Arquivo de Categorias

Mundo

Leões arduamente vencedores

Dezembro 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
José Costa

No jogo disputado para a principal liga nacional, o Sporting defrontou o Boavista, em casa deste, o que se manifestou uma tarefa árdua, com uma primeira parte neutra. Contudo, aos 45 + 3 minutos, Podence serve Fábio Coentrão, que inaugura o marcador no último instante da primeira parte.



O 11° golo de Bas Dost surge aos 63 minutos. Com persistência conseguiu levar os Leões a adiantarem-se no marcador, assegurando mais que a margem mínima.

Mas não tardou muito para que a diferença fosse reduzida pelo Boavista, que, um minuto depois, beneficiando de um erro de Coates, Mateus marcasse o seu primeiro golo, reduzindo para 1 – 2.

Em lance de bola parada, aos 66 minutos, Mathieu, desvia de cabeça e serve o marcador de serviço, Bas Dost, que marca mais um, fixando em 1 – 3; aquele que seria o resultado final.

Uma segunda metade do desafio, completamente melhor por parte dos Leões, que motivados pelo golo a fechar a primeira parte, vieram para o campo com uma energia renovada e uma força ganhadora, que se veio a refletir numa vitória importante frente a um adversário sempre muito difícil no seu reduto.

Para além de Bas Dost, também Mathieu foi uma das figuras do jogo pelo lado do Sporting.

No dia 13 de dezembro, em mais uma eliminatória da Taça de Portugal, o Sporting CP levou de vencida o Vilaverdense, por 4 – 0.

Com a entrada de Gelson, Jorge Jesus conseguiu “desencravar” o jogo e em meia hora o desafio ficou resolvido.

Hat-trick” de Doumbia permite ao Sporting afastar Vilaverdense da Taça de Portugal.
E a fechar, Gelson, a figura do jogo em conjunto com Doumbia, fez o quarto golo.

No que ao clube de Barcelos respeita, o Gil Vicente foi à Madeira arrancar um empate, a uma bola, frente ao União da Madeira.

Não conseguindo sair dos empates nas competições dentro do campo, conseguiu o Gil Vicente, através do seu presidente, desempatar no diferendo do “Caso Mateus” e num compromisso estabelecido com a mediação do presidente da Liga, ficou acordada a subida do Gil Vicente ao escalão principal do futebol português, na época 2019/2020.

Assim seja!

Por: José Costa*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Jingle Balls… oh oh oh..

Dezembro 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

E então é Natal. Ou pelo menos, está aí a chegar. Apesar de não haver estrelinha que guie o rumo do futebol encarnado.



Na última jornada do campeonato, uma vitória por 3-1, que poderá enganar os mais distraídos. Mas a verdade é que o meu querido SLB só jogou o que o Estoril deixou. E deixou muito, não fosse dar-se o caso de estarmos a falar do último classificado do campeonato. É preciso reconhecer ao Estoril a coragem de tentar jogar olhos nos olhos com um adversário como o Benfica. Mas também o é que se “pôs a jeito” e o Benfica não perdoou. Três golos, fáceis, praticamente no primeiro terço de tempo do jogo. Prometia goleada. Só que não aconteceu. O Benfica recostou-se, calçou os chinelos. Só lhe faltou pagar bilhete. Prova disso é que o Estoril Praia, sem virar a cara à luta, chegou ao golo. Foi ver o pânico instalar-se gradualmente no rosto dos jogadores encarnados. Mesmo a ganhar por uma margem de dois golos era notória a falta de tranquilidade.

Foi uma questão de tempo até o Benfica encontrar um adversário que lhe desse luta a sério. E aconteceu mesmo, quatro dias depois. O Benfica foi jogar a Vila do Conde, frente a um Rio Ave que desde há uns anos para cá não é pêra doce. E perdeu. Pior! Perdeu bem. Por muito que o Rui Vitória diga que se jogou muito bem, o facto é que perdeu. Ponto.

Ora, ando eu a fazer esta figura desde setembro, a parecer que nem gosto do meu clube ou do seu treinador, mas o facto é que há muita coisa que foi mal feita na preparação desta época, conforme já referi. Desde o não acautelar da devida substituição dos jogadores vendidos, passando pelo estilo “mansinho” do treinador. É que apesar de tudo, o plantel não está tão forte como no ano passado, mas ainda há lá muito bom jogador. Está é na hora de alguém dar um murro na mesa.
– Oh Rui!! Jingle those Balls, man… É Natal!

Viva o Benfica.

Dá-me o 37.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

É tudo uma questão de “feelings”

Dezembro 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores!

Quero começar por dar os Parabéns ao nosso Gil Vicente e à nossa cidade pela confirmação da subida de divisão do nosso clube, em 2019/2020! Era o mínimo, pela injustiça que o clube e a cidade foram alvo! O lugar do Gil Vicente é na Primeira Liga e depois de lá chegar que nunca mais saia!



Falando do meu FCP, foi de facto uma vitória saborosa, onde a dupla africana continua a fazer estragos e onde o Setúbal não acompanhou o “feeling” do Fábio Coentrão!

Continuamos, e bem, em primeiro lugar e agora é concentrar para o jogo da Taça, contra o Guimarães (confesso que gostava de ver o Porto no Jamor) [ndr: o autor entregou este artigo antes do referido jogo da Taça], e também para o jogo contra o Marítimo (que na minha opinião é das mais difíceis de bater).

Quanto ao sorteio da Champions League, o Liverpool é fortíssimo e não tenho muita crença na qualificação, mas o que vier é ouro! Centro mais o meu foco no campeonato!

Quem está a precisar de “feeling” e maior concentração é o VAR! No jogo Benfica – Estoril há um penalty escandaloso de Fejsa sobre Ailton, onde o VAR, nem João Pinheiro (o tal que LFV questionou várias vezes porque não apitava o Benfica) , não conseguiram ver! Depois, acho estranho também as táticas “suicidas” que as equipas do Sul usam para jogos contra o SLB! Se repararem, vejam quando é que Estoril, Belenenses, etc. pontuam contra as “águias”?!!

Estamos, também, perante mais uma semana onde são revelados e-mails estranhos e comprometedores!

Quem tem mostrado uma regularidade, que nos faz manter em sentido, é o Sporting! Só espero que escorregue entretanto!

Obrigado a todos pela atenção e desejo-vos uma feliz época natalícia!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

IPCA comemora 23º aniversário com várias iniciativas

Dezembro 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave comemora o seu 23º aniversário e, com esse intuito, leva a cabo várias actividades que decorrerão a 18 e 19 de dezembro.



Assim, as comemorações começam já na segunda-feira, dia 18, com atividades de cariz lúdico. Pelas 14h30 é inaugurada a exposição de trabalhos dos alunos do Mestrado em Ilustração e Animação (MIA) do IPCA, no Centro de Investigação de Jogos Digitais. Segue-se o talk show coordenado pela Associação Académica do IPCA com o tema “Evolução do IPCA e o seu impacto nos estudantes”. O dia termina com dois momentos musicais, no bar da Escola Superior de Gestão, a cargo de dois alunos do IPCA: Iliévio e Tatiana Alves.

No dia 19, terça-feira, o IPCA oferece o almoço a toda a Comunidade Académica – estudantes, professores e colaboradores – na Cantina do Campus do IPCA, em Barcelos. Este almoço tem um cariz solidário: os participantes devem levar um bem que reverte a favor da Loja Social do IPCA e instituições sociais locais.O almoço tem início às 12h30 e os parabéns ao IPCA vão ser cantados às 14h00 com a participação das Tunas.

Pelas 15h00 vai ser inaugurada a via de acesso ao Campus e a Praça Central do IPCA, com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes.

Segue-se a Sessão Solene de Comemoração do Dia do IPCA, que abre com um momento musical da responsabilidade da Orquestra de Guimarães. Da sessão, destaque ainda para a conferência do professor Doutor Álvaro Laborinho Lúcio, Juiz Conselheiro Jubilado do Supremo Tribunal de Justiça, sobre a temática “O Tempo e o Espaço – A Ética e os Valores”. Antes do encerramento da sessão serão distinguidos os melhores alunos do IPCA.

Pelas 17h30 vai ser servido um Porto de Honra e os “Aqui Jazz Combo” fecham o dia com a atuação musical.

O IPCA foi fundado a 19 de dezembro de 1994 e é uma instituição de ensino superior público com licenciaturas, mestrados e cursos técnicos superiores profissionais nas áreas de Design, Hotelaria e Turismo, Gestão e Tecnologia.

Fonte e imagens: IPCA.

Óquei de Barcelos derrota campeão em título FC Porto

Dezembro 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Óquei Clube de Barcelos (OCB) recebeu hoje e derrotou o FC Porto, em jogo a contar para a 8ª jornada do Campeonato Nacional. O jogo realizou-se, claro está, no Pavilhão Municipal de Barcelos, com uma moldura humana muito boa, que em conjunto com a claque Kaos Barcelense, não deixaram de apoiar e puxar pelos jogadores da casa.



Os árbitros foram Joaquim Pinto (AP Porto) e Paulo Rainha (AP Braga).

Paulo Pereira fez alinhar no 5 inicial Ricardo Silva, Juan López, João Almeida, Hugo Costa e Afonso Lima. No banco ficaram André Almeida, Zé Pedro, Joca Guimarães, Rúben Sousa e Marinho.

Já o espanhol Guillem Cabestany apresentou Nélson Filipe, Jorge Silva, Reinaldo García, Gonçalo Alves e Hélder Nunes no cinco inicial, deixando no banco Carles Grau, Telmo Pinto, Ton Baliu, Rafa e Alvarinho.

A primeira parte foi bem disputada, com o jogo, em alguns momentos, a ser de “parada e resposta”. Os guarda-redes foram superiorizando-se aos ataques, com várias defesas. Mesmo assim, o OCB ainda atirou uma bola ao poste. Aos 11 minutos, Juan López foi admoestado com a cartolina azul. Na marcação do livre direto correspondente, Hélder Nunes não conseguiu desfeitear Ricardo Silva. Cerca de 10 minutos depois, foi a vez de Telmo Pinto também ver o cartão azul e o OCB ter direito ao respetivo cartão azul. O jovem Afonso Lima foi encarregue de o marcar mas permitiu a defesa de Nélson Filipe, isto já na repetição pois da primeira vez o guardião portista mexeu-se fora de tempo.

No entanto, 3 minutos depois, Hélder Nunes cometeu grande-penalidade, que, desta feita, foi aproveitada por Rúben Sousa para abrir o marcador, mas apenas na recarga.

Assim, as equipas saíram para os balneários com o OCB a vencer por 1-0.



Logo no reatamento, Joca Guimarães falhou um livre direto a penalizar os visitantes pela sua 10ª falta. Marinho, no entanto, pelo mesmo motivo, mas da 15ª, já não falhou e na recarga fez o 2-0 para o OCB. Apenas 1 minuto depois, por causa das 10 faltas do OCB, Alvarinho teve a oportunidade de reduzir a diferença, de livre direto, mas também não marcou. Cerca de 4 minutos depois, em grande jogada de contra-ataque, Rúben Sousa tornou a marcar para os barcelenses, colocando o resultado em 3-0. A partir daqui, o jogo ficou frenético, com o FC Porto a reduzir, com um desvio de Jorge Silva. Marinho, na marcação de novo livre direto – 20 faltas do FC Porto – desaproveita a oportunidade de aumentar a vantagem. A pouco mais de 30 segundos, Rafa marca e coloca a diferença em 1 golo. Até ao fim, e nos últimos segundos, já sem o guarda-redes Nélson Filipe na baliza, com Alvarinho em campo por sua vez, o FC Porto tentou mas com Ricardo Silva a defender e os restantes colegas a lutarem estoicamente, o OCB conseguiu sair vencedor deste grande jogo de hóquei em patins, sendo a primeira equipa a conseguir derrotar os portistas, em jogos oficiais, esta temporada.

Pedro Chagas Freitas apresenta em Barcelos o seu livro “A Repartição”

Dezembro 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O escritor Pedro Chagas Freitas apresenta o seu último livro, intitulado “A Repartição”, amanhã, dia 14 de dezembro, pelas 21h30, na Biblioteca Municipal de Barcelos.



“A Repartição” é um romance envolto numa sátira dos tempos modernos, carregada de ironia e emoção, que retrata a história de um homem que é chamado para uma inspeção numa sombria Repartição de Finanças. É lá que se vai iniciar uma viagem sem retorno pelos mais obscuros segredos, pelos mais íntimos medos, pelos mais imorais desejos.

Como toda a obra de Chagas Freitas, parece teatro do absurdo. Mas a falta de lógica aqui não denuncia o absurdo da vida. Denuncia apenas a incapacidade de Chagas Freitas para ser mais do que um brinca na areia.

Pedro Chagas Freitas nasceu em 1979, em Azurém, Guimarães, e formou-se em Linguística na Universidade Nova de Lisboa, entre 1998 e 2002.

A vida profissional começou, em 1997, quando foi convidado para chefe de redação da revista vimaranense “Estádio D. Afonso Henriques”. Em 2001, começou a escrever para o jornal “A Bola” e, em 2003, também para o jornal “Desportivo de Guimarães”.

Durante o ano de 2004, foi contratado pelo grupo editorial “Impala”, onde esteve como redator de livros genéricos. Em 2005, iniciou o seu percurso no mundo da escrita publicitária, assumindo o cargo de redator criativo na agência de publicidade “Motive”. Publicou, nesse mesmo ano, a sua primeira obra literária, “Mata-me”. Seguiu-se, em 2006, a publicação de “O Evangelho da Alucinação”. Ainda em 2006, venceu o Prémio Bolsa Jovens Criadores, que lhe foi atribuído pelo Centro Nacional de Cultura e pelo Instituto Português da Juventude.

Escreveu, entre 2006 e 2009, biografias e livros genéricos para a editora “Mediapromo”. Publica, desde 2006, crónicas de reflexão e opinião no jornal “Notícias de Guimarães ”. Regressou, entre 2008 e meados de 2010, ao mundo da publicidade, como redator criativo na agência de publicidade IA&RB, onde concebeu anúncios de imprensa e onde se estreou como argumentista, escrevendo guiões de anúncios de televisão e vídeos institucionais. Foi, em 2008, um dos autores convidados a participar na antologia de homenagem a António Ramos Rosa “Um Poema Para Ramos Rosa”. Criou, em 2009, o Campeonato Nacional de Escrita Criativa.

Desde 2001, que é coordenador de sessões de escrita criativa um pouco por todo o país. Ainda neste domínio de trabalho, tem vindo a coordenar e a levar ao terreno seminários e workshops sobre metodologias criativas para professores e formadores.

Ainda em 2010, publicou 10 obras da sua autoria em simultâneo: “A Pele do Medo”, “As Incongruências da Sorte”, “Porque Ris Sabendo que Vais Morrer”, “Gotas de Dor“, “Espasmos de Pânico”, “Espasmos d’Alma”, “Só os Feios é Que São Fiéis”, “Chãos Pisados”, “Separação de Males” e “Envelhenescer”.

Em 2012, estreou-se como apresentador de televisão, sendo o autor e o apresentador da rubrica de literatura do programa MVMagazine, no canal MVM. Em paralelo, criou e apresentou o programa de Rádio “Só Te Quero Pelo Teu Corpo”, da Rádio Fundação.

Ainda em 2012, concebeu e colocou no terreno o primeiro curso de escrita criativa realizado 100% através do Facebook. A 12 de abril do mesmo ano, lançou “Eu Sou Deus”, a sua 17ª obra (um livro de crónica e autodesenvolvimento), no BBC – Belém Bar Café.

Lançou, em novembro de 2012, “Ou é Tudo ou Não Vale Nada””, uma obra escrita em direto e ao vivo ao longo de 2012 minutos.

Em 2013, lançou “In Sexus Veritas””, um romance com mais de 1500 páginas.

Fonte e imagem: CMB.

Karatecas d’Os Académicos trazem duas medalhas de bronze do Campeonato Nacional

Dezembro 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se no passado fim de semana o Campeonato Nacional de Karaté de Cadetes, Juniores e Sub-21, organizado pela Federação Nacional de Karaté – Portugal (FNK-P) e disputado em Moreira da Maia, concelho da Maia, onde competiram cerca de 600 atletas de todo o país.



A secção de Karaté do FC Os Académicos, de Arcozelo, marcou presença e dois dos seus karatecas conseguiram, mesmo, conquistar e trazer para Barcelos duas medalhas de bronze.

Assim, Bruna Gonçalves conquistou a medalha de bronze em femininos e António Cardoso conquistou, igualmente a medalha de bronze, em Sub-21.

De referir que Tatiana Alves e Catarina Borges conseguiram um bom 5º lugar em Kumite.

Fonte e foto: SKFCA.

Agência Portuguesa do Ambiente lança serviço telefónico de apoio sobre Guias Eletrónicas de Acompanhamento de Resíduos

Dezembro 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) criou um call-center com uma linha telefónica de apoio aos utilizadores das novas Guias Eletrónicas de Acompanhamento de Resíduos (e-GAR), que, a partir do primeiro dia de 2018, passarão a acompanhar, de forma obrigatória, todo o transporte de resíduos em Portugal, substituindo as atuais guias em papel. Em funcionamento desde 11 de dezembro, o número 808 203 855 foi criado para esclarecer todas as dúvidas sobre as e-GAR e estará disponível sete dias por semana.



Este novo serviço de apoio telefónico é mais uma iniciativa da APA para proporcionar acompanhamento personalizado aos utilizadores que ainda não se registaram no SILiAmb. Para além disso, e com o objetivo de alertar para o período de transição estar prestes a terminar, a APA tem também vindo a promover, em todo o país, ações de sensibilização e formação para esclarecer dúvidas sobre o processo e facilitar uma transição mais fácil para este novo modelo.

No âmbito da sua política de melhoria contínua de proteção do ambiente e valorização dos serviços oferecidos aos cidadãos, a APA criou as Guias Eletrónicas de Acompanhamento de Resíduos (e-GAR) para substituir as atuais GAR (Guias de Acompanhamento de Resíduos), GARH (Guias de Acompanhamento de Resíduos Hospitalares) e GARCD (Guias de Acompanhamento de Resíduos de Construção e Demolição). Na Europa, Portugal é o primeiro País a adotar este modelo, cujas vantagens ambientais, económicas e sociais são tão notórias que outros países europeus já mostraram interesse em importar este conceito.

As e-GAR são aplicáveis ao transporte rodoviário, ferroviário, marítimo, fluvial e aéreo de resíduos em território nacional. Foram apresentadas em Maio de 2017, para permitir não apenas a transição mais eficaz das guias em papel para o modelo eletrónico, como também a adaptação mais fácil por parte de todas as entidades envolvidas nas diferentes fases do circuito de resíduos – produção, transporte e tratamento.

As entidades emissoras e destinatárias das e-GAR têm de estar obrigatoriamente registadas no SILiAmb – Sistema Integrado de Licenciamento do Ambiente e de criar os respetivos estabelecimentos (localização) nessa plataforma, pelo que deverão proceder à sua inscrição o quanto antes. A partir de 1 de janeiro de 2018, apenas as guias de acompanhamento de resíduos eletrónicas emitidas no SILiAmb serão válidas para o transporte de resíduos.

A transição para o novo modelo eletrónico aporta benefícios evidentes, do ponto de vista económico, ambiental e social. Tem vantagens para os produtores de resíduos, para quem os transporta, para quem os recebe, garante a integridade e qualidade da informação, agiliza e acelera os processos, reduz custos e minimiza o impacte ambiental.



Uma das mais-valias da digitalização do processo é a poupança de mais de 6 milhões de folhas de papel por ano. Ao contrário do modelo anterior, que consistia no preenchimento de um impresso em papel, referentes às GAR em triplicado, o modelo digital e-GAR pode ser preenchido através de um telemóvel ou tablet, a qualquer hora e em qualquer lugar. Ou seja, além de substituir o papel, garante uma maior facilidade, comodidade e rapidez no preenchimento das guias.

A redução de custos é evidente no modelo eletrónico de Guias de Acompanhamento de Resíduos. Segundo os resultados provisórios de um estudo da NOVA IMS, Information Management School, que inquiriu empresas gestoras de resíduos, antes da implementação das e-GAR, o custo total para a empresa, por guia de transporte de resíduos, era de 4,56 euros e o custo total de preenchimento por cada Mapa Integrado de Registo de Resíduos (MIRR) era de 248,88 euros. Após a aplicação das e-GAR, o custo total para a empresa, por e-GAR, é de 0,18 euros.

Também para a Administração Pública, a implementação das e-GAR traduz-se numa poupança de tempo, recursos administrativos e financeiros. Com o modelo antigo, o tempo total despendido pela Administração Pública por formulário MIRR era de 3,18 horas, enquanto com o modelo e-GAR passa a ser de 0,002 horas, ou seja, 7,2 segundos.

Tendo em conta a avaliação do impacte absoluto da medida, por ano e por atividade administrativa, efetuada também no âmbito deste estudo, verifica-se que, com a substituição das guias em papel pelas e-GAR e a extinção da necessidade de preenchimento do MIRR, a poupança anual para as empresas em custos administrativos é de 9,891 milhões de euros e o Valor Acrescentado Potencial (VAP) é de 21,280 milhões de euros. Para a Administração Pública, a medida reflete-se numa poupança total anual de 17.259 horas.

Após a implementação das e-GAR, o mesmo estudo refere que foram avaliados positivamente, pelos inquiridos, o desempenho e a eficácia da plataforma. Para a avaliação da eficácia, foram considerados quatro factores, os quais obtiveram avaliação muito positiva – redução de custos (81,5%), critérios simplificação (71,1%), comodidade e conveniência (73,3%) e redução de tempo (73,3%).



O novo modelo eletrónico permite a diminuição da carga burocrática aos cidadãos e às empresas. Além de agilizar o relacionamento com os serviços da Administração Pública, nomeadamente no preenchimento de Mapas Integrados de Registo de Resíduos (MIRR), permitem uma maior facilidade na gestão das guias e qualidade da informação, bem como um maior rigor nos dados através da integração automática dos dados anuais no MIRR e no PRTR – Registo de Emissões e Transferências de Poluentes. Em complemento, o presente modelo pretende compatibilizar as informações constantes dos Documentos de Transporte ADR (Mercadorias Perigosas), substituindo também este documento. Com as e-GAR, os procedimentos são mais simples, baratos, eficazes e transparentes.

Para garantir uma transição fácil dos modelos em papel para o digital, estão a ser realizadas pela APA sessões de divulgação e esclarecimento sobre as e-GAR, em todo o território continental e Região Autónoma da Madeira, em parceria com as CCDR, associações empresariais, setoriais e entidades municipais. Além das sessões de esclarecimento, a APA criou o número 808 203 855, uma linha telefónica de apoio que está em funcionamento desde dia 11 de dezembro, reforçando assim a sua ação de sensibilização junto dos operadores e gestores de resíduos, que, em Portugal, são cerca de 1500 a 2000, sendo o universo de utilizadores das e-GAR cerca de 250 mil.

As próximas sessões de esclarecimento mais próximas de Barcelos serão a 15 de dezembro, para profissionais de oficinas automóveis e comércio automóvel, na ANECRA – Porto, e no mesmo dia, para o setor têxtil e vestuário, no CITEVE – Famalicão.

Para além destas, serão agendadas outras sessões de esclarecimento sobre as e-GAR, até ao final do ano. A lista destas sessões está em permanente atualização no site da APA: www.apambiente.pt (basta clicar no link para aceder).

O transporte de resíduos encontra-se atualmente regulado pela Portaria nº145/2017, de 26 de abril, que sucede à Portaria nº 335/97, de 16 de maio, que instituiu o uso obrigatório de GAR. As e-GAR são uma iniciativa do Ministério do Ambiente, em parceria com o Ministério da Administração Interna, Ministério da Saúde, Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e Ministério do Planeamento e das infraestruturas, e encontra-se inscrita no Programa Simplex + 2016, pelo que se articula com outras medidas de natureza transversal e administrativa.

Fonte: APA.

Imagens: DR.

Gil Vicente e Belenenses assinam acordo e gilistas sobem à 1ª Liga na época 2019/2020

Dezembro 12, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em notícia avançada pela Lusa e reportada por vários órgãos de comunicação social de âmbito nacional, o Gil Vicente e o Belenenses assinaram hoje um princípio de acordo, permitindo a subida administrativa dos gilistas à 1ª Liga na época 2019/2020, ou seja, ainda terão que esperar pelo término da atual e da próxima.



O acordo assinado refere-se ao “Caso Mateus” e foi subscrito por Francisco Dias da Silva e Rui Pedro Soares, presidentes das duas sociedades desportivas. O presidente da Liga, Pedro Proença, também o assinou.

Os adeptos gilistas terão, assim, que esperar mais cerca de ano e meio para tornarem a ver o seu Gil Vicente Futebol Clube de volta à 1ª Liga do futebol português.

Fotos: DR.

ACR Roriz com três vitórias na 2ª etapa da Taça de Portugal de Ciclocrosse

Dezembro 12, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo realizou-se a segunda etapa da Taça de Portugal de Ciclocrosse, que se disputou no parque do Corgo, em Vila Real, onde os atletas da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT apresentaram-se a um bom nível competitivo, resultando em três vitórias e vários resultados de relevo.



Em Juniores, Hélder Gonçalves foi o grande vencedor, tendo dominado a prova desde a fase inicial, onde apenas teve a companhia do seu colega de equipa Pedro Silva, que acabaria por terminar no 3º lugar. Bruno Silva, também neste escalão, foi 9º classificado. Com esta vitória, Hélder Gonçalves assume o comando do Ranking Nacional de Ciclocrosse.

Em Sub-23 Femininas, Joana Figueiredo repetiu o triunfo da primeira etapa da Taça, sendo líder isolada do Ranking Nacional.

Nos Cadetes, destaque para a dupla Vítor Costa e Lucas Braga, que dominaram por completo a sua corrida, conquistando o 1º e 2º lugar, respetivamente. Também em Cadetes, João Serre foi 8º classificado. Na geral do Ranking, Vítor Costa e Lucas Braga encontram-se com os mesmos pontos no topo da classificação geral.

Em Sub-23 Masculinos, João Salgado teve dia marcado por algumas quedas e avarias mecânicas, terminando num honroso 6º lugar.

Já em Juvenis, Diogo Carreiras e Guilherme Vilas Boas tiveram boas prestações, tendo terminado em 5º e 6º lugar, respetivamente.

No próximo domingo realiza-se a 3ª prova da Taça de Portugal de Ciclocrosse, em Paços de Ferreira.

Fonte: ACRR.

Fotos: DR.

1 2 3 65
Ir Para Cima