Escuteiros de Silveiros organizam “A Caminho dos 100 Anos”

Fevereiro 28, 2017 Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Educação

Realiza-se no próximo dia 04 de março (sábado), pelas 14h00, o evento de cariz solidário “A Caminho dos 100 Anos”, organizado por três Caminheiros do Agrupamento de Escuteiros de Silveiros. São eles, Sandra Gomes, João Pedro Gonçalves e Joana Rita Silva.

As atividades decorrerão no Pavilhão Municipal de Barcelos, tendo início marcado para as 14h00. Centrar-se-ão na sensibilização para uma vida mais saudável e para a prevenção de doenças cada vez mais comuns nos dias de hoje.

Desde rastreios cardiovasculares; workshop em suporte básico de vida (pelos B.V. de Barcelos); showcooking de culinária saudável com a Bioparadigma – Clínica de Medicina Integrativa; uma palestra sobre a importância da investigação em doenças cardiovasculares em Portugal, por Mariana Brito, do Iberian Nanotechnology Laboratory; ação de sensibilização para os efeitos do tabaco, com a Enfª Eugénia Almeida; testemunho sobre a importância da investigação científica em doenças cardiovasculares, por Renata Gomes, do King’s College Hospital; aulas de Zumba e de Yoga.

Entretanto, Sandra Gomes, da organização, acedeu a responder a algumas questões que o Barcelos na Hora lhe colocou, para que todos possam compreender melhor quais os objetivos, e não só, deste evento.

Daquilo que depreendemos de um “convite oficial” que visualizámos no Facebook, este evento solidário é organizado pela Sandra Gomes, João Pedro Gonçalves e Joana Rita Silva como “Desafio” para a “Partida dos Caminheiros”. Podem explicar, para leigos, em que consiste essa “Partida”?

O percurso de um Caminheiro, nome dado aos elementos da IV Secção, cujas idades estão compreendidas entre os 18 e os 22 anos, envolve um sistema de progresso que inclui a concretização de vários objetivos em diversas áreas educativas. À medida que estes objetivos vão sendo atingidos, o Caminheiro pode, então, passar para a fase seguinte, começando no Caminho, passando pela Comunidade e pelo Serviço, e terminando, então, na fase da Partida. Nesse momento, é-lhe proposto que se comprometa com uma causa pessoal, um projeto de serviço em prol de uma instituição ou organização à sua escolha. É nesta fase que nos encontramos. Dado partilharmos esta paixão pelo escutismo há mais de uma década e analisando, também, as necessidades do nosso Agrupamento e da nossa comunidade, tornou-se quase que automática a nossa vontade de realizar um Desafio como este em conjunto.

14962587_1412073022155025_5508099093057984758_n
Agrupamento de Escuteiros 1150 – Silveiros

Para além dessa meta escutista, o evento tem mais objetivos? Quais?

Além da realização do nosso Desafio da Partida, os objetivos a que nos propomos com a realização deste evento solidário são:

-Sensibilizar a população a adotar estilos de vida saudáveis e a controlar os fatores de risco das doenças cardiovasculares;

-Realizar rastreios de controlo dos fatores de risco cardiovascular;

-Angariar fundos para financiamento da investigação científica para acelerar a descoberta de tratamentos inovadores e uma possível cura para as doenças cardiovasculares.

Têm apoios para a organização do “A Caminho dos 100 anos”? Pretendem deixar algum agradecimento?

O evento solidário “A caminho dos 100 anos” conta com a solidariedade de várias empresas e pessoas. Todos os materiais necessários, à exceção dos seguros necessários para a realização do evento nas devidas condições, foram gentilmente cedidos por várias empresas da nossa região, uma vez que privilegiamos a oferta de bens e, não, de contributos monetários. Dada a enorme quantidade de empresas amigas que se associaram ao “A caminho dos 100 anos”, estamos a agradecer diariamente, e de um modo personalizado, na página de Facebook do evento, que será também devidamente assinalado no próximo sábado durante o decorrer do mesmo. No entanto, não podemos deixar de salientar a importante colaboração da Câmara Municipal de Barcelos no que diz respeito à cedência das instalações do Pavilhão Municipal e demais apoio logístico. Do mesmo modo, é importante salientar que todos os convidados que estarão presentes no evento irão fazê-lo de um modo altruísta pelo qual se orienta também o espírito escutista. Ainda assim, não podemos deixar de aproveitar esta oportunidade para agradecer a todos estes amigos do Agrupamento 1150 – Silveiros e, de um modo muito especial, aos nossos dirigentes e escuteiros que nos têm dado um enorme apoio.

Já agora, porquê “A Caminho dos 100 anos”? Qual o significado?

Esta é, talvez, a questão que tem despertado mais curiosidade mas para nós a decisão mais consensual. “A caminho dos 100 anos” foi uma atividade já realizada pelo nosso Agrupamento no passado, dirigida à comunidade de Silveiros, com vista na adoção de estilos de vida saudáveis que permitissem uma maior longevidade. Esta atividade contava com palestras de sensibilização para fatores de risco, incluía a realização de rastreios cardiovasculares e terminava com um raid com sinais de pista, bem ao estilo escutista. A vontade de retomar a realização desta atividade já havia sido demonstrada por diversas vezes pelo nosso Agrupamento. Pensamos então que este era um ótimo desafio ao qual nos podíamos propor para a nossa Partida, especialmente se conseguíssemos aliar uma causa solidária como a Maratona da Saúde.

Por fim, quais são as vossas expectativas para este evento?

O grande objetivo deste evento é, essencialmente, alertar a população de Barcelos para a principal causa de morte em Portugal, as Doenças Cardiovasculares, desmistificando os seus fatores de risco: obesidade, hipertensão, diabetes, colesterol, sedentarismo, tabagismo e stress. Pretendemos, também, proporcionar às pessoas a oportunidade de realizarem os rastreios num contexto mais informal do que normalmente é um consultório médico. Por fim, com a generosidade de todos quantos a nós se queiram associar, desejamos angariar fundos para a Maratona da Saúde, uma iniciativa que visa o financiamento da investigação científica em Portugal e, deste modo, poder contribuir para que mais tratamentos e curas possam ser descobertos.

Têm algo mais que queiram informar?

Gostaríamos de referir isto, se possível:

O acesso ao evento é feito através da compra de uma pulseira (4€ em pré-venda ou 5€ no dia), que dá acesso a um kit de participante. Este inclui uma t-shirt do evento, um lanche (bolachas, fruta e água), um bloco de notas para registo dos valores dos rastreios cardiovasculares, entre outras ofertas. A adesão ao evento está a superar as nossas expectativas. Os kits de participante e a realização dos rastreios cardiovasculares estão limitados a 400 participantes. Caso este limite seja ultrapassado, não iremos negar o acesso ao evento, existindo a possibilidade de aceder a todas as outras atividades pelo valor de 2,50€. Salientamos, ainda, que a totalidade do valor angariado com este evento reverte para a Maratona da Saúde.

O Barcelos na Hora agradece, encarecidamente, à Sandra Gomes pelas respostas muito elucidativas que nos deu. E, já agora, ao João Pedro Gonçalves, à Joana Rita Silva e ao Agrupamento 1150 – Silveiros, por tão nobre organização e causa.

Convém salientar que esta iniciativa já teve destaque no programa “A Praça”, da RTP, estando disponível para visualização em http://media.rtp.pt/praca/videos/maratona-da-saude-projectos-singulares/ (basta clicar).

Para mais informações, podem aceder à página do Agrupamento:

(https://www.facebook.com/Agrupamento1150Silveiros/).

Ou à do evento: (https://www.facebook.com/events/1823604327905915/).

Foto e imagem: Facebook do Agrupamento 1150 – Silveiros e organização.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima