Arquivo de Categorias

Mundo - page 341

José Dias é 4º no BTT-XCO Internacional C1 Cidade de Valhadolid

Março 21, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O atleta barcelense da ACR Roriz Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact, José Dias, esteve, este domingo, ao serviço na Seleção Nacional de BTT, obtendo um fantástico 4º lugar no BTT-XCO Internacional Cidade de Valhadolid (Espanha), prova de 1ª categoria internacional pontuável para o Open de Espanha de BTT.

Fonte e imagem: ACR Roriz.

Jovem barcelense conquista “Got Talent Portugal”

Março 21, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Lara Oliveira, uma jovem de 14 de anos, de Barcelos, conquistou um “botão dourado” da fadista Cuca Roseta, no programa da RTP “Got Talent Portugal”.

Foi um momento de pura emoção mas, também, de grande execução vocal de canto lírico.

O vídeo da audição de Lara foi lançado ontem, dia 20 de março, pelo programa, no Youtube.

 

 

 

Empresa de Barcelos recebe Prémio Ibérico em Espanha

Março 19, 2017 em Atualidade, Concelho, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Stops Autogest, empresa do ramo automóvel de Alvelos – Barcelos, recebeu o Prémio Ibérico “Personalidade Pós-Venda”, atribuído a 14 de março na capital espanhola, Madrid, na IFEMA – Motortec Automechanika Iberica.

A Gala foi organizada pela revista Talleres en Comunicación e o portal Posventa.info, inserida na IFEMA, um dos mais importantes salões do setor automóvel.

manuel-andrade
Manuel Andrade

Manuel Andrade, em representação da Stops Autogest, recebeu o prémio das mãos de Manuel Aguilar, diretor dos Salões da Área de Motores da IFEMA. Na cerimónia, declarou que a maximização do lucro deixou de ser um valor absoluto, na medida em que os proveitos da atividade empresarial de devem compatibilizar com os interesses dos colaboradores, dos parceiros de negócios e da comunidade onde a empresa está inserida, incluindo as preocupações de natureza ambiental.

No sentido de sabermos mais sobre esta distinção, o Barcelos na Hora contactou Manuel Andrade, que aceitou responder a algumas questões sobre o Prémio, e não só.

Quais os parâmetros avaliados para a atribuição deste prémio?

MA – Os parâmetros avaliados para a atribuição deste prémio à Stops foram vários. O prémio pretende realçar as empresas, e pessoas, que no setor automóvel se notabilizaram por:

– Desenvolverem processos inovadores;

– Tecnológicos;

– Desenvolverem ações de caráter social e ambiental;

– Terem conseguido aumentar a sua visibilidade e notoriedade.

A nível pessoal, o que sente neste momento, após tão relevante acontecimento?

MA – Na Stops Autogest não gostamos de personalizar, ou individualizar, quer os sucessos, quer os insucessos.

Sinto-me muito honrado com o reconhecimento que conseguimos pelo nosso trabalho, mais ainda, tratando-se de um reconhecimento internacional.

A empresa tem planos para novos investimentos, projetos ou objetivos?

MA – O investimento é contínuo na inovação, organização, formação e processos. Só assim poderemos atingir os objetivos a que nos propomos e permite, ano após ano, traçarmos metas cada vez mais ambiciosas.

Em breve, anunciaremos novidades…

O indestrutível Nokia 3310 está de volta e traz o “Snake”

Março 18, 2017 em Atualidade, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
diogo
Diogo Sendim Lourenço

Um dos anúncios mais aguardados do Mobile World Congress (MWC) era mesmo o do 3310, «o renascer de um clássico moderno», como escreve a Nokia em comunicado.

Um mito do mundo mobile está de volta aos mercados, sendo ele o Nokia 3310. Sob o comando da HMD Global, a Nokia fez regressar um dos seus mais bem-sucedidos dispositivos, numa edição especial que serve, não só, para despertar a nostalgia no geek que existe dentro de todos nós, mas também, para assinalar um regresso em grande da gigante finlandesa.

Não é o mesmo aparelho indestrutível de antigamente.O novo modelo possui ecrã a cores, sistema operacional atualizado, leitor de cartão de memória e até uma câmara traseira. Mas o que importa é que o joguinho da cobrinha continua lá. Um executivo da Nokia “brincou” ao afirmar que este pode ser o telemóvel para quem quiser fazer um fim de semana detox. Outro dos regressos é o ringtone icónico da Nokia.

O design segue algumas linhas do modelo clássico, mas é mais colorido (ele estará disponível nas cores vermelha, azul, amarela e cinza) e, significativamente, mais fino. Enquanto o Nokia 3310 de 2000 tinha 22 mm de espessura (isso é provavelmente mais grosso que o teu notebook), a versão de 2017 tem apenas 12,8 mm.

O ecrã de 2,4 polegadas tem resolução de 320×240 pixels (bem melhor que o display monocromático de 5 linhas do antecessor) e mostra a interface do Nokia Series 30+, sistema operacional para feature phones que conta com um leitor de música. No entanto, terás que comprar um microSD, já que será difícil colocar muitos arquivos MP3 no armazenamento interno de 16 MB.

17274647_1438365822849235_1764197056_n

Completam as especificações, a conexão Bluetooth 3.0 (bem-vindo ao futuro), câmara traseira de 2 megapixels com flash LED e uma bateria de lítio (e não níquel-hidreto metálico: não vicia!) de 1.200 mAh, que dura nada menos que 31 dias em standby, 22 horas em conversação e 51 horas em reprodução de música. Ele suporta apenas conexões 2G.

Na Europa, o Nokia 3310 será vendido por 49 euros.

 

Por: Diogo Sendim Lourenço.

Rua Duques de Barcelos, 17

4750-264 Barcelos

Email: diogosendimlourenco@gmail.com

Contacto: 932 908 025

Óquei de Barcelos na Final Four da Taça CERS

Março 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A turma barcelense está, pelo terceiro ano consecutivo, na decisão do título da segunda prova mais importante a nível internacional, de hóquei em patins.

Nota para este feito barcelense, que não contará com o treinador Paulo Freitas, que deixou o clube de Barcelos para rumar, já esta semana, ao Sporting CP.

Ainda sem local definido, que será conhecido até ao final desta semana, o OC Barcelos pode, assim, defender o título alcançado na época passada.

17321534_1354465157933162_1840473474_n

Diante o Vilafranca, de Espanha, a equipa de Barcelos anulou a desvantagem de um golo trazida da primeira mão.

Para além de anular o resultado negativo, construiu uma vitória tranquila por 6-3.

O repto lançado ao público de Barcelos foi correspondido, com a “Catedral”, uma vez mais, completamente cheia.

Esse apoio foi importante para empurrar o OC Barcelos para mais uma final four , que ao intervalo já tinha dado a volta à desvantagem, com golos de Joca Guimarães e Luís Querido.

Para a segunda parte, o OC Barcelos conseguiu arrumar de vez com alguma esperança espanhola ao atingir o 5-0 por Reinaldo Ventura, Álvaro Morais e Luís Querido.

O Vilafranca ainda fez o 5-1, mas Miguel Vieira ampliou para 6-1.

Com o aproximar do final do encontro, o OC Barcelos permitiu que a equipa espanhola ainda fizesse mais dois golos.

17269896_1354444941268517_1031345652_o

No total, o OC Barcelos segue para a decisão do título, com um resultado de 8-6 nas duas mãos.

Agora a equipa de Barcelos vai jogar com o Sarzana, de Itália, enquanto na outra meia final, o Caldes, de Espanha, joga com o Viareggio, de Itália.

A final four está agendada para 29 e 30 de abril.

Por: Miguel Bastos.

Fotos : Miguel Bastos e Ana Especial.

Joel Sá apresenta dois Projetos de Lei no âmbito da defesa dos consumidores

Março 13, 2017 em Atualidade, Concelho, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

Dia 15 de março, próxima quarta-feira, vão a debate na Assembleia da República, dois Projetos de Lei que promovem a defesa do consumidor, da autoria do deputado barcelense Joel Sá.

O primeiro determina a sujeição dos litígios de consumo de reduzido valor económico à arbitragem necessária, quando tal seja optado pelo consumidor, e determina a obrigatoriedade de constituição de advogado nas ações de consumo.

O segundo determina a criação, no seio da Direção-Geral do Consumidor, de um portal de registo nacional de consumidores aderentes a publicidade telefónica.

Joel_Sá
Joel Sá

Juntamente com os Projetos de Lei, vão ser debatidos dois Projetos de Resolução, em que Joel Sá é coautor, que recomenda ao Governo a adoção de medidas que promovam os meios alternativos de resolução de litígios de consumo, e ainda um outro que recomenda ao Governo a assunção de medidas de formação, informação e fiscalização de defesa dos direitos dos consumidores.

“Os Aurora”, banda do barcelense Tiago Araújo, editam o primeiro disco

Março 11, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A banda “Os Aurora”, que tem na sua composição o barcelense Tiago Araújo, editou esta sexta-feira, dia 10 de Março, o primeiro álbum de estreia e de originais.

Dia 10 de Março de 2017 será uma data que jamais será esquecida pela banda “Os Aurora”. Após três anos desde a sua formação, a edição do seu disco de estreia tem finalmente data marcada.

O lançamento do seu disco tardou, mas foram os anos de espera e de aprendizagem que levaram à maturação da banda e o resultado final são canções com grande significado e de mensagem de esperança.

“Grita” é um disco que apesar de ter as tradicionais canções de amor, tem como grande componente a afirmação da banda. O “Acreditar”, o “Nunca Desistir”, são o fio condutor em grande parte das canções do disco.

Assumidamente uma banda pop, “Os Aurora” não se contentam com a simples cópia do que já existe, tentando sempre inovar. Produzido por Filipe Survival, “Grita” mistura as tradicionais guitarras acústicas com as novas tendências e sons mais eletrónicos.

Quatro rapazes com uma grande vontade de mostrar a sua música a todos, sem exceções! No auge da sua juventude, desejam levar este disco aos ouvidos do maior número de pessoas possível. Eles nunca desistiram e este álbum é a prova disso. David Silva, Eduardo Monteiro, João Carrasqueira e Tiago Araújo formam esta banda a quem se augura grande futuro.

Ligações (basta clicar):

FACEBOOK: https://www.facebook.com/osauroraoficial

INSTAGRAM: https://www.instagram.com/osauroraoficial

TWITTER: https://twitter.com/osauroraoficial

WEBSITE: http://www.osaurora.com/

 

iTunes: http://apple.co/2mIov7Y

Spotify: http://spoti.fi/2ncTEOB

TIDAL: https://t.co/F5jTU78kvz

FNAC: http://bit.ly/2mszEsO

 

A banda anunciou, já, os concertos de apresentação:

  • Porto, Hard Club, 24 Março
  • Lisboa, Hard Rock, 26 Março

Fonte e imagem: a banda.

Mau tempo: fenómeno extremo atinge Parque Industrial da Várzea

Março 3, 2017 em Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Na madrugada desta sexta-feira, um fenómeno extremo de vento atingiu o Parque Industrial da Várzea, causando milhares de euros em prejuízos.

A notícia surgiu em vários órgãos de comunicação social. De acordo com Jornal de Notícias, uma das empresas mais afetadas terá sido a João António Lima Malhas.

O resultado da intempérie foi o de chapas dos telhados arrancadas, vigas que caíram e danos no interior de pavilhões. Terão sido afetados dez pavilhões.

Entretanto, as autoridades afastam a hipótese de mini tornado, falando, no entanto, em fenómeno de vento extremo, que terá durado poucos minutos e que terá começado cerca das 5 horas da madrugada.

Apesar de tudo, não há feridos a registar.

Numa última nota, refira-se que no restante território do concelho não houve ocorrências idênticas às da registada na Várzea. Não fossem as notícias e a maioria dos barcelenses nem se teria apercebido deste acontecimento. Relatos no local indicam que o fenómeno terá ocorrido num espaço de pouco mais do que uma centena de metros.

Foto: João Paulo Magalhães/Global Imagens.

Maastricht está de parabéns. E nós?

Fevereiro 26, 2017 em Atualidade, Mundo, Opinião, Política port barcelosnahorabarcelosnahora
raquelsfernandes
Raquel dos Santos Fernandes

Entre as margens do rio Mosa, cravada entre a Alemanha e a Bélgica, Maastricht, uma das mais antigas cidades holandesas, foi palco da assinatura do Tratado que adotou o seu nome, a 7 de fevereiro de 1992. Na semana* em que se comemora os seus 25 anos, a União Europeia vive agora na realidade do eurocentrismo, dos fluxos migratórios e das divisões internas na sinuosidade do bloco europeu.

Comunidades Europeias, Política Externa e de Segurança Comum (PESC) e Cooperação nos domínios da Justiça e dos Assuntos Internos conduziram a União a uma nova etapa na integração europeia, agora com uma clara dimensão política, com o objetivo de reforçar a legitimidade democrática e a eficácia das instituições, desenvolvendo a vertente social da Comunidade e instaurando uma União Económica e Monetária. Ora, o apoio ao projeto europeu – criação de um mercado único e a confiança dos europeus de que juntos somos mais fortes – entra em declínio com a crise da zona euro. Apesar do fundamento de que a integração seria benéfica para todas as nações participantes, os europeus começaram a duvidar dessa suposição, alicerçados com a vitória de Trump do outro lado do Atlântico, que visivelmente se revelou num impulso às forças populistas que convelem os principais políticos da Europa e, acima de tudo, o projeto europeu. O facto do novo Presidente dos Estados Unidos da América ser um apoiante assumido do Brexit só reforça o argumento eurocético de que a União Europeia seguiu uma direção errada.

A corporalização de um certo desprezo pela democracia nacional e supranacional – e seria importante que os apoiantes do Brexit, que agora culpam Merkel e Hollande, refletissem sobre aquela que foi a postura de Tony Blair na Europa – não estará isenta de culpas na deriva ultranacionalista da Polónia e da Hungria. E depois a humilhação económica e social da Grécia, a incapacidade de implementar cotas de refugiados equitativas, o papel hegemónico de um Estado-Membro sobre os demais Estados, o fracasso em distinguir e unificar a Europa e a falta de vontade em restabelecer um modelo social europeu. A ideia de Estado-nação também desafia a ambição do projeto europeu, daí a importância de construir um ambiente político pós-nacional e não agressivo. A concessão de poderes especiais a alguns Estados-Membros, a promoção de uma integração não harmoniosa em detrimento de “fatores alternativos”, a aprovação de uma maioria de parlamentos nacionais para bloquear a legislação da União Europeia significam, essencialmente, legitimar os nacionalismos locais e o crescimento, cada vez mais, de uma retórica eurocética.

Se as ambições pós-nacionalistas não são uma opção para a realpolitik dos nossos tempos e se continuamos a querer promover a democracia e os direitos humanos, a paz, a prosperidade, a solidariedade e a harmonia, não esqueçamos que, aos olhos do projeto europeu, que também é nosso, as várias culturas e línguas que nos unem continuam a ser uma mais-valia para o velho Continente, in varietate concordia.

*ndr: este artigo foi entregue na semana de 07 de fevereiro de 2017

Por: Raquel dos Santos Fernandes.

Barcelos marca presença no II Encontro do Programa Europeu “Europe for Citizens” na Hungria

Fevereiro 24, 2017 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo, Política port barcelosnahorabarcelosnahora

No II Encontro da rede de países e respetivos municípios que integram o Programa Europeu “Europe for Citizens” – Europa para os Cidadãos, a apresentação de Barcelos marcou a diferença através de uma abordagem clara, prática e objetiva dos projetos de integração levados a cabo junto da comunidade cigana – Projeto “Escolhas”, GaloArtis -, assim como o acompanhamento que tem sido feito junto da família de refugiados que o Município acolhe desde setembro do último ano.

armandina-saleiro
Armandina Saleiro

Tendo em conta a importância dos temas em debate, este encontro contou com a presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro. O ponto fulcral de todo o evento, que decorreu de 14 a 19 de fevereiro na Hungria, na cidade de Kistelek, e que juntou representantes de Itália, Espanha, Grécia, Estónia, Hungria e Portugal, centrou-se na discussão das políticas migratórias e a situação problemática que a União Europeia atravessa relativamente à entrada, acolhimento e integração de refugiados.

Houve, ainda, uma visita à fronteira do Condado, seguida de uma sessão informativa e debate acerca de todo o processo legal inerente à entrada/legalização de refugiados e a apresentação de dados estatísticos dos últimos anos.

 

O encontro pretendia que o município representante de cada país divulgasse as boas práticas em atuação no seu município em relação à questão das migrações. Barcelos deixou a sua marca em território húngaro, e prepara-se já para ser o anfitrião do próximo encontro, que irá realizar-se de 1 a 5 de maio, em plena época festiva barcelense.

O III Encontro dará lugar ao tema relacionado com as políticas da União Europeia e de que forma estas podem contribuir para o crescimento sustentável da comunidade local.

Fonte e foto: CM de Barcelos

Ir Para Cima