Arquivo de Categorias

Atualidade - page 317

Trail Águias de Alvelos é já no próximo domingo e inscrições fecham em breve

Março 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Dia 11 de março, domingo, realiza-se o já afamado Trail Águias de Alvelos, que integra, igualmente, o Campeonato Regional de Trail da Associação de Atletismo de Braga, organizado pela Secção de Atletismo e Trail Running dos Águias de Alvelos.



A prova incluirá um Mini Trail/Caminhada (10km), um Trail Curto (15km) e um Trail Longo (25km). Apenas o Trail Longo contará para o Campeonato Regional.

No sábado anterior, entre as 10h00 e as 18h30, o secretariado estará na Sede da Junta de Freguesia de Alvelos por forma a tratar de assuntos, como a entrega dos dorsais. No dia da prova, abrirá pelas 7h00 e encerrará pelas 8h30.

A prova terá diferentes horários de partida. Assim, o Trail Longo inicia às 9h15, o Curto às 9h45 e o Mini Trail/Caminhada às 9h50.

As inscrições estão mesmo a terminar, fechado no próximo dia 8 de março. O valor de inscrição inclui dorsal, seguro de acidentes pessoal, t-shirt alusiva à prova, abastecimentos, bifana, bebida, café, banhos e outras ofertas que a organização venha a conseguir.

Pode efetuar a inscrição em (basta clicar no link para aceder automaticamente):

http://www.cyclonessports.com/provas/20180311TrailAlvelos/inscrever.php

Para saber mais sobre a prova, nomeadamente, o regulamento e demais informações, pode aceder a:

http://www.cyclonessports.com/index.php/128-trail-aguias-de-alvelos-2018

Pódio da PETRUS RUN conta com atletas dos Águias de Alvelos

No último fim de semana, Bruno Silva e Óscar Mendes fizeram pódio na PETRUS RUN, que se realizou em Vila Nova de Gaia.

Se em 2017 Bruno Silva conquistou o 2º lugar, este ano conseguiu vencer a prova. Já Óscar Mendes ficou num ótimo 3º lugar.

Fonte e imagens: SATR-AA.

IPCA: Organização da DIGICOM convida à apresentação de artigos

Março 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A comissão organizadora da DIGICOM convida à apresentação de contribuições originais sob a forma de artigo (nos idiomas português, inglês ou espanhol). Este convite é aberto a todos os designers, investigadores, académicos e estudantes, cujos trabalhos se enquadrem no campo do Design e da Comunicação Digital, nomeadamente:



  1. A) Projetos práticos aplicados: projetos desenvolvidos em contexto de investigação, académico ou de mercado, de caráter prático e com potencial relevância social, cultural ou económica.
  2. B) Casos de Estudo: descrição e análise de projetos ou de problemáticas de investigação nos mais variados contextos.
  3. C) Revisão de literatura: apresentação do estado da arte a partir de um problema de investigação.
  4. D) Trabalho de investigação: investigação doutoral ou de mestrado; e novas abordagens e enquadramentos de investigação.

Aceitam submissões nos seguintes tópicos:

WEB E DESIGN MULTIMÉDIA

  • Web Design
  • Design de Interfaces
  • Usabilidade
  • Aplicações para dispositivos móveis
  • Design Editorial em suportes digitais
  • Tipografia Digital
  • Tecnologias Multimédia
  • Social Media
  • Design de Produto

MOTION DESIGN

  • Vídeo
  • Motion Graphics
  • Televisão Digital e Interactiva
  • Infografia
  • Videojogos
  • Grafismos Audiovisuais

DESIGN GRÁFICO E BRANDING

  • Design de Identidade
  • Branding
  • Comunicação e Estratégia
  • Design de Comunicação
  • Marketing Digital
  • Publicidade
  • Social Media
  • Mercado e Negócio

SOCIEDADE E COMUNICAÇÃO

  • Teoria e História dos Media
  • Sociedade da Informação
  • Internet e Redes Sociais
  • Saúde e Bem-estar
  • Educação, Literacia e Cidadania
  • Cultura, Contra-culturas e sub-culturas
  • Análise Visual, Estética e Semiótica.

O prazo limite para a entrega dos artigos é de 31 de maio de 2018. De relembrar que a DIGICOM – International Conference on Design & Digital Communication realiza-se entre 9 e 10 de novembro de 2018, no Teatro Gil Vicente (Barcelos), numa organização do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) e da Escola Superior de Design do IPCA.

Fonte e imagens: IPCA.

Conselhos para prolongar a vida das baterias

Março 5, 2018 em Atualidade, Concelho, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Diogo Sendim Lourenço

Qualquer pessoa que tenha um smartphone, tablet, laptop ou mesmo um carro elétrico terá as baterias de iões de lítio degradadas ao longo do tempo. Cada vez que carregar e descarregar as baterias, elas perdem um pouco da capacidade de se recarregar. No dia-a-dia, realmente não irá notar, mas após um ano, ou um pouco mais, isso significa menos vida útil para o equipamento.



Como não viciar a bateria?

Todas as baterias viciam. Pode adiar esse momento com alguns cuidados de manutenção simples e tirando da cabeça alguns mitos sobre baterias que ainda persistem nos dias de hoje.

Tirar o telemóvel do carregador antes de terminar vicia?

Dependendo da situação: baterias de iões de lítio precisam ser carregadas várias vezes durante o dia, ao invés de um só carregamento que leve a bateria a 100%. Deve, também, evitar deixar a bateria chegar ao 0%, tentando sempre mantê-la acima de 50%. Tente não deixar a bateria ficar abaixo de 20%, e carregue cerca de 40% da bateria por vez (de 50% para 90% ou 40% para 80%). Evite cargas longas ou poderá prejudicar a vida útil da bateria.

Faça um ciclo completo da bateria mensalmente: isso significa deixar a bateria ir até 0% e carregar até 100%, uma vez por mês.

Deixar o telemóvel a carregar a noite toda vicia?

Não! Assim como não vicia usar o telemóvel enquanto carrega. As baterias são “inteligentes” o suficiente para parar de carregar quando chegam ao seu limite de carga. O único cuidado aqui é deixar o telemóvel num lugar ventilado, para evitar o superaquecimento.

Cuidado com altas temperaturas: as baterias não lidam bem com altas temperaturas. Pode ser o sol, fornos, fogões, o seu bolso num dia de verão. Todas estas situações contribuem para reduzir a vida útil da bateria. Mantenha sempre o seu telemóvel afastado dessas fontes de calor, como no interior de uma bolsa ou mochila feita de materiais isolantes térmicos.

Mexer no telemóvel enquanto carrega é perigoso?

Apenas se estiver a usar um carregador impróprio para o dispositivo, como um carregador de terceiros, falsificado, ou sem a amperagem correta para o smartphone. Isso pode até danificar a bateria permanentemente, ou causar explosões.

Se, mesmo a seguir todos estes conselhos, o desempenho da bateria for muito inferior ao verificado no momento da compra, é possível que ela se tenha deteriorado prematuramente ou que, mais provavelmente, o sistema tenha algum aplicativo ou processo em execução, provocando fuga de carga. Para o segundo caso, o melhor é restaurar totalmente o software e começar a instalar e configurar tudo a partir do zero.

Por: Diogo Sendim Lourenço*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Débora Figueiredo, da ACR Roriz, é 2ª na primeira prova pontuável para a Taça de Portugal de BTT-XCO

Março 5, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo, decorreu, em Vila Franca do Lima – Viana do Castelo, a primeira prova pontuável para a Taça de Portugal de BTT-XCO (Cross-country Olímpico), organizada pela Federação Portuguesa de Ciclismo e os Amigos do Desporto da ACRVC.



A formação barcelense da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT fez-se representar nas categorias de competição de Cadetes, Juniores, Sub-23 F e Veteranos, destacando-se a prestação de Débora Figueiredo, em Sub-23, que resultou num fantástico 2º lugar. Ainda nesta corrida, esteve a estreante Rafaela Martins que, em Cadetes Femininas, foi 10ª classificada.

Nos Juniores Masculinos, Hélder Gonçalves apresentou-se a um bom nível competitivo mas uma queda, no final da primeira volta, levou a que tivesse de receber assistência e, assim, descolasse do grupo da frente, tendo terminado na 9º posição (7º português). Ainda em Juniores, João Lobo teve uma prestação regular, sendo 26º classificado.

Na primeira corrida do dia, realce para a prestação de Vítor Costa, que fez uma prova em recuperação, tendo terminado no 8º posto. Também a estrear-se nesta vertente esteve Edgar Santos, que terminou no 14º lugar. Lucas Braga foi vítima de alguns problemas técnicos, que o obrigaram a receber assistência, perdendo algum tempo na classificação final, terminando na 24ª posição. Ainda em Cadetes, Luís Lobo terminou num bom 25º lugar, César Eiras foi 37º e, por último, o estreante Jorge Fernandes finalizou no 45º posto.

