Arquivo de Categorias

Atualidade

Gil Vicente volta às vitórias “graças” ao Maria da Fonte

Outubro 15, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Estádio dos Moinhos Novos, na Póvoa de Lanhoso, foi o palco para mais um jogo da Série A do Campeonato de Portugal, opondo os locais Maria da Fonte e o Gil Vicente Futebol Clube, com a vitória a sorrir aos barcelenses.



As três equipas em campo foram formadas por:

Arbitragem: Eduardo Ribeiro, coadjuvado por Daniel Santos e Pedro Freitas.

SC Maria da Fonte: Pedro Sá, João Antunes, Bruno Gabriel, Cabreira, Tiago Marques, Romário (Nuno Amorim, 68’), Varanda, Figo, Telmo Fernandes (João Oliveira, INT), Miguel Ribeiro e Tanela (João Marna, INT). No banco ficaram Luís Miguel, Cara, Ricardo André e João Paulo, com Alberto Fernandes como treinador.

Gil Vicente FC: Wellington, Bruno Morais, Rui Faria, Henrique Brito, Edwin Vente, Júnior, Emerson (Juan Villa, 74’), Ahmed Isaiah, James Arthur, Joãozinho (Silas, 65’) e Gabriel Mejía (Bruno Lopes, 85’). No banco ficaram Rafa Pires, Pedro Araújo, Diogo Ramalho e Rui Gomes, com Nandinho como treinador.

Os gilistas entraram melhor no jogo, com o colombiano Mejía a abrir o marcador, logo aos 7 minutos, de grande penalidade. Os locais responderam, com o brasileiro Romário a repor a igualdade, aos 21’. Pouco mais de um quarto de hora depois, mais um golo para os barcelenses, por intermédio do nigeriano Ahmed Isaiah. Ao intervalo, o marcador apontava a uma vitória do Gil Vicente FC, por 1-2.

Aos 67’ da segunda parte, João Oliveira “deu” uma ajudinha aos visitantes, apontando um autogolo. O máximo que os lanhosenses conseguiram foi reduzir a desvantagem, por intermédio de Varanda, aos 73’. No entanto, o marcador não se mexeu mais e o Gil Vicente FC regressou às vitórias, por 2-3.

Na próxima jornada, os gilistas recebem o Fafe, em jogo a contar para a 9ª jornada.

Foto: GVFC.

Óquei de Barcelos abre campeonato com empate

Outubro 15, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No último sábado, 13 de outubro, o Pavilhão Municipal de Barcelos foi palco do jogo relativo à 1ª jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins 2018/2019, tendo o Óquei Clube de Barcelos (OCB) recebido o Riba d’Ave.



O jogo foi arbitrado por Rui Torres e Carlos Correia, da AP Minho, tendo as equipas alinhado da seguinte forma:

OCB: Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Gonçalo Nunes e Alvarinho (cinco inicial), com o banco a ser composto por André Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa, Gonçalo Meira e Rúben Sousa, com Paulo Pereira como treinador.

Riba d’Ave: Diogo Fernandes, Nuno Pereira, Hugo Azevedo, Daniel Pinheiro e Bruno Pinto (cinco inicial), com o banco composto por Pedro Freitas, Tomás Pereira, Raul Meca, Diogo Casanova e Diogo Seixas, com Hugo Azevedo como treinador.

Os forasteiros entraram de rompante e antes dos primeiros 10 minutos já venciam por 1-2, fruto dos golos de Hugo Azevedo (3’) e de Bruno Pinto (6’), com João Almeida, também aos 6’, a reduzir a desvantagem. Até ao intervalo, Hugo Costa restabeleceu a igualdade a 2 golos, aos 13’, mas, novamente – dando mostra do jogo de “parada e resposta” que estava a realizar-se na quadra barcelense – os visitantes recolocaram-se na frente do marcador, de novo por Hugo Azevedo, aos 17’. Os homens do OCB não se deram por rogados e Joca Guimarães restabeleceu a igualdade a 3, a menos de 1’ para o intervalo, resultado com que os hoquistas saíram para os balneários. Pelo meio, Gonçalo Nunes ainda falhou uma grande penalidade e Alvarinho um livre direto (do lado do OCB); e Hugo Azevedo falhou um livre direto (do lado do Riba d’Ave).

A segunda parte teve menos momentos de realce, com os visitantes a entrarem novamente melhor, passando de novo para a frente do marcador, por Diogo Casanova, aos 8’. Dois minutos depois, João Almeida (10’) bisou e restabeleceu o resultado final em 4-4, com Alvarinho, pouco depois, a falhar novo livre direto, que poderia ter dado a vitória aos barcelenses.

Na próxima jornada, o OCB desloca-se ao terreno do Valongo.

Foto: OCB.

André Martins, do Karate d’Os Académicos, vence no Open da Póvoa de Varzim

Outubro 15, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No último sábado, dia 13 de outubro, realizou-se mais um Open Karate Póvoa de Varzim, organizado pelo CKA – Clube Karate Aguçadourense e teve lugar no Pavilhão Municipal da Póvoa de Varzim.



O Karate do FC Os Académicos marcou presença, tendo André Martins conquistado o 1º lugar na prova destinada a atletas portadores de Trissomia 21.

Tiago Ribeiro conseguiu um 5º lugar, sendo que Hugo Ribeiro, Tiago Pereira e Pedro Ribeiro não conseguiram lugares de pódio.

De salientar que alguns dos atletas da equipa arcozelense não marcaram presença por estarem em compromissos ao serviço da seleção nacional.

Foto: DR.

Gala da Rainha das Vindimas na Central de Camionagem a 20 de outubro

Outubro 15, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Valorização das tradições e da ruralidade e potenciação da informação cultural e da atratividade do concelho de Barcelos são os objetivos da 5ª edição da Rainha das Vindimas de Barcelos, que se realiza no dia 20 de outubro, na Central de Camionagem, pelas 21h30.



A iniciativa é organizada pelo Município de Barcelos em colaboração com a Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e a participação das juntas de freguesia, grupos de folclore, associações socioculturais que, assim, se associam ao projeto e proporcionam a participação das candidatas.

São onze as candidatas barcelenses que se apresentam, este ano, a concurso e que vão desfilar, na esperança de serem a escolhida e arrecadar o título de Rainha das Vindimas de Barcelos.

O desfile, que pretende destacar a criatividade das produções, compreende a apresentação de três tipos de modelos: regional, casual e vestido de noite.

O primeiro consiste num modelo com enfoque principal no folclore local e nas tradições da região ao nível do trajar e de outros artefactos com ele relacionados. Grupos folclóricos e culturais serão representados pelas candidatas, com os respetivos trajes, evidenciando a diversidade e riqueza do folclore existente no território de Barcelos.

A apresentação do segundo modelo (casual) é também o momento da promoção do vinho verde, onde se valoriza aquilo que cada candidata foi convidada a definir sobre “a vinha, o vinho e o mundo rural”. Além do envolvimento da AMPV e da Delegação Concelhia da Confraria do Vinho Verde, conta com a participação e colaboração de uma quinta e produtor de vinho verde de Barcelos.

O terceiro modelo (vestido de noite) será o momento de valorização das artes e ofícios tradicionais, associadas ao artesanato, envolvendo os participantes e a assistência na preservação dos argumentos identitários do território e do seu potencial.

Esta gala põe em evidência os motivos que levaram Barcelos a integrar a rede mundial de Cidades Criativas da UNESCO, na categoria do Artesanato e Arte Popular.

O acesso ao espetáculo Rainha das Vindimas 2018 é livre.

Fonte e imagens: CMB.

Mais que uma Derrota

Outubro 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores do BnH.

Jogou-se a 7ª jornada do Campeonato Nacional e, desta feita, saímos derrotados frente ao Portimonense, que estava em último na Liga. Portimonense 4 – 2 Sporting Clube de Portugal; não apenas perdemos o jogo, como fizemos a nossa pior exibição, até ao momento.



Passaram apenas 72 horas entre o desafio disputado quinta-feira, na Ucrânia, e este, em Portimão, mas não pode, de todo, funcionar como desculpa, pois foi, sem dúvida, sem que nada o fizesse prever, uma péssima exibição, sem querer, sem intensidade, completamente “perdidos” em campo.

Agora falta saber como vamos reagir, no plano anímico. Pois, em Portimão, perdemos e bem, sem margem para qualquer duvida e fomos, até, “banalizados” pelo Portimonense, que se galvanizou, é um facto, e que fez, de longe, o seu melhor jogo, mas para além de no início deste jogo estar em último, aproveitou, e com todo o mérito, o nosso, de longe, pior jogo realizado. Péssima exibição, onde sofremos tantos golos neste jogo, como nas seis partidas anteriores! Deixámos, naturalmente, de ser a segunda melhor defesa da Liga e, para mais, descemos para 5° na classificação geral!

Resta ver quando, e como, vamos reagir e recuperar deste jogo para esquecer. É fundamental reagirmos no imediato.

Desafios como este fazem perder campeonatos!

Li que os clubes “ameaçaram” o Governo com paragem do futebol! Preferia ter lido: clubes, instâncias envolvidas, associados, adeptos do futebol e do desporto em geral, mudam a sua mentalidade e forma de estar no desporto! Respeitando para serem respeitados!

Desporto é Vida! Vive o Desporto com “Respect” e “Fair-Play“!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Não gostei nada

Outubro 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores do BnH!

Na crónica desta semana vou tentar ser curto e objetivo.

Não gostei nada, como é lógico, do resultado do clássico na Luz e também da exibição da nossa equipa. Exibição sem ideias, sem classe, sem intensidade, sem nada que me agradasse.



Não criámos perigo nenhum e o resultado foi justo. Se o resultado fosse um empate também não surpreenderia, mas ganhou quem marcou e isso é que conta no futebol.

É triste termos duas derrotas à sétima jornada e estarmos em 3º lugar. Algo tem que ser feito e urgentemente. Sinto que muitos jogadores que ficaram no plantel este ano, estão com as suas cabeças noutros clubes e noutros cofres que não são a nossa realidade. São vários os jogadores a sair a custo zero e mais vão sair, mostrando uma tremenda ingratidão, e está na hora de “bazar” com esses “tios patinhas” da equipa principal. É necessário, também, reformular o plantel. A ausência de Aboubakar vai ser difícil de colmatar. Espero que esta paragem seja benéfica para o Porto e que SC agite as hostes e que acorde certos meninos. Queria endereçar uma palavra de apresso aos 3500 adeptos portistas que se deslocaram à Luz, foram incríveis e incansáveis e mereciam muito mais da nossa equipa.

No final da partida, assistimos a um episódio vergonhoso, uma música de tourada foi reproduzida no som do estádio, mostrando uma arrogância, uma prepotência e uma falta de respeito de um clube que se julga acima da Lei, do Estado e da Justiça. Não sei se a ideia foi do Pedro Guerra ou do Paulo Gonçalves ou do Nuno Cabral. Os adeptos organizados e os da Porta 18 estavam em êxtase com a música. A multa deste ato foi de 765 euros! Numa altura em que o clube de Carnide parece querer a paz no futebol, faz uma coisa destas, depois desculpam-se com coisas do Porto que ocorreram no século passado, tipo aquelas discussões de crianças do tipo “eu fiz, mas tu também fizeste”…Fazem o que querem, pois a proteção é total.

É no momento da derrota que sou ainda mais portista porque quem ama não abandona!

Até à próxima.

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Vencer o Rival

Outubro 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Uma equipa que pretenda ser campeã, só pode perder ou empatar 2 jogos no campeonato. Os restantes, tem obrigação de ganhar. É um facto que vai perder ou empatar mais um ou outro jogo, mas os únicos jogos em que tem “dispensa”, são os jogos em casa dos rivais. No caso do Benfica, entende-se que não ganhe em Alvalade e no Dragão. A partir daí, tem sempre de ter uma mentalidade vencedora e encarar cada um destes restantes jogos com a vitória por objetivo único.



O nosso Benfica, com o RV aos comandos, nem sempre tem sido assim. Muito irregular, ora faz um jogo que entusiasma, ora uma exibição paupérrima. Quis o destino que frente ao nosso rival FCP, a jogarmos em casa, a vitória nos sorrisse. Soube bem. Fosse ao contrário e andávamos com uma azia dos diabos (passe a redundância). Além do mais, ninguém calava os Andrades. E, pior, jamais os ouviríamos dizer o que tem realmente de ser dito: a melhor equipa em campo, foi a de manutenção do relvado.

Do RV e seus onze magníficos já não espero outra coisa. Mas da parte do SC, surpreendeu-me. Algo se passou no Reino do Dragão entre a época passada e esta, que tornou uma equipa aguerrida e competitiva, à imagem do seu treinador, num plantel de aselhas com problemas de autoconfiança (o que eu desejei que o Herrera tivesse feito um jogo igual na época passada…).

Naquele que devia ter sido um dos jogos “quentes” da época, a estatística mostra-nos o seguinte: num jogo em que a posse de bola andou mais ou menos dividida ( 55% para o SLB, 45% para o FCP), em 90 minutos de jogo tivemos 2 remates à baliza para o Benfica, 1 para o Porto; 2 remates “ao lado” para o Benfica, 6 para o Porto (e note-se que perfaz um total de 4, sim 4, remates para o vencedor do jogo, ao longo de toda a partida); 26 lançamentos laterais para o Benfica, 28 para o Porto (o que acaba por ser ilustrativo quanto ao ritmo de jogo); 1 defesa para o Vlachodimos, outra para o Casillas.

Ora, atendendo a que hoje em dia, para se ver a “bola” tem que se pagar a uma das três operadoras “tradicionais” (MEO, NOS ou Vodafone) e/ou à nova NOWO, ao que acresce a SportTV e/ou a BTV e/ou a Eleven Sports (para a Liga dos Campeões), e depois assiste-se a espetáculos desta categoria, então, caros amigos, está na hora de pensarmos se não deveríamos passar a assistir a partidas de Sueca ou de Petanca.

Junta-se-lhe invasões de academias, toupeiras e apitos dourados, durante a semana…Nem com Cholagutt e Primperan isto lá vai…tal é o enjoo.

Os meus pêsames e solidariedade a quem tem saudades do bom e “velho” futebol.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Seniores Femininas da Casa do Povo de Alvito em 2º no Torneio de Lagos

Outubro 13, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

André Carreiras, em Cadetes Masculinos, conquista 3º lugar

No passado fim de semana, 6 e 7 de outubro, a equipa de Ténis de Mesa da Casa do Povo de Alvito deslocou-se ao Algarve para disputar o Torneio de Lagos.



André Carreiras, em Cadetes Masculinos, conseguiu um ótimo 3º lugar, sendo que Susana Costa ficou na fase de grupos.

Em Seniores Masculinos, João Costa ficou no Mapa 16, Carlos X. Silva no 32 e Daniel Torres no 1/64.

As Seniores Femininas conseguiram conquistar a 2ª posição final coletiva, com Catarina Ferreira e Marta Henriques a serem eliminadas nos 1/4 de final, Jéssica Fernandes nos 1/8 e Mariana Ferreira e Sandra Esteves a ficarem na fase de grupos.

Em nota, a equipa salienta o “excelente espírito de equipa e de cooperação com pais fantásticos (Andreia e Rui Carreiras)”, deixando-lhes um agradecimento pela “preciosa colaboração nesta jornada fantástica”.

Fotos: CPA.

Uns causam furor e outros voltam à “normalidade”

Outubro 12, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Luís Gonçalves

Olá, caros leitores.

E jogou-se mais uma jornada dos campeonatos do futebol popular de Barcelos, em pleno verão…esperem, já estamos no outono! OK, a chuvinha voltou agora por um pouco, mas as temperaturas enganam bem!



