GASC e Comissão de Praxe do IPCA dão um cartão vermelho à Violência no Namoro

Fevereiro 13, 2019 Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo

No Dia de São Valentim, amanhã, o GASC – Grupo de Ação Social Cristã, em parceria com a Comissão de Praxe do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), dão um “cartão vermelho à Violência no Namoro”.



“Nesta época de especial romance, importa também alertar e sensibilizar para um fenómeno com repercussões sérias na vida dos cidadãos. A existência de violência nas relações de namoro é um problema sério, sendo também um dos principais preditores de violência doméstica nas relações conjugais. Assim, urge sensibilizar a população para a problemática e sobretudo consciencializar os/as jovens para o fenómeno”, refere o GASC em nota.

Durante o dia de hoje, o GASC, enquanto entidade promotora do Projeto SER, e em parceria com a Comissão de Praxe do IPCA, dinamizou uma iniciativa de teatro de rua na cidade de Barcelos, onde foram retratadas situações de violência entre jovens casais (hetero e homossexuais), procurando chamar a atenção dos demais cidadãos. O objetivo foi o de “alertar a comunidade para a dimensão pública deste crime a para a importância do papel ativo da sociedade no combate ao fenómeno”.

“De facto, existem vários comportamentos de poder e controlo que tendem a ser romantizados pelos jovens e legitimados numa relação de namoro, por exemplo, controlar das chamadas/mensagens de telemóvel e a atividade nas redes sociais, controlar a forma de vestir, condicionar as amizades, chamar nomes e/ou humilhar. É, pois, fundamental sensibilizar para a necessidade de todos estarem especialmente atentos a sinais de alerta, sendo capazes de estabelecer limites e construir relações baseadas no respeito e cooperação”.

Esta iniciativa surge no âmbito do plano de atividades do Projeto SER-Serviço Especializado em Rede de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género, cofinanciado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego-POISE, Portugal 2010 e União Europeia, através do Fundo Social Europeu-FSE, promovido pelo GASC, sendo a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género o organismo intermédio.

Imagem: DR.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima