvolver não só competências técnicas como pessoais, que por sua vez me permitiram participar em diversas atividades dentro e fora da comunidade académica e enriquecer os meus conhecimentos”.

Estudantes do IPCA arrecadaram o 1º prémio no desafio “Tax Tank” da PwC

Pelo segundo ano consecutivo, uma equipa de estudantes do 3º ano de licenciatura em Fiscalidade da Escola Superior de Gestão (ESG), do IPCA, venceu a competição do “TAX TANK” promovida pela PWC.

Uma outra equipa, composta por estudantes de mestrado em Fiscalidade da ESG, no mesmo concurso, foram distinguidos com uma menção honrosa pela sua participação.

Estes resultados mostram bem o nível de empenho e dedicação que os estudantes colocaram na sua participação. O TAX TANK é um concurso “que tem como objetivo divulgar e dinamizar a área da fiscalidade, premiando para o efeito os alunos do primeiro e segundo ciclos do ensino superior das áreas de Economia e Gestão, ou similares que apresentem uma maior competência na otimização fiscal de uma estrutura empresarial”.

Os resultados obtidos nas duas edições do evento mostram que os nossos estudantes se encontram preparados para os desafios que se lhe apresentam.

O IPCA, continua a mostrar que é uma referência nacional nos domínios da Contabilidade e Fiscalidade, reflexo da qualidade do ensino promovido pela ESG.

Fonte e fotos: IPCA.

Equipas da frente vencem os seus jogos

Novembro 15, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Luís Gonçalves

Olá, caros leitores.

Mais um fim de semana de futebol popular!

Nada de novo: das quatro equipas da frente todas elas venceram e lutam, cada vez mais, pelo tão almejado título.



A única – se é que se pode dizer – surpresa foi a vitória do Perelhal frente ao Oliveira, por 1-0. Os homens de Perelhal não perderam nenhum jogo em casa, têm 2 vitórias e 2 empates; o Oliveira sofreu a primeira derrota forasteira.

Na liderança, com 21 pontos, continua o Leões, que receberam, e venceram, o Fragoso por 2-1. Continuam, assim, na sua senda de vitórias: 7 jogos, 7 vitórias! Quem os fará perder os primeiros pontos?

A partilhar o segundo lugar estão duas equipas: Leocadenses e Carapeços. Os primeiros receberam, e venceram, o Paradela por 3-0. Os segundos, depois de terem ficado sem treinador, foram a Aborim golear os locais, por 1-4.

O Remelhe (4º lugar) recebeu, e venceu, o Milhazes por 6-0.

O Negreiros, que na semana transata foi a Carvalhal ser eliminado da Taça, nesta semana voltou a Carvalhal e “deu o troco”, vencendo por 2-3.

No jogo “das árvores de fruta”, Pereira-Macieira, os homens das “maçãs” levaram a melhor e venceram por 0-1. Quero destacar o Pereira, pela positiva e pela negativa. Começo pela positiva: têm apenas 4 golos sofridos e são a 2ª melhor defesa deste campeonato. Pela negativa: são o pior ataque com apenas 4 golos marcados.

Na próxima jornada, destaco o Fonte Coberta-Leões da Serra.

Na 2ª divisão, o São Martinho continua a cimentar a liderança. Nesta jornada, foi a Balugães vencer por 0-2. O Baluganense tem feito um campeonato dececionante! Em fim de semana de São Martinho, os pupilos de Miguel Pereira voltaram a sorrir depois de, na semana transata, terem perdido para a Taça, frente ao Feitos.

Logo a seguir está o Cossourado, com o melhor ataque da 2ª divisão. Deslocou-se a Silveiros e “aplicou chapa 5”.

O Feitos foi a Creixomil vencer por 2-3.

Já o Campo deslocou-se ao Santa Eugénia e venceu por 2-3. Foi a primeira derrota do Santa Eugénia em casa e a segunda vitória forasteira do Campo.

O Carvalhas, em 8º, recebeu o São Mamede (12º), tendo levado de vencida os visitantes, por 2-0.

Esta semana temos a preciosa ajuda de Márcio Fernandes e das suas fotos! Projeto conjunto a continuar! Sê bem-vindo, caro Márcio!

Estamos na 7ª jornada, é certo, mas as equipas começam a perfilar-se para chegarem, cada vez mais, ao topo, a fim de lhes garantir a subida ao escalão maior.

Na próxima jornada, destaco o Creixomil-São Martinho, Feitos-Santa Eugénia, Campo-Carvalhas e o Cossourado-Silva.

Por esta semana é tudo! Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

Fotos: Márcio Fernandes.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Miguel Ângelo Santos, da Casa do Povo de Martim, é campeão nacional de luta livre olímpica

Novembro 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Equipa barcelense conseguiu mais resultados de relevo

O Pavilhão Municipal de Casal de Cambra recebeu, no passado dia 09 de novembro, mais uma edição do Campeonato Nacional Individual de Luta Livre Olímpica, assim como, do Torneio de Luta Feminina e do Circuito Nacional “Beat the Streets” Portugal.



A equipa de Lutas Amadoras da Casa do Povo de Martim foi uma das equipas que se fizeram representar, tendo alcançado resultados de destaque.

Miguel Ângelo Santos sagrou-se Campeão Nacional Cadete (65kg), com José Pedro Silva a sagrar-se Vice-Campeão Nacional Júnior (67kg).

No Torneio de Luta Feminina, Catarina Silva foi 2ª classificada em Abs. 76kg e Letícia Loureiro venceu em Iniciados G2.

Por fim, no IX Circuito Nacional “Beat the Streets”, Miguel Marques venceu em Benjamim G4 e Dinis Silva também venceu, mas em Bambi. Já Tiago Silva foi 2º classificado em Iniciado G1.

Fotos: CPM/DR.

Centro Zulmira Pereira Simões abre loja solidária a 16 de novembro

Novembro 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Tradicional loja fica aberta até 31 de dezembro

O nº 49 da Avenida da Liberdade, em Barcelos, volta a ser o local escolhido pelo Centro Zulmira Pereira Simões para a instalação da sua loja solidária “temporária”, com produtos dedicados à época natalícia e cujas receitas revertem para solidariedade.



A abertura – para a qual estão todos convidados – acontece já no dia 16 de novembro, pelas 15h30, estando aberta até ao próximo dia 31 de dezembro.

O horário de funcionamento da loja será entre as 10h00 e as 19h00.

Imagem: CZPS.

II Festival de Sopas em Barqueiros

Novembro 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

Evento solidário organizado pelo Rancho Folclórico e Etnográfico “A Telheira”

No próximo dia 23 de novembro, com início pelas 19h30, realiza-se a 2ª edição do Festival de Sopas, organizado pelo Rancho Folclórico e Etnográfico “A Telheira”, de Barqueiros.



O evento decorrerá na sede do Rancho e a entrada custará “3 sopas”, que incluirá duas sopas à escola, uma bebida de copo e pão). Haverá, ainda, sobremesas e petiscos.

A animação estará a cargo de Zé Barbosa & Ricardo Jorge, sendo que este festival conta com o patrocínio de estabelecimentos e particulares de Barqueiros e de freguesias próximas.

Imagem: RFET.

Barcelos integra a rede Autarquia Familiarmente Responsável

Novembro 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos foi distinguido como “Autarquia + Familiarmente Responsável 2019”, uma nomeação atribuída pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) que fará a entrega da respetiva bandeira, numa cerimónia que decorrerá em Coimbra, no dia 27 de novembro.



Na edição deste ano dos prémios do Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis, a 11ª, foram distinguidos 76 municípios portugueses, sendo que no distrito de Braga essa distinção foi também para os municípios de Amares, Braga, Cabeceiras de Basto, Vila Nova de Famalicão, Póvoa de Lanhoso e Vieira do Minho.

Este prémio visa reconhecer as boas práticas no âmbito das políticas familiares e distinguir os municípios que investem na execução de uma política integrada de apoio à família. Neste sentido, o Município de Barcelos, enquanto entidade empregadora, ”adota medidas que facilitam a conciliação da vida familiar e laboral dos seus trabalhadores”.

Para Armandina Saleiro, Vereadora do Pelouro da Ação Social, esta distinção deve-se “à política de desenvolvimento social criada pela autarquia que muito tem apoiado os munícipes, as famílias e as pessoas mais carenciadas do concelho”. E acrescenta que “existe um compromisso social e este galardão é também o reconhecimento das dinâmicas sociais que temos implementado. Sempre definimos a área do apoio social como uma das prioridades da nossa atuação e o facto de recebermos este título, é algo que nos deixa muito orgulhosos e satisfeitos”, salienta a responsável pela área social.

“Ciente de que a família é um marco de coesão social insubstituível para o bem-estar da população e promove a integração social no território, o Município de Barcelos promove medidas facilitadoras da vida familiar”, refere em nota.

“Neste contexto, tem vindo a implementar diversas medidas e políticas sociais familiarmente responsáveis, nomeadamente na habitação, através da redução do IMI para as famílias numerosas, assim como no arrendamento habitacional e habitação social em que é concedida, pelo Município, uma majoração de 30%, às famílias com três ou mais filhos e de 20% às famílias monoparentais”, continua.

“Ainda neste alinhamento, ao nível cultural há uma grande preocupação, por parte do Município, em conceber programas adequados à participação das famílias. Destacam-se algumas das iniciativas na área cultural, bem como nas áreas de educação e formação. Neste caso, destacam-se o apoio ao transporte escolar, o apoio nas refeições escolares, a oferta de manuais escolares, bolsas de estudo para os estudantes do ensino superior, o projeto de intervenção psicossocial e psicoeducativa. Na área da saúde, através dos projetos Barcelos a Sorrir, Promoção da Saúde Ocular e Auditiva e Promoção de Imagem e o Transporte Solidário”, conclui.

A avaliação do Observatório das Autarquias + Familiarmente Responsáveis tem em conta fatores ligados à política integrada de família, aos facilitadores de uma política familiarmente responsável e à responsabilidade social dentro da autarquia.

Fonte e foto: CMB.

Perdida em mim…

Novembro 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Joana Martins

Vagueio na solidão

Sem saber para onde vou

Só, de mim,

Perdida na imensidão.

Sou tudo ou nada

Num só coração.

Contínuo perdida

Vagueio em vão.

Contínuo a procurar

Dentro de mim, o sentido

Tento me encontrar

Num suspiro contido.

Abro os braços ao mundo

Na ânsia do querer

E num segundo

Vejo a vida correr

Não a deixo fugir

Não a quero perder

Vim para sentir

A sorrir vou viver.

Perdida em mim…

.

Nunca se esqueçam de sorrir, por mais que a caminhada seja dura!

Vou tentar fazer o mesmo…

Por: Joana Martins*.



(* A redação do poema é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

1 2 3 448
Ir Para Cima