Arquivo de Categorias

Atualidade - page 2

Arcozelo em Festa no próximo fim de semana

Julho 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A 19 e 20 de julho realiza-se mais uma edição do “Arcozelo em Festa”, organizado pela ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Arcozelo e Junta de Freguesia de Arcozelo, no Parque Radical da freguesia.



Para além dos bares e tasquinhas haverá dança, música e desporto.

Dia 19, pelas 19h00, dá-se a abertura oficial. Uma hora depois, a Barcelos Saudável leva a cabo uma aula de ginástica. Pelas 21h00, atua Paulo Neiva, seguido do grupo Dimensão Minhota.

Dia 20 de julho, há jogos tradicionais (17h00), missa campal (18h00), espetáculos de Ar Jovem (19h15), Demure (19h45), Carlos Soutelo e seus amigos (20h00), do Grupo Sénior da Freguesia de Arcozelo (21h15), de dança pela ARCA Dance Studio (21h30), música e DJ após as 23h30, com encerramento pelas 01h00.

Imagem: DR.

IV Encontro “Unidos pela Música” em Milhazes

Julho 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 20 de julho, pelas 21h00, realiza-se o IV Encontro “Unidos pela Música – Filhos da Terra”, que terá lugar no Centro Paroquial de Milhazes.



Este será um espetáculo musical, em grupo e a solo, de índole instrumental e vocal, promovido pelo Grupo Infantojuvenil de Milhazes.

As inscrições deverão ser realizadas junto do referido grupo. O evento terá bar com café, bebidas, bifanas, entre outras coisas mais.

Imagem: DR.

Câmara de Barcelos inicia processo de revisão do PDM

Julho 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Câmara Municipal de Barcelos deu início ao processo de revisão do Plano Diretor Municipal (PDM), que deverá estar concluído dentro de um ano.



A decisão foi tomada na reunião ordinária do executivo municipal de 12 de julho e decorre da necessidade de adequar o PDM às alterações verificadas no quadro legislativo do ordenamento do território, com a publicação da Lei de Bases Gerais da Política Pública de Solos, de Ordenamento do Território e de Urbanismo e do Regime Jurídico dos Instrumentos de Gestão Territorial (RJIGT).

“Tendo em conta que o PDM de Barcelos foi revisto em 2015, com publicação em 13 de julho daquele ano, o mesmo foi enquadrado no período transitório previsto no Decreto-Lei n.º 50/2015, de 14 de maio (RJIGT), pelo que se torna necessário iniciar um procedimento de revisão das opções estratégicas em matéria de planeamento e gestão do território”, refere o Município em nota.

A necessidade de revisão está vertida no Relatório de Avaliação, elaborado especificamente para este efeito pela equipa de trabalho do PDM. Entre as recomendações para a revisão do PDM, a Equipa propõe o seguinte:

    • Promoção de execução sistemática de áreas estratégicas do território, urbano e rústico, garantindo a prossecução dos objetivos estabelecidos no Plano;

    • Salvaguardar o equilíbrio do território como um todo, garantindo que as funções estabelecidas para cada tipo de solo dão resposta às necessidades para aí identificadas, não comprometendo a sua função na manutenção desse equilíbrio global;

    • Garantir o equilíbrio entre solo urbano e solo rústico, a sustentabilidade dos ecossistemas e que a prestação de serviços ambientais do solo rústico é compensada pelas mais valias resultantes do solo urbano;

    • Implementação e/ou reforço de medidas para a promoção de métodos de produção sustentáveis e de estratégias para estimular a competitividade do setor agrícola e florestal;

    • Promover a reabilitação urbana, a colmatação e preenchimento dos tecidos urbanos como forma de rentabilização das infraestruturas existentes, contendo a expansão dos perímetros urbanos, e assim garantir um uso equilibrado, racional e efetivo dos solos urbanos disponíveis;

    • Potencializar o surgimento de novas centralidades resultantes de investimentos supramunicipais e/ou privados e as mais valias para o território daí decorrentes;

    • Integração das boas-práticas associadas às alterações climáticas, medidas der mitigação, correção e resiliência, através da implementação de critérios claros e objetivos para todas as intervenções com caráter de permanência no solo, quer em espaço público como em espaço privado, quer em intervenções públicas ou levadas a efeitos por privados;

    • Promoção e incentivo na valorização dos recursos únicos e diferenciadores, como vantagem competitiva do território;

    • Promoção da cobertura do território pelas infraestruturas territoriais e urbanas e rede de equipamentos, garantindo acesso a toda a população;

    • Estabelecer medidas para a concretização da estratégia de mobilidade e acessibilidade do concelho que promovam a mobilidade suave e fomentem o uso de transporte coletivo;

    • Maior rigor e definição de critérios a aplicar nas intervenções a incidir sobre valores naturais, agrícolas, florestais e culturais, aproveitando as potencialidades dos instrumentos ao dispor e/ou criados pelo Plano;

    • Reavaliação dos critérios e parâmetros estabelecidos no Regulamento do Plano para as intervenções em bens imóveis inventariados.

A deliberação do executivo inclui, ainda, a abertura de um período de participação pública de 15 dias úteis para a formulação de sugestões e apresentação de informações sobre quaisquer questões que possam ser consideradas no procedimento; a publicação da decisão de revisão do PDM no Diário da República; a comunicação daquela deliberação à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte, para efeitos de nomeação da comissão consultiva de acompanhamento; o envio do processo à Equipa de Trabalho do PDM.

Fonte e foto: CMB.

Festa de São Bento em Balugães

Julho 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Celebra igualmente o Santo António, Santo Amaro e Senhora da Cabeça

Este fim de semana é de festa em Balugães, com a festa em honra de São Bento, assim como, de Santo António, Santo Amaro e Senhora da Cabeça.



Dia 10 de julho celebrou-se missa em honra da Senhora da Cabeça e a 11 de julho em honra de São Bento.

Hoje, pelas 20h00, celebra-se missa em honra de Santo Amaro. Pelas 22h30 inicia o arraial noturno, com a atuação de Delfim Júnior e Ymperio Show.

Amanhã, pelas 17h00, celebra-se missa com sermão em honra de Santo António. Pelas 22h30, atua o grupo CurtiSom.

Domingo, dia 14 de julho, pelas 9h00, dá entrada a Banda Nova de Barroselas. Pelas 11h30, celebra-se missa em honra de São Bento. Pelas 16h00, iniciam os atos religiosos. Duas horas depois, atua o Conjunto Irmãos Cardoso, seguido do sorteio das rifas e do fogo de artifício a anunciar o final das festividades.

Imagem: DR.

9º Passeio de Motos e Motorizadas Antigas de Faria

Julho 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 21 de julho realiza-se a nona edição do Passeio de Motos e Motorizadas Antigas de Faria, com um percurso de mais ao menos 30km. Participação gratuita, com inscrição no local, no dia.



A receção às máquinas de duas rodas (ou poderão ser de mais) e seus tripulantes trajados a preceito será feita pelas 14h00, com a saída a efetuar-se pelas 15h00. A reunião dos participantes e a partida realiza-se junto à Igreja Paroquial de Faria. Na ida, o percurso passará por Milhazes, Carvalhal, Barcelinhos (com paragem no quartel dos Bombeiros Voluntários de Barcelinhos, com bênção dos capacetes). Na volta, passarão por Barcelos, Vila Boa, Barcelinhos, Gilmonde, Fornelos, Vila Seca e terminando em Faria, onde haverá a entrega de prémios, fotografias e porco no espeto. Os prémios em disputa são os de Melhor Traje e Melhor Restauro.

Este é um evento levado a cabo pelo Grupo de Amigos de Duas Rodas de Faria. Para mais informações, contactar a organização pelos números 963 970 458 ou 966 856 605.

Imagem: DR.

Recolha de sangue em Galegos Santa Maria no dia 20 de julho

Julho 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Dia 20 de julho, entre as 9h00 e as 12h30, realiza-se uma recolha de sangue em Galegos Santa Maria, organizada pelos Caminheiros do Agrupamento 618 – Galegos Santa Maria.



A mesma terá lugar no Centro Paroquial da Sagrada Família, em Galegos Santa Maria e contará com a colaboração do Instituto Português do Sangue e da Transplantação.

O Clã 119 conta com a sua presença, pois “dar sangue também é dar Amor”.

Imagem: DR.

Barcelenses Inspiradores: Miguel Durães

Julho 11, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Entrevistas, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora

Eu sou a Sandra Santos, uma jovem barcelense inquieta, que tem como paixões a poesia, a arte, a cultura, a natureza, a espiritualidade e a vida. O meu maior objetivo é evoluir como consciência humana e espiritual, de forma a poder influenciar positivamente o mundo.

O meu nome é Iara Brito, sou barcelense e apaixonada por viagens e desvendar novos locais e culturas. Aprecio a leitura e gosto de observar e aprender sobre o comportamento humano. Como criminóloga, sou um irremediável questionadora.

A anterior entrevista do “Barcelenses Inspiradores” deu a conhecer o amante do desporto Fernando Rodrigues. Desta vez, vamos ficar a conhecer, de uma perspetiva mais intimista, o psicólogo Miguel Durães.

