IPCA durante a pandemia COVID-19: Balanço das aulas a distância é positivo

Abril 1, 2020 Atualidade, Concelho, Educação, Mundo

Os estudantes do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) continuam a ter aulas com recurso ao ensino a distância e os serviços administrativos estão a funcionar com a “normalidade possível online”.



Três semanas depois das aulas presenciais terem sido suspensas (desde dia 10 de março) devido à pandemia da COVID-19, o IPCA conseguiu, de forma imediata, dar continuidade às aulas no modelo de ensino a distância.

“Passadas três semanas o balanço das aulas em formato digital é positivo. Com o esforço acrescido dos docentes, estudantes e colaboradores, as aulas continuam a decorrer dentro da normalidade possível face à situação atual em que nos encontramos”, garante a presidente do IPCA, Maria José Fernandes.

A presidente adianta ainda que “nos dias de hoje a normalidade já é o IPCA dar as aulas online, as reuniões online… o online é cada vez mais uma realidade nas nossas vidas, temos que nos adaptar e está tudo a decorrer a bom ritmo”.

João Pereira é o Presidente da Associação Académica do IPCA desde 2019, e lembra, como voz dos estudantes, que as rotinas foram alteradas e as salas de aulas deram origem aos ecrãs dos computadores e a uma adaptação a novos meios de aprendizagem: “As vídeos aulas têm funcionado da melhor forma, também por uma adaptação já existente na instituição com cursos já a ser lecionados em ensino a distância”.

Paula Rocha, é estudante do 2º ano do curso de Solicitadoria em regime pós-laboral, está satisfeita pelo facto de continuar a ter aulas, que estão a ter uma boa adesão, e não ter necessidade de interromper o ano letivo. “As aulas por videoconferência correm bem. A nossa participação pode ser verbal ou no chat, sendo que quando resolvemos problemas práticos, temos um tempo para os fazer, como em contexto de sala de aulas, e temos os professores sempre online para esclarecermos as nossas dúvidas”.

De realçar ainda a forma imediata com que 5 000 estudantes e cerca de 450 docentes se adaptaram a uma nova realidade de ensino, não pondo em causa o normal funcionamento das atividades letivas.

Fonte e fotos: IPCA.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima