Dez mil a vibrar no “Milhões”

Setembro 11, 2018 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo

Tal como o título faz perceber, foram sensivelmente 10 mil pessoas que passaram pelos “Milhões de Festa” nos quatro dias deste festival que já marca o panorama festivaleiro português e que coloca Barcelos na “boca do mundo”.



Entre 6 e 9 de setembro, os palcos “Milhões”, “Taina”, “Cidade” e “Piscina” viram passar dezenas de grupos nacionais e estrangeiros, com sonoridades diferentes, fazendo com que todos os gostos musicais fossem abordados neste festival.

E por falar em piscina, a Municipal de Barcelos foi o lugar predileto para a maioria dos festivaleiros, que vieram de várias partes do mundo. Pelo menos, quem por entre eles se deslocava, conseguiu escutar trocas verbais em português – claro está –, mas, também, em espanhol, inglês, alemão, entre outras línguas menos conhecidas ao ouvido comum e não muito poliglota.

O festival, organizado em parceria pela Câmara Municipal de Barcelos e a Lovers & Lollypops, levou a palco, entre outros, os barcelenses Indignu, Lena D’Água e Primeira Dama com Banda Xita, Mouse on Mars, The Bug feat. Miss Red, Scúru Fitchádu, Vaiapraia e as Rainhas do Baile, Grabba Grabba Tape, The Evil Usses, Paisiel, DJ K-Sets, DJ Paypal, Cumbadélica, Eduardo Morais, Independent Music Podcasts, Electric Wizard, Squarepusher, Os Tubarões, Nubya Garcia, Gazelle Twin, Circle, The Heliocentrics, 700 Bliss, Bala, Natalie Sharp apresenta BodyVice [Ndr: na foto de destaque], The Mauskovic Dance Band, UKAEA, Warmduscher, Pharaoh Overlord, Mirrored Lips, WWWater, Krake Ensemble, Cacilhas, Afrodeutsche, Ensemble Insano, Suave Geração, Kink Gong, Gonçalo, Tajak e festas temáticas.

Outro momento que ficará inolvidável de quem o viveu, certamente, será o espetáculo de boas-vindas, protagonizado pelos Ensemble Insano, um coletivo de 20 músicos barcelenses, que aconteceu no piso -4 do estacionamento subterrâneo anexo ao edifício da Câmara Municipal. Outra das novidades da edição deste ano foi a “Silent Disco“, com a música a ser transmitida diretamente para os auscultadores entregues à assistência, podendo o público escolher entre os dois DJ’s que punham som em simultâneo. Por isso, foi em modo silencioso que terminou o festival.
O “Milhões de Festa” teve, igualmente, uma parte de responsabilidade ambiental. Este ano, foram servidos copos de plástico reutilizáveis, reduzindo consideravelmente o lixo produzido e contribuindo para um recinto mais limpo.

Fotos: BnH.

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Pin It on Pinterest

Shares
Share This

Partilha esta Notícia

Partilha com os teus amigos

Ir Para Cima