Arquivo de Categorias

Atualidade - page 313

Novo Paradigma Educacional – Novas Tecnologias (Parte III)

Outubro 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Dr.ª Maria José Amaral Neco

Como analisámos em edições anteriores, a Internet é, sem sombra de dúvidas, um meio facilitador aos métodos de ensino. Esta permite uma maior flexibilidade e acessibilidade ao contexto educativo. A plataforma Moodle, que muitos já conhecem, é bastante utilizada no contexto do ensino a distância, permitindo uma maior interação com o professor e os participantes de uma determinada unidade curricular, e tudo em tempo real.



A elaboração de materiais de apoio ao aluno, como manuais impressos que se tornam obsoletos, são assim substituídos pelo suporte digital, podendo estar sempre atualizados e disponíveis.

Este novo método pedagógico suscita algumas questões, nomeadamente, no que respeita à nova metodologia de ensino/aprendizagem. Posso afirmar que, agir pedagogicamente nesta metodologia de ensino exige trabalhar motivações, aspirações, desejos e necessidades dos alunos que se confrontam com novos modelos de aprendizagem em ambientes que não lhes são totalmente familiares. O tempo foi passando, a progressão na unidade curricular afigurou-se natural e à minha volta o número de não-esclarecidos foi diminuindo, fruto de muitos “nós no estômago!”

O consenso aparentemente foi estabelecido, mesmo que natural e inerente à condição de ser social e humano, o processo educativo é suscetível de ser melhorado e potenciado com a ajuda de profissionais conscientes, capazes e dotados tecnicamente, assumindo o papel de facilitadores/animadores/gestores, em suma o papel de Educadores.

Neste contexto, o professor aparece com o papel de facilitador da aprendizagem, é importante por isso, que saiba orientar e responsabilizar os seus alunos para os métodos a serem utilizados nas aulas não presenciais; esta metodologia proporciona uma política de participação, em que todos os atores intervenientes participam ativamente nas práticas pedagógicas, o aluno deixa de ter aparentemente uma postura passiva, passando a ter uma postura pró-ativa.

Toda esta dinâmica pedagógica motiva o desenvolvimento do trabalho colaborativo, interativo e construtivo por parte dos grupos. No entanto, posso partilhar com o leitor, que na minha experiência pessoal, assisti a resistências na partilha de conhecimento entre os diferentes grupos. Este fenómeno reflete bem a cultura educativa que está enraizada no nosso percurso escolar e, quando confrontados com novos ambientes de aprendizagem, ainda que inconscientemente, reagimos de forma individualista e não colaborativa na partilha do conhecimento.

Por: Dr.ª Maria José Amaral Neco*

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Gil Vicente perde em Arouca com autogolo aos 85 minutos

Outubro 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo realizado esta manhã, no Estádio Municipal de Arouca, o Gil Vicente perdeu frente à equipa local, por 1-0, com o golo a surgir nos últimos minutos do jogo, apontado na própria baliza por Ricardinho.



Em jogo arbitrado por Bruno Rebocho (AF Lisboa), coadjuvado por António Franco e Luís Diogo, sendo Miguel Libório o 4º árbitro, o Arouca alinhou com Bracali, João Amorim, Hugo Basto (Areias, INT), Nuno Coelho, Bruno Alves, Vítor Costa, André Santos (Ericson, 87’), Barnes Osei, Bukia (Bertaccini, 71’), Roberto e Deyvison. No banco da equipa orientada por Miguel Leal ficaram Igor Rocha, Nuno Valente, Palocevic e Vargas.

Já a equipa gilista, orientada por Jorge Casquilha, alinhou com Rui Sacramento, Ricardinho, Luiz Eduardo (André Fonte, 89’), Vítor Tormena, Henrique Brito, Reko, Miguel Abreu, Jonathan Rubio, Camara (João Pedro, 81’), James Igbekeme e Rui Miguel. No banco ficaram Júlio Neiva, Rui Faria, Gonçalo Duarte e Tiger.

Este jogo ficou marcado com a expulsão direta de Rui Miguel, do Gil Vicente, logo aos 15 minutos de jogo, sendo que Roberto, do Arouca, também recebeu ordem de expulsão direta, mas aos 55 minutos. Da parte dos Arouquenses Hugo Basto (15’), Barnes Osei (89’) e Deyvison (91’) receberam cartão amarelo. Do lado dos gilistas, Henrique Brito (81’) e Vítor Tormena (93’) foram os “contemplados” com a cartolina da mesma cor.

Nos dados do jogo, os da casa ficaram à frente dos barcelenses em todos os capítulos. Nos remates (13-6), na posse de bola (59%-41%), nas faltas cometidas (22-18), nos cantos (6-1), nos cartões amarelos (3-2), registando-se a igualdade nos vermelhos (1-1).

Para além da expulsão “madrugadora”, o Gil Vicente também teve problemas com as lesões, sendo que no banco estavam 6 jogadores, menos um dos que estavam no do Arouca. Isso pode ter limitado o trabalho da equipa técnica, levando a que apenas efetuasse duas substituições.

À entrada para os últimos 5 minutos, e quando muitos gilistas já pensavam num “saboroso” empate, eis que o Arouca marca, tendo o autogolo sido atribuído ao capitão gilista Ricardinho.

Com este resultado, o Gil Vicente desce para a 7ª posição, com 14 pontos em 10 jornadas.

Imagem: GVFC (alt.)

Santa Casa da Misericórdia de Barcelos promove calendário com “jovens idosos até aos 100 anos”

Outubro 21, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 30 de outubro, pelas 14h30, no auditório da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos (Campo da República), é apresentado oficialmente o calendário, cujos modelos são “jovens idosos até aos 100 anos”.



Sendo outubro o Mês do Idoso, a Santa Casa da Misericórdia de Barcelos pretende “desmistificar o envelhecimento e mostrar que a idade não é um impedimento para actividades consideradas mais ousadas, promovendo, assim, o envelhecimento ativo”, refere em nota enviada a este jornal.

Com o slogan “O corpo é apenas o acessório de um espírito jovem”, pretende chamar a “atenção para um tema que muitos ignoram mas que diz respeito a toda a gente”, levando a cabo algumas atividades, sendo uma delas este calendário.

Caso pretenda ver o vídeo do making of das sessões fotográficas, basta aceder a este link (clicar):

https://www.youtube.com/watch?v=HTsmUlyRBRE&feature=youtu.be

Fonte e fotos: SCMB.

Projeto do Mestrado de Ilustração e Animação, do IPCA, integra campanha de prevenção da violência contra crianças da APAV

Outubro 21, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Escola Superior de Design (ESD) e o Mestrado de Ilustração e Animação (MIA) do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) participaram na mais recente campanha da APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. A campanha pretende, através do livro “A Estrela de Klahan”, sensibilizar para a prevenção da violência contra crianças.



Coube a Pedro Emanuel Santos, no âmbito do projeto desenvolvido no 2.º ano do MIA, desenvolver as ilustrações e o design do livro. O convite endereçado a Pedro Emanuel surgiu por parte da autora Ana Paula Figueira. “A Ana Paula é uma autora com quem eu já trabalhava em alguns projetos quer a nível de design, quer a nível de ilustração. Temos, também, algumas parcerias em que ela escreve a crónica e eu faço a ilustração”, referiu Pedro Emanuel, que aceitou o convite de imediato.

Como o tema a ser desenvolvido no livro “A Estrela de Klahan” era, do ponto de vista teórico, do interesse do mestrando para a sua pesquisa, propôs-se que o mesmo fosse desenvolvido no âmbito do projeto final do Mestrado em Ilustração e Animação do IPCA, tendo como tema “O contributo da Ilustração na comunicação de questões sociais – sensibilização do público infantil, através do álbum ilustrado”, sob orientação do professor Jorge Pereira.

Sendo o principal objetivo do livro sensibilizar o público infantil em relação à violência, Pedro Emanuel adianta que optou por testar as ilustrações bem como o livro através da metodologia de focus group: “O trabalho teve uma componente metodológica para desenvolver. Não interessava apenas um livro lúdico, mas sim um livro que sensibilizasse e esse era o meu grande objetivo”. Para isso contactou a ASAS (Associação de Solidariedade e Ação Social de Santo Tirso), onde o Pedro Emanuel Santos já tinha desenvolvido vários trabalhos como voluntário. Pedro salienta que com a ajuda de auxiliares e psicólogos da associação, foi possível testar o livro junto das crianças, e assim chegar à conclusão que de facto a mensagem estava a ser transmitida não apenas através do conto, mas sobretudo através da ilustração: “O trabalho de campo foi muito importante para perceber se as ilustrações funcionavam, e ser esta associação teve ainda mais peso porque as crianças da ASAS também se encontram em risco”.

A APAV optou por desenvolver um projeto de sensibilização pensado para ser implementado localmente, neste caso concreto, em Vila Real. Para isso, através de uma parceria com a Fundação Jumbo para a Juventude, iniciaram o projeto Junt@s na Prevenção da Violência. Foi no seguimento destas acções que a APAV decidiu produzir este livro infantil.

O livro “A Estrela de Klahan” foi apresentado no Jumbo de Vila Real, contando com a presença dos autores Ana Paula Figueira, Pedro Emanuel Santos e Gil do Carmo (autor da versão áudio do conto), bem como responsáveis da Fundação Jumbo para a Juventude e da APAV e ainda com 120 crianças do 1º ciclo.

Fonte e fotos: IPCA.

Ripa na rapaqueca*

Outubro 21, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Ainda no rescaldo do jogo para a Liga dos Campeões e já com um olho na próxima jornada, segue-se o habitual comentário desta semana.



Começando pelo mais recente jogo, há a referir a azarada exibição do nosso Benfica, na quarta-feira passada, frente aos rapazes de Manchester. Apesar da derrota, fica na retina uma exibição melhor do que a que pudemos assistir nos últimos quatro ou cinco jogos em que se notaram as rotinas defensivas mais consistentes sobretudo pela forma mais à vontade como Douglas ocupou o corredor direito, notoriamente mais completo do que André Almeida, bem como um melhor entendimento no setor central, em que assistimos a um Luisão igual a si mesmo que, como um bom vinho do Porto, ganha qualidade à medida que envelhece, não obstante a menor frescura física dos seus trinta e seis anos; simultaneamente, Rúben Dias, num crescendo de à vontade nos terrenos em que pisa, denunciado por uma boa exibição, esforçada e de muito trabalho, a fazer lembrar Jardel quando tinha o mesmo tempo de manto sagrado. À esquerda, Grimaldo, de quem sou confesso admirador, a contribuir positivamente, sem nunca comprometer a prossecução das tarefas que lhe foram destinadas. Um meio campo pouco inspirado, com Fejsa e Filipe Augusto bastante defensivos e Pizzi bastante desinspirado. Salvio continua irreconhecível, Diogo Gonçalves a procurar o seu espaço e Raúl, que apesar de esforçado, esteve sempre muito desamparado. Se a defesa pareceu funcionar bem, com o meio campo a fazer os mínimos, já o ataque nunca pareceu incomodar a defesa do MAN UTD até ao momento da entrada de Jonas. Sem dúvida o Benfica tem outro jogo quando joga com dois avançados, comprovando a tese de que a melhor defesa é o ataque. Por fim, mas não por último, importa falar de Svilar. À parte o lance azarado, com alguma aselhice à mistura, muito por causa da sua juventude, fica uma exibição muito prometedora que encheu o coração dos adeptos que, como eu, tiveram oportunidade de o ver ao vivo, a prometer fazer esquecer (ou, pelo menos, fazer diminuir as saudades) o mágico Ederson. Aqui e além, pormenores e intervenções de fazer encher o olho. Que não se estrague…

Posto isto, ficamos com água na boca à espera do próximo jogo em que o Benfica visita a Vila das Aves para ver se, de uma vez por todas, encontra um fio de jogo agradável, com um onze base mais ou menos definido e, por conseguinte, os golos e as vitórias. Será interessante, também, analisar a reação de Mile Svilar perante a adversidade do último jogo, deixando antever se tem o estofo de um grande guarda-redes.

Por falar em estofo de jovens promessas deixo aqui dois nomes. Um é Nuno Santos, júnior do Benfica, com uma exibição “à Messi” que nos deixa com vontade de ver mais do mesmo, em que seja para saber se temos craque ou apenas um brinca na areia do momento. O outro, de quem tive já oportunidade de salientar num círculo mais restrito de amigos, Famana Quizera, guineense com naturalidade portuguesa, que alinha ainda pelos juvenis mas pelo qual mal posso esperar por ver na equipa principal. Este, sim, poderá ser o próximo Eusébio (conhecendo eu os riscos que corro por tantos “Eusébios” que já vi anunciar). Mas veja por si, num jogo de juvenis que a BTV transmita e tire as suas conclusões. Por mim, temos craque. Fixe este nome: Famana Quizera…e lembre-se que viu este nome pela primeira vez n’O Barão Vermelho, no Barcelos na Hora.

Quantos aos nossos galos, esperemos que continuem com o esporão bem afiado e que aproveitem o balanço da goleada infligida ao Vitória B e continuem nesta senda frente ao Arouca, em partida a contar para a 10ª jornada da segunda liga. Aproveito para ir lembrando que na próxima semana, em jogo a contar para a 11ª jornada, o Gil recebe o Benfica B, dando aos adeptos barcelenses a oportunidade de fazer uma festa bonita, toda ela pintada de encarnado, levando toda a família ao nosso reduto para um programa diferente.

Dá-me o 37. Viva o Benfica.

*homenagem a um dos maiores comentadores desportivos que o mundo do futebol conheceu: Jorge Perestrelo. Porque afinal, “é disto que o meu povo gosta”!

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Espaço Sentir, em Barcelos, recebe sessão de apresentação de Curso de Instrutor de Yoga

Outubro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Amanhã, pelas 21h00, o IPMHI – Instituto Português de Medicina Holística Integrativa irá realizar uma sessão de apresentação da 6.ª Edição do Curso de Instrutor de Yoga (450h), que terá início em Barcelos, no dia 26 de janeiro de 2018.



De acordo com a organização, “o curso destina-se a Instrutores de ginásios, profissionais de saúde, estudantes e público em geral. A todas as pessoas com interesse na manutenção e recuperação do bem-estar através das práticas ancestrais relacionadas com a descoberta do corpo como templo do espírito. Esta formação de Yoga proporciona uma forma de vida, para além da satisfação pessoal de poder ajudar outras pessoas”.

Entretanto, haverá ainda mais uma sessão de apresentação, a decorrer no dia 6 de janeiro do próximo ano. O Espaço Sentir localiza-se na Rua Dr. José António Peixoto Pereira Machado, N.º 218, em Barcelos.

Para mais informações, pode contactar Norberto Ribeiro (91 8792945) ou Paulo Roseta (92 9075561).

Fonte: SENTIR.

Fez o que tinha a fazer

Outubro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá,”Barcelenses na Hora”!

Espero que tenham tido um bom fim de semana!

Confesso que ando um pouco triste com estes incêndios que colocaram Portugal a arder e que vitimaram centenas de Portugueses! É de uma revolta e impotência tremenda!

Mas pronto…vamos falar de futebol! Quero dar os parabéns à Seleção Nacional, que não fez mais do que sua obrigação e vai estar presente no Mundial da Rússia! O grupo era mais do que acessível e, mesmo assim, gostamos de resolver na última! Mas também confesso que quando o campeonato para, devido aos compromissos da Seleção, sinto que falta algo! Um fim de semana sem jogar o Porto e o Gil Vicente é um vazio tremendo!

Em relação à eliminatória da Taça de Portugal, o Porto fez o que tinha a fazer e venceu, com goleada, um jogo que serviu para rodar jogadores e dar oportunidades a jovens com qualidade, como é o caso, por exemplo, do Diogo Dalot!

Agora é concentrar e virar o foco para a Liga dos Campeões e para o Campeonato! Cada jogo terá que ser encarado como “finais” e as finais são para se ganhar. Se não ganharmos as finais todas, que pelo menos consigámos vencer mais do que os nossos adversários e que isso nos permita ficar sempre à frente.

[Ndr: o presente artigo foi entregue ao Barcelos na Hora antes do jogo do FC Porto na Liga dos Campeões.]

Cumprimentos a todos e bons jogos!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

 

Leões de raça, seleção de valor acrescentado!

Outubro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

Neste interregno nas ligas principais do futebol nacional, começo com uma pequena referência ao Futsal, em especial ao do Sporting Club de Portugal, recordando que no dia 10 de outubro, para a Futsal Liga Sportzone, o Sporting bateu o Benfica, por 5 – 2.



Uma outra referência vai para a ronda de elite da UEFA Futsal Cup. Assim que foi confirmada a qualificação do Sporting C. P., o diretor-geral da modalidade – Miguel Albuquerque –, anunciou que o Clube verde e branco iria candidatar-se à organização da fase seguinte; agora, oficialmente confirmada: o Clube leonino ganhou a organização da próxima fase da UEFA Futsal Cup, que será a primeira no Pavilhão João Rocha.  A candidatura dos Leões foi uma das quatro selecionadas pela UEFA, entre sete existentes. Inter Movistar, Pescara e Eto Gyor foram os outros escolhidos.

Sem dúvida, ao nível do futebol, a notícia mais relevante foi o apuramento da Seleção Nacional para o Campeonato do Mundo de 2018, na Rússia. Uma exibição extraordinária frente a uma Suíça que ficou muito aquém do desempenho anterior, em todos os jogos da qualificação.

