Construir demora muito, Destruir quase nada!

Março 8, 2019 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Ricardo Moreira

Bem-haja, caros leitores do BnH!

Jogou-se a 24ª jornada do Campeonato Nacional e regressámos às vitórias. Sporting Clube de Portugal 3 – 1 Portimonense.



Dois golos logo no início do jogo, num ápice, fizeram antever uma goleada, que afinal não aconteceu. O empate até podia, muito bem, ter acontecido.

Entrámos muito bem no jogo, mas, a ganharmos por 2-0, os nossos jogadores recuaram muito no terreno, passaram boa parte do tempo a trocar bolas no reduto defensivo, sem progressão, nem construção de lances atacantes, o que deu motivação ao Portimonense. A equipa algarvia reduziu, galvanizou-se e esteve a um pequeno passo de empatar. Desta vez tivemos sorte.

Voltámos a não convencer. A jogar desta maneira, vamos ter muitas dificuldades em chegar ao 3° lugar!

Obviamente que esta coisa do “ADN de Campeão” não surge do nada, constrói-se, é preciso muito tempo, muito esforço, para ele surgir. Construir demora muito, destruir quase nada! A gente que o diga!!!

O “destituído”, conjuntamente com alguns energúmenos, encarregaram-se do assunto, no que ao futebol diz respeito.

Pior, esses “fiéis da desgraça” ainda insistem, a todo o custo, querer destruir de vez o nosso Sporting Clube de Portugal! Basta cortarem-lhes as “regalias” e o amor ao clube passa a ser uma treta! Futebol dos tempos modernos! Demasiados negócios, demasiado dinheiro envolvido, demasiados interesses pessoais, em que a Paixão do Futebol, inevitavelmente, a cada dia, fica mais para segundo plano!

Para nós, continua a ser uma época sofrível!

Os acontecimentos do final de época deixaram o nosso “Leão em Sangue”! As feridas (ainda) estão bem abertas. A destabilização é constante. Surge de todo o lado. O caminho vai ser longo, penoso. Mas o caminho faz-se caminhando!

Resta-nos (por agora) o Orgulho no Clube eclético que somos!

Nas modalidades continuamos a fazer História!!!

Desporto é Vida! Viva o Desporto com Respeito e Fair-Play!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima