Arquivo de Categorias

Mundo - page 195

Óquei de Barcelos derrotado pela Oliveirense, por 3-6

Dezembro 9, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se ontem, no Pavilhão Municipal de Barcelos, o jogo Óquei Clube de Barcelos (OCB) – Oliveirense, a contar para 9ª jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins.


Arbitrado por Luís Peixoto e João Duarte (AP Lisboa), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Gonçalo Nunes e Alvarinho (cinco inicial); André Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa, Gonçalo Meira e Rúben Sousa (de início no banco).

Oliveirense – Xavier Puigbi, Xavier Barroso, Marc Torra, Jordi Bargalló e Jorge Silva (cinco inicial); Domingos Pinho, Pedro Moreira, Pablo Cancela, Ricardo Barreiros e Emanuel García (no banco de início).

Os visitantes abriram o marcador, por Barroso, aos 6 minutos. Apenas 11 minutos depois, Hugo Costa restabeleceu a igualdade. No entanto, os forasteiros adiantaram-se no marcador, primeiro por Moreira (20’) e, depois, por Cancela (22’), fazendo o 1-3 com que se encerrou a primeira parte.

Na segunda, Zé Pedro reduziu a desvantagem para 2-3, aos 6’. Mas apenas 1 minuto depois, Torra recolocou a vantagem oliveirense em 2 golos. O mesmo Torra bisou, aos 10’, colocando o resultado em 2-5. Também Hugo Costa bisou, aos 11’. Aos 22’, o mesmo Hugo Costa foi admoestado com um azul, mas Torra não desfeiteou Ricardo Silva. O resultado fechou por Bargalló, a cerca de 10 segundos do final da partida.

Na próxima jornada, o OCB desloca-se ao Dragão Caixa para defrontar o FC Porto.

Foto: OCB.

Município de Barcelos leva residências artísticas às escolas

Dezembro 8, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Escolas básicas do concelho vão ter aulas de música, dança e teatro através de residências artísticas

As escolas do ensino básico do concelho de Barcelos vão ser abrangidas por residências artísticas de sete organismos de música, teatro e bailado, em 2019, num projeto desenhado pelo Ministério da Cultura e pelo Ministério da Educação, de que Barcelos faz parte.



As residências artísticas deverão realizar-se no 2º e 3º períodos escolares e abrangem quatrocentos alunos de 19 escolas pertencentes aos agrupamentos de escolas dos municípios de Viana do Castelo, Barcelos, Vila do Conde, Freixo de Estada à Cinta, Moimenta da Beira, Viseu, Penela, Pedrógão Grande, Castanheira de Pera, Idanha-a-Nova, Torres Vedras, Loures, Sintra, Lisboa, Cascais, Almada, Sines, Moura e Loulé.

Na cerimónia de lançamento do projeto “Residências Artísticas nas Escolas”, o Secretário de Estado da Educação, João Costa, assinalou que “uma educação sem arte é incompleta. A fruição estética e a educação artística são condições essenciais para um desenvolvimento integral”. João Costa acrescentou ainda que “a arte faz-nos sentir bem. A educação deve gerar bem-estar e, por isso, a arte faz-nos falta”.

Por sua vez, a Secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, afirmou que “é no cruzamento destes dois mundos que se promove a criatividade e o pensamento livre e, mais do que tudo, que se permite às crianças e aos jovens olharem para si mesmos e descobrirem a imprevisível aventura da vida”.

Para a Vereadora da Educação da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, “Barcelos, Cidade Criativa da UNESCO e Cidade Educadora, combina na perfeição estas duas áreas essenciais no desenvolvimento harmonioso das nossas crianças e jovens”.

Este projeto tem como objetivo a aproximação das escolas às artes, contribuindo para o desenvolvimento do perfil dos alunos ao nível da escolaridade obrigatória, através da promoção da sensibilidade estética e artística, enquadrada por uma vivência de cidadania que se quer inclusiva.

Trata-se da segunda edição das residências artísticas nas escolas, de que fazem parte, em 2019, a Orquestra Sinfónica Portuguesa, o Coro do Teatro Nacional de São Carlos, a Companhia Nacional de Bailado, o Teatro Nacional D. Maria II, o Teatro Nacional de São João, a Casa da Música e a Orquestra Clássica do Sul.

No ano letivo 2017 / 2018, músicos da Orquestra Sinfónica Portuguesa deram aulas durante uma semana a alunos dos municípios de Barcelos, Loulé, Sines, Viseu e Freixo de Espada à Cinta. O projeto-piloto realizou-se em 2017, no Agrupamento de Escola de Caxinas, Vila do Conde.

Fonte e foto: CMB.

Carapeços mantém liderança isolada e novo líder na 2ª

Dezembro 7, 2018 em Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora
Luís Gonçalves

Olá, caros leitores!

Eis-me de volta aos convocados e, mais uma vez, a titular…

A jornada 11 foi rica em vitórias forasteiras, tanto na primeira, como na segunda divisão.



Começo pelo jogo da jornada Leocadenses-Carapeços, num jogo jogado no sábado de tarde, onde a vitória sorriu aos forasteiros, sendo que, assim, a equipa de Miguel Sá Pereira manteve a liderança isolada.

O Perelhal somou a 5ª vitória neste campeonato, desta vez fora de portas. Foi a Salvador do Campo vencer por 0-2.

O Leões da Serra, agora sob a batuta de Kaká, somou apenas a terceira vitória no campeonato; a 2ª de Kaká. Tinham um “osso duro de roer”, mas saíram de Pereira com uma vitória: 1-2 foi o resultado final.

O Remelhe voltou às vitórias. Os comandados de Miguel Campos, com uma goleada, venceram em Balugães, por 1-4.

Os campeões somaram a 3ª derrota. Deslocaram-se a Sequeade, equipa que tem feito um campeonato soberbo, e perderam por 3-1.

Na próxima jornada, destaco o Carapeços-Sequeade e Leões da Serra-Leocadenses.

Na segunda divisão há novo líder. O, até então, comandante voltou a perder, mas desta vez em casa, por 1-2, frente ao Águas Santas.

O novo líder é o Lama. A equipa de Chico Baixinho, homem com muitos anos de futebol popular, venceu por 2-3. Ainda esteve a perder por 2-0, mas, mais uma vez, deu a volta aos acontecimentos e venceu. Fantástico este Lama!

De bons ventos levam os Moinhos de Paradela. Mais uma vez, soltaram a favor e foram ao terreno do último classificado, o Creixomil, vencer por 1-2.

Lembro que esta 2ª divisão está ao rubro pois do 3º classificado, o Paradela (24 pontos) e o 10º, Cristelo (17) apenas os separam 7 pontos.

Na próxima semana, destaco o jogo da jornada: Lama-Feitos. Certamente que fará deslocar muitos adeptos ao reduto do Lama para ver este jogo. Como adepto que sou, marcarei presença neste jogo.

Por esta semana é tudo.

Uma semana feliz, vos deseja o amigo Luís!

Por: Luís Gonçalves*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Amigos da Montanha inauguram espaço E.A.R.T.H.

Dezembro 7, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Os Amigos da Montanha inauguram amanhã, 8 de dezembro, pelas 10h00, o espaço E.A.R.T.H., na Casa da Azenha, em Barcelos. A inauguração contará com a presença do presidente da Direção dos Amigos da Montanha, Américo Alves, e de um representante da Câmara Municipal de Barcelos.



O E.A.R.T.H. (Espaço Ambiental do Rio, da Terra e do Homem) é um espaço para descobrir e explorar o rio Cávado, planeta Terra e a evolução do Homem. Está localizado na Casa da Azenha, em Barcelos, no âmbito de uma parceria com a Câmara Municipal de Barcelos, e será dinamizado pelos Amigos da Montanha como Centro Interpretativo e de educação ambiental, vocacionado para as escolas, mas também para a população em geral.

Integrado no programa ambiental BiodiverCidade, este projeto nasce da vontade de oferecer à comunidade um espaço multifacetado para a divulgação da ciência e para a sensibilização ambiental. Este espaço pretende impulsionar a intervenção cívica e a consciência ambiental da sociedade.

Para além de espaço de realização de atividades de educação ambiental e workshops para a comunidade, o E.A.R.T.H. terá patentes exposições sobre temáticas ambientais. A primeira exposição será sobre a floresta, num caminho desde a sua origem aos pormenores da evolução, narrando os serviços ecossistémicos vitais para a humanidade.

Fotos: AM.

Óquei de Barcelos empata a 0 em Tomar

Dezembro 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A 8ª jornada trouxe um resultado incomum no hóquei em patins, com o Óquei Clube de Barcelos (OCB) a deslocar-se a Tomar para defrontar o Sporting local, saindo de lá com um empate sem golos e o 5º lugar da classificação.



As equipas alinharam da seguinte forma:

Sporting de Tomar: Diogo Alves, João Sardo, Ivo Silva, Guilherme Silva e Pedro Martins. De início, no banco, estavam Carlos Silva, João Paulo Candeias, Hernâni Diniz, Joka e Xanoca.

OCB: Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Gonçalo Nunes e Alvarinho. No banco, de início, ficaram André Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa, Gonçalo Meira, Rúben Sousa.

Os únicos realces do jogo vieram da parte dos da casa, com João Sardo a falhar um livre direto a castigar o OCB pelo azul mostrado a Gonçalo Nunes, aos 17’ da 1ª parte. Dois minutos depois, Guilherme Silva não conseguiu desfeitear o guardião do OCB numa grande penalidade.

Assim, resultado final: 0-0.

Na próxima jornada, sábado, pelas 21h30, o OCB recebe a Oliveirense, em jogo grande.

Foto: OCB.

O Campeão (já) voltou (?)

Dezembro 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Hugo Pinto

Era bom que sim. Muito se passou desde a última vez que escrevi esta crónica. Más exibições do Benfica; Rui Vitória na calha para sair. Uma manhã de alívio e alegria seguida de uma tarde de desilusão. E no fim, tudo na mesma.



A Filipe Vieira “acendeu-se-lhe” uma luz e tudo na mesma no ninho da águia.

Ora, todos nós estávamos expectantes para ver o que dali viria. Um treinador, quanto a mim, ainda mais sem condições, a partir do momento em que foi à “mestra” levar duas reguadas e depois não apresenta rigorosamente nada de novo aqueles com quem trabalha.

Exemplo disso foi o jogo logo na jornada a seguir. Na primeira tarde vimos o futebol tedioso do costume. Mas depois do intervalo e da ida de LFV ao balneário, admirável mundo novo, os jogadores “aprenderam” todos a jogar futebol e ganhámos por 4. Afinal, o que tem faltado naquele balneário é uma voz firme (e novidades?).

Para a Taça da Liga nova vitória, mas continua a não convencer. Vamos a ver o que nos trazem os próximos “episódios”.

Saudações encarnadas.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Campeonato de volta com liderança

Dezembro 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores do BNH!

É bom estar de volta as crónicas e às jornadas do campeonato. Os fins de semana com campeonato têm outro sabor; as paragens para compromissos de seleções e de outras provas são uma tremenda seca!



Comecemos pela Liga dos Campeões, onde o nosso Porto selou o primeiro lugar do grupo com uma vitória clara sobre o Schalke 04 e uma exibição extremamente positiva. O Porto apresentou uma dinâmica sensacional e uma panóplia de soluções de bolas paradas, claros sinais de trabalho de laboratório do mister SC. O FCP é, factualmente, a única equipa em Portugal com dimensão europeia: 23 presenças, 15 apuramentos para os oitavos e uma conquista. Há clubes e presidentes que sonham, outros concretizam. Por falar em outros clubes, o Bayern de Munique quase que empatava certo?!…LOL…Gozaram-nos tanto em 2015 que foram castigados em Basileia e Munique! Aproveito, também, para parabenizar o SLB pelo apuramento para a Liga Europa, depois de eliminar o Ajax e o Bayern.

Voltemos a falar do campeão nacional. O Porto teve, no último domingo, um jogo complicadíssimo no Bessa. É um derby sempre muito difícil e agressivo. A equipa do Boavista começou a praticar Karaté em vez de jogar futebol. A arbitragem foi, também, muito fraca a nível disciplinar. Reconheço, igualmente, que o lance de Brahimi é muito discutível e que o VAR podia ter mandado marcar penalty a favor do Boavista, mas em caso de dúvida os grandes acabam por ser sempre beneficiados. Repito: todos os grandes…Braga incluído.

O golo surgiu tarde, mas naturalmente, fruto da crença, do espírito de acreditar até ao fim e do momento de 10 vitórias seguidas.

Embora o departamento de comunicação do SLB tente desviar atenções do caso “E-toupeira” com publicações ridículas, o FCP é um justo líder do campeonato. Espero nova vitória frente a um Portimonense que joga bem e é bem orientado.

Bom fim de semana a todos e que o FCP continue a vencer e que continue na liderança.

Parabéns ao Gil Vicente pelo seu bom momento.

Viva Barcelos, o Gil, OCB e FCP!

Feliz época natalícia!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Vitamina Keizer

Dezembro 6, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

Bem-haja caros leitores do BnH!

Jogou-se a 11ª jornada do Campeonato Nacional, num campo tradicionalmente difícil, frente a um bem organizado Rio Ave (sexto no campeonato). Controlámos sempre a partida, impondo à turma anfitriã a primeira derrota em casa neste ano de 2018, onde vencemos com categoria – Rio Ave 1-3 Sporting Clube de Portugal.



Estreia auspiciosa do técnico holandês, Marcel Keizer, ao comando da nossa equipa no Campeonato Nacional. Não houve duas sem três! E vão três vitórias, em outros tantos jogos com Keizer no comando. (uma em cada – Taça de Portugal, Liga Europa, Campeonato Nacional).

Apesar do resultado ser o mais importante, para a conquista dos três pontos, a realidade, deste “novo Sporting à Keizer” está a começar bem promissora. Um futebol bem atrativo e atacante. Treze golos marcados nos últimos três desafios, todos já sob o seu comando, são sinónimo disso mesmo: bom futebol, golos e vitórias.

Continuamos em segundo, a dois escassos pontos do FC Porto. Tudo continua a ser possível, quem diria, depois de um final de época “arrasador”, que nada de bom prometia para esta nova época.

Finalmente, a equipa começa a respirar saúde. Efeito “Vitamina Keizer”, joga para ganhar, e ganha! Neste campeonato, que é o pior a nível de tempo jogado, (nada que surpreenda, é mesmo a pobre mentalidade do futebol português) é desta mentalidade “à Keizer” que precisamos, jogar à bola com alegria.

Desporto é Vida! Vive o Desporto com “Respect” e “Fair-Play“!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Gerês Extreme Marathon: Mário Elson e Lucinda Sousa vencem “prova rainha”

Dezembro 5, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Foi no último fim de semana de 1 e 2 de dezembro que as ruas da Vila do Gerês receberam os atletas que se aventuraram a participar na 5ª edição da Gerês Extreme Marathon – “a maratona mais bela e mais dura do mundo”.



A organização coube à barcelense Carlos Sá Nature Events e Município de Terras de Bouro, contando ainda com o apoio da proteção civil, Milaneza, Ecomobile, 4Moove, Chocolates Avianense e Águas do Fastio.

Percorrendo as estradas de montanha do único Parque Nacional de Portugal, o Parque Nacional Peneda-Gerês, os 1400 atletas de 11 nacionalidades que se aventuraram na Gerês Extreme Marathon usufruíram de paisagens e cenários de montanha incríveis, rodeados de vegetação luxuriante e verdejante. A harmonia com as florestas nativas portuguesas e com o silêncio tão característico da montanha do Parque Nacional Peneda-Gerês foram apenas quebrados pela dureza e desnível positivo da prova.

O primeiro atleta a cortar a meta na distância de 42Km foi o português Mário Elson, do NAST, que pela primeira vez e com o tempo de 2h49m05s, venceu a “prova rainha” do evento, não dando hipótese aos seus mais diretos concorrentes. Partilharam o pódio, os atletas José Ferreira, individual, com 02h58m01s, em 2º lugar, e no 3º lugar, Luís Gil (DECATHLON MAIA), com o tempo de 03h02m40s.

Nas concorrentes femininas, Lucinda Sousa (individual) conquistou o lugar mais alto no pódio, com 03h31m38s. Seguiram-se Alexandra Fernandes (ORALKLASS), com 03h54m41s e Paula Rios (VIANA RUNNING), com 03h56m24s.

Para além da prova rainha de 42 km, a Gerês Extreme Marathon contou, também, com mais três provas em diferentes distâncias. Com a distância de 42Km, mas em estafetas, os atletas puderam participar em equipas de três elementos e partilhar a dura prova, passando o testemunho entre os diferentes elementos da equipa. As distâncias de 21Km e 660m de desnível positivo, e de 13 Km e 530m de desnível positivo, fecharam o leque das opções de participação. Todas as provas tiveram partida e chegada no centro da Vila do Gerês.

No sábado, dia 1 de dezembro decorreu a 2ª edição da Extreme Mile. Num desafio curto, mas bastante exigente e audaz, os intrépidos participantes tiveram de correr uma milha com uma inclinação média de 35% e 525m de desnível positivo. Com partida na Albufeira da Caniçada e com chegada no miradouro das Voltas de São Bento, os atletas percorreram a árdua distância tendo como pano de fundo a bela paisagem da Albufeira da Caniçada, ladeada pelas suas belas montanhas. O grande vencedor da Extreme Mile foi Alex Tondela, do MONTANHA CLUBE TRAILRUNNING/EFAPEL, que só precisou de 21m11s para percorrer a totalidade do percurso e colocar-se no primeiro lugar do pódio. Já no lado feminino foi Renata Gonçalves, também do MONTANHA CLUBE TRAILRUNNING/EFAPEL, com o tempo de 26m22s, quem se sagrou vencedora.

Procurando divulgar os usos e saberes culturais das Gentes e Habitantes do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), a Carlos Sá Nature Events associou-se à ATACE – Associação Turística da Aldeia Comunitária da Ermida, que levou a cabo um vasto programa de atividades culturais, que deram aos visitantes a possibilidade de conhecer e experienciar algumas das práticas comunitárias ancestrais que são características das aldeias desta região. A Chegada da Rês, o Chamado do Povo, provas de sabores e convívio à fogueira foram algumas das atividades das quais os visitantes da aldeia da Ermida puderam desfrutar nesta tarde proporcionando bons momentos de diversão e contacto com mais um dos tesouros do PNPG: a sua cultura.

Houve ainda lugar para que a Carlos Sá Nature Events continue a preservar os espaços que utiliza e procura divulgar, ao contribuir para a reflorestação das montanhas do nosso país, com uma ação de plantação de árvores autóctones pelos participantes nesta tarde cultural.

Em mais um ano consecutivo, a Gerês Extreme Marathon mostrou ser uma ótima oportunidade para dar a conhecer uma das mais belas regiões de Portugal, as suas gentes, os seus costumes e a sua gastronomia, não só aos milhares de atletas nacionais que participaram e suas famílias, bem como aos atletas internacionais, cuja participação vai aumentando ano após ano, revelando-se assim um importante porta-estandarte na promoção de Portugal, do Minho e em particular do Parque Nacional Peneda-Gerês.

Nas restantes provas competitivas os resultados foram os seguintes:

21Km (masculino)

– Henrique Costa (individual) – 01h20m08s

– Nuno Fernandes (CLUBE ATLETISMO FAFE) – 01h22m33s

– Diogo Fernandes (SIM SUMMIT) – 01h22m01s

21Km (feminino)

– Diana Sousa (CENTRO CICLISTA DE GONDOMAR) – 01h35m25s

– Paula Lage (SIM SUMMIT) – 01h40m35s

– Sofia Pimenta (LION RUNNERS – G. D. LEÕES DA GUARDA) – 01h48m31s

13 km (masculino)

– Ruben Veloso (ACADEMIA DESPORTIVA ARCOS DE VALDEVEZ): 50m24s

– Alex Tondela (MONTANHA CLUBE TRAILRUNNING/EFAPEL) – 52m36s

– José Miranda (individual) – 54m32s

13 km (feminino)

– Hortense Tenda (SPORTING CLUBE DE ESPINHO / ANTÓNIO LEITÃO) – 01h01m00s

– Cristiana Ferreira (RUNNING ESPINHO) – 01h03m05s

– Adriana Gomes (MINHO AVENTURA) – 01h05m30s

42Km Estafetas

– SPORTING CLUBE DE ESPINHO / ANTÓNIO LEITÃO 4– 02h55m27s

– SPORTING CLUBE DE ESPINHO / ANTÓNIO LEITÃO – 02h55m49s

– AMIGOS DAS RIBEIRAS– 02h57m06s.

Fotos: CSNE/GEM.

Caloiros e Conselho de Veteranos do IPCA apoiam campanha de Natal da SOPRO

Dezembro 5, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Os caloiros do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) promoveram diversas ações de solidariedade em favor da SOPRO-ongd – Solidariedade e Promoção, Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD).



Vender postais de natal para equipar uma sala de informática em Moçambique e participarem numa campanha de recolha de alimentos para famílias carenciadas do concelho de Barcelos são algumas das “praxes” que os novos alunos do IPCA são convidados a fazer para apoiar a CAMPANHA DE NATAL DA SOPRO – SOLIDARIEDADE E PROMOÇÃO.

No dia 8 de dezembro, a SOPRO irá dinamizar, no E.Leclerc de Barcelos, uma campanha de recolha de alimentos para atribuir a famílias carenciadas do concelho de Barcelos e nesse sentido, os caloiros, com o apoio dos alunos do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, vão participar como voluntários na angariação de alimentos.

Já no dia 13 de dezembro, um grupo de caloiros irá organizar e preparar cerca de 80 cabazes de Natal para atribuir às famílias carenciadas do concelho, com os alimentos angariados na recolha do dia 8 de dezembro, e com os alimentos doados pelos alunos do Colégio La Salle Barcelos.

Para além disso, outro grupo de caloiros irá para a feira semanal de Barcelos vendar postais de Natal da SOPRO. O objetivo é que a comunidade Barcelense possa escrever uma mensagem para uma criança do Centro Educacional e Assistencial de La Salle (CEALS) da Beira, em Moçambique.

Os fundos angariados serão entregues aos Irmãos de La Salle de Moçambique, que com esse dinheiro irão equipar a sala de informática do CEALS com computadores, Internet, uma impressora e consumíveis (papel e tinteiros). Esta sala de informática será para dar aulas de formação aos alunos do CEALS e prepará-los para o futuro profissional.

Os postais também estarão à venda para a comunidade nas instalações da SOPRO.

Ir Para Cima