A seleção portuguesa de futebol, que esteve em todas as grandes competições desde 2000 e repete as presenças em Mundiais de 1966, 1986, 2002, 2006, 2010 e 2014, qualificou-se pela sétima vez, e quinta consecutiva, para a fase final de um Mundial, ao vencer em casa a Suíça, por 2 – 0, e ao conquistar o Grupo B europeu de apuramento, terminando com os mesmos 27 pontos da Suíça, mas com vantagem na diferença de golos (32 – 4 contra 23 – 7).

Claro que não posso deixar de relevar o importante contributo dos selecionados de Fernando Santos oriundos do Sporting e não é por acaso que o clube de Alvalade foi o clube nacional com mais jogadores na seleção AA nos últimos 10 anos.

A melhor escola de formação do Mundo continua a ser um dos principais “abastecedores” de uma das melhores seleções da Europa.

Com especial destaque, desde logo, para Rui Patrício, que na baliza da seleção segurou bem os resultados, que permitiram manter uma diferença positiva nos golos sofridos, com vantagem para Portugal. Os médios Bruno Fernandes e William Carvalho e o avançado Gelson Martins, são outros dos jogadores da seleção provenientes do Sporting.

Sendo certo que durante esta fase de qualificação também Adrien Silva e Fábio Coentrão deram o seu contributo quando foram opção para o selecionador nacional.

Na Liga dos Campeões, o Sporting, apesar da boa réplica que deu frente a uma Juventus – vice-campeã europeia – muito forte, não conseguiu segurar o empate e acabou derrotado nos últimos minutos, por 2 – 1. A sorte começou por favorecer o Sporting, que com um autogolo de Alex Sandro, fruto da insistência de Gelson, ficou na frente do marcador. Acabou o Sporting por sofrer dois golos, sendo que o segundo, a poucos minutos do fim, deixou, mais uma vez, um “amargo de boca”, que resultou em mais uma vitória moral, à semelhança do que sucedeu frente ao Barcelona.

A exibição dos Leões foi, em algumas fases do jogo, de domínio, com uma exibição de muita qualidade do conjunto treinado por Jorge Jesus.

Temos de acreditar que, face ao jogo hoje realizado, pelo menos esta Juventus não se posiciona como equipa imbatível e em Alvalade persiste a possibilidade de surpreendermos, podendo daí resultar um sucesso inesperado e uma forte probabilidade do Sporting seguir em frente, contrariamente àquilo que seria expectável nesta altura da competição.

Ficamos agora a aguardar o próximo jogo do Sporting, frente ao Desportivo de Chaves, já no próximo domingo, dia 22 de outubro. Uma equipa que não facilita e que muitas “dores de cabeça” deu aos Leões noutros jogos e competições no passado recente.

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

 

Academia João Capela abre curso de Kizomba Iniciação

Outubro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

A partir do dia 4 de novembro, a Academia João Capela vai iniciar um novo curso de Kizomba e Ritmos Africanos para iniciados e “pés-de-chumbo”, sendo as aulas aos sábados, entre as 18h30 e as 19h30.



Segundo João Capela, este é “um curso para quem gosta dos ritmos africanos mas nunca teve a oportunidade de aprender”, podendo “aprender Kizomba, Semba, Tarraxinha e Funaná, num curso bem divertido”.

As aulas serão ministradas pelos professores Tânia e Daniel, sendo que pode consultar mais sobre o curso em https://www.facebook.com/events/125837758135485/ .

Fonte e imagem: AJC.

Óquei de Barcelos começa nacional na “Catedral”

Outubro 20, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Após a participação na Taça Continental, onde foi eliminado da final pela Oliveirense, no prolongamento, por 4-2, a equipa do OC Barcelos (OCB) arranca, este sábado, com a receção ao HC Turquel, para o campeonato nacional da primeira divisão, em jogo que se disputa no Pavilhão Municipal de Barcelos.



O jogo tem início às 21h30 e para quase meia equipa é a primeira vez que vestem a camisola do OCB.

Recorde-se que da época passada saíram cinco jogadores: Luís Querido (Lodi), Reinaldo Ventura (Viareggio), Álvaro Morais (FC Porto), Miguel Vieira (SL Benfica) e João Pereira, que abandonou a modalidade.

Para os seus lugares foram contratados Mário Rodriguez “Marinho” (ex-Follonica), Juan López (ex-Cremona), João Almeida (ex-Valongo), Afonso Lima (ex-júnior) e Pedro Silva (ainda júnior).

Começa, assim, para o treinador Paulo Pereira, uma longa temporada, onde os objetivos passam por tentar fazer melhor que o quinto lugar, repetir a presença na final da Taça CERS e ir o mais longe na Taça de Portugal.

Por: Miguel Bastos.

Ir Para Cima