Hic nuntiatum est mortis

Setembro 21, 2017 Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião
Hugo Pinto

Eis a morte anunciada. Depois de dois empates para a Liga e uma derrota na Liga dos Campeões, eis que chega agora o sabor da derrota também nas competições caseiras.



Um Bruno “Roberto-Bossio” Varela azarado, em sintonia com um Benfica de má memória, de um passado não tão longínquo quanto gostaria, além dos maus resultados brinda-nos com exibições a condizer. Futebol mal jogado, não raramente aborrecido e pouco acutilante.

Parecendo que sou um detrator do Benfica, na verdade é com pesar que escrevo estas linhas. Ainda vivem na minha memória aqueles inacreditáveis 8-1 ao Vitória de Setúbal, na ida época de 2009-2010. Hoje, assistimos a um futebol muito diferente. É certo que queremos sempre uma vitória. Mas também é verdade que aguardamos a semana inteira pelo jogo do nosso glorioso e o mínimo que se espera é que sejamos brindados com 90 minutos de bom futebol. Nunca, jamais, com um enfadonho sofrimento como aquele a que vimos assistindo nos últimos jogos.

Escrevi na crónica da semana passada, tal como o meu antecessor o havia feito na precedente, que este Benfica tem na defesa o seu “calcanhar de Aquiles”. Mas agora acresce que começa a notar-se um problema de confiança generalizado na equipa. Continuo a não entender, por exemplo, porque o Lisandro continua por afirmar-se. Parece-me que com mais minutos teríamos um bom central. Sem dúvida que LFV terá de reforçar a defesa no mercado de inverno. Mas o Rui Vitória vai ter mesmo de se superar e “tirar um coelho da cartola”, sob o risco de ir de bicampeão a 5º classificado. É que esta época, além do confronto direto entre os três grandes, parece prever-se o surgimento de dois ou três outsiders que vão dar muito trabalho.

Na mesma onda de maus resultados anda o nosso Gil. Um jogo fraquinho com uma arbitragem “pouco amiga”, levaram a uma dolorosa derrota caseira frente ao Santa Clara. Ainda assim, fica a ideia de que os nossos rapazes podiam ter feito um pouco mais…

Melhores notícias nos chegam dos sub-19, com uma vitória clara frente ao Paços de Ferreira S-19. Com o primeiro golo de Rui Jorge e Flávio, a bisar, fazendo o segundo e o terceiro, fechando o resultado final em três tentos sem resposta. Agora, de pontaria afinada, ficamos todos a torcer para que as nossas promessas mantenham o bom rumo.

Por: Hugo Pinto* (Professor)

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do/a autor/a)

[ndr: o artigo foi entregue à redação antes do jogo do SL Benfica para a Taça CTT (vulgo: Taça da Liga)]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Imagina

Imagina, O dia sem sol A noite sem lua O querer sem
Ir Para Cima