IPCA consolida a estratégia de I&D com o reconhecimento da FCT

Junho 27, 2019 Atualidade, Concelho, Cultura, Educação, Mundo

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), e os seus investigadores, estão de parabéns, pois receberam classificações muito boas por parte da FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia no âmbito do processo de avaliação das unidades de I&D levado a cabo desde 2018.



Destaque para a classificação de “Muito Bom” atribuída ao   2Ai – Laboratório de Inteligência Artificial, uma nova unidade de I&D da Escola Superior de Tecnologia do IPCA que vê reconhecida a utilidade e relevância do seu projeto científico para a comunidade académica e para a sociedade em geral. Esta é uma unidade que agrega 14 investigadores integrados da EST do IPCA e vários membros colaboradores, entre eles, estudantes de doutoramento. Este resultado permite ao grupo de trabalho desenvolver as condições necessárias para aumentar as atividades de I&D na área da inteligência artificial e oferecer um programa doutoral nesta área, algo inovador no ensino superior politécnico.

Mas o IPCA vê reforçada e consolidada a sua estratégia de I&D com a classificação de “Muito Bom” obtida pelo   ID +  –  Instituto de Investigação em Design, Media e Cultura, uma unidade I&D da Universidade de Aveiro, em que a Escola Superior de Design do IPCA é unidade de gestão juntamente com a Universidade do Porto. Uma unidade que agrega 12 investigadores integrados da ESD do IPCA num total de 68 investigadores, constituindo uma equipa multidisciplinar ao serviço do design, da cultura e da criatividade.

De destacar, também, a classificação positiva obtida por outras unidades de I&D onde o IPCA tem docentes integrados, nomeadamente o CITUR da RIPTUR, a UNIAG do IPB, o LAETA do INEGI, o GOVCOPP da Universidade de Aveiro, o DINÂMIA’CET do Instituto Universitário de Lisboa, o Instituto de Polímeros e Compósitos e o JusGov, ambos da Universidade do Minho e o IJP da Universidade Portucalense. 

Com estes resultados, a maioria dos professores de carreira do IPCA ficam integrados em unidades de I&D de qualidade reconhecida pela FCT o que valoriza e enaltece o trabalho e o projeto científico desenvolvido pela Instituição na comunidade e com a comunidade.

“Este resultado é fruto de um trabalho contínuo e de um caminho que vem sendo traçado há vários anos e que visa congregar o projeto educativo e científico do IPCA com os objetivos e interesses dos investigadores, em prol de uma maior contribuição para o conhecimento e a sua aplicação e transferência para a sociedade”, refere o IPCA em nota.

O processo de avaliação das unidades de I&D levado a cabo pela FCT, no âmbito do Programa Plurianual de Financiamento, envolveu 224 avaliadores internacionais, oriundos de 26 países, que avaliaram 348 unidades.

Foto: IPCA.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima