Equipas barcelenses competem no Grande Prémio do Minho que tem o barcelense José Gonçalves como um dos padrinhos

Julho 26, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

O Grande Prémio do Minho em ciclismo regressa à estrada, de 28 a 30 de julho, com Cabeceiras de Basto, Vieira do Minho e Melgaço a assumirem um papel de destaque no desenrolar da competição, apadrinhada pelos ciclistas internacionais portugueses Tiago Machado, José Mendes e o barcelense José Gonçalves, sendo uma competição destinada ao escalão de juniores.

José Gonçalves

Organizada pela Associação de Ciclismo do Minho, em colaboração com a Federação Portuguesa de Ciclismo, a prova será disputada por um pelotão de 145 ciclistas, em representação de 16 equipas portuguesas e 6 espanholas.

Com o arranque da competição em Cabeceiras de Basto e o final em Melgaço, o pelotão terá que percorrer um total de 297,9 quilómetros, repartidos por três etapas, durante as quais encontrarão seis contagens do prémio da montanha e quatro metas volantes.

A montanha ajudará, certamente, a encontrar o vencedor do 29º Grande Prémio do Minho, mas o traçado da prova e a qualidade das equipas e atletas participantes deixa antever que será uma prova disputada até ao último metro e aberta à vitória de qualquer corredor.




A primeira etapa (Cabeceiras de Basto – Cabeceiras de Basto) será disputada no dia 28 de julho (sexta-feira), num percurso de 88,8 quilómetros, a efetuar no “Encanto Natural” de um dos concelhos mais antigos e históricos do Minho. O pelotão efetuará o percurso por entre um vasto e rico património paisagístico e arquitetónico, terminando a etapa (15h20) junto ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos. Os ciclistas terão que vencer as dificuldades de uma contagem de montanha logo no início da etapa (Km 8,6 – 13h13) e de outra na Lameira (Km 62 – 14h37), prevendo ainda o percurso uma meta volante em Fafe (Km 52,2 – 14h22).

No dia 29 de julho (sábado), a segunda etapa (Vieira do Minho – Vieira do Minho) terá a extensão de 103 quilómetros e percorrerá uma “Terra de Encantos” em que as paisagens avassalam pela sua magnitude e pelo seu brilho. A etapa começará (13h00) e terminará (15h42) junto à Câmara Municipal de Vieira do Minho. Com uma passagem pela barragem do Ermal, a etapa integra uma contagem de montanha em Serradela (Km 53,4 – 14h24) e uma meta volante em Vieira do Minho (passagem pela meta ao Km 36 – 13h56).

A terceira e última etapa (Melgaço – Melgaço) será disputada no dia 30 de julho (domingo), no “destino de natureza mais radical de Portugal”, uma região verdejante, tipicamente Minhota, de forte e fértil vegetação, que possui um importante património histórico, cultural e arquitetónico, inserido no Parque Nacional da Peneda-Gerês. Na extensão de 106,1 quilómetros, o percurso da última etapa integra três contagens de montanha e duas metas volantes. As metas de montanha serão discutidas em São Gregório (Km 22,1 – 13h34, Km 58,3 – 14h32 e Km 93,6 – 15h27) e as metas volantes aquando da passagem na meta (Km 32,7 – 13h51 e Km 68,8 – 14h48).

Tal como nas restantes etapas e percurso, para os quilómetros finais está em perspetiva um empolgante espetáculo desportivo ao qual não faltará, certamente, muito público para coroar o vencedor do 29º Grande Prémio do Minho em ciclismo.

O pelotão do 29º Grande Prémio do Minho será constituído pelas principais formações portuguesas e por seis espanholas, num total de 22 equipas, entre elas as barcelenses Centro Ciclista de Barcelos/ AFF/ Orbea/ Onda e ACR Roriz Seissa/ KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact.

Além dos principais conjuntos portuguesas, seis equipas espanholas marcarão presença: Fundacion Oscar Pereiro, Arte en Transfer – Leon, Bathco / CC Besaya, Clube Ciclista Cidade de Lugo, Codelse Cycling Team e Disgarsa – C.C. Colindres.

As restantes equipas portuguesas inscritas são as seguintes: Academia Joaquim Agostinho / UDO; ACD Milharado / Escola Ciclismo Manuel Martins; Bairrada; Escola de Ciclismo Carlos Carvalho; LA Alumínios / SGR Ambiente / C. C. A. Paio Pires; Maia; Matos Cheirinhos / Vila Galé / Etopi; Moreira Congelados / Feira / Bicicletas Andrade; RP / Boavista Formação; Sicasal / Liberty Seguros / Bombarralense; Silva e Vinha / ADRAP / Sentir Penafiel; Sporting / Tavira / Eng. Brito da Mana; Team Almodôvar; e Tensai / Sambiental / Santa Marta – Bila Bikers / Carnes Silva / Cycleso.

O 29º Grande Prémio do Minho, organizado pela Associação de Ciclismo do Minho em parceria com a Federação Portuguesa de Ciclismo, conta com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Câmara Municipal de Vieira do Minho, Câmara Municipal de Melgaço, Empiqua (Camisola Amarela), Controlsafe (Camisola Verde), Arrecadações da Quintã (Camisola Azul), Cision – Portugal (Camisola Laranja), Força Minho (Camisola Branca), Raiz Carisma – Soluções de Publicidade (Meta 5 Kms), POPP Design, AFA cycles, Jopedois, Auto Terror, Guimarpeixe, Fafefuel, TransNos, Saúde Constante, Salvaggio, Escola de Condução S. Martinho, Guimatubos, Hotel ibis – Guimarães, Correio do Minho e Ciclismo a Fundo (revista oficial).

Fonte e cartaz: ACM.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Me deu frio

No sopro de um suspiro Corre em mim, um arrepio Toco nas
Ir Para Cima