Arquivo de Categorias

Atualidade - page 3

Vitória justa e indiscutível

Março 23, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, ilustres leitores do BNH e curiosos deste meu espaço!

Vamos falar de futebol a sério e da palhaçada que por aí anda.



Começo pelo meu FCP. Vitória justa e indiscutível, por 3-0, numa arbitragem desastrosa de João Capela que foi salva pelo VAR Bruno Esteves. Percebeu-se, logo de início, que Capela estava nervoso e pressionado, tal foi o barulho do departamento de comunicação do principal clube da segunda circular. O penalti é mal assinalado e a expulsão, aos 6 minutos, é acertada pois Marega já ia a 200 kms/h para a baliza. Nos dois casos, o VAR foi vital.

O Marítimo fechou-se, com 10 atrás da linha da bola, não dando espaço na profundidade e abdicando de atacar. Espelho disso foram os 0 remates e os 0 cantos! Petit pensou que essa estratégia iria resultar até final, mas enganou-se. Mais uma vez, o VAR descobriu um penalti a favor do FCP, coisa que o Sr. Capela não viu! O primeiro voo foi o abre-latas para um jogo mais tranquilo, sereno e com mais dois golos. Reconheço que não foi um bom jogo. O Porto, quando não encontra espaços no último terço, fica ansioso e tenso e isso prejudica a tomada de decisão. Não percebo a ida para o banco de Brahimi. Não sei se tem algo a ver com o processo de renovação, mas, na minha opinião, o argelino, enquanto estiver bem, tem de jogar sempre. É, tecnicamente, o melhor jogador do Porto e, muitas vezes, a chave mestra para brilhantes vitórias.

Mais uma semana de descanso, empatados com o clube de César Boaventura, mas sem vantagem. Dizem eles que são líderes. Pois são, mas dizem isso meio azedos. Próximo jogo será em Braga. Certamente, o jogo mais difícil da época, porque aposto tudo em como a postura dos bracarenses será tipo a de uma final da Champions. Portanto, em caso de derrota, “na minha opinião”, será o adeus na esperança da revalidação do título. Portanto, só um super Porto e Super decisões de SC são necessários para levar de vencida o Braga, que levou 6 batatas na Luz!

Quanto ao clube que está empatado connosco, foi a Moreira de Cónegos, num jogo que todos pensavam que ia ser difícil, mas, além da capacidade da equipa de Bruno Lage, foram, também essenciais, as decisões da equipa de arbitragem e do VAR. O primeiro golo deste jogo, de João Félix, recordam-se?? Se fosse com o Porto “caía o Carmo e a Trindade” e vinham logo os deputados europeus chamar-nos isto e aquilo. O karma é “fuck”!

O campeonato vai entrar numa fase crucial e que as malas sejam apenas para ganhar.

Quanto ao sorteio da Liga dos Campeões, calhou-nos o finalista da Champions da época passada e que, certamente, nos vai cilindrar novamente! Não entro em ilusões, o ataque do Liverpool é uma armada e a diferença orçamental e de qualidade é brutal! Mas o Porto deve desfrutar de estar entre os melhores da Europa e deve valorizar-se enquanto equipa e clube. A tarefa vai ser quase impossível!

Fiquem bem e até à próxima.

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Valeu os 3 pontos

Março 23, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores do BnH!

Jogou-se a 26ª jornada do Campeonato Nacional. Obtivemos mais uma vitória, desta feita, pela margem mínima, no jogo em que recebemos o Santa Clara. Sporting Clube de Portugal 1-0 Santa Clara. Objetivo mínimo cumprido, neste magro triunfo por 1-0.



Ao contrário do que é costume, desta vez não sofremos golos. Mérito da organização defensiva, reforçada com o jogar ao “ferrolho” que o técnico Keizer instalou, ao alinhar com um duplo pivô (Miguel Luís-Wendel) no nosso meio-campo, no quarto de hora final. O suposto “treinador de ataque” agarrou-se, assim, à margem mínima com “unhas e dentes”.

Num jogo em que entrámos, novamente, em campo sem jogadores da formação. Para mim, são cada vez mais inexplicáveis as opções do Mister Keizer: jogadores como Francisco Geraldes ou Miguel Luís tão depressa são chamados, como desaparecem da lista de convocados. Desta vez, eclipsou-se o primeiro. E o segundo lá teve, enfim, oportunidade de atuar durante quase 20 minutos, cumprindo a missão. Já Jovane só voltou, novamente, a equipar-se, sem chegar a entrar. Aconteceu pelo segundo jogo consecutivo.

Outra atitude inexplicável do técnico leonino é que adora poupar nas substituições. Ainda não consegui perceber porquê, quando, na maioria das vezes, a equipa já se encontra, simplesmente, de “rastos” no jogo.

Não podem jogar todos e o mister da “tática” é ele, e como os jogadores se aplicam nos treinos, ele é que sabe – é um facto –, mas sempre os mesmos, ainda por cima, com uma total “Bruno Fernandes dependência”!

O nosso Capitão é o Líder da equipa em campo, como deixa evidente em gestos bem expressivos. Vai à frente, vem atrás. Defende, constrói, distribui, assiste, tenta marcar, marca. Os livres são dele, os cantos são dele, os penalties são dele. Só lhe falta fazer lançamentos laterais, e ir à baliza. De resto, faz tudo! Um verdadeiro “faz tudo”, sendo, na minha opinião, neste momento, o melhor jogador da Liga Portuguesa.

Mas como Equipa, como Sporting Clube de Portugal, neste momento, parece-me muito pouco. Temos que ser muito mais fortes, muito mais Equipa, muito mais Sporting Clube de Portugal!

Desporto é Vida! Viva o Desporto com Respeito e Fair-Play!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Vereda Vitoriosa e o Soprador de Apitos

Março 23, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Esta semana foi morna para o futebol nacional. Sem grandes surpresas, mais uma vitória para o nosso Glorioso, frente à equipa sensação da Liga 18/19. Temia-se pelo pior, como sempre acontece quando um grande defronta uma equipa menor e motivada, na posição de visitante. Pelas costumeiras pequenas dimensões dos relvados ou pela paixão bairrista das massas adeptas, previa-se um jogo difícil onde havia a possibilidade (mais ou menos remota) de o Benfica perder pontos. Ainda assim, tivemos a oportunidade de assistir a mais uma magnífica exibição, pontuada com mais uma goleada. Nesta versão Lage, do nosso Glorioso, e salvo um ou outro deslize, o SLB tem sempre feito boas exibições e com bastantes golos. Afinal, o futebol é isto mesmo: espetáculo e golos, quanto mais, melhor. Aparte isto, não há muito mais a referir.



Fora das quatro linhas, é tema “quente” da semana a chegada do “soprador no apito” a Portugal. Depois do Apito Dourado, temos agora o assobio azul e branco, Rui Pinto. O rapaz bem que diz que tem denunciado outros esquemas de corrupção no mundo do futebol e não só. Mas em boa verdade, antes de o menino ser apanhado pelas autoridades, só se falava mesmo dos alegados e-mails do Benfica. Curiosa coincidência. Dá-me alguma pena saber que, ou por mando de outrem, ou por aproveitamento das suas “denúncias”, o único que se irá ver efetivamente apertado será o Rui Pinto. Outros boateiros encartados, que deviam igualmente responder na justiça por difamação, continuam alegremente a cantar para o parolo, que come conforme lhe dão, vivendo inflamados pelo (suposto) esquema de corrupção orquestrado pela (alegada) máquina benfiquista, ao mesmo tempo que acham perfeitamente normal que um líder de claque, sem rendimentos visíveis, se passeie de Porsche, intocável e angelical. Ou que o seu querido e amado clube seja gerido dinasticamente, à boa maneira medieval. Tudo normal, desde que não seja em vermelho e branco.

Não me aborrece que se mandem uma “bocas” a respeito destas negociatas (alegadas) do mundo do futebol. Mas virgens ofendidas dão-me asco. É o patamar-mor, ou do cinismo ou da estupidez em estado puro.

Que continue, pois, o nosso Glorioso em vereda vitoriosa. Ainda tinha piada sermos campeões em igualdade pontual com o nosso arquirrival. Seria, digamos, ganhar-lhes à maneira deles.

Força Benfica.

Viva o Benfica.

E pluribus unum!

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Dois primeiros ganham vantagem na 1ª, tudo igual na 2ª

Março 22, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Gonçalo Santos

Olá, amigos!

Esta semana cabe-me a boa tarefa de vos falar um pouco sobre o nosso futebol popular. Não me vou alongar porque é tempo de seleção nacional.



Mas vamos àquilo que nos traz aqui e aos campos de futebol ao fim de semana: o nosso futebol popular barcelense.

Na 1ª, quer Carapeços, quer Remelhe venceram os seus jogos caseiros. O Carapeços goleou o aflito Baluganense por 6-1. Já o Remelhe goleou o tranquilo Fonte Coberta por 4-0.

Ambos ganharam terreno ao 3º classificado, o atual campeão Carvalhal. Isso porque este recebeu o Pereira, curiosamente, o campeão anterior, e foi derrotado por 1-2.

Se os dois primeiros fugiram ao 3º, o 4º aproveitou para se aproximar, ficando a 1 ponto. O Leocadenses derrotou, fora, o Sequeade, por 1-2. Foi uma boa vitória, em casa do 6º. O Oliveira aproveitou para se colar ao Sequeade, com os mesmos pontos, tendo vencido em casa do Lijó, por 2-3.

No fundo da tabela, Baluganense, Silva e Campo fecham a classificação da 1ª divisão.

A próxima jornada traz dois grandes jogos. O Leocadenses (4º) – Carvalhal (3º) e o Pereira (5º) – Carapeços (1º).

Na 2ª ficou tudo igual nos lugares cimeiros. Isto porque o líder Paradela recebeu e venceu, por 3-0, o Silveiros. O Aborim (2º) recebeu e venceu, por 2-0, o Carvalhas. Já o Feitos (3º) foi ao terreno do Chorente golear por 1-4.

Curiosamente, Lama e Milhazes estavam empatados em pontos e, também neste caso, tudo ficou igual porque ambos empataram. O Lama em casa, a 3 bolas, frente ao Pedra Furada; o Milhazes, fora, a 0, frente ao Bastuço São João. O Águas Santas aproveitou para se aproximar, ficando a 1 ponto destes dois. Recebeu o Cambeses e venceu por 3-0.

O fundo da tabela tem o Cambeses, Silveiros e Creixomil. De salientar a diferença de pontos entre o 16º, Cambeses, e o 15º, Pedra Furada: 13 pontos!

Na próxima jornada, destaco o Milhazes – Águas Santas, Paradela – Os Estrelas, Cristelo – Aborim e Feitos Bastuço – São João.

Por hoje é tudo, caros leitores. Despeço-me com votos de bom fim de semana e bom futebol popular para todos!

Por: Gonçalo Santos*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

SOPRO apela à organização de campanhas de ajuda à Beira (Moçambique)

Março 22, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Infelizmente, este é um dos temas que têm marcado a atualidade noticiosa dos últimos dias. A destruição que o ciclone Idai provocou na província da Beira, em Moçambique, sendo de lamentar a perda de muitas vidas humanas.



Em nota, a SOPRO, ONGD barcelense, salienta que “as notícias que nos vão chegando através dos Irmãos de La Salle Moçambique e dos amigos de ESMABAMA, não são nada animadoras. O ciclone Idai já passou, mas as chuvas vão continuar até ao final do mês e já se começa a tentar evitar um surto de cólera que devido à falta de condições de higiene”.

Por tal, deixa um apelo a todos os que possam organizar campanhas de angariação de fundos favor da Beira, (SOS Beira) nas suas Paróquias, Freguesias, Associações, grupos de amigos, empresas ou através do Facebook que os ajudem. A SOPRO representa a Comunidade de La Salle Moçambique na Europa e está a angariar fundos para enviar para a Comunidade dos Irmãos de La Salle para reerguer a Escola João XXIII, Colégio La Salle e Centro Educacional e Assistencial de La Salle e os 150 afilhados da SOPRO, dos quais ainda não têm notícias.

A SOPRO também está a aceitar transferências bancárias para enviar para a Beira. Todas as condições podem ser consultadas no site (http://www.sopro.org.pt/) da SOPRO.

Imagens: SOPRO.

Projeto de requalificação da Avenida dos Combatentes da Grande Guerra aberto a consulta pública

Março 22, 2019 em Atualidade, Concelho, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A partir de hoje, 22 de março, está exposta, no Balcão Único dos Paços do Concelho, a maqueta do projeto de requalificação da Avenida dos Combatentes da Grande Guerra.



“A população do concelho de Barcelos terá, assim, a oportunidade de conhecer e dar a sua contribuição para este projeto, o qual, dada a sua vasta área de intervenção e centralidade, terá um forte impacto na cidade, nomeadamente na circulação viária, pedonal e ciclável”, refere o Município em nota.

O projeto poderá ser, igualmente, consultado no site do Município de Barcelos (www.cm-barcelos.pt), através do qual os cidadãos poderão deixar as suas sugestões.

“Sendo a Avenida dos Combatentes da Grande Guerra uma das vias mais emblemáticas e estruturantes da cidade, o Município de Barcelos convida a população a pronunciar-se sobre a proposta apresentada, dando sequência à vontade diversas vezes manifestada pelo executivo municipal de abrir o projeto aos contributos dos cidadãos”, continua.

A intervenção incide sobre uma área de aproximadamente 17.000 m2, desde a Avenida da Liberdade / Campo 5 de Outubro até ao Largo dos Capuchinhos. Tem como objetivos “revitalizar e adaptar esta via estruturante à realidade evolutiva da cidade, salvaguardando e valorizando o património histórico edificado; criar um espaço atrativo que tire partido do seu enquadramento urbano e paisagístico privilegiado; gerar novas dinâmicas que potenciem o comércio e a vivência do espaço público; integrar e promover uma acessibilidade e mobilidade urbana mais sustentáveis”.

Fonte e fotos: CMB.

A Procura

Março 21, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Joana Martins

Procuro o cheiro

O abraço, o sabor

Da loucura a memória

A alegria e a cor.

.

Pinto de saudade

A alegria que vivi

E guardo a verdade

Do que nunca esqueci.

.

Escondo em mim

A resposta do que sei

Digo não, mas quero sim

Tirar do baú, o que guardei.

.

Não são diamantes

Mas têm muito valor

São sentimentos

Guardados com calor.

.

Procuro em mim

O que nunca esqueci

E sim, é verdade…

Nunca me esqueci de ti!

.

Por: Joana Martins*.



(* A redação do poema é única e exclusivamente da responsabilidade da autora)

Amigos da Montanha conquistam segundo lugar na Taça de Portugal de Ori BTT

Março 21, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Os Amigos da Montanha participaram, no último fim de semana, representados por José João Henriques, no II Troféu CLAC Ori BTT, primeira prova pontuável para o Ranking da Taça de Portugal de 2019 de Ori BTT.



José João Henriques conseguiu o segundo lugar em H40, percorrendo um mapa com uma vasta rede de caminhos, o que é excelente para a modalidade.

O Troféu organizado pelo Clube Lazer Aventura e Competição, na zona de Vila Nova da Barquinha, contou com duas provas. No sábado, 16 de março, realizou-se a etapa de distância média e, no domingo, foi a vez da etapa de distância longa. A prova contou com a participação de 155 atletas.

Fotos: DR.

Rotary de Barcelos organiza corrida solidária para erradicação da “polio”

Março 21, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 7 de abril, realiza-se a corrida solidária “End Polio Now”, organizada pelo Rotary Club de Barcelos, com início – pelas 10h00 – e término na Praça de Pontevedra.



Esta corrida – e caminhada – tem o intuito de angariar fundos para a erradicação da poliomielite mundial. O dinheiro angariado será diretamente depositado na plataforma e a Fundação Bill e Melinda Gates triplica o valor, que reverte em vacinas.

A corrida, de 12km, terá trajetos mistos, com pisos diferentes e paisagens de deixar os participantes encantados. Obviamente, os que participarão na caminhada poderão apreciá-las melhor. O valor da inscrição será de 10€ para a corrida e de 5€ para a caminhada, dando direito a dorsal, abastecimento intermédio e final e prémio de finisher.

Por falar em inscrições, cujo período para as efetuar termina a 4 de abril, poderá realizá-las através do link (basta clicar para aceder automaticamente):

https://www.prozis.com/pt/pt/evento/corrida-solidaria-end-polio-nowrotary-club-debarcelos-2019

Imagens: DR.

Instituições da União Europeia acertam acordo para criação do “InvestEu”

Março 21, 2019 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

O Parlamento Europeu, os Estados-Membros e a Comissão Europeia chegaram, ontem, a um acordo preliminar para a criação do programa “InvestEU”, o novo instrumento financeiro para 2021-2027, que poderá mobilizar entre 650 mil milhões a 700 mil milhões de euros em investimentos na União Europeia (UE).



Representante do Parlamento Europeu nas negociações, o Eurodeputado do PSD, José Manuel Fernandes, salienta a importância de Portugal “trabalhar desde já para o máximo aproveitamento deste recurso, vital para a criação de emprego e o reforço da competitividade e produtividade da economia através do apoio às empresas e ao investimento público e privado”.

“Portugal não pode perder a oportunidade de investir em infraestruturas, investigação e inovação, PME e área social, as quatro ‘janelas’ do ‘InvestEU’”, avisa José Manuel Fernandes, coordenador do PPE na comissão dos orçamentos.

“É urgente que Portugal tome iniciativas que permitam potenciar os recursos disponíveis através do ‘InvestEU’, como é a criação de condições para um funcionamento eficaz da instituição financeira de desenvolvimento – o chamado banco de fomento –, com um papel reforçado na relação com o Grupo Banco Europeu de Investimento (BEI)”, defende.

Como esclarece do Eurodeputado do PSD, o “InvestEU” permite um compartimento específico de financiamento para cada Estado-Membro, numa base voluntária, onde as Instituições Financeiras de Desenvolvimento (banco de fomento) têm um papel essencial.

Por isso, deixa a pergunta a António Costa: “O governo quer ou não utilizar este compartimento adicional? Para o financiamento de que projetos?”. Este compartimento é para projetos específicos de cada Estado-Membro.

O Eurodeputado lamenta que o Governo de António Costa tenha optado por diminuir recursos e capacidades da instituição financeira de desenvolvimento em Portugal, impedindo uma melhor execução do “Plano Juncker”, que se tem revelado um sucesso surpreendente na Europa e que em Portugal tem sido, sobretudo, bem aproveitado por iniciativa das empresas.

“Impressiona como o Governo português tem desvalorizado o ‘Plano Juncker’ e o novo plano de investimentos da UE. Os membros do Governo demonstram, até, desconhecimento total sobre estes recursos, ao ponto do ex-ministro responsável pela execução dos fundos – e atual cabeça de lista do PS às eleições europeias – ter, publicamente, anunciado como grande novidade, defender a criação de um fundo de investimentos para a Europa que, como agora mais uma vez se comprova, já existia e está a funcionar, estando já aprovado um novo que vai vigorar de 2021 a 2027”, denuncia José Manuel Fernandes.

Com objetivo de prosseguir um impacto determinante para a criação de emprego, a promoção do investimento e a concretização de um crescimento económico sustentável, o “InvestEU” vai congregar os 14 instrumentos financeiros atualmente existentes de apoio ao investimento na União Europeia – incluindo o Fundo Europeu de Investimentos Estratégicos, o chamado “Plano Juncker”.



Baseado no sucesso do “Plano Juncker” (que já mobilizou quase 390 mil milhões de euros em investimentos nos 28 Estados-Membros e apoiou 929.000 PME), o “InvestEU” contempla uma plataforma de aconselhamento (InvestEU Advisory Hub), para apoio personalizado aos promotores de projetos e candidaturas, assim como o “InvestEU Portal” para divulgação e partilha de investimentos e projetos junto de potenciais investidores.

O acordo preliminar já alcançado nas negociações entre os representantes das três instituições europeias para a criação do programa “InvestEU” terá de ser sujeito à aprovação formal do Parlamento Europeu e do Conselho. O montante total da garantia fica suspenso, até a aprovação do próximo Quadro Financeiro Plurianual. O “InvestEU” é suportado por um sistema de garantia do orçamento da UE que o Parlamento Europeu pretende reforçar de forma a poder mobilizar 700 mil milhões de euros – de acordo com a proposta do PE que supera a posição do Conselho, que se fica pelos 650 mil milhões de euros.

Fotos: DR.

Ir Para Cima