Na 3ª jornada da 1ª divisão, o Fragoso continua a causar furor. Na jornada passada foi a casa do campeão em título, o Carvalhal, vencer por goleada de 2-5. Nesta jornada recebeu o líder Carapeços e conseguiu empatá-lo, a 2 bolas. O Fragoso está a ter um início de campeonato fulgurante. E na próxima jornada, desloca-se ao terreno do Leões da Serra, que é o 6º classificado e um crónico candidato ao título. A ver vamos se as surpresas desta equipa continuam a acontecer.

O Carvalhal (2º) parece ter voltado à “normalidade”, vencendo em casa do Negreiros (16º), por 1-2. Novamente, o Negreiros não começa bem o campeonato. No do ano passado, se se recordam, apenas na 2ª volta é que começou a “carburar” melhor.

Já o detentor da Taça Cidade de Barcelos, o Oliveira, que se encontra num bom 4º lugar, recebeu a equipa que fecha o top-10, o Sequeade, e levou-o de vencida por 2-1.

Quem também está a ter um bom começo é o Pereira, que se encontra em 3º. Esta semana foi a casa do Fonte Coberta vencer por 0-2.

O 5º classificado, o Leocadenses, deslocou-se à Silva (12º), para trazer de lá um empate a 2 golos.

Num grande jogo, com 6 golos, o Leões da Serra foi a casa do Macieira (15º) – que está a ter um início de época menos bom – empatar a 3 bolas.

Na próxima jornada, destaco o Carapeços – Negreiros, Carvalhal – Oliveira, Pereira – Campo e Leões da Serra – Fragoso.

Na 2ª divisão, destaque para a primeira derrota do Milhazes (8º), que vinha de duas goleadas. Desta feita, foi goleada pelo líder Feitos, por 0-4. Feitos que tem apenas vitórias nos jogos disputados, sendo mesmo a única equipa só com vitórias.

O Paradela (4º) também surpreendeu, ao ir a Aborim golear a UCRA (6º), por 2-4.

Quem parece estar com uma malapata de jogar em casa é o recém-despromovido Pedra Furada (12º), que tem por derrotas os jogos em casa. Desta feita, foi goleado pelo Cristelo (10º), por 1-4.

O jogo que opôs dois regressados ao futebol popular, trouxe a vitória forasteira – a primeira – do Bastuço, em casa do Silveiros (18º), por 0-2.

O Águias de São Mamede (2º), derrotaram o Cossourado, em casa deste, por 0-2, e o Juventude São Martinho (7º) foi derrotado em casa pelo Águas Santas (3º), igualmente por 0-2.

Na próxima jornada, destaco o Feitos – Creixomil, Águias de São Mamede – Pedra Furada e o Chorente – Paradela.

Por esta semana é tudo.

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

MODATEX promove feira solidária em Barcelos em prol da FIBRO

Outubro 12, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

O MODATEX realiza uma feira solidária, no próximo dia 20 de outubro, na Campo da Feira (em frente da Igreja do Senhor da Cruz), a favor da FIBRO – Associação Barcelense de Fibromialgia e Doenças Crónicas.



Em nota, o centro salienta que “procura, sempre que possível, mobilizar colaboradores e funcionários para causas que sejam importantes para a comunidade onde se inserem. Estes princípios de responsabilidade social que caraterizam a atividade do centro, estão na base” na iniciativa.

A FIBRO tem como objetivo a sensibilização e defesa dos direitos das pessoas que sofrem de Fibromialgia e Doenças Crónicas, promovendo a sua qualidade de vida e acesso a apoio terapêutico integrado, terapias de grupo e terapias não convencionais/medicinas alternativas.

Desta forma, e com o objetivo de angariar fundos para o apoio nas diferentes necessidades apresentadas pela associação FIBRO, o MODATEX vai promover esta Feira Solidária, onde serão vendidos artigos cedidos pelas empresas têxteis do concelho, com o valor angariado com estas vendas a ser doado à instituição para aquisição de bens necessários e para apoiar os doentes que frequentam a instituição.

Imagem: MODATEX.

1 2 3 281

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima