“Desbenficar”

Novembro 2, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Hugo Pinto

Esta semana, mais dois jogos do nosso Benfica. Uma vitória caseira, para nosso contentamento. Um jogo da Liga dos Campeões sem história. Mas com estória.


Para consumo doméstico, uma vitória sem muito o que dizer, pela margem mínima, frente a um Feirense que fez a sua parte, jogando o jogo pelo jogo. O tipo e intensidade de jogo continuam a não convencer. Sente-se a máquina desafinada. Sem mais história.
Já relativamente ao jogo para a Champions há algo mais a dizer. O Benfica tentou controlar o jogo, mostrando, amiúde, laivos de bom futebol. Mas continua sem grande jogo no último terço do terreno. E lá diz o povão, quem não marca sofre (como diria o saudoso José Estêbes). E o Benfica sofreu. E novamente com um monumental azar de Svilar. O miúdo até convence. Veja-se o escárnio dos adeptos nossos rivais. Se o miúdo não fosse bom, falavam tanto dele como falaram do Varela. Tem mesmo é de ir à bruxa.

Um aspeto que me chamou à atenção, e pelos vistos não foi só a mim, foi o tom dos comentadores RTP. Juro que, por momentos, julguei que fossem sócios do Man. Utd.! Ainda que me digam que sejam fãs de José Mourinho. Ainda que sejam desbenfiquistas. Mas o que vale pontos para os clubes portugueses são as vitórias dos mesmos. E contam para todos. Mesmo para os rivais. Por isso, me pareceu de muito mau tom o entusiasmo com que, subliminarmente, se regozijaram pela vitória do Man. Utd., algo que foi ficando patente nas entrelinhas ao longo dos comentários ao jogo. Lamentável! A RTP é serviço público. Não pode estar ao serviço de odiozinhos individuais.

Dá-me o 37. Viva o Benfica.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima