Gil Vicente sofre golo ao “cair do pano” e empata com Oliveirense

Abril 15, 2018 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo

Foi ao 92º minuto do jogo que o Gil Vicente FC sofreu o golo do empate, caindo por terra as esperanças gilistas de trazer de Aveiro uma vitória. O marcador assinalou 1-1 no final deste jogo que opôs a equipa de Barcelos e a UD Oliveirense, no Estádio Municipal de Aveiro, a contar para a 34ª jornada.



A Oliveirense alinhou com Júlio Coelho, Ricardo Tavares (Fati, 39’), Sérgio Silva, João Sousa, Alemão, João Amorim (António Oliveira, 63’), Filipe Gonçalves, João Mendes (Cuero, 77’), Serginho, Diogo Valente e Riascos. No banco ficaram Victor Jenné, Rafa, Clayton e Sérgio Ribeiro.

Já o Gil Vicente alinhou com João Costa, Ricardinho (Luís Tinoco, 85’), Vítor Tormena, Luiz Eduardo, Gabriel, James Igbekeme, Reko, Camara (Frédéric Maciel, 80’), Aldair (Jumisse, 91’), Jonathan Rubio e João Vasco. No banco ficaram Rafa Pires, Sandro, Dimba e André Fontes.

A equipa de arbitragem foi dirigida por Bruno Esteves (AF Setúbal), coadjuvado por Rui Teixeira e Rui Cidade, tendo como 4º árbitro, Rui Mendes (AF Santarém).

Jogando em casa, a Oliveirense ficou por cima nas estatísticas de jogo, com mais posse de bola, mais remates e mais cantos. No entanto, os gilistas marcaram primeiro, por intermédio do defesa-central brasileiro Vítor Tormena, aos 31 minutos. Como referido, apenas aos 92 minutos de jogo, a equipa da casa conseguiu empatar, pelo colombiano Cuero, entrado pouco menos de 20 minutos antes.

Na disciplina também houve empate. Mas neste caso, a dois. Amarelos para Filipe Gonçalves (69’) e Alemão (86’), pelos da casa; Luiz Eduardo (33’) e Jumisse (94’), pelos gilistas.

Com este empate, a saída da zona de despromoção fica mais difícil, porque para além de não ter ganho o jogo, o Gil Vicente ainda viu a primeira equipa acima da linha de água (SC Braga B) vencer, aumentando a diferença para 5 pontos. Na próxima jornada, dia 22 de abril, pelas 16h00, os gilistas têm mais um teste dificílimo, contra o líder destacado da classificação, o Nacional da Madeira, em jogo a disputar no Estádio Cidade de Barcelos.



Familiares e amigos despedem-se dos jogadores à partida para Aveiro

Entretanto, num ato de união, carinho e motivação em volta da equipa, dezenas de familiares e amigos dos jogadores organizaram uma surpresa, despedindo-se deles à partida para Aveiro, hoje de manhã.

Foram momentos de emoção e de união, com o treinador Pedro Ribeiro a dirigir algumas palavras a todos os presentes, mostrando-se orgulhoso por pertencer a este clube e prometendo força e vontade de vencer por parte da equipa.

Fotos: GS.

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

O princípio do fim

O princípio do fim… como era no princípio. O princípio do fim

Vamos ao Jamor

Bem-haja, caros leitores do BnH! Quando presumia que toda a controvérsia que
Ir Para Cima