Se tiver interesse em participar ou em sugerir alguém inspirador para esta rubrica, escreva para o email: barcelensesinspiradores@outlook.pt.



Miguel Durães nasceu em Barcelos em 1981. Cresceu em Arcozelo e, apesar das viagens constantes, continua a viver na sua cidade berço – Barcelos.

Licenciado em Psicologia Clínica. Perito em Psicologia Forense. Especialidade em Gestão Pública. Membro da Comissão Consultiva (CCPUC) do Programa Nacional para a Saúde Mental da Direção-Geral de Saúde/Ministério da Saúde, desde 2010. Como elemento da CCPUC integrou, por indicação do Diretor do Programa Nacional para a Saúde Mental, a Delegação Portuguesa ao Global Leadership Institute da Universidade de Boston (EUA,) em maio 2013, que teve como objeto a formação e implementação de líderes globais na Saúde Mental. Foi convidado, como consultor do Programa Nacional para a Saúde Mental, na qualidade de dirigente de IPSS e de técnico experiente no setor infantojuvenil, para apoiar a implementação de projetos de saúde mental nas escolas, nomeadamente de prevenção de comportamentos suicidários. Relator do grupo de trabalho “Governação e Financiamento” na Conferência Nacional de Saúde Mental, tendo como entidades promotoras o Programa Nacional para a Saúde Mental da Direção-Geral de Saúde, EU Joint Action on Mental Health and Wellbeing; World Health Organization/Mental Health – Europe.

Presidente de Direção da RECOVERY IPSS (sem fins lucrativos), instituição onde, sob a sua presidência, foram criadas, com acordos de cooperação assinados com os organismos do Ministério da Saúde e do Ministério do Trabalho, Segurança Social e Solidariedade, a Unidade Paul Adam McKay para pessoas portadoras de doença mental grave (ambulatório – adultos); e as duas primeiras Unidades de Cuidados Continuados Integrados de Saúde Mental de Infância e Adolescência da história do nosso país (RTA – internamento; USO – ambulatório).

Desenvolveu vários projetos da área da Saúde, Ação Social, Educação, Cultura, Gestão Pública e Assuntos Internacionais, sendo a RECOVERY IPSS distinguida duas vezes pela Direção-Geral da Segurança Social (2007 e 2008) pelo trabalho desenvolvido com famílias, vencedora do Prémio do Alto Comissariado da Saúde do Ministério da Saúde em 2010, distinguida entre 2012 e 2015 com formação especializada em Saúde Mental aprovada pelos organismos competentes do Ministério da Saúde e pelos Fundos Sociais Europeus (FSE), vencedora do Prémio Manuel António da Mota em 2017, vencedora do Prémio Fidelidade-Comunidade em 2018, vencedora do Prémio BPI/Fundação “la Caixa” em 2018 e do Prémio Cinco Estrelas – Regiões em 2019.

Vice-Presidente da Federação Portuguesa de Associações de Famílias de Pessoas com Experiência de Doença Mental Grave (FamiliarMente). Delegado português na EUFAMI – European Federation of Associations of Families of People with Mental Illness. Escritor de crónicas na comunicação social e com vários artigos publicados em revistas científicas com referee.

Nos últimos 10 anos, tem desempenhado vários cargos dirigentes e/ou representativos no Partido Social Democrata (PPD/PSD). Tomou parte como conferencista em meetings nacionais e internacionais em temas relacionados com a Saúde, Acão Social, Educação, Direitos Humanos, Gestão Pública e o papel de Organizações Não Governamentais/IPSS na comunidade.



Quem és tu? Conta-nos quem és apenas como tu te conheces.

Pergunta muito interessante, diferente das que me têm sido dirigidas ao longo da vida. É sempre difícil falarmos de nós próprios, mas não vou fugir à questão.

Venho de origens simples e humildes. Considero-me um Homem trabalhador, honesto, com valores e princípios muito bem definidos.

Como é sobejamente conhecido, existem várias facetas da minha pessoa, enquanto cidadão ativo a nível político, social e profissional. No entanto, defino-me precisamente pela faceta menos conhecida do público, ou seja, como um Homem de família. Tenho uma esposa e dois filhos que amo muito e são, sem margem para dúvidas, o mais importante que tenho nesta Vida. Eles definem-me, eles são o meu prolongamento como pessoa.

O que fazes é uma extensão de quem és?

Sim, acredito que sim. Tudo o que construí e conquistei, adveio sempre de muito trabalho, dedicação e sacrifício.

Nunca tive a vida facilitada. Tudo o que se pode ver em mim, através do meu trabalho, das minhas convicções, ou que tenha nascido na sociedade através do meu contributo, é fruto dessa força e dessa resiliência.

Com 20 anos já tinha dado, literalmente, a volta ao mundo. Aí posso dizer que acabo por ser um privilegiado e uma pessoa com muita sorte. Mesmo tendo nascido numa família sem grandes possibilidades financeiras, a Vida acabou por me proporcionar o encontro com grandes seres humanos, com quem muito aprendi, cresci e amadureci. E o meu interesse pela mundividência acabou por me permitir ver, ouvir e tocar no “coração” da humanidade.

Sou o Homem que sou hoje, porque vi no mundo que muito há a fazer, e que posso dar o meu pequeno contributo para o tornar um pouco melhor que aquele que encontrei. Tenho a profissão que sempre quis, que sempre sonhei. Atingi o “topo” da minha carreira nesse aspeto aos 30 anos. Concretizei, agora muito perto dos 40, o sonho sonhado em miúdo quando confraternizava com os meus amigos, muitos oriundos de um bairro social cá de Barcelos, e de quem tenho muitas saudades – a minha realização como ser humano.

De que forma impactas a vida do próximo?

Acredito que a Confiança advém do mérito e da transparência com que faço as coisas diariamente, seja na área da saúde, da educação, da gestão ou da solidariedade social.

O impacto na vida dos outros não é possível de medir. Se as pessoas fossem números diria apenas que já “passaram por mim”, nas áreas mencionadas acima, mais de 8 mil pessoas. Mas as pessoas são muito mais que um número. 

Essa questão só poderá um dia ser respondida por essas pessoas.

No entanto, posso afirmar que a minha consciência é o meu maior aliado e o meu maior fardo. Não sossego enquanto não faço as coisas pelas razões que considero serem as mais corretas.

Todos os dias tenho que tomar decisões e fazer escolhas. A minha maior gratificação é tentar estar sempre do lado certo. O das Pessoas!

Creio que, mais do que qualquer impacto material, este é o maior impacto que deixo para os que me rodeiam. Pelo menos, esse é o meu desejo.

Se pudesses ter a atenção do mundo durante 5 minutos, o que dirias ou farias?

Chamaria atenção para uma geração que tem sido permanentemente adiada. Uma geração que representa demograficamente 20% da população, mas que será 100% do futuro do mundo, do nosso país, da nossa cidade.

Defenderia o Clima, os Direitos Humanos, a Transparência e o combate à Corrupção.

Ao longo da tua vida, quem foram algumas das pessoas que mais te influenciaram?

Todas as pessoas nos marcam, positiva ou negativamente, em diferentes fases da nossa Vida.

No entanto, posso dizer que os meus amigos de infância e adolescência foram muito importantes em determinada fase da minha vida; que a Teresa Lomba e a Rita Rodrigues foram pilares determinantes na construção de sonhos incríveis que tenho concretizado; e que a minha esposa e os meus dois filhos são as pessoas que mais influência e impacto têm em todas as áreas e escolhas da minha Vida.

Atualmente, que figuras de influência tomas como exemplo?

A nível profissional, o Dr. João Furtado, Homem sério, justo e muito competente.

A nível institucional, o Professor António de Sá Leuscnher, um verdadeiro ícone na defesa dos direitos humanos, e a Dra. Maria Joaquina Castelão pela defesa abnegada das famílias dos que se encontram em situação de desvantagem social por razões relacionadas com a Saúde Mental.

Na política, certamente o Dr. Paulo Cunha (Presidente da Câmara Municipal de Famalicão) e o Dr. Ricardo Rio (Presidente da Câmara Municipal de Braga). São a prova viva da competência, da gestão pública com transparência e da visão extraordinária de uma geração que a política precisa, hoje mais do que nunca!

Diz-nos um barcelense que te inspire e porquê.

Bem, tenho uma pessoa que me marcou e me tem marcado imenso nestes últimos anos. Alguém que conheço com alguma profundidade e o qual considero ser uma referência, tanto para mim, como para todos os Barcelenses.

O Sr. Rodrigo Amaral.

Foi um autarca de excelência, foi Presidente de Junta de Barcelinhos.

O que fez pelo Grupo Folclórico de Barcelinhos, conjuntamente com a sua esposa, em especial a fundação do Festival do Rio, foi um marco para a nossa cidade. O Festival do Rio deveria ser alvo de uma candidatura séria a Património Imaterial da Humanidade.

