Arquivo de Categorias

Atualidade - page 3

Gil Vicente goleia Pedras Salgadas por 4-0

Janeiro 9, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Domingo, Dia de Reis, o relvado do Estádio Cidade de Barcelos foi palco de mais um jogo da 16ª jornada da Série A do Campeonato de Portugal, opondo o Gil Vicente FC ao Pedras Salgadas, que ainda há bem pouco tempo era uma espécie de satélite do Chaves. O resultado final ditou uma goleada para os gilistas, por 4-0.



Sob arbitragem de Leonardo Marques, as equipas alinharam da seguinte forma:

Gil Vicente FC: Wellington, Henrique Brito, Pedro Araújo, Bruno Morais, Edwin Vente, James Arthur (Diogo Ramalho, 75’), Juan Villa, Ahmed Isaiah, Joãozinho, Silas (Rui Gomes, 65’) e Tanko (Fábio Costa, 83’). No banco ficaram Espíndola, Tiago Araújo, Júnior e Nuno Pereira.

Pedras Rubras: Pedro Freitas, Miguel Carreira, Rafa, Lamine Ba, Luís Vaz, Pedro Silva (Rui Silva, 55’), Edson Pires, Rui Faria, Lenno, Miguel Teixeira (Miguel Lima, 65’) e Ricardo Lousada (Alex Machado, 55’). No banco ficaram Rui Capela, Zé Lopes, Rui Jorge e Mateus Pires.

Os golos foram todos “estrangeiros”. O primeiro foi apontado pelo nigeriano Ahmed Isaiah, aos 24 minutos. Seis minutos depois, o guineense Lamine Ba apontou um autogolo, fazendo o resultado ao intervalo: 2-0.

Na segunda parte, aos 53 minutos, foi a vez do colombiano Juan Villa fazer o 3-0 e, finalmente, aos 63 minutos, o nigeriano Tanko fechou as contas em 4-0.

Segue-se a visita ao Limianos, no próximo fim de semana.

Foto: GVFC.

 

Augusto Costa (M45), dos Amigos da Montanha, vence II Corrida dos Reis da Póvoa de Varzim

Janeiro 9, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A II Corrida dos Reis da Póvoa de Varzim realizou-se no passado sábado, dia 05 de janeiro, contando com a participação de centenas de atletas.



Augusto Costa, dos Amigos da Montanha, esteve em destaque, ao vencer o escalão de M45, com um tempo de 26m17s, ficando em 13º na geral.

Foto: Matias Novo/DR.

Dérbis empatados

Janeiro 8, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado fim de semana disputou-se mais uma jornada dos campeonatos regionais de Braga, com as equipas barcelenses em ação.



A divisão Pro-Nacional ainda realizou uma jornada entre o Natal e a passagem de ano, com a Taça pelo meio. Na 17ª jornada, o Santa Maria derrotou, em casa, o Ninense por 2-1. Já na jornada deste fim de semana, novamente em casa, a equipa de Galegos Santa Maria, em 13º, recebeu a vimaranense Berço (3º), no pódio da classificação, empatando a 1 bola. Na próxima jornada, desloca-se ao terreno do Ribeirão 1968, 9º classificado.

 

Na Divisão de Honra, o destaque vai para o Martim (3º), que derrotou o líder Dumiense, em casa deste, por 0-1. Na jornada seguinte tem novo jogo fora, de novo muito exigente, em casa do Marinhas, 4º classificado.

 

Num dos dérbis barcelenses da jornada, o Pousa (5º) recebeu o Marca (6º) e o empate a 2 foi o resultado final. Na próxima jornada, os primeiros recebem o Guilhofrei (12º), enquanto os segundos jogam novo dérbi e novamente fora, em Alvelos, frente aos Águias locais.

Por falar nos Águias de Alvelos (14º), estes receberam o Este (8º), tendo empatado igualmente a 2 bolas.

Finalmente, a 15ª jornada desta divisão trouxe uma deslocação do FC Roriz (9º) a Vila Chã (11º), com a vitória a sorrir aos rorizenses, por 0-1. Na jornada que se segue, novo jogo fora, no terreno do Terras de Bouro (7º).

Na Série A da 1ª divisão, o líder Viatodos teve dérbi na Ucha (7º). Novo empate entre duas equipas do concelho de Barcelos, desta feita a 1 bola. Na próxima jornada, o líder recebe o Gondifelos (6º). Já os homens da Ucha deslocam-se ao difícil Lousado (4º).

Outro destaque vai para a equipa sub-23 do FC Roriz (“B”), que goleou o Antas (15º) por 5-0. A equipa rorizense, em 14º, fez com que o Antas continue sem pontuar neste campeonato. Na jornada que se segue deslocam-se a Galegos São Martinho, para defrontar o “Os Ceramistas”.

“Os Ceramistas” (11º) também conseguiram um bom resultado, derrotando o Operário Famalicão (13º), em casa deste, por 0-3.

Com uma deslocação difícil, a casa do 3º, o Granja (8º) acabou derrotado pesadamente por 4-1. Na próxima jornada fica a descansar.

Por fim, o Carreira (12º) recebeu o Delães (9º), saindo derrotado por 1-2. Na próxima jornada, desloca-se a casa do “lanterna vermelha” Antas.

Fotos: SMFC/AFCM/FCR/CFOC.

 

Óscar Mendes (M35), dos Águias de Alvelos, vence II Corrida dos Reis na Póvoa de Varzim

Janeiro 8, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Dia 05 de janeiro, sábado, foi para as ruas da cidade da Póvoa de Varzim a II Corrida dos Reis, que contou com a presença de várias centenas de atletas, entre eles alguns da Secção de Atletismo e Trail Running da ARC Águias de Alvelos.



O destaque vai para Óscar Mendes (dorsal 42 na foto de destaque), que conquistou a prova no escalão de M35, com o tempo de 25m53s, tendo ficado em 11º da geral.

Já André Silva (dorsal 24 na mesma foto) foi o melhor classificado da equipa de Alvelos, tendo ficado no 10º lugar na geral, com 25m45s, e em 8º em Seniores Masculinos.

Bruno Ribeiro conseguiu o 5º lugar em M35 (29º na geral); Nelson Costa foi 12º em M35, 75º geral; e Laura Silva foi 6ª em Seniores Femininos, 79ª na geral.

Foto: Matias Novo/DR.

Concerto de Ano Novo do Conservatório de Música de Barcelos esgota Teatro Gil Vicente

Janeiro 8, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Decorreu, no passado sábado, 05 de janeiro 2019, no Teatro Gil Vicente, o já habitual Concerto de Ano Novo pelos alunos do Conservatório de Música de Barcelos (CMB).



A preparação do Concerto começou em setembro (2018) e envolveu cerca de 150 alunos das várias formações musicais do Conservatório, como o coro Pequenos Cantores e Orquestra Sinfónica.

Com um repertório cuidadosamente selecionado para esta época do ano – passagem de ano – o CMB escolheu temas alegres e festivos, como valsas e coros de ópera, o que encantou o vasto público presente, arrebatando, no final, uma ovação em pé.

Durante o Concerto foi possível escutar a obra-prima de Johann Strauss, “Danúbio Azul”, que estreou em 1867 num baile de Carnaval. Muitos consideram a famosa valsa o hino nacional da Áustria.

O Concerto encerrou com a obra de J.Strauss, “Radetzky March”. Composta em 1848, em honra ao Marechal-de-campo austríaco Joseph Radetzky von Radetz, que na época comandava a repressão sobre as revoltas liberais. Hoje, a “Marcha” deve grande parte de sua popularidade ao Concerto de Ano Novo da Orquestra Filarmónica de Viena.

No final, as palmas sincronizadas entre o público e os coros do CMB contribuíram de forma decisiva para alcançar o objetivo do CMB. Começar o ano com esperança e muita alegria.

Foto: DR.

Teatro de Balugas leva peça “Pão Nosso” a Gondomar

Janeiro 8, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O ARTE e ATO – Encontro de Teatro da Associação “Vai Avante” continua este sábado, com a apresentação da peça “Pão Nosso”, no Auditório Municipal de Gondomar, às 21h30, e com entrada livre.



O novo espetáculo do Teatro de Balugas, com texto e encenação de Cândido Sobreiro, resulta de uma residência artística de teatro comunitário que foi uma das premiadas pelo Programa de Apoio ao Associativismo da Fundação INATEL, tendo a peça arrecadado o prémio de Melhor Espetáculo no Festival de Teatro de Barcelos, bem como os prémios de Melhor Cenário, Melhor Sonoplastia, Melhor Iluminação Cénica e Melhor Guarda-Roupa.

O texto fala-nos da aldeia de Balugães, situada entre o Alto e o Baixo Minho, que foi terra onde já se amassou muito pão e onde se talharam muitas gamelas de pinho. O pão era o sustento, as gamelas também. Uma relação de pequenas histórias que contam mais do que o artefacto, o alimento, o labor. Uma recolha de memórias, ladainhas, cantigas e ofícios, recuperando utensílios e articulando artisticamente com a comunidade a criação do espetáculo.

A partir daqui, o Teatro de Balugas aborda, de uma forma teatral e poética, o ciclo do pão na aldeia, reconstruindo-o a partir de princípios diferentes não tradicionais e quase oníricos.

Fotos: DR.

José Viana, dos Amigos da Montanha, em 3º na II Corrida dos Reis da Póvoa de Varzim

Janeiro 8, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado sábado, dia 05 de janeiro, a Póvoa de Varzim recebeu a 2ª edição da Corridas dos Reis, que contou com centenas de atletas, entre eles José Viana, dos Amigos da Montanha.



O atleta de 59 anos conquistou a 3ª posição no escalão de M55, tendo ficado em 72º na geral masculina, com o tempo de 30m21s.

Depois de o ano de 2018 ter sido intenso a nível de provas onde participou, de campeonatos nacionais e internacionais, entre outras, esteve parado no mês de dezembro para realizar uma ótima recuperação.

Começou, agora, o novo ano e logo com um bom resultado na sua primeira prova.

Fotos: DR.

Órgãos Sociais da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos tomam posse

Janeiro 7, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

A Igreja da Misericórdia acolheu, no passado sábado, mais um momento importante na vida da instituição: a tomada de posse dos seus órgãos sociais para o quadriénio 2019/2022.

Foi nesta cerimónia que os Irmãos recentemente eleitos juraram Fidelidade e assumiram o compromisso dos destinos da instituição.



A eucaristia, celebrada pelo Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, foi acompanhada pelo Grupo Coral de Galegos S. Martinho, dirigido pelo maestro Paulo Campos.

Na homilia, D. Jorge Ortiga frisou que “hoje, somos convidados a repensar a nossa identidade cristã, que passa pela arte de trabalhar o amor e que se exprime na Misericórdia. As obras de Misericórdia não são um mero programa”. Ainda citando o Jornal Voz das Misericórdias afirmou que “o que importa é fazer com que o amor não seja só uma palavra e se expresse em ações concretas, orientadas para alegrar corações, num desafio universal, procurando responder a todos os problemas da sociedade”.

Após a Missa, deu-se início à tomada de posse com a assinatura do Auto de Posse pelos 26 membros efetivos e suplentes dos órgãos sociais e os discursos protocolares.

O presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel Lemos, inspirou-se nas palavras do Arcebispo de Braga e salientou que “é na ação que as obras se exprimem. As Misericórdias devem ser mais criativas para os novos desafios sociais, mas também para os mais antigos, pois temos mais idosos e mais pessoas doentes”. Apelou, assim, a esta nova Mesa Administrativa que alie um olhar criativo à resiliência.

Tomou a palavra, de seguida, o Provedor da Instituição, Nuno Reis, que referiu que “a Misericórdia existe porque, hoje, como há mais de 5 séculos, é necessário assistir os doentes, dar de comer a quem tem fome, consolar os que sofrem, sofrer com paciência as fraquezas do próximo”.

Prosseguiu, afirmando que “a dita pobreza envergonhada exige que as pessoas e as Instituições vejam para lá do óbvio, estando atentas aos que nelas trabalham. Há iniciativas de apoio que se devem recuperar e outras nas quais queremos estar na linha da frente da inovação social. Os desafios dos tempos atuais e, sobretudo, daqueles que se perspetivam exigem uma Santa Casa com maior vocação e intervenção social”.

Neste espírito, o Provedor empossado pretende criar o Departamento das Pessoas, que sucederá ao atual Departamento de Recursos Humanos, orientando a sua ação no sentido de dar respostas mais efetivas às necessidades e solicitações de todos os colaboradores.

De igual forma, “a Santa Casa deverá aprofundar a aposta na Formação contínua, sem perder de vista que ao ensinar estamos a capacitar melhor as nossas pessoas para prestar cuidados, para gerir, para trabalhar em grupo, mas também a formar técnicos qualificados que a exemplo dos nossos possam desempenhar relevantes missões de intervenção social na nossa e noutras instituições da região”.

Continuou, referindo a importância de “trabalhar com todas as forças vivas da região, de uma forma aberta, empenhada e colaborativa, desde entidades públicas como o Instituto da Segurança Social, a Administração Regional de Saúde, a Autarquia, até IPSS ou empresas que saibam perceber a responsabilidade social que a todos incumbe.

“Em suma, queremos uma Misericórdia em que sejam os beneficiários da nossa ação, presente e futura, a estar sempre e permanentemente no centro das prioridades estratégicas”.

Concluiu, declarando que este “é um Projeto de Esperança, de todos e de cada um dos que estiverem disponíveis para dar um pouco de si em prol de algo maior: Servir quem mais precisa”.

Após a sessão de cumprimentos, realizou-se um momento de confraternização.

Fotos: DR/SCMB.

 

Meio fundo jovem dos Amigos da Montanha em alta no Torneio de Ano Novo

Janeiro 7, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

João Simões com mínimos para os campeonatos de juvenis

A equipa de formação de atletismo dos Amigos da Montanha/E.Leclerc Barcelos participou, no dia 29 de dezembro, no Torneio de Ano Novo, competição que se realizou em Braga, no Estádio 1 de Maio, tendo conquistado bons resultados, especialmente nas provas de meio fundo.



O grande destaque foi para João Simões. O atleta dos AM participou na prova dos 800 metros e, para além de vencer, fez o tempo de 2m0s, marca bem abaixo dos mínimos de participação nos campeonatos de juvenis em pista coberta e ar livre. Na mesma distância, mas no setor feminino, Beatriz Rios alcançou a segunda posição.

Mónica Costa também esteve em evidência, ao vencer a prova dos 1500 metros, prova na qual podiam competir todos os escalões de juvenis a veteranos.

No escalão de infantis, José Luís Fernandes também brilhou, ao vencer folgadamente a distância de 600m.

A merecer menção foram, também, as prestações de Elias Costa Miranda, nos 1500m; Rodrigo Araújo, nos 150m; Eduardo do Vale Santos, nos 60m; Maria Amorim, nos 150m; Bártolo Paiva, nos 250m; e Hugo Rodrigues, no salto em comprimento, todos eles com recorde pessoal.

Foto: DR/AM.

 

Óquei de Barcelos goleia Hóquei de Braga

Janeiro 6, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Disputou-se ontem, dia 05 de janeiro, a 11ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão de Hóquei em Patins, que contou, entre outros, com o jogo Óquei Clube de Barcelos (OCB) – Hóquei Clube de Braga, com o resultado a ditar uma goleada para os da casa por 8-3.



O jogo disputou-se no Pavilhão Municipal de Barcelos, pelas 21h30, tendo como dupla de arbitragem Sílvia Coelho e Orlando Panza, da AP Porto.

As equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, João Almeida, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Alvarinho (cinco inicial); André Almeida, Zé Pedro, Joca Guimarães, Hugo Costa e Rúben Sousa (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

HC Braga – Conti Acevedo, Ângelo Fernandes, Carlos Loureiro, Pedro Delgado e Tomás Castanheira (cinco inicial); Gabriel Costa, Juanjo López, António Trabulo, Pedro Silva e Afonso Lima (banco inicial); Rui Neto (treinador).

O jogo começou frenético, com o OCB a abrir o marcador, por Gonçalo Meira, aos 6 minutos. Marcou à sua anterior equipa. No entanto, ainda no mesmo minuto, os visitantes empataram por Pedro Delgado. No minuto seguinte, Ricardo Silva defendeu uma grande penalidade, tentada por Ângelo Fernandes e dois minutos depois foi a vez de Gonçalo Meira falhar nova grande penalidade, permitindo a defesa ao guardião visitante.

Aos 11 minutos, João Almeida recolocou os da casa a vencer, por 2-1, e, logo no minuto seguinte, Alvarinho aumentou para 3-1. Aos 14’, nova grande penalidade a favor dos visitantes dava a hipótese a Juanjo López de marcar à sua anterior equipa, mas Ricardo Silva não o permitiu. Cinco minutos depois, Carlos Loureiro reduziu para os homens de Braga e, nesse mesmo minuto, Gonçalo Nunes falhou nova grande penalidade para o OCB. Hugo Costa é que não se viu rogado e, no minuto seguinte, recolocou a vantagem caseira em dois golos, fechando o resultado com que se foi para intervalo: 4-2.

Depois de uma primeira parte recheada de motivos de interesse, a segunda não quis ficar atrás. Logo aos 2’, Tomás Castanheira não conseguiu desfeitear Ricardo Silva, na marcação de um livre direto, mas 3 minutos depois redimiu-se a reduziu para 4-3, deixando os da casa “em sentido”. No entanto, estes não se atemorizaram e arrancaram para uma sequência de 4 golos sem resposta. João Almeida bisou aos 8’; Alvarinho também o fez, mas aos 10’; Gonçalo Nunes marcou aos 16’, de grande penalidade; igualmente de grande penalidade, a cerca de 20’’ do final, Joca Guimarães fechou a contagem nos 8-3 finais.

Com este resultado, o OCB manteve o 5º lugar da classificação, com 19 pontos, ficando a 5 do 4º classificado, o SL Benfica. Na próxima jornada, a 12 de janeiro, desloca-se ao terreno do Marinhense.

Fotos: André Miranda.

Pin It on Pinterest

Ir Para Cima