Em Master 30 esteve Nuno Castro, que terminou no 15º lugar, e em Master 40, José Ribeiro concluiu na 17ª posição.

A próxima competição pontuável para a Taça de Portugal de BTT-XCO disputa-se no Complexo Desportivo do Jamor, a 8 de abril.

Fonte: ACRR.

Fotos: Matias Novo.

Recital de poesia e música celebra o “Feminino”

Março 5, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 10 de março, pelas 21h30, no Teatro Gil Vicente, realiza-se um recital de poesia acompanhada por música, que celebrará e homenageará as Mulheres.



O recital, que se realiza dois dias após o Dia da Mulher, terá a voz de Alberto Serra, na declamação dos poemas, e a guitarra de Nuno Fernandes, no acompanhamento musical.

A entrada é gratuita não dispensa a reserva de lugar. Para mais informações ou reserva, utilize o e-mail tgv@cm-barcelos.pt e/ou o telf. 253 80 96 94.

Fonte e imagem: AB.

Gil Vicente volta às vitórias e vence Leixões por 2-1

Março 4, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A contar para a 27ª jornada da Ledman LigaPro, o Gil Vicente FC recebeu esta tarde, no Estádio Cidade de Barcelos, o Leixões, tendo conseguido uma importante vitória, por 2-1.



Este foi um jogo muito intenso, com o árbitro Fábio Veríssimo, da AF Leiria, a ser, como infelizmente vem sendo normal, “protagonista” do jogo. Ele que foi coadjuvado por Pedro Felisberto e Paulo Brás, tendo como 4º árbitro Pedro Fernandes (AF Braga).

A equipa gilista, agora treinada por Pedro Ribeiro, jogou com João Costa, Ricardinho, Luiz Eduardo, Sandro, Gabriel, Alphonse, Reko, Jonathan Toro (Rui Miguel, 88’), Camara (Rui Faria, 60’), André Fontes e João Vasco (Fall, 68’). No banco ficaram Rui Sacramento, Miguel Abreu, Henrique e Frédéric Maciel.

Já Francisco Chaló, treinador do Leixões, fez alinhar André Ferreira, Jorge Silva (Ricardo Barros, 75’), Jaime Simões, Oudrhiri (Vá, 75’), Derick Poloni, Belima (Haman, 58’), Breitner, Luís Silva, Ricardo Alves, Evandro Brandão e Medarious. No banco ficaram Tony Batista, Bruno China, João Lucas e Sérgio Semedo.

Iniciou melhor o jogo o Leixões, que chegou ao golo aos 6 minutos. No entanto, o golo foi anulado por falta sobre o defesa do Gil Vicente. Logo de seguida, e na primeira vez que se aproximou da área do Leixões com perigo, o Gil Vicente fez o primeiro golo. Aos 9 minutos, há uma combinação no flanco direito entre Alphonse e Camara, que ganha a linha de fundo, mete na área, onde aparece Ricardinho a fazer o 1-0. Reage de seguida, o Leixões, aos 10 minutos, criando perigo num canto.

Mas nesta fase do jogo estava melhor o Gil Vicente e Jonathan Toro, aos 15’, aparece na área, descaído sobre a esquerda, e proporciona uma boa defesa ao guarda-redes do Leixões. Aos 24’, novo golo invalidado aos leixonenses. Desta feita, o jogador domina a bola com a mão antes de marcar. Foi a melhor fase do Leixões, na procura do empate. No minuto seguinte, proporciona boa defesa a João Costa, guardião gilista. Depois, aos 28’, cria nova oportunidade após um canto. Os homens de Matosinhos continuam com mais iniciativa, a proporcionarem boas defesas ao guarda-redes gilista (39’) e criarem novas oportunidades (41’ e 45’). Ao intervalo, vencia o Gil Vicente por 1-0, golo de Ricardinho.

Logo no reinício, aos 46’, há mais um golo anulado, desta vez aos gilistas. Num livre, há cruzamento para a área e o árbitro considera falta, nas costas do defesa, por parte do marcador do golo do Gil.

Após este lance, o Leixões pega novamente no jogo, na procura do tento do empate. Que surge aos 54’, por Luís Silva. Como “um mal nunca vem só”, o capitão gilista Ricardinho é admoestado, aos 57’, com segundo amarelo e consequente vermelho. A situação complica-se ainda mais para os gilistas, que dão a iniciativa de jogo aos leixonenses e ficam à espera do que os contra-ataques poderão inserir no jogo. E é exatamente num desses contra-ataques que, aos 71’, André Fontes concretiza com sucesso um lance muito bem delineado pelos gilistas, recolocando a equipa da casa na frente do marcador.

O Gil Vicente soube “sofrer” até final, lutando com todas as forças pela vitória. Até ao final do jogo, o Leixões tentou o empate em vários lances (84’, 87’ e mesmo já depois da hora). O árbitro alongou o jogo e deu 6’ compensação.

Por falar em árbitro, este “conseguiu” admoestar com a cartolina amarela oito (!) jogadores gilistas: Ricardinho (34’), Jonathan Toro (36’), João Vasco (51’), Ricardinho (56’ e consequente vermelho por acumulação de amarelos), Sandro (64’), Alphonse (67’), Fall (69’) e João Costa (96’). Já do lado dos leixonenses foram três os contemplados: Breitner (21’), Luís Silva (66’) e Ricardo Alves (82’).



As estatísticas mostram que os gilistas fizeram menos remates (5-9) e conquistaram menos cantos (3-6). No entanto, tiveram mais posse de bola (51%-49%), mais faltas cometidas (28-19) e, como referido anteriormente, mais cartões: amarelos (8-3) e vermelhos (1-0).

Com esta vitória, o Gil Vicente mantém-se no 19º, e penúltimo, lugar mas encurta a distância para as equipas que se encontram imediatamente acima na tabela: Braga B e União da Madeira. Fica, agora, a 2 pontos da primeira e a 3 da segunda, com 27 pontos (contra 29 e 30). Consegue, também, ficar a 4 pontos do Sporting B, a primeira equipa acima da “linha de água”.

Na próxima jornada, a 10 de março, pelas 16h00, o Gil Vicente desloca-se ao terreno do Guimarães B.

Fotos: Ricardo Moreira.

Barcelense Domingos Gonçalves conquista 22ª Clássica da Primavera

Março 4, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Ao final de 3h37m18s, o barcelense Domingos Gonçalves, da Rádio Popular-Boavista, conquistou a 22ª Clássica da Primavera, chegando à frente do pelotão, na Póvoa de Varzim, numa corrida marcada pela muita chuva, vento e mau tempo.



Já conhecido pelas suas capacidades de corredor de clássicas, Domingos Gonçalves conseguiu surpreender os velocistas, que esperavam conseguir a vitória ao sprint. No entanto, o plano saiu-lhes “furado”, com o ciclista barcelense a deixar em 2º lugar Samuel Caldeira, da W52-FC Porto, e Rafael Silva, da Efapel.

A corrida teve animação através de nove corredores que, em grupo, andou adiantado quase toda a prova. Desses, sete ainda entraram na última volta (foram sete) ao circuito poveiro na frente da corrida, com cerca de um minuto de vantagem sobre o pelotão.

As equipas que tinham interesse numa chegada ao sprint criaram o habitual “comboio” e aumentaram o ritmo da corrida e conseguiram recolar o pelotão aos da frente. Quando se esperava que os sprinters brilhassem, eis que Domingos Gonçalves surpreendeu tudo e todos e terminou em primeiro lugar, de braços bem erguidos.

Eis os dez primeiros da tabela classificativa:

Póvoa de Varzim – Póvoa de Varzim, 145,2 km

1.º Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), 3h37m18s
2.º Samuel Caldeira (W52-FC Porto), a 2s
3.º Rafael Silva (Efapel), mt
4.º Daniel Freitas (W52-FC Porto), mt
5.º Alejandro Marque (Sporting-Tavira), mt
6.º Daniel Mestre (Efapel), mt
7.º Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli), mt
8.º Edgar Pinto (Vito-Feirense-BlackJack), mt
9.º Aleksandr Grigorev (Sporting-Tavira), mt
10.º Ángel Sánchez (W52-FC Porto), mt .

Foto: UVP-FPC.

Óquei de Barcelos perde com Oliveirense pela margem mínima

Março 4, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Pavilhão Municipal de Barcelos um dos jogos da jornada (18ª), opondo o Óquei Clube de Barcelos (OCB), 6º classificado, e a UD Oliveirense, 4ª classificada. A vitória “sorriu” aos visitantes, com a falta de eficácia do OCB nas “bolas paradas” a marcar o resultado final.



Com arbitragem de Miguel Guilherme (AP Lisboa) e Jaime Vieira (AP Alentejo), Paulo Pereira, técnico “óquista”, alinhou de início com Ricardo Silva, Juanjo López, Zé Pedro, Hugo Costa e Rúben Sousa. No banco iniciaram André Almeida, João Almeida, Pedro Silva, Afonso Lima e Marinho.

Já Tó Neves, técnico oliveirense, alinhou com Xavier Puigbi, Ricardo Barreiros, João Souto, Pedro Moreira e Jordi Bargalló. No banco iniciaram Domingos Pinho, Nuno Araújo, Jepi Selva, Pablo Cancela e Jordi Burgaya.

O jogo iniciou a ritmo frenético, com os visitantes a abrirem o marcador ainda no primeiro minuto, por João Souto. Três minutos depois, Rúben Sousa repôs a igualdade para os da casa. Aos 11 minutos, Hugo Costa teve a oportunidade de marcar, por grande penalidade, mas não conseguiu marcar aquele que seria o segundo golo do OCB. Aos 16 minutos, Bargalló foi admoestado com a cartolina azul. Zé Pedro foi o escolhido para a marcação do livre direto correspondente mas também não conseguiu concretizar. Logo no minuto seguinte, o OCB chega à 10ª falta. Pablo Cancela não falhou e recolocou os forasteiros na frente do marcador. O mesmo Cancela também acabou admoestado com um azul, a cerca de 2 minutos do final da primeira parte. Desta feita, o escolhido para o livre direto foi Marinho. No entanto, também não conseguiu desfeitear o guardião adversário. Mas no minuto seguinte, o mesmo Marinho redimiu-se e empatou a partida a 2 golos, resultado com que terminou a primeira parte.

A segunda parte foi menos “interessante” em momentos do jogo mas continuou um jogo renhido e muito disputado. Logo no segundo minuto, o guardião oliveirense foi admoestado com o cartão azul. Rúben Sousa foi incumbido de tentar concretizar o respetivo livre direto mas, também ele, falhou. Quem não falhou foi o veterano Ricardo Barreiros, que aos 9 minutos apontou uma grande penalidade, “fechando” o resultado no 2-3 final.

Com este resultado, o OCB mantém o 6º lugar mas vê aproximar-se a Juventude de Viana, que fica a 2 pontos. Na próxima jornada, no “distante” dia 24 de março, a equipa barcelense desloca-se ao sul para defrontar o Paço de Arcos.

Fotos: André Miranda.

VI Feira Internacional de Clássicos no Estádio Cidade de Barcelos

Março 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

A Associação Cultural MotoCavaquinhos, com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos, organiza a VI Feira Internacional de Clássicos de Barcelos, que decorre no Estádio Cidade de Barcelos a 10 e 11 de março.



A Feira servirá para exposição, compra e venda de motas antigas, automóveis e peças. Sábado (10 de março) estará aberta ao público entre 10h00 e as 22h00. Já no dia seguinte, estará entre as 10h00 e as 20h00.

Para mais informações, consulte www.motocavaquinhos.pt (basta clicar no link para aceder directamente) ou utilize os contactos motocavaquinhosbcl@gmail.com ou 96 834 3103/93 261 2444.

Imagem: ACMC.

Conferência sobre arte evoca José de Beça Sousa e Menezes

Março 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Hoje, pelas 16h00, na Biblioteca Municipal de Barcelos, realiza-se uma conferência intitulada “Cinco Artistas em Barcelos. Sousa Pinto, Ernesto Condeixa, Veloso Salgado, Teixeira Lopes e Cândido da Cunha”.



Terá a preleção de Hugo Barreira, Professor da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, e serve para assinalar o centenário da morte de José de Beça e Menezes (1828-1918). A sessão, cuja entrada é livre, terá ainda a participação do pianista António Godinho.

A conferência vai abordar a vida e a obra de artistas plásticos cuja obras foram adquiridas por José de Beça Sousa e Menezes e que se encontram na Casa do Jardim, situada no Campo Cinco de Outubro, antigo Jardim Velho, um dos primeiros, se não mesmo o primeiro, jardim público de Barcelos.

José de Beça Sousa e Menezes, mecenas e cultor das artes, é um exemplo de dedicação ao trabalho, designadamente à agricultura e ao desenvolvimento da instrução e da educação, tendo, ainda, praticado diversos atos de mecenatismo e filantrópicos.

Fonte e imagem: AB.

Ir Para Cima