Foi praticante, mas acima de tudo, um defensor do Desporto em várias áreas de atividade, destacando-se no apoio ao Hóquei em Patins (onde desempenhou várias funções como dirigente), sendo inclusive um dos membros da comissão organizadora do Mundial que se realizou em Barcelos.

A nível do associativismo, fez muito pela nossa cidade e isso está bem patente nas funções que desempenhou (e ainda desempenha) na Santa Casa da Misericórdia de Barcelos.

Muito se poderia escrever sobre este Barcelense. Por onde passou, foi homenageado, querido e muito estimado.

Como político, como dirigente, como homem de família, como ser humano, é, sem margem para dúvidas, um Barcelense inspirador para mim, um verdadeiro exemplo para todos.

Como gostarias de ser recordado?

Como um Homem simples, honesto e solidário. Que cumpriu o seu dever na sociedade.

Por: Sandra Santos (Poeta e Tradutora) e Iara Brito (Criminóloga)*.

(* A redação do artigo é única e exclusivamente da responsabilidade das autoras)

Foto de destaque: Paulo Jorge Magalhães (in: https://ominho.pt/barcelos-pioneira-a-nivel-nacional-no-tratamento-da-saude-mental-de-criancas-e-jovens/, jornal O Minho).

34º Prémio Cidade de Barcelos a 21 de julho

Julho 11, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Domingo, dia 21 de julho, realiza-se a 34ª edição do Prémio Cidade de Barcelos, em ciclismo, organizado pelo Centro Ciclista de Barcelos e pela Associação de Ciclismo do Minho.



A prova terá início pelas 9h00 e destina-se aos escalões de Escolas (Benjamins, Iniciados, Infantis e Juvenis), Cadetes e Juniores.

Logo pelas 9h00, os Benjamins iniciam as provas de destreza e os Iniciados a prova em linha (2,5km – 1 volta). Seguem-se os Infantis (7,5km – 3 voltas), os Juvenis (15km – 6 voltas), os Cadetes (25km – 10 voltas) e os Juniores (37,5km – 15 voltas).

As provas de destreza realizam-se no Largo da Feira. A prova em linha terá o seguinte percurso: Avenida da Liberdade, Av. Combatentes da Grande Guerra, Largo dos Capuchinhos, Avenida Alcaide Faria, Estação da CP, Rua Bom Sucesso, Avenida Dr. Sidónio Pais e Avenida da Liberdade (2,5km cada volta).

A cerimónia protocolar e entrega de prémios está prevista para as 12h30.

Imagem: DR.

Daniel Dias e Pedro Silva, da ACR Roriz, no Europeu de Pista

Julho 10, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Trail Running: Manuel Miranda vence em Esposende

Os juniores Daniel Dias e Pedro Silva, da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, então entre os eleitos do selecionador nacional, Gabriel Mendes, para participarem no Campeonato da Europa de Pista, em Gent (Bélgica), entre ontem e o próximo domingo.



Recorde-se que ambos foram Campeões Nacionais por Equipas e, individualmente, foram vencedores da Taça de Portugal nas disciplinas de Pontos e Eliminação. Pedro Silva juntou, ainda, o Título de Campeão Nacional em Scratch.

Em nota, a equipa rorizense “deseja muito sucesso aos dois a toda a equipa nacional”.

Manuel Miranda vence o III Trail da ARGO

No passado domingo, dia 7 de julho, decorreu em Góios (Marinhas – Esposende) a terceira edição do Trail da ARGO. Com uma extensão de 16km, Manuel Miranda (à direita na foto) terminou na 1ª posição, no escalão de Master50, com uma duração de 01h35m40s.

Joaquim Rodrigues (à esquerda na foto), devido a lesão durante a prova, não conseguiu terminar a mesma. A ACR Roriz, em nota, “deseja ao atleta umas rápidas melhoras”.

Imagens: DR.

JUBA com cinco medalhados no Open de Valença

Julho 10, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado fim de semana, o JUBA – Judo Clube de Barcelos deslocou-se a terras raianas de Valença para participar, no pavilhão municipal dessa cidade, no 5º Open Internacional Eurocidade Valença-Tui, destinado a judocas juvenis e cadetes, organizado pela Associação de Judo de Viana do Castelo em parceria com o Judo Clube de Valença.



Da equipa barcelense, Ricardo Fonseca (-55kg) e Beatriz Gonçalves (-42kg) conquistaram as suas categorias. Igor Brito (-42kg), Luís Carvalho (-90kg) e Luís Pereira (-81kg) ficaram em 2º lugar, sendo que João Torres (-66kg) teve uma honrosa participação.

Em nota, o JUBA deixou os “parabéns a todos pelos resultados”.

Foto: DR.

Ir Para Cima