COVID-19: Lions Clubs International doa ventiladores a vários hospitais

Maio 17, 2020 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Opinião

A Pandemia do Coronavírus, mais conhecida como COVID-19, teve o seu início nos finais do ano 2019. Para que percebamos aquilo que nos está a acontecer agora, vejamos o seguinte. Nos últimos 101 anos, algo de similar aconteceu com a chamada “Gripe Espanhola” que dizimou o mundo, matando mais de 50 milhões de pessoas.



Na época em que a doença se espalhou, o mundo passava pela Primeira Guerra Mundial, e as grandes potências ocidentais estavam envolvidas no conflito havia anos (1914-18). Por essa razão, a imprensa desses países sofria forte censura. Divulgar as notícias de que a gripe espanhola tinha afetado suas tropas poderia ser muito ruim para o moral dos soldados e poderia espalhar pânico na população. Assim, esses locais passaram a censurar as notícias relacionadas com a doença.

Segundo os historiadores, a gripe espanhola não surgiu na Espanha, mas recebeu esse nome por motivo da forte divulgação do problema na imprensa espanhola. Como a Espanha não estava envolvida com a guerra, não havia necessidade de censurar a imprensa, e assim, as notícias sobre a enfermidade espalharam-se a partir do que a imprensa espanhola noticiava. Foi por essa razão que a pandemia recebeu o nome de gripe espanhola.

Esta situação que para nós é nova, mudou literalmente a nossa vida, na nossa forma de estar, pensar, relacionar, socializar, trabalhar, enfim, em todos os aspetos da nossa vida. Nos Lions Clubes tudo mudou entretanto.

Desde 1917 existem os clubes de serviço do Lions. Para quê? O trabalho dos Lions passa por apoiar as suas comunidades das mais diversas formas e programas, sendo esta uma delas, As Grandes Catástrofes. Os Lions estão, com frequência, entre os primeiros a oferecer ajuda. E a LCIF está presente ao lado deles, pronta para apoiar os seus esforços com assistência, para ajudar as vítimas de catástrofes. Lions Clubs International está a trabalhar arduamente com os clubes em todo o mundo, tentando acompanhar esta pandemia do coronavírus (COVID-19) em andamento, que está a mudar a maneira como vivemos, trabalhamos e servimos, durante este período desafiador. Vamos continuar a mostrar a nossa bondade e a nossa força em ação, colocando, em primeiro lugar, a saúde e segurança das nossas comunidades.

Para ajudar os Clubes de todo o mundo a lutar contra esta adversidade, os Lions Clubes têm tido o apoio da LCIF – Lions Clubs International Foundation) a nossa Fundação Internacional, através de subsídios atribuídos aos clubes, aos distritos (países ou grupo de clubes).

Este ano, em meados do mês de março, um dos responsáveis da LCIF em Portugal, constatando o que se passava com a pandemia em Portugal e no mundo, resolveu questionar a LCIF da existência de um subsídio específico para esta pandemia que devorava vidas incessantemente. A resposta foi quase imediata, a partir do momento que o país reunisse as premissas apresentadas. Infelizmente, reuníamos, pois já tínhamos muito mais de 100 infetados, hospitais com carências de equipamentos como ventiladores e outros equipamentos ligados à saúde, e pessoal especializado para manusear com esse tipo de equipamento.

De imediato, os Coordenadores da LCIF deitaram mãos à obra e passados cerca de dez dias tinham o levantamento das necessidades dos hospitais junto da ARS, as respostas desses hospitais (os que responderam), os orçamentos das empresas fornecedoras desses ventiladores e enviaram o pedido de subsídio para os Estados Unidos.

No dia 8 de abril, recebemos a alegre notícia da atribuição de um subsídio de 100.000 USD para o Alívio à COVID-19, cerca de 91.000 Euros. A alegria foi imensa, pois agora só teríamos de entregar aos hospitais contemplados os ventiladores.

Foram contemplados os Hospitais de:

H. BRAGANÇA, H. SANTA MARIA MAIOR – BARCELOS, H. S. JOÃO – PORTO, H.S. ANTÓNIO – PORTO, HOSPITAL DE AVEIRO, HUC – COIMBRA, ESTEFÂNIA – LISBOA, CURRY CABRAL – LISBOA, H. FARO, H. ESPÍRITO SANTO – PONTA DELGADA, H. MADEIRA.

Por: PCC José Carvalho Lopes (Lions Clube de Barcelos).*

Foto: LCB.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima