COVID-19: Santander anuncia medidas extraordinárias para apoio de empresas e particulares

Março 19, 2020 Atualidade, Concelho, Economia, Mundo

Banco lança nota de pesar pelo falecimento de António Vieira Monteiro

Com o propósito de apoiar as empresas e as pessoas, o Santander Portugal anunciou, em nota de imprensa, que acabou de adotar um conjunto de medidas extraordinárias e temporárias para negócios e particulares, destinadas a minorar os efeitos da pandemia COVID-19. 



Para todos os comerciantes, o Santander suspende a cobrança da mensalidade dos POS e isenta a aplicação de um valor mínimo sobre as transações efetuadas. Para apoiar as transações “sem contacto”, o Santander suspende, também, a cobrança de todas as comissões do serviço MBWay no POS.

Para todos os clientes particulares, o Santander incentiva a utilização das suas plataformas digitais app ou netbanco, efetuando pagamentos “sem contacto”, cómodos e seguros.

Para este efeito, todos os pagamentos efetuados nos canais digitais encontram-se isentos.

Para as compras presenciais, deve ser privilegiada a utilização da tecnologia contactless, e para este efeito, o Santander vai proceder à substituição de todos os cartões para a nova tecnologia sem qualquer tipo de comissões.

Estas medidas estão em vigor durante pelo menos um mês.

Nota de pesar pelo falecimento de António Vieira Monteiro

“O Banco Santander Portugal manifesta o seu sentido pesar pelo falecimento do seu Presidente do Conselho de Administração, António José Sacadura Vieira Monteiro”, inicia a nota de pesar.

António Vieira Monteiro, 73 anos, dedicou toda a sua carreira à atividade bancária, tendo sido administrador do Santander em Portugal desde 2000 e Presidente da sua Comissão Executiva entre 2012 e 2018. Durante a sua liderança, o Banco consolidou e expandiu a sua atividade em Portugal, mantendo em permanência o rigor e a determinação que sempre o caracterizaram.

Pedro Castro e Almeida, Presidente da Comissão Executiva do Santander Portugal afirmou: “Durante a liderança de António Vieira Monteiro, da qual tive o privilégio de fazer parte, pude sempre constatar a sua perseverança para tornar o Santander em Portugal numa instituição de referência. Vieira Monteiro era um profundo conhecedor do sector bancário, no qual trabalhou ao longo de várias décadas, tendo contribuído de forma muito relevante para aquilo que o Santander em Portugal é hoje: um banco líder, forte e com enorme capacidade para contribuir para o desenvolvimento do País”.

“O Banco Santander, o seu Conselho de Administração e os seus colaboradores endereçam as mais sinceras condolências à sua família e amigos. O legado de António Vieira Monteiro permanecerá sempre connosco”, conclui a referida nota.

Imagem: DR.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima