Arquivo de Categorias

Atualidade - page 352

“Desbenficar”

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Esta semana, mais dois jogos do nosso Benfica. Uma vitória caseira, para nosso contentamento. Um jogo da Liga dos Campeões sem história. Mas com estória.


Para consumo doméstico, uma vitória sem muito o que dizer, pela margem mínima, frente a um Feirense que fez a sua parte, jogando o jogo pelo jogo. O tipo e intensidade de jogo continuam a não convencer. Sente-se a máquina desafinada. Sem mais história.
Já relativamente ao jogo para a Champions há algo mais a dizer. O Benfica tentou controlar o jogo, mostrando, amiúde, laivos de bom futebol. Mas continua sem grande jogo no último terço do terreno. E lá diz o povão, quem não marca sofre (como diria o saudoso José Estêbes). E o Benfica sofreu. E novamente com um monumental azar de Svilar. O miúdo até convence. Veja-se o escárnio dos adeptos nossos rivais. Se o miúdo não fosse bom, falavam tanto dele como falaram do Varela. Tem mesmo é de ir à bruxa.

Um aspeto que me chamou à atenção, e pelos vistos não foi só a mim, foi o tom dos comentadores RTP. Juro que, por momentos, julguei que fossem sócios do Man. Utd.! Ainda que me digam que sejam fãs de José Mourinho. Ainda que sejam desbenfiquistas. Mas o que vale pontos para os clubes portugueses são as vitórias dos mesmos. E contam para todos. Mesmo para os rivais. Por isso, me pareceu de muito mau tom o entusiasmo com que, subliminarmente, se regozijaram pela vitória do Man. Utd., algo que foi ficando patente nas entrelinhas ao longo dos comentários ao jogo. Lamentável! A RTP é serviço público. Não pode estar ao serviço de odiozinhos individuais.

Dá-me o 37. Viva o Benfica.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Em dia de São Martinho, Amigos da Montanha organizam Percurso Pedestre com magusto no final

Novembro 2, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 11 de novembro, dia dedicado à celebração do São Martinho, os Amigos da Montanha levam a cabo uma caminhada, que ligará Viana de Castelo a Bertiandos, passando pelo centro histórico de Ponte de Lima.



Para além de caminhar e conhecer as belas paisagens que encantam no Minho, a tradição do S. Martinho marca presença. No final do percurso, de 16 km desde a Área de Lazer de Deão, em Viana do Castelo, até ao Parque de Merendas Souto de Bertiandos, há castanhas assadas e fêveras com o respetivo vinho verde para festejar a época. Tudo recheado de muito convívio entre o grupo de pedestrianistas.

 

O percurso será feito através de um conjunto de caminhos situados nas margens do Lima e as suas Veigas (ou Várzeas, terrenos nas margens de um rio que são inundados na época das cheias).

As áreas de Lazer de Vitorino das Donas e da Correlhã, a Veiga da Correlhã, e a Alameda dos Plátanos que dá acesso à Vila e coincide com o Caminho de Santiago, são alguns dos pontos de interesse de Ponte de Lima que este percurso dá a conhecer.

As inscrições podem ser realizadas em (basta clicar no link) www.amigosdamontanha.com ou na sede da associação em Barcelinhos.

Fonte e foto: AM.

IPCA organiza Open Lab “Novos Paradigmas da Economia Sénior” na NORMÉDICA AJUTEC 2017

Novembro 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O IPCA – Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, através da Escola Superior de Design (ESD), juntamente com o TICE.PT, no âmbito to projeto Interreg Sudoe ICT4SILVER, e em colaboração com a Iberia Advanced Healthcare, organiza o Open Lab “Novos Paradigmas da Economia Sénior”. O evento decorre a 3 de novembro, na Exponor, integrado na “NORMÉDICA AJUTEC 2017 – Fórum e Exposição das Ciências Médicas e da Saúde, Gestão Hospitalar, Ajudas Técnicas, Mobilidade e Inclusão”.



Este Open Lab visa proporcionar, no âmbito do projeto ICT4SILVER, um debate aberto abordando os desafios, soluções, barreiras e oportunidades, partilhados na primeira pessoa entre utilizadores, cuidadores, instituições, investigadores e fabricantes, procurando gerar informação atual e novos vetores de investigação, desenvolvimento e, sobretudo, de aplicação de soluções inovadoras na Economia Sénior, projetando o crescimento sustentado dos atores e setores envolvidos.

A sessão de abertura é moderada por João Malva, da Ageing@Coimbra, e conta com Isabel Costa, da Bella Vida, José Carvalho, da Hope-Care, e Nuno Garcia, da Universidade da Beira Interior.

Nos painéis de convidados destaque, ainda, para António Lúcio Batista, da Iberia Advanced Healthcare, Béatrice Durruty e Hervé Dufau, da ADI – Agence de Développement et d’Innovation de la Nouvelle-Aquitaine, Filipe Sousa, da Fraunhofer, Ricardo Correia, da Cintesis e Gabriela Trevisan, da Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti.

Programa:

10h00  –  Abertura

–   Saúde e bem-estar Sénior

–   Promoção da Qualidade de vida Sénior

–   A Economia Sénior a 20 anos

–   Do laboratório ao utilizador

16h30  – Encerramento

O evento realiza-se no dia 3 de novembro, na Exponor, e a participação necessita de inscrição através do seguinte link (basta clicar):

http://web.ipca.pt/ict4silver/NovosParadigmasSE.html.

Fonte e imagem: IPCA.

Capítulo 8 – A importância da sopa (Parte 2)

Novembro 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Sara Barbosa

Esta segunda parte do capítulo 8 apresenta uma abordagem mais prática do tema “a importância da sopa”. Como tal, seguem-se recomendações para uma confeção de forma adequada deste “prato” nutritivo e a quantidade sugerida de cada constituinte da sopa por pessoa e por refeição.



Hortícolas:

  • Escolha 3 a 4 hortícolas diferentes, em que um deles seja, preferencialmente, de folha verde, fresco, da época e de produção local;
  • Quantidade por pessoa por refeição: 180g de hortícolas crus (varia conforme a quantidade de hortícolas colocados no prato como acompanhamento ou caso a sopa seja o único prato da refeição).

Batata, arroz, massa ou leguminosas:

  • Selecione apenas um destes alimentos para a base da sopa;
  • Quantidade: 1 batata média (80g) ou 2 colheres de sopa de arroz ou massa crus (35g) ou 25g de leguminosas secas cruas (caso estas não sejam consumidas no prato principal).

Azeite:

  • Minimize a adição de gordura;
  • Quantidade: 1 colher de chá de azeite (no final da cozedura da sopa, após desligada a fonte de calor).

Sal:

  • Caso a sopa seja confecionada para 10 doses, coloque 2g de sal ou seja, 1 colher de chá.

Sugestão final:

Os hortícolas congelados podem ser uma boa opção para quem tem pouca disponibilidade para adquirir e preparar estes alimentos ou tenha necessidade de os conservar por mais tempo, desde que se preste muita atenção à leitura do rótulo no momento da compra e à forma de conservação.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o consumo de, pelo menos, 400 g de fruta e hortícolas por dia. A sopa de legumes sendo uma excelente fonte de “saúde”, deverá ser consumida diariamente ao almoço e ao jantar, permitindo a ingestão de nutrientes reguladores, como a fibra, vitaminas, minerais e água.

Fonte: Associação Portuguesa dos Nutricionistas.

Visite o meu blog em (basta clicar no link):

http://sarabarbosa2008.wixsite.com/blognutricao.

Por: Sara Barbosa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Casa Mortuária da Várzea inaugurada pelo Presidente da Câmara

Novembro 1, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

No último domingo, dia 29 de outubro, o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos inaugurou a Casa Mortuária da Várzea, naquele que foi o seu primeiro ato oficial depois da Tomada de Posse para o terceiro mandato.



A cerimónia de inauguração juntou a população local, os membros da Junta de Freguesia, o pároco e o Bispo Auxiliar de Braga, D. Francisco Senra, que procedeu à bênção da Casa Mortuária e da ampliação do cemitério.

Miguel Costa Gomes, na sua intervenção, felicitou a Junta de Freguesia pela obra, frisando que “esta é uma forma de respeitar os que partem”, acrescentando que “esta é uma obra com a dignidade merecida para os habitantes da Várzea, depois de ter sido um processo difícil e doloroso, mas o importante é que hoje estamos aqui para inaugurar este espaço”.

O Presidente da Junta, David Carvalho, no seu discurso, referiu que “esta obra era um desejo de muitos anos e hoje, com muito trabalho, cooperação e colaboração entre a Junta e o Município a obra está concluída” frisou.

O Município de Barcelos atribuiu para a obra da Casa Mortuária o valor de 150 mil euros.

Fonte e foto: CMB.

Noite de ontem marcada por acidente com dois encarcerados em Arcozelo

Novembro 1, 2017 em Atualidade, Concelho port barcelosnahorabarcelosnahora

Ontem, por volta das 21h30, em Arcozelo, num cruzamento já controverso, segundo alguns moradores, da Rua Imaculada Conceição com a Rua de Santo António, um camião de recolha de lixo embateu num veículo ligeiro.



Com o embate, a viatura ligeira foi arrastada e catapultada para cerca de 3 metros do local do embate.

Na viatura ligeira, um Volkswagen Polo branco, circulavam 3 pessoas, sendo que duas delas, um casal de ambos com 24 anos, ficaram encarcerados na viatura, sendo retirados pelos bombeiros e levados para o hospital de Barcelos.

Ao que o Barcelos na Hora apurou foram diagnosticados ferimentos ligeiros a ambos os ocupantes do Volkswagen, recebendo alta hospitalar cerca de duas horas após a entrada.

No camião, ao serviço da Câmara Municipal de Barcelos, seguia o condutor e dois elementos das equipas de recolha de resíduos.

Foram chamados ao local dois carros de desencarceramento dos Bombeiros Voluntários de Barcelos, duas ambulâncias e a Polícia de Segurança Pública. Igualmente, houve muitas pessoas, maioritariamente habitantes das redondezas, que acorreram ao local para presenciarem o acontecimento. Algumas manifestavam palavras de desagrado pela falta de lombas no local, uma vez que está referenciado como local habitual de acidentes, e também pela má sinalização.

O Barcelos na Hora pôde testemunhar que, efetivamente, quem circula na Rua de Santo António, em direção ao referido cruzamento, não consegue visualizar o sinal de STOP porque tem o sinal de passadeira à frente.

Um habitante local afirmou ao nosso jornal que “trata-se do terceiro acidente com elevado grau de preocupação na freguesia, em outubro”. Sendo que dois foram atropelamentos e “um acabou com uma vítima mortal”.

Tertúlia Temática debate o Cancro e a sua prevenção

Outubro 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Ontem, dia 30 de outubro, pelas 21h00, na sede da Associação Comercial e Industrial de Barcelos (ACIB), realizou-se a tertúlia temática “Cancro e Prevenção”, que contou com a presença de várias pessoas que quiseram, não só, associar-se à iniciativa como, também, adquirir mais conhecimentos sobre o tema.



O evento foi desenvolvido no âmbito do Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama que o Projeto OPEN B – Oportunidades, Parcerias e Empreendedorismo no Núcleo de Barcelos, em parceria com a Unidade de Psico-Oncologia da Liga Portuguesa Contra o Cancro – Delegação de Barcelos.

A sessão de abertura contou com a presença do presidente de direcção da ACIB – Eng. João Albuquerque; com o presidente da direcção da ATAHCA – Prof. José da Mota Alves; e, ainda, com o coordenador da Delegação de Barcelos da Unidade de Psico-Oncologia da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) – Prof. Manuel Magalhães.

Esta atividade, que assinalou oMês de Outubro Rosa”, pretendeu, de acordo com a organização, “sensibilizar a comunidade para a importância da Prevenção na Luta Contra o Cancro da Mama” e contou com a presença de especialistas na área – Dr. Hugo Sousa (Médico e Investigador), Dra. Marta Gomes (Médica responsável pela Consulta de Oncologia – Hospital Sta. Maria Maior de Barcelos) e Dra. Patrícia Oliveira (Psicóloga Clínica). A moderação da Tertúlia esteve sob a responsabilidade do Dr. Renato Martins – Psicólogo/Coordenador da Unidade de Psico-Oncologia do Núcleo Regional Norte da LPCC e Coordenador Nacional do Centro de Formação da LPCC.

Dr. Hugo Sousa

Fonte e fotos: OPEN B.

Corta Mato de Barcelos volta a ser prova de seleção para o Campeonato da Europa

Outubro 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realiza-se no próximo dia 12 de novembro o “Campos & Lopes Corta Mato de Barcelos”, uma prova que será, pelo terceiro ano consecutivo, de seleção para o Campeonato da Europa de Corta Mato. A prova vai ser de seleção no escalão Sub-23 masculinos e femininos e, por isso, esperam-se em Barcelos os melhores atletas nacionais. Os atletas selecionados para o Campeonato da Europa de Corta Mato competirão com as cores de Portugal no dia 26 de novembro em Espanha (Alcobendas).



A terceira edição da prova, organizada pelos Amigos da Montanha, com o apoio da Câmara Municipal de Barcelos e da Associação de Atletismo de Braga, decorre nos terrenos contíguos ao Estádio Cidade de Barcelos.

O percurso, completamente vedado, será composto por volta pequena de 1000 metros e volta grande de 2000 metros. Haverá, também, uma volta de 500 metros para os infantis masculinos e femininos.

O Corta Mato é constituído por várias corridas dedicadas aos escalões de formação e seniores femininos e masculinos, que competem em diferentes distâncias. Decorrerá, igualmente, uma prova aberta na distância de 8 000 metros.

As inscrições podem ser realizadas no site da Associação de Atletismo de Braga.

Fonte e imagem: AM.

Dia histórico: Barcelos considerada hoje cidade criativa da UNESCO

Outubro 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Em decisão de hoje, dia 31 de outubro, Barcelos acaba de entrar para a Rede de Cidades Criativas da UNESCO, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência a Cultura, na categoria do Artesanato e Arte Popular.



Barcelos integra, com 64 novas cidades de 44 países, a rede internacional em sete domínios criativos: Artesanato e Arte Popular, Design, Cinema, Gastronomia, Literatura, Música e Artes e Media.

Torna-se, com o selo de Cidade Criativa da UNESCO, uma referência mundial em artes e ofícios tradicionais, um título inédito entre cidades portuguesas, sendo também a única representante da Península Ibérica e a segunda da Europa (a par de Fabriano, no centro de Itália).

A pretensão de Barcelos aderir à Rede de Cidades Criativas reconhecidas pela UNESCO, foi formalizada no passado mês de junho, numa iniciativa da Câmara Municipal que, de acordo com a mesma, “vem dar continuidade à aposta que tem vindo a ser feita na valorização do património material e imaterial do concelho. A candidatura foi sustentada no facto de a comunidade criativa local possuir um reconhecimento nacional importante, já que Barcelos é uma referência no artesanato, e desejar promover em redes internacionais as boas práticas e o ‘know-how’ adquirido ao longo dos séculos”.

Esta distinção é, para Miguel Costa Gomes, presidente da Câmara Municipal de Barcelos, “um motivo de orgulho” já que “esta chancela vem reconhecer e dignificar a comunidade criativa barcelense, os nossos produtos artesanais e o saber-fazer e a mestria dos nossos artesãos. É também um galardão que vem legitimar um concelho que se ergueu e se tem reinventado através da criatividade e o investimento que o Município de Barcelos tem vindo a fazer nesta área”. Com esta distinção, sublinha Miguel Costa Gomes, “sai reforçada a marca Barcelos, que sempre defendemos e acarinhamos como um património que nos foi legado e que temos de preservar para as gerações vindouras”. Defender “a marca Barcelos é defender a nossa cultura, uma tarefa que continuaremos a desenvolver com todo o nosso empenho e paixão”.

A terminar, Miguel Costa Gomes não esquece “aqueles que foram preservando as nossas tradições e que são, obviamente, os grandes homenageados”, dedicando o prémio a todos os barcelenses.

Criada em 2004, a Rede de Cidades Criativas visa estabelecer uma ligação e cooperação entre cidades que identificam a criatividade, a arte e a cultura enquanto fatores estratégicos para o desenvolvimento económico. Na prática, as cidades comprometem-se a colocar as indústrias criativas e culturais no centro da sua ação governativa.

A integração de Barcelos na Rede de Cidades Criativas da UNESCO vai permitir, entre outros, o reconhecimento internacional da tradição artesanal e da arte popular de Barcelos como um valor patrimonial, histórico e social, a criação de mais postos de trabalho, nomeadamente no turismo criativo e de experiências, o reforço da notoriedade e reputação da criatividade dos barcelenses nas suas diversas artes, a promoção da criação de estruturas de apoio à atividade artística e a valorização das oficinas criativas tradicionais e apoio a novas gerações de artesãos.

Barcelos figura, assim, entre a lista restrita de 36 cidades mundiais com distinção no domínio do Artesanato e Arte Popular. Vai juntar-se a Aswan (Egipto), Fabriano (Itália), Santa Fé (EUA), Icheon City (Coreia do Sul), Hangzhou (China), Paducah (EUA), Suzhou (China), Pekalongang (Indonésia), Nassau (Bahamas), Jingdezhen (China), Jacmel (Haiti), San Cristobal de Las Casas (México), Duràn (Equador), Lubumbashi (Zâmbia), Al Ahsa (Arábia Saudita), Isfahan (Irão), Bamiyan (Afeganistão), Jaipur (Índia) e Sasayama (Japão), Baguio City (Filipinas), Cairo (Egipto), Carrara (Itália), Chiang Mai (Tailândia), Chordeleg (Equador), Gabrovo (Bulgária), João Pessoa (Brasil), Kütahya (Turquia), Limoges (França), Madaba (Jordânia), Ouagadougou (Burkina Faso), Porto-Novo (Benin), Sheki (Azerbeijão), Sokodé (Togo), Tétouan (Marrocos) e Tunis (Tunísia).

A Rede de Cidades Criativas é agora formada por 180 membros de 72 países de todo o mundo. Em Portugal, existiam já dois municípios, desde 2015, com o título de Cidade Criativa – Óbidos, na área da Literatura, e Idanha-a-Nova, na área da Música. Barcelos conquista agora um lugar na Rede de Cidades Criativas da UNESCO, a par de Amarante, na área da Música, e Braga, na área de Artes e Media.

Fonte e imagem: CMB.

Foto: DR.

Presidente da Câmara inaugura relvado sintético da Associação Desportiva e Cultural de Carapeços

Outubro 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 29 de outubro, o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, inaugurou o relvado sintético da Associação Cultural e Desportiva de Carapeços, numa cerimónia que envolveu toda a comunidade local.



A inauguração oficial começou com o descerramento da placa, que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes, do Presidente da Junta de Freguesia, Hélder Tomé, e do Presidente da ACD Carapeços, César Ferreira, seguindo-se depois a bênção solene pelo pároco da freguesia, João Antunes.

Nos discursos, o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, manifestou a sua satisfação ao inaugurar mais uma moderna infraestrutura desportiva e referiu que “este ato é motivo de grande orgulho, que muito nos honra”, assinalando que “ esta é uma obra da Câmara e dos carapecenses” e “que os jovens podem agora praticar desporto com mais segurança e mais comodidade.”

Por sua vez, o Presidente da Junta de Freguesia, Hélder Tomé, agradeceu ao Presidente da Câmara “que, desde o início deste projeto, convictamente, sempre acreditou que Carapeços precisava de um relvado sintético para permitir que os jovens e adultos tivessem condições para a prática desportiva”. Terminou, dizendo que “sem o apoio dos carapecenses, que se empenharam de forma árdua e persistente, tal feito não era possível com tanta brevidade ”.

O Presidente da Associação Desportiva e Cultural de Carapeços, César Ferreira, referiu que “ sempre acreditou na concretização do relvado sintético, mas que sem o apoio do Município e da população tal não seria possível. A freguesia de Carapeços e o Clube há muito mereciam este espaço para praticar desporto com qualidade”.

A entrada em funcionamento do novo recinto desportivo, um exemplo de equipamento que o Município pretende generalizar, representa a concretização de um sonho antigo da comunidade. A requalificação do Campo de Futebol da Associação Desportiva e Cultural de Carapeços teve um investimento de 100.000,00€, num acordo de colaboração pelo período de 4 anos (2017-2021).

Fonte: CMB.

Fotos: CMB e ADCC.

Ir Para Cima