COVID-19: Santa Casa de Misericórdia de Barcelos reforça medidas de combate à pandemia

Março 17, 2020 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo

Face à evolução, a nível nacional, da COVID-19, ponderando as informações que circulam, todas as circunstâncias e implicações, a Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, em articulação estreita com as diversas entidades oficiais (Direção-Geral da Saúde, Administração Regional de Saúde do Norte, Centro Distrital de Segurança Social, Arquidiocese de Braga e União das Misericórdias Portuguesas), deliberou que (1) irá encerrar ao público a tesouraria e o atendimento presencial nos Serviços Partilhados, a partir de quarta-feira,18 de março; (2) encerrar ao público os serviços na área da Educação na Infância (incluindo Creche Familiar), desde segunda-feira,16 de março; (3) prosseguir o esforço de triagem constante e reforçada aos utentes e aos colaboradores da UCCI, bem como aos utentes e aos colaboradores das ERPIs (Lares); (4) manter a suspensão das visitas às ERPIs e UCCI, em vigor desde 8 de março; (5) assegurar contactos regulares entre os utentes das ERPIs e UCCI com os seus familiares, através do recurso a videochamadas ou telefonemas; (6) assegurar orientação e apoio aos colaboradores que estejam na linha da frente; (7) ao nível do Centro de Medicina Física e de Reabilitação (CMFR): suspender a atividade assistencial presencial, designadamente, a Hidroterapia (Piscina Terapêutica), as classes de Pilates, as consultas de Terapia da Fala e de Terapia Ocupacional. Suspender, igualmente, as consultas presenciais e tratamentos de Medicina Física e Reabilitação. Sempre que tal for possível e necessário para o bem-estar do utente, serão asseguradas respostas através de consultas não presenciais; (8) suspender as atividades no Centro de Dia (CD), assegurando, através da resposta de Serviço de Apoio Domiciliário, o necessário apoio aos utentes do CD que não tenham retaguarda familiar ou de cuidadores informais; (9) suspender todas as Missas na Igreja da Misericórdia e nas Capelas das ERPIs e UCCI, bem como outros atos de culto (comunhão, confissão, assistência espiritual); (10) reduzir a utilização das Capelas Mortuárias à celebração das Exéquias sem Missa; (11) adiar as atividades de formação presencial; (12) manter suspensas as atividades diárias realizadas pelos voluntários nas ERPIs e UCCI; (13) priorizar, para as diligências de trabalho administrativo diário, soluções de telefone e videoconferência; (14) reduzir as reuniões de grupo ao estritamente necessário.



Adicionalmente, foram suspensas, temporariamente, as atividades previstas no âmbito das comemorações do 520º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos.

“Se há momentos em que a razão de ser de uma instituição de Serviço aos que mais precisam se justifica, e é posta à prova, este é, seguramente, um deles”, refere a Instituição em nota.

Foto: SCMB.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima