Falta artilharia

Setembro 27, 2019 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Hugo Pinto

Vitória “aflitinha” frente ao Moreirense, foi o mais recente resultado do nosso querido Benfica, na última jornada. Venceu…Mas não convenceu.



O modelo de jogo que, outrora, foi extremamente eficiente, parece, agora, estar a chegar ao fim. Em parte, devido à falta de poder de fogo na frente de ataque. Seferovic já teve dias melhores, RDT, que continuo a dizer que tem bastante qualidade, ainda não encontrou o seu “espaço”. E os golos não aparecem.

O Benfica desta temporada é sensivelmente semelhante àquele que no defeso recuperou de uma grande desvantagem face ao primeiro classificado, acabando por se tornar campeão. Falta João Félix, que agora mostra (definitiva e inequivocamente) o quanto desequilibrava a defesa adversária. E falta confiança a quem ficou com esta missão. Mesmo Rafa e Pizzi, outrora dois “cavalos de corrida” (palavras de Bruno Lage) já viram dias melhores, apresentando-se agora bastante desinspirados e uns furos abaixo relativamente ao que já os vimos fazer.

Posto isto, ocorrem-me aquelas conferências de imprensa de BL, cheias de fair-play, e indago-me se não serão demasiado denunciadoras do que se pretende levar para campo. De um momento para o outro, parece que toda a gente sabe como parar os imparáveis. Está BL a expor demasiado a estratégia de jogo? Gosto do estilo direto e frontal do mister, mas será que não nos estará a prejudicar? Talvez sim. Talvez não. Mas certo é que me começa a parecer que o treinador deve começar a pensar em operar algumas mudanças no modelo de jogo, de forma a que a colocação das peças no tabuleiro não seja tão previsível.

Não retiro mérito nem capacidades a ninguém. Mas a mudança, agora e logo, são uma inevitabilidade da vida. E o futebol não é exceção.

No momento em que escrevo estas linhas, acabo de saber que também na Taça da Liga não passámos do nulo frente ao Vitória. O que só corrobora a minha opinião. Mas, sobretudo, revela que a artilharia anda de pontaria desafinada. Ainda assim, nem tudo se resolverá com a reabertura do mercado.

Vamos lá Benfica. Vamos lá, Bruninho. Nós sabemos. E tu sabes que nós sabemos, que tu sabes para mais e melhor do que isto.

Carrega Benfica.

E Pluribus unum.

Por: Hugo Pinto*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima